Sociedade

Trabalhadores paralisam hotéis do Grupo Pestana em São Tomé

Desde as 7 horas desta terça-feira que os trabalhadores dos Hotéis Miramar, Pestana São Tomé e do Resort Ilhéu das Rolas, entraram em greve por tempo indeterminado. As 3 unidades hoteleiras são administradas pelo Grupo Pestana -São Tomé. 

Os mais de 200 trabalhadores, que garantem o funcionamento dos três complexos hoteleiros, reclamam pela actualização dos salários e pela justiça salarial. Dizem ter um ordenado de 40 euros, equivalente a pouco mais de 800 mil dobras, quando o pessoal expatriado e outros ganham qualquer coisa como 10 mil euros mensais.

Abuso de poder, e desrespeito aos trabalhadores por parte de alguns membros da administração dos hotéis,  são outras reclamações dos  grevistas. Um assunto que o Téla Nón vai detalhar ainda nesta edição.

Abel Veiga

    76 comentários

76 comentários

  1. L.Pinto

    31 de Julho de 2012 as 10:11

    O branco é mesmo criminoso, quer dizer um unico branco ganha mais do que todos os outros trabalhadores,,,ohhh que abuso..

    • ANCA

      31 de Julho de 2012 as 11:13

      Caros cidadãos SãoTomenses;

      Expressões como “Branco”, “Preto”, “Negro”, tem uma denotação pejorativa xenofoba, bem como racista, que devemos aprender abster de usa-las.

      A raça é somente uma- a raça humana.

      As culturas, os hábitos, os modos de ser, estar e pensar, é são diferentes.

      Jamais existem “raças brancas” ou “raças pretas” ou “raças negras” ou “raças vermelhas” ou “raças escuras”, etc, etc…

      As “raças” são simbolismo de visão evolução deontológica ligada – ao determinismo(pesquizem, investiguem e lêm).

      O que dá cor a tom de pele, de cada individuo humano, é a pigmentação da pele, derivada de uma substância orgánica própria, que serve de protecção aos raios solares, ao nosso orgão cutâneo – a pele, designada de – Melanina.

      Comparar a influência climatica, de cada Região Geográfica, com a Evolução Humana, nesta Regiões.

      Obs – pesquizar, investigar, observar e ler se faz favor.

      Assim, causa de alguns individuos elementos humanos, estarem nas zonas onde a insolação é maior(Zona Tórrida) onde o clíma é também de maior insolação anual, os organismos desses indíviduos humanos, desenvolveram morfologias de adaptação ao clima – no caso do orgão pele – maior quantidade substância concentrada na pele de protecção á maior exposição de raios solar durante 365 dias, por ano/anos – substãncias esta – a Melanina – responsável pela pigmentação de pele mais escura – assim existindo indíviduos elementos Humanos, da natureza, produto do clima onde habita, de pele escura e jamais de “Raça Preta” ou de “Raça Negra” ou ainda de “Raça escura”.

      Tal e qual, causa de alguns individuos elementos humanos, estarem nas zonas onde a insolação é menor(Zona Temperada de Norte, Zonas Temperadas do Sul, Zonas frias do Norte, Zonas Frias do sul) onde o clíma é também de menor insolação anual, os organismos desses indíviduos humanos, desenvolveram morfologias de adaptação ao clima(clima temperados) – no caso do orgão pele – maior quantidade substância concentrada na pele de protecção á menor exposição de raios solar durante 365 dias, por ano/anos – substãncias esta – a Melanina – responsável pela pigmentação de pele mais clara – assim indíviduos existindo individuos, elementos da natureza, produto do clima onde habita de pele clara e jamais de “Raça Branca” ou de “Raça Clara” ou de “Raça Incolor”.

      Vejam por exemplo, no site do Instituto de Estatística Nacional, os números de dias de insolação, para nossa posição Geográfica.

      Abstenha-mos de usar termos como “Brancos”, “Pretos”, “Negros” “Amarelos”,”Castanhos”, “Vermelhos” – sem saber o verdadeiro significado e origem da palavra Racismo – pesquizem, investiguem, analizem, comparem.

      Agora remetendo para o que foi escrito acima;

      Existem aqui, no País, indivíduos humanos de pele escura que auferem tanto ou mais que estes mesmo indivíduos humanos de pele clara.

      Que designação também poderiamos dar a estes indivíduos humanos de pele escura.

      Pratiquemos o bem

      Pois o bem

      Fica-nos bem

      Deus abençõe São Tomé e Príncipe

      Bem Haja

      • ANCA

        31 de Julho de 2012 as 11:19

        A questão trtada na notícia, em epígrafe deve ser visa e percebida, como somente uma questão de exploração do Capital(Possuir dinheiro para Investir, num Hotel Pestana, Num Miramar e ser livre de pagar, os salários que enteder, pois o capital é livre, bem como o regime democrático) pelo Trabalho do Homem.

        Aquilo que se desgna de Capitalismo, Capitalismo Selvagem.

      • Fradique Branco De Mezenes

        31 de Julho de 2012 as 11:25

        Senhores está com tantas teorias para kê? Eu convida-o a vir trabalhar no Grupo Pestana em STP! Depois daí o senhor tirava as suas devidas ilações… Deixa de coisa aqui impera um grande racismos por parte dos brancos em relação ao São tomenses…Um grande abuso, convido a ministério de trabalho a inspecção de trabalho para vir ver a qualidade de refeitório dos trabalhadores do Pestana e qualidade das refeições, todos os dias come-se colombeta cozida ou franco estragado enquanto alguns senhores têm direito a comer no restaurante do hotel…

        • A chave

          1 de Agosto de 2012 as 8:23

          Isso nao é racismo é esplotaçao do rico ao pobre, acontece em tudos os paises do mundo.

      • maria

        1 de Agosto de 2012 as 16:03

        Senhor Anca,

        atenção aos ERROS ORTOGRAFICOS:

        1. pesquiSar e não pesquizar como escreve na linha 13

        2. pesquiSem e não pesquizem como escreve nas linhas 8 e 32

        3. analiSem e não analizem como escreve na linha 33

        Poderia trata-se dos chamados « erros de “frappe” » – aqueles que se cometem ao pressionar as teclas com rapidez. Exemplo, linha 17 escreve « substância » e na linha 18 escreve « substãncia ». Não é o caso , dos exemplos supracitados.

        Atenção, igualmente aos ERROS DE SINTAXE – Regras de Concordância:

        1. Logo no incio do seu comentario o Sr escreve, “Expressões como “Branco”, “Preto”, “Negro”, TEM uma denotação (…)”
        Não é “tem” mas sim “têm” – Terceira pessoa do plural do verbo “ter”– deve-se acordar o sujeito com o verbo.

        2. Linha 5 escreve “Jamais existem (…)”. Seria « Jamais existiram (…) » ou Jamais terão existido ou simplemente – Não existem (…) »

        3. Na linha 8, o Senhor Anca escreve « pesquizem, investiguem e lêm” para além do erros ortográficos já explicitados, tem também erros de concordância , repare que utilizou os dois primeiros verbos no imperativo (pesquisem, investiguem) seria desejavél que o último – verbo ler – também fosse conjugado na mesma forma – leiam e não lêm.
        Correto, portanto, seria “pesquisem, investiguem e leiam”. Há mais, convido-o a tornar ler o seu comentario.

        Alguns de nós estudamos em russo, italiano, espanhol,alemão, etc .

        Mas, em STP , a língua oficial é o português, e, está-se a escrever muito mal, este comentario não é dos piores.
        Mas, ao que parece o Sr Anca gosta de « pesquisar » e « analisar », bom seria que desse o exemplo.

        Espero que não me leve a mal. Mas alguém que utiliza o conceito de « hábito » caro a Durkheim e revisita as suas « maneiras de agir, pensar e sentir… », alguém que utiliza conceito de determinismo, deveria…. aprimorar sua escrita.

        cumpimentos

        • ANCA

          2 de Agosto de 2012 as 0:01

          Obrigado Maria

          Desde já um abraço e beijinhos

          Sendo um Humano, imperfeito, sujeito á pecados, falhas, erros e omissões;

          Agradeço-lhe pela observação, muito obrigado, sempre que encontrar erros ortográficos escritos, que possa corrigir-me, é importância que lê o que escrevo, é sinal que juntos podemos prestar, conhecimentos aos nossos irmãos, cidadãos Sãotomenses.

          Conhecimento, jamais somente do Português mal escrito, como do bem escrito, embora um dia no futuro teria orgulho de vir a escrever e pronunciar em Dialecto “FÔRRÔ” e “Lunguiê”.

          Bem haja

          Cumpimentos

          Porquanto, não obstante erros ortográficos, apreenderei com erros meus, e fico grato pela observação e assumo a minha responsabilidade de apreender com erros, para no futuro crescer e desenvolver.

          Pois a estrada faz caminhando.

          • ANCA

            2 de Agosto de 2012 as 0:07

            As minhas desculpas caros leitores e comentádores, pelos erros e omissões.

            Também cometo erros e omissões, sou humano.

            Mais o que verdadeiramente, importa é que compreendam, o fio da razão, do pensamento, a crítica da razão pura.

            Bem haja á todos

      • menina stp

        1 de Agosto de 2012 as 16:06

        Neste caso está a se falar de uma empresa que faz esta diferença. Não venhas com filosofias porque isto é realidade e quem trabalha na empresa sabe que esta descriminação existe.

  2. Colono Português

    31 de Julho de 2012 as 10:31

    Pagam um Licenciado porcaria de salário quando, os portugueses sem qualquer formação ganham 5 à 6 mil euros por mês com direito a viagens de ferias e muito mais. Questionados pela diferença salarial tão abismal, disseram que os nossos governantes é que mandaram pagar baixos salários. Um abuso dos Brancos racista… Temos que lutar para liberta STP de estrangeiros que vem cá explorar o nosso povo com apoio de alguns políticos de STP…

    • Fernando

      31 de Julho de 2012 as 15:54

      Meucaro, se não fossem os estrangeiros, São Tomé e Príncipe estria ainda pior! STP não produz nada! Será que são os estrangeiros que determinam o salário mínimo?

      • menina stp

        1 de Agosto de 2012 as 16:31

        Aproveitam das fragilidades do pais para fazerem valer o seu poder económico, que não é tanto assim. Como exemplo temos muitos portugueses em STP a pagarem empregadas doméstica a trabalharem de 2ªf à Sabado, sem direitos e descontos nenhuns, a ganhar pouco mais de 50€.

    • A chave

      1 de Agosto de 2012 as 8:28

      Voce acha que som os brancos, mas Sonango está a pagar muitos grandes salarios aos trabalhadores saotomenses? Sonangol é dos brancos? A nova loja da alimentáçao do grupo de Gabao, tambem som brancos? Vce é o racista, nao os brancos.

  3. Fradique Branco De Mezenes

    31 de Julho de 2012 as 10:48

    Por favor senhores trabalhadores, não estragam o meu negocio com os meus amigos e primos portugueses…

  4. Coladura

    31 de Julho de 2012 as 10:50

    Ainda não se sabe de quem é a culpa? …

    Há ou não há uma pulítica salarial em STP?

    Existe ou não Lei laboral em STP?

    Essa Lei é abrangente a todas as actividades dos sectores públicos e privados de STP ou não?

    Será que o que está em causa é a sua implementação?

    Espera-se que as instituições competentes assumam escrupulosamente as suas responsabilidades.

    Já é tempo para que dessas coisas deixem de acontecer em STP.

    • Sãotomista

      31 de Julho de 2012 as 14:43

      A culpa é dos dirigentes santomenses q insentivam os investidores estrangeiros a pagar pouco para que eles possam ganhar algo com isso….
      aconteceu comigo a uns anos atraz, qnd fui convidado a trab no hotel pestana numa área q teria 3 funcionário sendo 2 nacionais e 1 estrangeiro, todos com a mesma formação na área – o portgugues tinha o salario minimo de PT, e nós p n ficar mal iriamos receber qualquer coisa la perto, até um digirente santomense q tmb era um dos “sócios” discobrir e dizer q nao pode pk esse salario ia desestabilizar o bla, bla, bla….
      Eu apoio a greve, mas os santomenses deviam fzr greve desses politicos que têm, pk eles sim é q são o maior problema do País.

    • menina stp

      1 de Agosto de 2012 as 16:15

      Mesmo desadequadas,existem leis laborais, tanto para sector público como para privado mas o grande problema é que a Inspeção Geral do Trabalho existe mas não sei qual a política que têm que nem aparecem nestas grandes empresas para fiscalizarem. Tudo nesse STP é feitos com influências que em nada ajuda a classe trabalhadora.O poder económico é muito forte e influencia e muito nas tomadas de decisões naquele pais.

  5. kua-li-tassondu

    31 de Julho de 2012 as 11:00

    Realmente e caso k deveria sair a rua a muito tempo!! granda atrivimento,e exploracao.

  6. JOSE CARLOS

    31 de Julho de 2012 as 11:01

    Creio que a questão não se coloca a branco ou preto ou somente a investimentos portugueses, vejam o que se passa com os Bancos nigerianos e camaroneses em S. Tomé, portanto é bom não cingir-se a questões raciais…. Esta é uma questão que deve ser profundamente analisada a todos os investimentos estrangeiros em S. Tomé e Principe

  7. Deus todo poderoso

    31 de Julho de 2012 as 11:02

    Pois.. é triste.
    Fama sem proveito….
    Funcionários sem direitos a quase nada.
    Subcídio de férias.. nada…
    Décimo terceiro, que até o Estado se esforça imenso para pagar aos funcionários públicos,o Grupo n paga.
    nada….nada.
    Funcionários com carga horária superior a 9 horas diária….
    Uns ganha por dia o que outros ganha por mês….batibore lá……
    Doa a quem doer, digam se isso não é escravidão moderna….???
    tempo colono bilá bi..falta só chicotada dos Brancos nos pretos……Óhhh Cacaôôô..Nón Molê…!!
    Os Vibrados é q têm razão….
    Esse pais só com Cristo…

  8. António Silva

    31 de Julho de 2012 as 11:06

    Aqui está um exemplo de como muitos negócios são tratado nos países que recebem investimentos externos e ainda mais quando se trata de investimentos feitos nos países africanos e pobres. Esta diferença de salários é abismal e revoltante.Criam postos de trabalhos e depois dá nisto.

    • ANCA

      31 de Julho de 2012 as 11:48

      É o estado em que se deixou-se chegar a gestão – organização e planeamento do País(Território, Mar, População), durante 37 anos.

      É uma questão de estrutura ecónomica e financeira do País, pois o País é pobre e está sempre de mãos estendida a pedir.

      Falta de estrutura – falta de organização, de planeamento, de investimento, falta de criação de estrutura e infraestrutura económica e financeira no País, falta de investimento sério ao longo dos anos na educação/formação da qualidade, para a formação caráter(modo de pensar, ser, estar do Homem SãoTomense, para a questão, da fome da pobreza, da miséria, para a questão do subdesenvolvimento, para a questão do crescimento e desenvolvimento económico e financeiro sustentável, ao longo dos 37 anos, e para o futuro , na gerações do presente e do amanhã.

      Temos um longo caminho a trilhar.

      Deve ser feito, através do dialógo da UNIDADE, DISCIPLINA, e empenho no gosto pelo TRABALHO ÁRDUO, pelos cidadãos SãoTomenses, para uma nova cidadania, um novo exercício da cidadania entre e para os SãoTomenses.

      Porquanto, jamais criamos, formamos, investimos, organizamos Empresários SãoTomenses, com capital, capazes de proezas de investimentos á médio, curto e longo prazo, como o Hotel Miramar, Hotel Pestana, etc, etc,…á nível nacional, que possam suportar investimento desta invergadura.

      Quando temos meia duzia de gatos pingados, arrumados em políticos, em empreendedores, em empresários, quando de modo de ser, estar e pensar, do Politicos na sua verdadeira acepção da palavra nada têm, de empreendedores nada têm, muitos menos de empresários…

      O País(população/território) é pobre de espírito, é pobre material, é pobre infra-estruturalmente.

      Reclamar o quê, se nada produzimos, jamais gostamos de trabalhar árduamente, jamais sabermos ser, estar e pensar, só gostamos de festas, de mulheres, comes e bebes, estoirar dinheiro, passeatas, polítiquices, inveja, ladroices, corrupção – dividir para reinar-, etc,etc…

      Acreditem

      Pratiquemos o bem

      Pois o bem

      Fica-nos bem amanhã

      Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  9. arlete

    31 de Julho de 2012 as 11:08

    antes de mais devemos culpar os nossos governantes(passados)que na ansia de fazer dinheiro fácil e previlégios espremem o zé povinho como se fossem limões. permitem que estes grupos pratiquem salários miseraveis, e não digam que eles praticam aquilo que é a base salarial nacional pq se fosse para pagarem igual ao mínimo nacional não era necessário investimento estrangeiro. é uma vergonha que um grupo que propala os seus buffets de 25 euros por pessoa, que tem um espaço nocturno que cobra mais de 100 mil dobras a entrada pague a um funcionário 800 mil dobras. devem achar que ele vive do ar.

    o meu apoio a todos aqueles que arriscam-se a fazer uma greve num grupo sem qualquer sentido de humanidade para com os funcionários, e esperemos que eles percebam que o zé-povinho é humilde, paciente e calmo, mas não taõ estúpido como fazem crer os nossos políticos.

    MELHORES SALÁRIOS, MELHORES CONDIÇÕES DE TRABALHO E RESPEITO

  10. mudança

    31 de Julho de 2012 as 11:14

    Aqui está uma questão com a qual o governo devia se preocupar. Um problema que não precisa viajens infinitas para resolver. Nem deviam esperar a greve.
    Trabalhem ministros, trabalhem!!!!

  11. abaju da conceiçao

    31 de Julho de 2012 as 11:19

    sejam firmes lutam todos juntos

  12. abaju da conceiçao

    31 de Julho de 2012 as 11:20

    sejam firmes lutam todos juntos
    aproveita porque fradik ja nao ta no poder

  13. STP sempre

    31 de Julho de 2012 as 11:59

    Basta de exploração, ja deviam ter feitos isso há muito, não fraquejam, mantenham sempre firme até a vitória final; melhorias saláriais, condições de trabalho, tratamento, consideração, igualdade entre os setores dentro do Grupo Pestana.
    Já agora todos ficam a saber quem é o Grupo Pestana e O que está a fazer em S. Tomé(ganhar dinheiro e nada mais).
    STP, sempre…

  14. sarcozy

    31 de Julho de 2012 as 13:06

    Grupo Pestana já é famoso no toca aos salários dos nacionais em todos os países onde opera. Trazem analfabetos a peso de ouro para aprenderem com nacionais a preço de ginguba. Fora com eles miseráveis.

    • A chave

      1 de Agosto de 2012 as 8:41

      “Trazem analfabetos a peso de ouro para aprenderem com nacionais a preço de ginguba” ¿sera que os nacionais estam a insenhar aos estrangeiros?

  15. Lede di alame ça ua

    31 de Julho de 2012 as 13:10

    Sou daqueles que sempre defendi, e continuarei a defender a iliminaçao de todos os acordos com os portugueses, porque a verdade e que nao se trata de branco, preto ou amarelo, mas sim portugueses, correm na veia deles sangue de racismo, odio, inveja e a ganançia, sao exploradores……se pudesse nem nome deles passava sequer na minha orelha….vivo no estrangeiro e sei bem quem sao eles…

    • Edel

      31 de Julho de 2012 as 17:30

      Credo Lede !!!!

    • Truki Sun Dêçú

      31 de Julho de 2012 as 17:55

      Em que País vive no estrangeiro ?? Será em Portugal ??
      Trabalhadores estrangeiros a ganhar 10.000 euros, nos Hoteis Pestana em S.Tomé?? Não acredito. Nem em Portugal, ou qualquer outro País da Europa, um trabalhador ganha este salário num hotel, seja Pestana ou outro grupo qualquer. Gostaria que o jornalista sr. Abel Veiga, fizesse o favor de se informar, sobre este assunto e viesse esclarecer a opinião pública. Fico na expectativa a aguardar a informação, sobre salários pagos aos estrangeiros, que trabalham no Grupo Pestana em S.Tomé. A função dum jornalista, que até é o coordenador deste ‘site’, é também investigar, esclarecer e informar sobre as notícias publicadas. Cpts ao srº. jornalista.

    • HLN

      31 de Julho de 2012 as 18:20

      Subscrevo as tuas belas e sinceras palavras.

    • Fernando

      31 de Julho de 2012 as 21:25

      Lede,
      Portugal é o maio doador de São Tomé e Príncipe! Você é um mal agradecido! Vá mas é cavar batatas e pare de ser xenófobo! Se não sabe o que é, vá ver ao dicionário, se é que sabe ler!

      • ouê

        1 de Agosto de 2012 as 1:07

        Bandos de portugueses revoltados!!! Se for para sermos explorados desse jeito, deixem-nos! Voltem para Portugal….vcs estao errados e sabem disso! Hipócritas do crlo!

        • Santomense

          1 de Agosto de 2012 as 9:18

          Tenho vergonha das opiniões racistas aqui emitidas. Portugal é um país amigo de S.Tomé, e tem-nos ajudado muito. Só o analfabeto é que não sabe! Greve é coisa normal em democracia. E ainda bem! Antes era impossível. Já houve muitas greves em STP contra patrões brancos, pretos, mulatos, ocossos, etc., contra governos de ADI PCD, MLSTP,etc. Porquê associar esta greve ao racismo? Toda empresa privada pretende pagar quanto menos possível. Resta ao trabalhador usar o seu direito de reclamar. Greve não é crime nem é coisa doutro mundo!
          Porquê dizer “brancos fora!”? Sabes quantos santomenses estão em Portugal e no mundo?! Então guardem as vossas estupidezes. Esperemos calmamente pelo provável aumento salarial resultante da greve.

      • Fijaltao

        9 de Agosto de 2012 as 1:37

        Ao Fernando e muitos outros que andam por aí a propalar e a santificar o português, direi sinceramente que o que o Lêde disse é pura verdade! Aliás, os portugueses se protegem entre eles, sobretudo no estrangeiro porque internamente, eles não são tão solidários como parece! O nosso governo tem a culpa no cartório de tudo que se passa em S.Tomé em relação a questões laborais, mas existe por parte dos empregadores e sobretudo os portugueses o abuso pela exploração humana e um não evoluir há 38 anos dos portugueses que não querem se enxergar que os seus ex-colonizados também se evoluíram.

        • Fijaltao

          9 de Agosto de 2012 as 1:47

          Só uma nota: O que os portugueses fazem em S.Tomé, Angola, Moçambique, Cabo verde e na Guiné, fazem-no também em Portugal! Há meia dúzia de dias, correu ao mundo que em pleno século 21 , no Norte de Portugal consórcios de empreiteiros portugueses a mando de Portugal Telecom colocou meia centena de homens ” Negros” a trabalharem numa obra pertencente a P.T. sem as mínimas condições salutares e laborais e humanas jamais visto no mundo! Portanto, os portugueses só demonstram que só estão interessados na realização do capital e sobretudo quando têm a cobertura do governo local!

    • ferpenapandopo

      31 de Julho de 2012 as 23:10

      voces sabem porque e que os trabalhadores
      s.tomenses,so ganham 40 euros por mes de
      salario?
      porque para fazer o trabalho de um estrangeiro,são necessarios vinte locais.
      solução para o problema:
      trabalhem mais,produzão mais e melhor
      esta e a solução.

    • Deus todo poderoso

      1 de Agosto de 2012 as 8:46

      Lede. Eu sou são-tomense, vivo em S. Tomé, e tenho algum conhecimento nesse campo, relações de cooperação, Economía Itenacional e afins, mas a coisa n é bem assim meu caro, o q de facto passa é a falta de seriedade por parte das pessoas(Governates muitas das vezes), todo acordo de parceria, de investimento, de “Cooperação” é bem-vindo, o Governo, o estado, quem de direito é q tem q analizar bem e ver os pros e os contras, me refiro aos benefícios pra nação e avançar com os acordos, quer sejam com Portugueses ou que for. Pq a exploração pode vir mesmo de Saõ-tomense p´ra São-tomense meu caro. De facto muitos desses comentário n fogem a realidade, os nacionais recebem trocos(Money for coffe), mesmo sendo quadros superiores, e até com algum conhecimento, e os extrangeiros q muitas das vezes nem a sua propria linga sabe falar, ganham uma pipa de massa(Money), sem mencionar que muitos têm benefícios que pela soma, nem queiras imaguinar.A questão penso q passa pela regulação prévia dos acordos, e acopmanhamneto sistemático(Finanças,Insp.Act.Económica,UGT, etc de s.tomé), pq de facto abrem o espaço pra abusos, exploração….e toda riqueza criada é trasnferida p´ra outra economia(Portugal por exemplo), sem contar q os lucros tb têm o mesmo destino. De facto msm sendo dono do k (Capital)eles, temos é q tb sermos espertos, ganhar tb algum benefício se me entendes.

      Att.

  16. HC

    31 de Julho de 2012 as 13:16

    estamos perante um situação caricata. qualquer que seja trabalhador (público ou privado) têm deveres mas também têm Direitos. o que estamos assistindo agora é uma situação em que so é exigído dos trabalhadores que cumprem os seus deveres e a autra parte que é a dos direitos está sendo esquecido. existem legislações e elas devem ser respeitadas. isso está acontecer assim porque o nosso país é um país dos brinquedos.

  17. tete

    31 de Julho de 2012 as 13:51

    Eu sou caboverdiana e devo dizer o seguinte os s.tomenses ja recebem mais do que devem porque eu conheço-os muito bem sao todos malandros,manhosos invejosos,trabelhem mostrem produtividade e depois serao recompensados.
    Se trbalharem ganham,mas como sao malandros,nao devem ganhar.
    Ja foram ver quanto ganham os funcionarios dos outros hoteis e pensoes aí?Ganham manos até pq o s.tomense so sabe explorar e nao da nada a ninguem.trabalhem malandros,dediquem-se á agricultura,nao tem vergonha de importar batata,cebola etc.

    • Deus todo poderoso

      1 de Agosto de 2012 as 8:13

      Minha Cara, Tete, li atentamente o teu comentário e antes de mais fico triste pela forma como te mencionas aos teus irmão São-Tomenses, até parece que um deles(São-tomense) te magoou profundamente, mas isso não te dá o direito de Insultar a todo um povo irmão. Certo está que muitas opiniões que ai estão são radicais e não correspondem a realidade, ou seja um pouco desviada dela, mas de ai dizer o que disseste….aposto que se os teus pais vissem o que escreveste, tb ficariam tristes, deves ser muito inculta, ou sei lá. Estude mais aprenda a respeitar a teu própria povo, e a dos outros.

  18. Aleixo

    31 de Julho de 2012 as 14:00

    Se na realidade isso esta acontecer em S.tomé é muito triste, e muito penoso, porque esses senhores não são fiscalizados e usam e abusam dos trabalhadores …por isso lutem por vossos direitos e não têm medo………Lutam pela justiça..Que Deus vos proteja..!

    • Jorge Aleixo

      31 de Julho de 2012 as 22:53

      Por muitas pessoas me conhecerem por Aleixo, vejo-me na obrigação de informar e esclarecer a todos os leitores, não ter nada a ver com esta opinião nem com quem a escreveu.

  19. mulato

    31 de Julho de 2012 as 15:08

    Neste caso não estou de acordo com a opinião da maioria dos meus compatriotas, pelas seguintes razões:

    – Não me acredito na noticia de que os trabalhadores Santomenses ganham 40 Euros e os expatriados 10000 Euros, porque se fosse assim não faltavam trabalhadores brancos a trabalhar lá, ainda por cima com a falta de emprego que há na Europa.

    – Se por hipótese a notícia for verdade, é claro que é uma situação vergonhosa para a empresa e que só a deixa ficar mal perante os seus clientes e parceiros, mas não nos devemos esquecer que os hoteis Pestana são uma empresa privada e não do Estado Santomense ou de cada um de nós, portanto não tem que prestar contas a ninguém sobre o que paga ou deixa de pagar, desde que respeite a lei Santomense no que respeita á contratação de trabalhadores e respectivas condições de trabalho.

    – Quanto á situação do branco e do preto, para mim é difícil de comentar, pois sou mulato

    • Fijaltao

      1 de Agosto de 2012 as 14:55

      Amigo mulato: Num país sério, organizado e dirigido por pessoas sérias honestas e competentes, qualquer empresário deve prestar contas ao estado, de toda sua movimentação para não cair no ridículo de estar a negociar com verbas de proveniências ilícitas e a fuga de imposto ao estado! Quanto isto seria um país de bananas onde os empresários e a força do capital estaria acima do estado. É sempre a mesma empresa com folhetins tristes! O grupo Pestana se estivesse a actuar assim em Portugal, já seria alvo de investigações judiciais a todos os níveis, nomeadamente essa questão de salários.É a mesma empresa que negoceia com os desonestos do nosso país expatriando nacionais para implantação dos seus negócios na Ilha das rolas! Que mais filmes iremos ver nos próximos capítulos sobre estes senhores? Já chega de abusos e nós estamos a ser considerados como palhaços por causa de governantes que não interessam pelo seus nacionais nem por coisas públicas atirando-nos a uma total desorganização social, política e económica como se tratasse de um país sem leis e sem pessoas a preocuparem com esses factos. Uma empresa embora privada, nacional ou estrangeira tem que gerir o seu negócio de uma forma equitativa para que haja justiça social e deverá ser fiscalizada periodicamente pela inspecção geral de trabalho e as finanças para que casos como este não esteja sempre a acontecer.

  20. dias

    31 de Julho de 2012 as 17:31

    Muito bem até quem fim que voces abriram olhos.Estou 100% com voces apesar de estar longe mais espero mesmo que sejam firmes até que toda gente seja beneficiado.Meus parabens e força.Não sei oque se passa mais toda luta que seja para bem estar e melhor condições de vida é de louvar.isso nao deveria ser só neste sector acho que todo pais devia haver manifestação por melhor condições de vida.

  21. HLN

    31 de Julho de 2012 as 18:12

    Que disparidade, meus caros irmãos sejam firme na vossa luta, não podemos admitir em pleno século XXI sermos explorados no nosso próprio país.
    Os Portugueses gostam muito disso e apanham esses nossos governantes honestissimos, melhor ainda. Racista ou não, esses Brancos gozam e abusam, merecem uma coisa que eu cá sei. Não desistem por favor parem tudo até a situação mudar 40 euros mensal, que situação. Só com Pai, Filho e Espírito Santo

  22. International Invest

    31 de Julho de 2012 as 19:44

    Não sei se devo investir aí? Ando a estudar o assunto.

    • Deus todo poderoso

      1 de Agosto de 2012 as 8:24

      Caro, International Invest.
      Naõ deverias estar preocupado com esses comentários, se és realmente um potencial investidor sério. O que deves fazer é preocupar-te com o mercado a que te vais entar, as legislaões do país, o clima, a estabilidade e + alguns outros indicadores q devem ser importantes segundo o tipo de Invest. k pensas levar a cabo, de resto cool down dear, agora se vens com a ideia de explorar esse povo humilde, faça meia volta, invista em portugal que terás mais exitos…certo..!!??

      • Internacional Invest

        1 de Agosto de 2012 as 20:26

        Eu nao quero explorar ninguem. Mas preocupa-me mais a aparente confusão do que os ordenados.

  23. Lede di alame ça ua

    31 de Julho de 2012 as 21:31

    Caro a TETE de caboverde, quando chamas os santomenses de malandros, preguiçosos e mais…nao estas fazendo nada mais nada menos que cuspir no prato que comes, grande parte de caboverdianos vivem em sao tome, muitos santomenses sao de origem caboverdiana, dai que acabas refeirindo a caboverdiano, e mais eu nao vejo no palop, uma outra raça com curriculun de deliquencia, prostituiçao e criminalmidade no estrangeiro que os caboverdianos, é lamentavel mas quando pensas em falar do outro, mas vale preocupar com essas caracteristicas vossas, o vosso desenvolvimente proveniem de actividades ilicitas, eu por mim nao vos vejo como grandes maquinas de se desenvolvimento…SORRY, Nao admito que ninguem fale mal do meu pais ou do meu povo.

  24. mosssad

    31 de Julho de 2012 as 22:27

    Infelizmente esta de salarios diferentes entre nacionais e estrangeiros sempre foi praticado em sao tome e principe … ate na Igreja Catolica famoso IDF ..
    Temos o caso do Padre Leonel que foi mandado para fora de sao tome pelo Bispo D Abilio Ribas por ter contestado o salario que recebia no IDF como professor de Filosofia recebia 100 mil dobras ..emquanto que o Padre Manuel (portugues) com a mesma formacao qur o padre Leonel…recebia na altura 100 mil euros… o que fez com que o Padre Leonel desistice de dar aulas no IDF e preferiu lessionar no Liceu NAcional… uma boa prova de que a descriminacao racial existe e sempre existiu em sao tome e principe.

    • Truki Sun Dêçú

      1 de Agosto de 2012 as 13:16

      SR. Mossad:—- O padre Leonel (Sntomense) recebia 100.000 dobras e o padre Manuel (Português) 100.000 euros … não haverá engano nestes valores ?? Não acedito nestes valores. Nenhum professor no mundo ganha 100.000 euros, quanto mais um padre Português em S.Tomé. Para lançar a confusão, não se pode cair no exagero, muito menos no ridículo.

      • mosssad

        1 de Agosto de 2012 as 14:51

        foi engano na altura 100 mil escudos isso queria eu dizer
        obrigado por ter alertado o laspo ….

      • Deus todo poderoso

        2 de Agosto de 2012 as 8:07

        Realmente isso das diferenças salários em são. Tomé, é algo q já vem de anos atrás… o caso q acima mencionaram sobre um padre São-tomense q recebia 100.000,00 dobras e o outro Português 100.000,00 Euros, desculpe-la mas esse comentário é mesmo um absurdo, se me dissessem 1.000,00 euros ou até 10.000,00 euros, bem é difícil acontecer, mas pode suceder. Meu caro 100.000,00 Euros é muito dinheiro, acho que não fazes ideia , porque mesmo em Portugal ganhar 100.000,00 mensais….man…..é difícil, só mesmo os grandes Administradores, etc, nem os políticos tem oficialmente um salários desses quanto mais um triste padre em S. Tomé……te enganaram e muito mal meu caro.

        Att.

        • mosssad

          2 de Agosto de 2012 as 10:14

          meu caro eu acho que nao prestou bem atencao no que foi retificado…. o que retifiquei e que eram 100 mil escutos na altura….quando ainda nao existia o Euro…foi um lapso ter escrito euro tendo em conta o abito do euro, mas como referi anteriormente 100 mil escudos e nao euros.
          Mas que tenho a certeza de que os santomenses sao mal pagos em relacao aos estrangeiros isso tenho. e Este facto dos padres e uma das provas concretas.

          Porque que o IDF nao vem a rua para esclarecer o este facto.

          e nao so este caso mas como tambem quando abriram a estacao de VOA … os santomenses nunca receberam o que deveriam receber tendo em conta que os nossos governantes como sao invejosos bloquearam o salario.

          e que ha racismo em sao tome isso tambem esta provado, so que o povo santomense como e passivo, nunca olhou para esta parte da nossa praca publica.

          fui

          100 mil escudos e nao euros …..

          • Deus e amor

            2 de Agosto de 2012 as 17:18

            Ja ca faltava o racista do Mossad

    • Truki Sun Dêçú

      1 de Agosto de 2012 as 14:06

      Ao Srº Abel Veiga, Jornalista e Coordenador deste site : —
      Em relação á notícia da greve dos trabalhadores do Grupo Hoteleiro aqui publicada, (45 euros para os Santomenses..10.000 euros para os expatriados), gostaria de tecer algumas considerações. Tenho um familiar que há largos anos, é director num Hotel, dum grupo alemão aqui em Portugal. Disse-me que em S.Tomé só um Administrador, poderia eventualmente, ganhar os tais 10.000 euros, julgando ele que poderá variar entre os 6/7 mil euros. O Director do hotel, pode variar entre o 2,5/3 mil euros. Um director de vendas, que ele conhece, e foi convidado para ir para S.Tomé, iria ganhar 1.500 euros, mais as comissões respectivas, tendo recusado ir. Disse-me também, que o Grupo em referência, é dos que menos paga aos seus empregados em todo o mundo. Perante estes valores indicados, por alguém que conhece bem a indústria hoteleira, só posso chegar à conclusão que o senhor, ou foi mal informado ou está a dar informação errada e incorrecta. É um absurdo dar esta notícia (10.000 €) para um empregado de hotel, sem préviamente as confirmar. Só serve para lançar a confusão e ler comentários, desajustados e de teor racista e ofensivo. Como jornalista independente, impoluto e incorrupto, e que procura a verdade, penso que terá todo o interesse, em esclarecer esta notícia. Já agora, para fazermos a comparação, gostaria de saber quanto ganham os Santomenses, que trabalham na indústria hoteleira explorada pelos Nacionais de S.Tomé. Estou convicto que o Senhor, tudo fará para que, brevemente este assunto seja devidamente esclarecido e num tempo razoável. Os melhores cumprimentos.

  25. gimilson ching fong

    1 de Agosto de 2012 as 8:44

    Se isto está a se passar realmente é uma calamidade, porque em pleno sec. XXI não poderia existir coisas dessas ainda. Vejo que nós Sãotomenses não deveriamos aceitar tais factos uma vez que está decorrer no nosso país com os nossos governantes a presenciar aquilo. Começo por dizer que no país dos brancos(PORTUGUESES) nós africanos em geral somos ainda tratados com muita neglegência no país deles, portanto nem no país deles eles têm essa regalia que vi ai fico tristepor saber que em nosso pleno STP os brancos ainda mandam em nós por falta de uma boa gerência epor achar que não existi lá Sãotomense capacitado para ganhar os mesmo 10 mil euros, que burrice e desprezopor nós, está na hora de ver que também temos capacidade e poder para gerir o nosso país. Obr. pelo minutinho e espero ver mudança se não estámos very mal. sou gimilson ching fong escrevo de portugal.

  26. António

    1 de Agosto de 2012 as 14:00

    Caros,amigos:
    Se a notícia públicada for verdadeira? Os sindicalistas(se existir) têm que trabalhar este assunto,apurar as verdades,reunir os profissionais da área,Grupo Pestan, tutela, tribunal de Trabalho e outros intelectuais da sociedade de forma a resolver o problema, envolvendo todos e não dividindo os S. Tomé que precisa tanto do Turismo para aumentar a sua exportação e consequentemente aumentar o seu PIB.TRABALHO,INOVAÇÃO,PRODUÇÃO,DISCILPINA JUSTÇA é o que falta a nossa nação.Bem haja.

  27. Fijaltao

    1 de Agosto de 2012 as 14:34

    O grupo Pestana não tem culpa de o que está acontecer no sector quanto aos salários! O governo de S.Tomé e Príncipe é que tem culpa sobre tudo isto, porque deixam os investidores estrangeiros ditarem a ordem nacional da lei de trabalho! O ministério do trabalho, o governo e o sindicato é que têm culpa no cartório sobre esta selvajaria. Pois não se admite que até os serventes e outro pessoal não qualificado são importados dos países de origem dos investidores recebendo salários milionários por serviços que os santomenses poderiam fazer. Um exemplo: Muitos técnicos santomenses inscrevem em Portugal em várias áreas de investimentos portugueses em S.Tomé, são menosprezados e excluídos em prol dos portugues. O mesmo se vai passar em relação a construção de aeroportos no Príncipe e em S.Tomé assim como outros investimentos que se vai processar no país! Enquanto em Portugal somos subjugados e manipulados a todos os modos e feitios, hoje somos o escape dos desempregados portugueses e nós passamos a ver passar o navio enquanto estes enriquecem a nossa custa e a falta de competência dos nossos governantes. Para finalizar, seria bom que o governo definisse as leis de trabalho e as leis sobre contratação de estrangeiros sem descriminar um e outro porque é assim que se passa nos países europeus nomeadamente Portugal.

  28. Colomba

    1 de Agosto de 2012 as 15:04

    Nunca tinha lido um chorrilho tão grande de asneiras!

    Será que as pessoas que as escreveram estão convictas do que disseram? Empregados de hotelaria a ganharem 10.000 Euros? 10.000 Euros? Professores a ganharem 100.000 Euros? 100.000 Euros? Valha-me Deus!!!
    Já agora gostava de saber quanto ganham os empregados com iguais funções, que trabalham para as empresas santomenses… Ganharão mais que os empregados do Grupo Pestana? Se ganham, peço desculpa e retiro tudo o que disse.

    Não se esqueçam que os trabalhadores portugueses que aí estão foram contratados em Portugal e não em S. Tomé. O que quer dizer que os seus vencimentos são equiparados aos que são praticados no seu País de origem, possivelmente acrescidos de um abono de deslocação no estrangeiro, que é diferente dos abonos de deslocação no País.

    Os portugueses são racistas???

    Por acaso sabem os santomenses com quanto vai Portugal – mesmo com a crise que está a atravessar e mesmo a pedir dinheiro ao estrangeiro para poder sobreviver – contribuir para o Orçamento de Estado de S. Tomé e Príncipe? 43,5 milhões de Euros !!! repito 43,5 milhões de Euros!!! Se calhar é quase com todo o orçamento desse País!!!

    Apesar de gostar muito de S. Tomé e Príncipe e de o considerar como a minha 2ª Pátria, acho que Portugal deveria repensar para onde direcionar a sua cooperação, atendendo ao conceito e sentimento de ódio que determinados países fazem e têm de si e da sua gente.

    Cumprimentos

    • Hermano Baptista

      1 de Agosto de 2012 as 18:35

      Um bom comentário com principio meio e fim.
      HB

    • mosssad

      2 de Agosto de 2012 as 10:18

      No antigo IDF ..se muitos nao conhecem onde o Padre Leonel deu Aulas …por alguns meses … recebia 100 mil dobras ..e o Padre Manuel 100 mil escudos e nao euros como mensionei por engano…. repito 100 mil ESCUDOS …porque quando isso aconteceu nao havia EURO..
      O IDF ainda funcionava na CASA dos Padres perto da Igreja COnceicao se muitos nao conhecem…..

      100 MIl escudos e nao Euros….

    • mosssad

      2 de Agosto de 2012 as 10:25

      Isso de sentimento de odia ha em todos os lados, e obvio que ninguem iria ficar satisfeito em saber que pelo faco de ser santomense recebe 45 enquando outro pelo facto de ser estrangeiro recebe mais de 1000?

      a justificacao sera a mesma dada Pelo Ex-Bispo de Sao tome (Dom Abilio Ribas) por ser santomense nao precisa de ganhar muito tendo em conta que esta na sua tera e as despesas sao menores. Errado .

      Da mesma forma que portugal contribui para OG… a UE e Bruxelas tambem contribui para o OG de Portugal… aqui e esticar as maos. Duma ou de outra forma os santomenses tambem contribuem para a economia Portuguesa, muitos productos portugueses estao no mercado santomense a precos inflacionados, porque?
      meu caro antes de atacar pensa que ha sempre (pro e COns)

    • mosssad

      2 de Agosto de 2012 as 10:29

      Nao podemos Generalisar de que os portugueses sao ou nao sao recistas, mas que existe racismo em portugal isso e claro que existe, como existe em qualquer outra parte do mundo. O portugues em lisboa pode nao ser tao racista quando os do interior, mas que existe racismo agravado em portugal existe.
      Nao e tao agravado em lisboa por causa do multiculturalismo, mas no interior o racismo e agravado.

      • vitor Santos

        5 de Agosto de 2012 as 22:53

        Caro amigo mossad, o racismo sempre existiu e sempre existirá. Desde sempre que os povos, quer por questões políticas quer por outras quaisquer, sempre se travaram de razões ao ponto de declararem guerra entre si. Agora o racismo que você fala, esse está nos olhos e na cabeça de todo aquele que se sente inferior pelo facto de ter um tipo de cor diferente. É o seu pensamento e o dos seus que terá que mudar para não se sentirem inferiorizados. Analise a história e verá que vocês, raça de pele diferente,evoluíram menos que o outro tipo de pele. Levará anos até que vocês estejam ao nível de outra raça porque simplesmente qualquer país de clima quente é menos civilizado que um país frio. O próprio clima limita a evolução. Repare que a Alemanha, a Noruega ou outro país de clima frio, está mais evoluído que qualquer outro país mais temperado. A origem do ser humano começou em África e expandiu-se par norte. Daí a alteração da cor ou do tipo de pele. Portanto, é só na cabeça das pessoas que há diferenças humanas e principalmente na cabeça de todos aqueles que se sentem inferiores e procuram usar a cor da pele como desculpa para os seus insucessos. Espero que esteja convencido de que o racismo é um bocado como pertencer-mos a uma sociedade machista. Por muito que as mulheres lutem pelos seus direitos a sociedade será sempre dominada pelos homens.
        Não pense nessa coisa de racismo, cor, pele, ou nunca chegará a lado nenhum. Viva a sua vida e procure dar o melhor de si e verá que pessoas do seu tipo de pele, hoje são presidentes de grandes países (Estados Unidos da América). Quem diria…

    • mosssad

      2 de Agosto de 2012 as 10:39

      Estamos em peno Sec XXI, mas isso nao fez desaparecer a escravatura moderna, onde os trabalhadores sao escravos do trabalho, para poderem sobreviver, nao sao espancados, mas sao forcados psicologicamente a trabalahr muitas horas para sobreviver, o Grupo Pestana nao e o unico no mundo com esta pratica, grandes Marcas internacionais como Adidas, Nike , Apple ect sao exemplos de algumas que usam mao de obra infantil, ou pagam baixos salarios, de modo que tenham grandes lucros para poderem pagar os seus Executivos salarios avultuosos, viagens de luxo, roupas e sapatos de marca.
      E com a miseria em que se vive em sao tome e obvio que o grupo Pestana esta a aproveitar-se da situacao para aumentar o seu capital ou repor o capital perdito com O CHAMADO CONDOMINIO FECHADO DE LUXO em que so conseguiram vender 4 casas.
      Cabe ao Governo santomense, tomar medidas, e os governantes deixarem de ser invejosos e trabalharem mais para o povo e nao so para eles.

      Is NICE BE IMPORTANTE…but IS IMPORTANTE BE NICE ( palavras do THE ROCK)
      exemplo para os miseres governantes e politicos santomenses.

      fuiiii

    • Fijaltao

      9 de Agosto de 2012 as 2:13

      Colomba. lá pelo facto de alguém te dar uma mãozinha, não implica que tenhas que ajoelhar para rezar! Se sabes português, percebes o que estou dizendo!… Se Portugal faz hoje um sacrifício em ajudar S.Tomé no problema orçamental do país, ele “O Portugal” sabe que quando dá um chouriço, vai buscar de seguida um porco…tarde ou cedo, por isso no mundo actual ninguém dá nada a ninguém.

  29. Filipe Samba

    2 de Agosto de 2012 as 6:50

    Estude as leis dos contratos de investimentos privados em São. Tomé no primeiro semestre deste ano depois faça a greve.(se vigore, existe)
    Vocês foram mandados e pagos pelo chefe do executivo de STP.
    Porquê, só agora resolveram realizar esta manifestação.
    Para se fazer uma manifestação, a que saber as normas, regras vigente na constituição
    São Tomé como Nação, tem os seus dias contados no Mapa Mundo.
    Não temos a concepção do progresso.
    Sabem que nos avizinha mais uma crise económica mundial, pior das outras.
    O ódio, inveja , ira, corrupção, ladroíce, destruição do património nacional, transformou a sociedade numa bomba-relógio

  30. Gabi

    6 de Agosto de 2012 as 15:46

    A ignorância, desinformação e ressentimento deste povo não tem limites. Será que um dia isto irá mudar? As minhas dúvidas são cada vez maiores.

  31. Engenheiro( LISBOA)

    13 de Agosto de 2012 as 10:31

    Digo-vos que tudo o que o povo santomense tem foi herdado dos portugueses:a ignorância; o convencimento de sabem mais do que qualquer outra raça, até mesmo um tipo quem nem aproveito o tempo que p Lazar fez a escola para que o memso pudesse fazer a antiga 4ª classe, julga-se mais inteligente de pnto de vista cultural e acadêmico que um estrangeiro( Africano,Brasileiro,os da Europa de Leste e outros). Existe em portugal de forma geral um grande atraso do ponto de vista de conceito do Homem enquanto ser pensante. Mas, esse é uma realidade que não sentes em Inglaterra, França, Alemanha e outra Europa Desenvolvida. São contados aos dedos o número de emigrantes africanos na administração portuguesa; Engenheiros nas empresas portuguesas são poucos; professores são poucos. Mas há grandes Crâneos estrangeiros em portugal e como eles não sabem aproveitar os os outros sabem de melhores, digo-vos Portugal sempre será um país a meio gás ainda que BCE posesse todo o dinheiro a disposição deles.
    É um povo em que as pessoas vivem de luxo mas na pobreza ou seja estão altamente individadas( mas hoje estão cada vez mais desgraçadas porque os bancos já não dão dinheiro emprestado).
    Imaginem só. Eu penso que uma pessa sábia(culta)não deve pedir emprestado milhares de euros para ir de férias á Dubai, Argentina, ilhas Canárias, Austrália. Carros topo de Gama,restaurantes de luxo e caríssimos,etc. Por isso por tudo que acabo de falar o país está como está.
    Não é muito bom falar da questão de racismo,mas infelizmente isso é ainda bastante clarividente em portugal.Assiste-se situações caricatas em Portugal.
    É claro que se generaliza-se o facto de ser ainda em grande número mas há sempre gentes portuguesas muito bem dispostas isentas de tais preconceitos.

    Mas é preciso não se esquecer de que o maior emigrante lusofono no mundo SÃO OS PORTUGUESES e nesses últimos dias a CORRERIA AUMENTOU PARA ANGOLA BRASIL E MOÇAMBIQUE,ETC. DESEJO QUE TODOS SEJAM BEM TRATADOS E RESPEITADOS E SEJAM RESPEITADORES HONESTOS NO PAÍS DE DESTINO PARA QUE ENTENDAM QUE TODO O SANGUE É VERMELHO QUALQUER QUE SEJA RAÇA,TRIBO,POVO,LÍNGUA E NAÇÕES.
    Bem haja para São. Tomé e Príncipe!

    Em breve estaremos juntos se Deus assim o desejar!!!

  32. Filipe Oliveira

    23 de Fevereiro de 2013 as 1:26

    O que se está a passar no Ilhéu das Rolas é escandaloso. Um hotel com todas as comodidades ao lado de uma aldeia sem luz nem água canalizada. Tenham vergonha. Tenham pena daquela gente. Eles não vão sair do ilhéu. Tirem o cavalinho da chuva. Têm peixe, têm fruta, têm paz e ainda fazem algum dinheiro com os turistas. Sem eles o ilhéu perderia identidade. Pense nisso, senhor Dionísio Pestana! Em vez de fazer tudo para tirarem de lá aquela gente para ampliar o resort, aproveite o que eles têm de bom. Envolva a comunidade local. Verá que aquela gente não será concorrência para o seu negócio, mas uma mais valia. EStive lá em Fevereiro. Sei do que falo. SEnhor Dionísio Pestana, e se a sua ilha da Madeira fosse só hotéis e turistas, sem cultura local, sem identidade?…

  33. Claudio Silva

    26 de Julho de 2013 as 21:51

    Vocês estão todos enganados!
    A primeira coisa que vi quando cheguei, é que, existem carros que nem em Portugal há!
    Jipes de 80.000 euros até 120.000. E é culpa dos Portugueses?
    Saotomenses a arrearem roupa que poucos Portugueses compram. E é culpa dos Portugueses?
    Quem é actualmente dono das Roças e explora os netos dos trabalhadores que já lá trabalhavam com ordenados de 35€? Portugueses?
    Quem consegue comprar jipes topo de gama na ilha de São Tomé? Portugueses?
    Eu paguei 40€ por dia por um mini-jipe todo partido na ilha e pago 35 por um carro Novo em Lisboa, Espanha ou mesmo França. E quem ganha com isto? Portugueses?
    Quem mandou partir e estragar todas as Roças sem deixar meios de poderem continuar com toda a organização já montada, de modo a poder enrriquecer num futuro muito proximo?
    Portugueses

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo