Sociedade

PJ já entregou aos Tribunais o presumível homicida de Mucumbli

Deuladel Luis Martins de 38 anos de idade, natural da cidade de Angolares no sul da Ilha de São Tomé, no entanto há vários anos residente na cidade de Neves e na Roça Ponta Figo no norte da ilha de São Tomé.

É este homem(na foto- de costas), algemado no corredor da Polícia Judiciária o presumível assassino, que na noite de 2 de Março, matou a golpe de catana Catarina de Barros, ex-administradora do Hotel Mucumbli.

Segundo a Polícia Judiciária, Deuladel Luís Martins, jardineiro do hotel Mucumbli, confessou na quinta – feira, ter sido o autor do crime.

«Efectivamente está esclarecido o assassinado da luso – são-tomense, Catarina de Barros. Ontem(quinta – feira), já tínhamos a confissão do suspeito. Mas a confissão desacompanhada de outros elementos de prova não servem de corpo de delito. Assim demos diligências para apresentar com provas suficientes, que estão neste momento a serem remetidas ao ministério público», afirmou a Directora da Polícia Judiciária.

Maribel Rocha, directora da PJ, confirmou que o presumível homicida usou uma catana como arma d e crime. «Trata-se de um funcionário do hotel Mucumbli. Por motivos que não posso avançar, porque o processo está em segredo de justiça, ele decidiu cometer esta ilicitude. Apreendemos a arma do crime. Trata-se de uma arma branca,….efectivamente uma catana….. e tudo está a ser remetido ao Ministério Público», pontuou a Directora da PJ.
.

Segundo a Polícia, após ter cometido o crime no escritório do hotel Mucumbli, o jardineiro abandonou o local, pulou o cercado que delimita o espaço do complexo hoteleiro, e logo a seguir atirou a arma do crime para o mato da Roça Ponta Figo.

O assassinato de Catarina de Barros, chocou a população da cidade de Neves no norte de São Tomé. Esta sexta feira populares da cidade de São Tomé, se concentraram perto do edifício da Polícia Judiciária, para exigir que a justiça seja feita, sobre um crime invulgar em São Tomé e Príncipe.

Deuladel Martins é acusado da prática do crime de homicídio qualificado. Uma moldura penal que atinge 25 anos de prisão.  Sob fortes medidas de segurança, para evitar que a população furiosa linchasse o presumível assassino, as forças policiais da judiciária e da ordem pública, conduziram Deuladel Luís Martins, o Tribunal da Cidade de Neves no norte de São Tomé, que de seguida ordenou a prisão preventiva do suspeito.

Abel Veiga

    13 comentários

13 comentários

  1. José Bom Bom

    6 de Março de 2020 as 21:58

    Vergonha! Crime racista, culpa das mensagens discriminatórias e ireais deste Governo!

  2. negrinho Galhardo

    6 de Março de 2020 as 23:16

    25 de cadeia ta muito pouco pra ele
    A min deixa população da ele uma purada militar pra ele saber o que tirar a vida de uma mulher que ajuda muitas pessoas inclusivel esse camelo de homem.
    Mais um dia ele a de sintir alguma coisa …

    • SEABRA

      9 de Março de 2020 as 14:15

      Pena de MORTE nao existe, mas este vagabundo criminoso merece prisao à vida…Perpétua!

  3. Dar César o que é de César

    7 de Março de 2020 as 6:19

    Rapaz devia aproveitar esse momento para dizer a polícia quem foi que lhe mandou queimar Bandeira da República. Tó ZÉ CASSANDRA uns dos teus homens do crime finalmente foi preso e Deus queira que ele abra a boca para explicar quem mandou prender o Zeferino dos Prazeres em 2006 E quem foi o mandate da queima de bandeira nacional

    • SEABRA

      9 de Março de 2020 as 14:16

      O Tozé Cassandra està queimado se este marmanjo falar.

  4. Vem ver coisa com vosso olho

    7 de Março de 2020 as 6:25

    foi treinado para crime faz parte do nosso grupo que deu golpe no Príncipe ordem do Presidente do Governo Regional.

  5. Diáspora

    7 de Março de 2020 as 8:09

    Se confessar todos os crimes que cometeu até hoje presidente do Governo regional está fodido o jovem sabe muita coisa de tó zé cassandra

  6. Yoga

    7 de Março de 2020 as 15:40

    Lamentável ??

  7. Antonio Bondoso

    8 de Março de 2020 as 21:03

    Que o criminoso seja condenaso o mais rapidamente possivel.
    Felicito a PJ pela sua accao.
    Felicito tambem este governo pelos seua comunicados de conselgo de ministros quer pela forma como é apresentado quer pela pessoa que na verdade sabe o fazer e bem. Nota maxima ao senhor Adelino Lucas.

  8. Original

    9 de Março de 2020 as 8:07

    Falta descobrir quem matou Jorge santos.

    • Seabra

      10 de Março de 2020 as 13:43

      …esperemos que o dossiê possa avançar na PJ . Foi ràpida a descoberta (em menos de 3 dias) do criminoso que ASSASSINOU a portuguêsa Catarina, os assassinos do economista Jorge Pereira dos Santos ainda correm e cometem delitos e até mesmo crimes hà dois anos (dentro de 3 meses),e ainda nao foram presos, julgados e condenados. Que PÔRRA de justiça é esta?

  9. SEABRA

    9 de Março de 2020 as 14:29

    ….este CRIMINOSO foi ENCONtrado a tempo ,porque trata-se do novo governo.Enquanto o do economista mestiço, Jorge Pereira dos Santos ainda nao foi resolvido, os criminosos assassinos e a empregada assassina Marlene, se encontram bem livres….e talvez até jà tenham de novo cometido um outro CRIME.Como é possivel que até HOJE, nao se tenha resolvido este caso do crime ATROZ, que teve lugar na madrugada do 2 para 3 de junho de 2018, na residência do malogrado, perto da presidência da républica, nada se ouviu ninguém socorreu, nada se fez e por cima , nenhum membro do goevrno da época ADI- Patrice Trovoada e os seus corruptos adeptos se manifestaram, tao pouco denunciaram tal ATO VIOLENTO E BARBARO…é de acreditar do que se tem dito quanto a IMPLICACAO do Patrice Trovoada neste odioso crime,contra o Barboy INOUBLIABLE.
    Queremos que haja Justiça e que os CRIMINOSOS deste ato paguem até a ùltima gota do sangue que derramaram do JORGE PEREIRA DOS SANTOS.
    Quanto ao fdp deste marmanjo do PT a sua hora chegarà!!!!

  10. Maria Alberta

    10 de Março de 2020 as 10:39

    O Povo devia obrigar as autouridaddes nacionais a fazerem um referendo para saber se poidemos introduzir pena de morte para este tipo de crime.
    Estes bandidos vão a cadeia, nas a nossa cadeia não é cadeia para estes criminosos. A nossa cadeia atual é um Hotel de 5 estrelas para este tipo de criminosos. Vão lá descansar, tomar pequeno almoço, almoço e jantar. Tem direito a televisão. Vai praticar desporto e criar grande peito. E dentro de seis meses está na rua com passe a passear e gozar das pessoas. Se tiver bom comportamento e começar a trabalhar nas parcelas dos responsáveis da cadeia então o mesmo transformará em cchefe.
    Por isso a nossa cadeia promove este tipo de crime.
    O povo deve ir ao referendo e obrigar a introduzir na constituição pena de morte para quem mata para divertir.
    Tivemos o caso de um individuo chamado Paga Logo que cortou cabeça a um miúdo que ia ver na televisão na casa do vizinho. E não demorou na cadeia e já está na rua. Tivemos o caso do Militar senhor Manuel que matou a jovem a tiro no Lucumi, menos de um ano, anda a fazer passagem de modelo na porta da casa da mãe de coitada no Lucumi e anda de mota e caro por todo o país.
    Temos o caso do homem que matou a tia em Desejada. O mesmo não ficou nem um ano na cadeia e anda na desejada a cortar todas as madeiras no mato.
    Tivemos o caso do jovem que matou o senhor Roldão na desejada e menos de 2 anos já vai a casa passar o fim de semana e as festas com família.
    Tivemos nnn casos que andam pela rua como se nada tivesse passado. Isto incentiva o crime e faz com que os outros pratiquem pois se nada passa aos que já mataram então pode-se continuar a matar.
    Os juízes estão apenas para dormir e receberem os envelopinhos e estão satisfeitos.
    Bem haja STP

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo