Sociedade

Covid-19 não vai comprometer a dieta alimentar na escola da Madalena

A crise financeira, e também alimentar que a Covid-19 está a provocar no mundo inteiro, não vai ter impacto sobre a dieta alimentar das mais de 800 crianças que vão frequentar a escola Albertina Matos, na Vila da Madalena, durante o ano lectivo 2020/2021.

A escola que desde Outubro de 2019, começou a colher os frutos do seu horto, por sinal o maior  do país, aproveitou o período de  confinamento geral da população, mais de 4 meses, para intensificar a produção alimentar.

Desde o ano lectivo passado, que o horto garante a cantina da escola tubérculos, frutos tropicais, hortaliças e outros produtos que permitem a preparação de diversos pratos típicos nacionais. Os pratos típicos de São Tomé, constituem a principal dieta alimentar na escola.

A produção alimentar para a escola da Madalena, é um trabalho de equipa, anterior ao surgimento da Covid-19 no país. A notícia do sucesso do horto, levou o Presidente da República Evaristo Carvalho, a visitar a escola. O Chefe de Estado santomense ofereceu sistemas de irrigação, e ferramentas de trabalho agrícola, que faziam muita falta ao horto escolar.

A Ministra da Educação, Julieta Isidro, também visitou a escola. As autoridades nacionais, conceberam o horto da escola da vila da Madalena como um exemplo a seguir por outros centros de ensino do país.

Mas no meio do percurso, a Covid-19 apareceu em São Tomé.  A doença que paralisou o país e o mundo, trouxe mais dificuldades em termos de produção e acesso aos alimentos a nível mundial. Mas na Vila da Madalena,  não vai criar dificuldades a cantina porque desde 2019 que os professores, auxiliares, alunos e a Direcção da escola Albertina Matos, arregaçaram as mangas para plantar.

“Bamu Ximiá pá nón tê kua Kumé” – Vamos Plantar para termos o que comer, é um slogan lançado pelo Governo em Maio de 2020, em pleno auge da Covid-19 no país. O executivo santomense se apercebeu na altura, que uma crise alimentar vem a caminho, como consequência dos impactos da Covid-19.

Na Vila da Madalena a dedicação ao trabalho garantiu segurança alimentar para a escola. Esta quarta feira, 5 de Agosto, técnicos do projecto de reabilitação das infra-estruturas agrícolas e segurança alimentar(PRIASA), e da ADAPA do Ministério da Agricultura visitaram o horto escolar da Vila da Madalena.

« É de realçar a importância desta horta, para os meninos. Recebemos nota positiva da equipa técnica do ministério da agricultura, e foi nos dado a garantia de mais apoios», afirmou Humbelina dos Santos, director da escola Albertina Matos.

Quando o novo ano lectivo abrir no próximo mês de Setembro, a cantina da escola Albertina Matos, vai receber hortaliças frescas, sem uso de adubos químicos. frutos frescos, e tubérculos para enriquecerem a dieta alimentar dos mais de 800 alunos que frequentam a escola.

Abel Veiga

    4 comentários

4 comentários

  1. Olivio

    5 de Agosto de 2020 as 17:30

    Muito bom ,exemplo que todos os estudantes das outras escolas e ,a população em geral seguirem. O país está num bom caminho.

    Muito obrigado

  2. Luiselio Salvaterra Pinto

    5 de Agosto de 2020 as 22:28

    Fantástico.Parabéns e continuem com força a contagiar os outros

  3. Osvaldo Pereira

    6 de Agosto de 2020 as 3:34

    Felicitar a iniciativa destes professores e em particular ao Sr Diretor Humbelina dos Santos. Demonstraram que podemos e devemos fazer coisas positivas em prol da comunidade e em prol do país. Exemplo a seguir por todos.

  4. Como será

    6 de Agosto de 2020 as 15:46

    Muito bom trabalho, bom exemplo que pode ser implementado em todo estabelimento de ensino ate nos jardins de infância, os nossos reclusos tambem deveria cultivar os seus proprios alimentos, assim como no quartel.Por exemplo na Zambia e Tanzania os militares tem grandes fazendas agriculas ,com criacao de animas, ate possui as suas pequenas fabricas de transfomacao de produtos ali cultivado.

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo