600 mil euros para promoção da agrilcultura peri-urbana

O montante foi disponibilizado pela FAO, O ministro da agricultura e pescas António Dias que assinou com o representante da FAO, o acordo que permite investir 600 mil euros na promoção da agricultura periurbana, na tarde de terça-feira, manifestou o empenho do executivo em implementar um projecto pioneiro em São Tome e Príncipe.

Na ilha de São Tomé o distrito de Lobata, foi selecionado para receber o investimento na agricultura periurbana. A região do Príncipe e outro alvo do financiamento, que no Príncipe pretende aumentar a produção de hortaliças. Grande parte de hortaliças consumida na ilha do Príncipe, é produzida em São Tomé.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Joaquim Silva Responder

    Que bom!!! Devem estar alguns oportunistas a esfregar suas mãos. Faz lembrar um amigo meu que esfregava suas mãos de alegria quando houvesse anúncio de queda dum governo. Pois é, vinha tudo para ganhar dinheiro. Em vez de se estruturar e traçar um plano director de intervenção na agricultura, vai-se sim, enganando com estes dinheiros frescos que entram…Afinal, é melhor parecer que se esta a produzir muito resultado do ter que realmente uma agricultura sustentável.

  2. img
    Fernando Responder

    Aos meus amigos do Príncipe:
    Aproveitem esta oportunidade, caso contrário o dinheiro fica todo em São Tomé e vai para comprar jipes e pagar noitadas a boquitas!

  3. img
    Eterno Madiba Responder

    Costumo a ver na TV panfletos do Miistério de Agricultura a confundir a opinião pública com umas coisinhas, mas pergunto:
    com este gesto quantos pequenos agricultores, pescadores e palaiês sairam da pobreza?
    Qual o verdadeiro impacto daquelas acções na diminuição da miséria dos santomeses?
    Quantas médias empresas agricolas estão a produzir e qual a intervenção a ser feita de forma a melhorar o desempenho das que nada produzem?

  4. img
    Constancio Pires Responder

    Meus irmaos,deixem de andar atras de planfetistas que nestas horas
    aparecem como salvadores da naçao , nvestidos de pele de leao que
    nunca ruge , mas apenas zuuuuhram.
    Auroras que nunca chegaram e jamais chegarao a ser dia

  5. img
    arelitex Responder

    na verdade o único ministro que eu vejo a trabalhar , aparentemente com honestidade é o senhor Antonio Dias . penso que está no caminho de ajudar o país e de ter um percurso com algumas vitorias . mas o sector da agricultura em STP . no meu entender está bloqueado . porque a recuperação das roças que é um ponto vital para a nossa economia e crescimento . têm que ser de particulares e nunca pertencer ao estado . o estado existe para comandar o país e nâo as roças . as roças só funcionam e dâo lucro se pertencerem a particulares com vontade de trabalhar . estes de certeza que nâo vâo deixar acontecer nas roças o que acontece nas repartições do estado ( que é uma bandalheira total sem ordem ,quase que fazem concurso para ver quem falta mais ). penso que este ministro vai aplicar bem o dinheiro .

Deixe um comentario

*