Sociedade

Cooperação militar em mais uma acção de formação da Guarda Costeira

Um simulacro de uma deflagração de incêndio a bordo do navio patrulha Zaire atracado no Porto de São Tomé foi realizado no passado dia 25 de setembro.

Através deste exercício, foi possível realizar o adestramento da guarnição do Zaire e de outras entidades locais no combate a sinistros em navios atracados no porto.

O simulacro contou com a participação do Navio da República Portuguesa (NRP) Zaire, do Serviço Nacional de Proteção Civil e Bombeiros e da Empresa Nacional de Administração dos Portos (ENAPOR) de São Tomé e Príncipe, permitindo igualmente treinar a articulação entre as diversas entidades na resposta a sinistros desta natureza.

Este simulacro esteve inserido no plano de treino realizado pelo navio patrulha Zaire no mês de setembro, coordenado pela equipa de avaliação do Centro Integrado de Treino e Avaliação Naval da Marinha Portuguesa que se deslocou a São Tomé e Príncipe, com o intuito de testar a capacidade de resposta do navio perante os mais diversos cenários, bem como contribuir para a Capacitação da Guarda Costeira santomense.

As ações de combate a incêndio foram coordenadas pelos elementos do navio com elementos dos bombeiros a integrarem as equipas de bordo e a realizarem ações de contenção, tendo sido o circuito de combate a incêndio foi alimentado pela viatura dos bombeiros.

Durante o exercício foi simulada a ocorrência de um ferido grave que foi assistido pela equipa de saúde de bordo apoiada pelos tripulantes da ambulância, quer na estabilização a vítima no navio, quer na sua extração em maca e posterior evacuação para o hospital.

O NRP Zaire, atualmente já a operar com uma guarnição mista constituída por militares portugueses e são-tomenses, prossegue a sua missão de Capacitação da Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe, ilustrando a importância da cooperação bilateral entre estes dois países lusófonos, contribuindo indubitavelmente através de um esforço conjunto para a segurança marítima na região.

Fonte : Adido Militar da Embaixada de Portugal em STP

    Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo