Cultura

Dicionário livre santome-português/Livlu-nglandji santome-putugêji

Um trabalho de Gabriel Antunes de Araújo da Universidade de São Paulo e Tjerk Hagemeijer da Universidade de Lisboa. Apresentação dia 19 de Junho as 19 horas no Anfiteatro III da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. No dia 25 de Junho será no Auditório do Instituto Superior Politécnico em São Tomé, e no dia 4 de Julho no Auditório da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira -Campus da Liberdade Ceará.

    10 comentários

10 comentários

  1. Lede di alame ça ua

    13 de Junho de 2013 as 5:15

    Obrigado………..

    • Bingo

      13 de Junho de 2013 as 20:24

      Um trabalho grandemente feito também por são-tomenses cujos nomes espero que apareçam com o devido destaque no livro e quando forem feitas as apresentações deste importante trabalho.

      Sem estes são-tomenses, estes senhores que não falam o Forro nunca poderiam ter feito tal trabalho.

      Louvores aos dois senhores por terem deitado mãos à obra.

      Obrigado e passar bem.

  2. Democrata

    13 de Junho de 2013 as 8:25

    Para quando secçao de vendas para o publico? E quanto custo?

  3. Ralph

    13 de Junho de 2013 as 8:34

    Quantas diferencas ha entre portugues e santome? Seja semelhante que o crioulo de Cabo Verde? Em comparacao dos comentarios que estao escritas nos jornais Caboverdianos, nao parece ser muito santome escrito em resposta dos artigos deste jornal. Talvez isto seja um passo mais perto para que santome fique uma lingua oficial.

  4. Podemos fazer ainda mais

    13 de Junho de 2013 as 8:51

    Fico feliz pelos jovens, pelo resultado alcançado ainda não li não sei se esta na rede ” Internet” , mas creio que foi um desafio aceite por estes jovens que querem ver promovida e da corpo a sua Identidade cultural, nunca se esquecendo que cada povo tem a sua lingua e é preciso promover falar e assim os outros virem a gostar de,e é neste sentido que o governo deveria ajudar continuem .

  5. Claudio Dhaniel Pires

    13 de Junho de 2013 as 16:46

    Sinto-me ledamente satisfeito com a ideia e considero um ato muito importante para o país e para juventude santomense em especial, como sendo a fatia mais imparcial do bolo formado por 7 fatias – De Caué a Pagué.

    Só resta saber aonde, quando e quanto será vendido o livro.
    Parabéns

  6. Mina Zequentxi

    13 de Junho de 2013 as 16:53

    Os meus parabens aos promotores desta iniciativa. O Nosso Povo agradece!

  7. Xavier

    13 de Junho de 2013 as 18:26

    Os parabéns aos autores (ao seu esforço e rigurosidade) e à gente toda que facilitou o trabalho!! Naturalmente, eu quero ter uma cópia. Acho que não deve ser possível conhecer totalmente a cultura santomense sem poder saber um bocadinho sobre a lógica da lingua

  8. minus

    13 de Junho de 2013 as 21:40

    ja nao era sem tempo de aprender a falar e escrever bem a lingua maternal com algum auxilio de uma boa ferramenta!

  9. tela mu

    13 de Junho de 2013 as 21:46

    Parabens aos actores gostei para quando estará no mercado? Temos que valorar o nosso dialeto esta-se a deixar perder muito kua non ê.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo