Sociedade

Tranquilidade regressou a cidade de Neves e a Cervejeira Rosema

Na madrugada da última quarta – feira, cerca de 40 elementos da polícia nacional conseguiram quebrar a resistência que impedia a retoma da fábrica. O despacho do Juiz Leonel Pinheiro foi removido.

Manuel Martins, que tinha sido nomeado pelo Juiz Leonel Pinheiro, como novo administrador da fábrica, confirmou para o Téla Nón, a retoma da unidade fabril pela polícia. O grupo privado que desde o ano 2008 administra a fábrica, retomou o controlo da situação e a Rosema retomou as suas actividades normais desde as primeiras horas da última quinta – feira.

O Conselho Superior dos Magistrados Judiciais, já demitiu o Juiz Leonel Pinheiro das funções de Juiz de Direito do Tribunal Regional de Lembá. O auto – governo da magistratura judicial, que solicitou um inquérito sobre as acções e decisões do antigo Juiz de Lembá, Augério Amado Vaz, em torno da cervejeira Rosema, viu-se confrontado com um relatório que punha em causa algumas decisões tomadas pelo Supremo Tribunal de Justiça, no âmbito do mesmo processo.

No entanto o Conselho Superior dos Magistrados Judiciais, que já tinha reafirmado que o caso Rosema estava encerrado, voltou a fazê-lo na quinta-feira. «Em momento algum o Conselho se pronunciou sobre a globalidade do relatório, senão apenas no tocante à sua parte conclusiva onde recomendou a instauração do Processo Disciplinar ao Juíz Augério Amado Vaz, tal como consta do artigo 2º da deliberação número 14/2012», diz a mais recente deliberação do Conselho Superior dos Magistrados Judiciais.

Abel veiga

    15 comentários

15 comentários

  1. cola daua

    27 de Julho de 2012 as 16:13

    Os poderosos ja fizeram a suas vontades assim e que eles querem, ate parece esses pais maus que dao filho xicote manda calar e dormir, portanto assunto fica anulado e arquivado ai STP estamos mal.

  2. Chacuda

    27 de Julho de 2012 as 16:20

    Gentxi sa mau ne tempo colono, diziam que os brancos eram maus nos somos piores.

  3. joana costa

    27 de Julho de 2012 as 16:29

    Leonel,ainda és Juiz do Tribunal de Lemba. Ordena a detenção imdiata do membro do governo que enviou 40 policias para impedir o cumprimento da tua decisão. Quer ele seja Patrice, Varela, Paquetinho ou qualquer Kiakiziqi. Manda prender os gajos.

  4. Neves

    27 de Julho de 2012 as 17:09

    não acredito, em qué estado democratico estamos minha gente, tenho medo da justiça da desta terra……..

  5. pontapecavalo@hotmail.com

    27 de Julho de 2012 as 18:34

    serà serà serà e serà mesmo a sèrio ? nao acredito.. mas em que pàis estamos ? qual è o tipo de democracia que temos ? serà que o poder politico faz parte tambem na sua ordenaçao juridica sobre os Tribunais? o governo tem competências para mandar,ordenar ou decidir assuntos ligados aos tribunais ? mas o Afonso Varela nao è amigo como Irmao do Manuel martins e ao mesmo tempo advogado as escuras das triambas as partes porquê que ele nao aconselhou juridicamente ao patrice para nao fazer essa besteira com manuel ? sera que a policia nacional tem legitimidades de assaltar,arrombar,desacatar e abusar das ordens dos juizes ? mas k brincadeira neste país…e agora renovo mais uma das varias vezes onde è que estao os juristas e famosos advogados deste pais ?..

  6. ginoinamente stp

    27 de Julho de 2012 as 19:15

    credo é mesmo para rir porque é diveras engraçado e chorar de de saber que coisas desas estão a acontecer no meu pais, e saber que pessoas como essas respiram o mesmo ar eu respiro. é mesmo muiiiito desolador. credo terra credo terra enfim só com cristo

  7. Justiça

    27 de Julho de 2012 as 21:17

    SIMPLESMENTE INACREDITAVEL…..
    JULGO QUE OS JUIZES DE PRIMEIRA INSTANCIA SAO MEROS FIGURINOS DO GRANDE TEATRO PALACIO DA JUSTIÇA

  8. luisó

    27 de Julho de 2012 as 21:53

    Mas afinal em que é que ficamos?
    Em STP valem os tribunais ou grupos privados que controlam alguns juízes e fazem o que lhes interessa?
    Respondam-me que quero saber.

  9. Eduardo

    28 de Julho de 2012 as 0:30

    Lamentavelmente tenho que concordar com alguns amigos de Lisboa quando me diziam que S.Tome e um Pais de risco para investidores e as provas estão a vista. A justiça não funciona. Só vêem negocio e esquema. A policia compra-se.
    Quando será que este pais vai encontrar estabilidade e um chefe de governo honesto, digno e defensor dos interesses do povo.
    Só anda a cirandar a pedir dinheiro mas não consegue falar com o povo e dar-lhe soluções para os problemas. Cada vez esta mais miserável.
    Não fiquem calados.
    O comportamento do Presidente do Tribunal Supremo e lamentável. Será que esse pais tem que se sujeitar a este homem, não há mais ninguém para o substituir?

  10. ADELINO DOS SANTOS

    28 de Julho de 2012 as 7:35

    Justiça em são Tomé e Príncipe não existe,existe sim um grupo de PALHAÇOS

  11. bobo de terra

    28 de Julho de 2012 as 9:58

    CREDOOOOOOOO, esta visto o poder do dinheiro. Bando de corruptos… Conseguem mesmo dormir em paz? Não percebem que estão a prejudicar o país com isto? Quem irá investir nesta terra com este tribunal de bandidos? Se Angola cortar petroleu, voces vão abastecer a EMAE e os carros com cerveja? Se sonangol suspender os investimentos no Aeroporto e Porto, serão os irmãos metralhas a fazer? Como irão viajar, vcs que viajam sempre? Pena de nos, povo.

  12. luisó

    28 de Julho de 2012 as 18:49

    Ainda hoje vi na RTP ÁFRICA uma entrevista do PR STP a solicitar todos os empresários portugueses a investir em STP em todas as vertentes porque o País precisa de todos os investimentos e em todas as áreas.
    Depois leio estas coisas que se passam cá e pergunto:
    Quem vai investir num “País” como este?

    • Eduardo

      29 de Julho de 2012 as 1:39

      Estão a preparar um relatório para apresentar a CPLP a retratar a situação em S.Tome pais que não tem justiça, não se respeitam os acordos entre países, e por conseguinte todos os investimentos sao de risco.
      Por este andar e melhor garantir o petróleo pois se Angola fechar a torneira quero ver como êh que o Patrice se desloca, só se for com o barco que “ofereceu ” ao Príncipe.

  13. Pidu Mamom

    29 de Julho de 2012 as 7:02

    Vão Mazé beber agua plóvaxi.

  14. Ann Foster

    30 de Julho de 2012 as 7:49

    Meus amigos, S. Tomé está entregue a um bando de facínoras e de ladrões. O caso rosema é só um dos muitos exemplos da absoluta impunidade com que os ladrões instalados no governo se governam neste país. O povo vive na fome e na miséria e estes nossos governantes andam a vender a nossa terra a novos colonos negreiros que vão fazer de nós escravos como nunca o fomos mesmo no tempo colonial. Vejam o que está a acontecer no Principe. A HBD vai fazer da ilha um ponto de comércio de armas, droga e prostituíção e os nossos dirigentes palermas a assistir a tudo e a bater palmas como idiotas que são estando só à espera de encher os bolsos com as luvas que recebem por tudo. Senhor Presidente da Rapublica tenha vergonha de ir a Portugal pedir dinheiro. Eles sabem que mais de metade do dinheiro que mandam é para ser roubado pelos politicos snaotmenses

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo