Política

Houve Diálogo antes da queda de Patrice Trovoada e do seu Governo

A garantia é do Presidente da República na sessão de auscultação de membros da população do distrito de Água Grande, na segunda – feira. Segundo Pinto da Costa antes da queda do XIV Governo Constitucional promoveu diálogo entre os partidos políticos com assento parlamentar, para forjar entendimento e evitar a queda.

O anfiteatro do Instituto Superior Politécnico na capital são-tomense, acolheu largas dezenas de pessoas que foram dar a sua contribuição com vista a realização do Diálogo Nacional. Uma boa parte de pessoas presentes era militante do partido ADI.

O Presidente da República foi confrontado com algumas preocupações, relacionadas com a vida e morte do Governo de Patrice Trovoada. Alguns populares questionaram sobre o facto do Chefe de Estado não ter promovido diálogo na altura em que o XIV Governo Constitucional, caminhava para a sua queda. «Antes da queda do Governo houve diálogo. Eu é que fiz todos os possíveis para que os partidos se entendessem, antes da queda do governo. O partido ADI naquela altura só estava interessado em discutir com o MLSTP e mais ninguém. Eu disse não, não, tem que discutir com os outros. Se adirecção dos partidos não comunica aos militantes o quê que se passou, a culpa não é minha», explicou o Presidente da República.

Pinto da Costa disse que é defensor da ideia de que um governo deve cumprir o seu mandato. Mas ao mesmo tempo é defensor da constituição política. «Sou adepto de um governo por 4 anos. Não é o presidente que faz cair  Governo. Mas o Presidente tem que respeitar a constituição e rigorosamente cumprir», precisou.

Cumpriu o preceituado na Constituição Política a respeito da aprovação pelo parlamento da Moção de Censura ao Governo. «Esta história de dizer que o Governo caiu porque o Presidente andou por detrás, ….Só gente bastante envenenada é que pode acreditar nisso. O Presidente não fez cair governo nenhum», sublinhou Pinto da Costa.

O Chefe e Estado e promotor do Diálogo Nacional, respondeu também as questões relacionadas com a ideia de o diálogo se circunscrever apenas aos partidos políticos. Um diálogo interpartidário. «Conheço a origem desse raciocínio. Sem o povo, sem a sociedade civil. Já temos experiências suficientes de que os partidos quando se encontram nem sempre se entendem», concluiu.

Abel Veiga

    27 comentários

27 comentários

  1. Joao Manel

    12 de Março de 2014 as 3:38

    La esta o PR a falar novamente em veneno e a criar ainda mais separação no seio da grande família Santomense a que todos pertencemos. Sr Pinto da Costa, meu caro presidente, Sr é a mais alta figura da nação. Por favor deixa de atirar mais lenha para a fogueira com essa historia de veneno. Aquilo que se espera de si é um discurso inclusivo sobre tudo nessa fase que se pretende a união convista ao Dialogo Nacional.
    Como pode Sr criticar e acusar com um lado de boca e chamar para dialogo com outro lado de boca?
    O espírito de dialogo tem que nascer do Sr para que os outros lhe acompanhem. Seja mais humilde Sr Presidente e saiba respeitar a opinião dos outros. Seja presidente de todos os Santomemses por favor.
    Ah, antes que me acusem, pertenço aos 35 mil eleitores que contribuíram votando em si para que o Sr fosse hoje Presidente, não penso da mesma forma que o Sr. quanto aos moldes desse dialogo mas garanto-lhe que não tenho veneno na cabeça.
    Com a mais alta consideração.

  2. manuel soares

    12 de Março de 2014 as 7:33

    Mas o que interressa falarmos disso agora, porquê que sua Exa sr presidente da república tem agora que justificar o que fez ou não fez na e para a queda do XIV governo constitucional liderado por Patrice Trovoada? Meus senhores a realidade é esta, o governo caiu outro entrou com gabriel Costa e na verdade não fez nada e agora mesmo os partidos que o apoia quer o derrubar nas vésperas das eleições e o sr presidente está de mãos atadas e com pouca margem de manobra. A ver vamos se o ADI ainda não consegue uma maioria absoluta com tanta atrapalhada, irresponsabilidade, desgoverno e falta de diálogo entre o sr presidente, o governo eos partidos da troica governamental.

    • Espirito Santo

      12 de Março de 2014 as 8:19

      Tens duvida disso? Eu não. Apesar de defender um entendimento entre o ADI e o MDFM para a proxima governação, seja que resultados os dois partidos tiverem.

    • Fókótó

      12 de Março de 2014 as 10:14

      Muita gente fala sobre o ADI em maioria absoluta, até com algum medo.
      O mundo não cairá caso ADI venha a ter maioria absoluta.
      O tempo depois nos dirá se terá sido uma boa ou má escolha.
      Podem estar seguros que os eleitores Santomenses não votam massivamente em duas eleições seguidas no mesmo partido.
      Desta vez a bateria vai ser voltada para o PCD ou MDFM, podem crer, assim sucessivamente até se descobrir a pólvora

  3. manuel soares

    12 de Março de 2014 as 7:34

    Por favor sr presidente marque as eleições e deixemos de fofoquices que não nos leva a lugar algum

    • Súm Bebezaúa

      12 de Março de 2014 as 9:01

      É óbvio que o ADI nem o PCD nem o MLSTP nem o MDFM querem o diálogo. Só estão interessados em perpetuar o clima de terror sobre as populações que o elegem para andarem a mamar a nossa custa.
      Quem é este tal de Alcino Pinto, Célia Pósser, Eugénio Tiny ou Bidão para andarem a criticar os outros se toda vida viveram a nossa custa e têm medo de perder os seus tachos?
      É este o grande problema do nosso país. Estas pessoas não querem perder as suas mordomias e estão com medo. Sempre viveram as nossas custas. Viajam para o exterior com as respetivas famílias. Mandam os filhos estudar nas melhores universidades estrangeiras. Têm os melhores carros e casas deste país enquanto jovens como eu e outros vivemos na penúria. A mim já não me enganam. Estas pessoas só estão interessadas nas suas vidas e nas suas mordomias.
      O DIÁLOGO NACIONAL deveria primeiramente falar sobre estas coisas. Este autêntico crime que existe no nosso país em que algumas pessoas pelo facto de fazerem parte de partidos políticos pensam que são donos do país.
      Eu não reconheço autoridade moral, intelectual, ética ou política para que estas pessoas pensem que o país é deles.
      Eu quando nasci estas pessoas já eram políticos encartados, comendo e bebendo as nossas custas, com todas as mordomias que qualquer político tem no nosso país. Agora aparecem aqui a dizer que os partidos políticos são os pilares da democracia. Pudera. Se elas vivem deste expediente e nunca fizeram nada na vida para além de serem políticos como é que não haveriam de defender os partidos políticos que lhes dá tudo e no entanto tira tudo ao povo?
      Ainda se lembram da célebre frase do Fradique “Por Amor ao Povo”? Pois é, o único AMOR que ficou foi que ele ficou mais rico quando saiu da presidência e ainda hoje goza com o povo.
      Como é q

      • Fókótó

        12 de Março de 2014 as 10:56

        È a lei do sistema democrático.
        Para contrariar isso, que os jovens façam manifestações, lutem, estrebuchem,etc etc pois são o motor de qualquer revolução,para mudar o regime político do País em vez de lamurias que até parecem ser mais de covardia e inveja.

  4. Augerio dos Santos Amado Vaz

    12 de Março de 2014 as 8:41

    Nunca pensei. Sinceramente. Aqui é mundo…

  5. Burros de Angola

    12 de Março de 2014 as 8:46

    Caros amigos, afinal que de baixo de aquele angu tinha osso? o senhor PR tb participou na queda do XIV governo e agora quer se desculpar a ver vamos desta vez o ADI irá ganhar com maioria absoluta e fazer-se representar na assembleia com 40 deputados e como será a cara daqueles velhos cansados do MLSTP/PSD e do PCD que não deixam os jovens singrarem na politica

    • kwatela

      13 de Março de 2014 as 15:22

      meu caro amigo
      quando o filho do grande rei Salomão subiu ao poder os mais velhos de Israel reuniram-se e pediram ao rei que aliviasse a carga fiscal que a estavam submetidos. o rei pediu-lhes um tempo para pensar. durante o tempo pedido o rei consultou os conselheiros mais velhos e eles disseram ao rei que desse ouvidos a voz do povo. o rei não satisfeito pediu concelhos aos jovens conselheiros aqueles com quem o rei cresceu,os da sua idade. eles disseram ao rei não dê ouvidos a velhos. diz-lhes se o meu pai vos castigou com varas eu vos castigarei com ferro,eu dobrarei o vosso jugo. consequências… Israel foi dividido em dois reinos

  6. Felisberto Bandeira

    12 de Março de 2014 as 9:29

    MAS o Manuel soares tu foste contra a queda do governo de Patrice Trovoada agora tu vens a favor da queda do governo de Gabriel Costa ,Manuel isto não zelar pelo bem estar de STP mas sim pelo ADI, se assim for estamos todos fodido neste STP , ADI entrou fez merda que fez ,Ggabriel Costa também ta fazendo merda que ta fazendo, opinar seria buscar alternativa que traga mudança de atitude dos nosso políticos e na melhoria de STP e não criticar a toa Porque ninguém e perfeito, veja o que ADI andou fazendo de acordo com justiça e o povo e correto ? eu trabalhei para ADI e votei no ADI mas para mim foi uma decepção na altura vi ADI como solução mas ADI nao atingiu a especulativa de boa governação 10% para me ,portanto ao meus olhos o que Presidente Manuel pinto da Costa ta fazendo e correto e bom, e de elogia e agradecer a Deus ,porque o sistema que temos quem sai a ganhar e meia dúzia indevidos e o povo a perder.meus amados irmãos precisamos agir com reta justiça se na verdade queremos bem para STP

  7. Jaca doxi

    12 de Março de 2014 as 9:29

    Meu senhores, sejamos coerentes, o PR só tentou responder as perguntas que lhes foram formuladas, porque de contrário vocês mesmos estariam por aqui a afirmar que o PR “fugiu” e que tentou “ludibriar” às questões levantadas. De facto envenenou-se a população de que a queda do XIV Governo foi do PR e que não se tentou nenhum diálogo, e o PR nesta auscultação tentou esclarecer aquilo que de facto aconteceu.
    E isso não quer dizer que não se faça mais o diálogo nacional, se as pessoas estão de facto com o espírito aberto devem aceitar as críticas, aceitar que não foram sinceros com o povo e ir ao diálogo de boa-fé.

  8. CEITA

    12 de Março de 2014 as 9:33

    uma corja de deputados políticos desonestos fundaram o país e aparecem como salvador temos que referendar e escolher outro modelo de constituição porque actual modelo não servi as nossas aspirações, muita corrupção, quem não deve não teme vocês fizeram tanto mal a nação e agora estão com medo do referendo, na democracia quem decide é povo e povo tem maturidade de escolher aquilo que lhes convém, os três representante ontem da carta na mesas são malandro defensores do diabo.
    em 1990 fizemos referendo para escolher esse modelo de democracia de roubo de arroz, Pre fabricado de quilombo, Doca de Pesca, Passeio de Estradas, arroz pobre,Ministro de comercio que não demite,venda de Enco,STP TRADING,Policia e tribunais, enfim se tiver que enumerar vai caber tudo espaço no telanon. fico por ai…

  9. Lemos Cima

    12 de Março de 2014 as 9:48

    Os deputados que deixaram o IX Governo COnstitucional cair receberam instruções suas na sua casa em Pantufo. São os mesmos deputados que querem derrubar o Gabriel Costa e o senhor PR não deixa. Só há um caminho a seguir: Marque as eleições Legislativas, Regionais e Autárquicas.
    Obrigado

  10. Lemos Cima

    12 de Março de 2014 as 10:23

    XIV Governo Constitucional quis dizer.
    Obrigado

  11. Terra de Nome Santo

    12 de Março de 2014 as 10:57

    Sr, Presidente da República, tudo que projetou saiu-lhe mal, porque Deus escreve certo por linhas tortas! Não há outra solução! Marque as eleições e salve partes da sua culpa! O povo agradece! Não leve mais longe esse navio, porque o país todo está-se a afundar!

  12. Cidadão ( Filho da Terra)

    12 de Março de 2014 as 10:59

    Meus senhores!!!
    Por tenhamos consciência há muita coisa que foi feita que esta mal e que está sendo feita ainda com graves erros, mas também é verdade que deva existir algo que também foi feito de bom…
    Mas os nossos Políticos atuais… por favor até dá vontade de cuspir na cara deles(as), muita corrupção, enriquecimento ilícito, desgovernação, falta de justiça para com o povo que lhes puseram no poder… por favor por favor.

    • VIOGO

      12 de Março de 2014 as 17:08

      Vejam só no banditismo que graça este país: Reparem em alguiém que ten um bruto carro, investiguem…comprou com o seu suor? Os que têm grandes vivendas… compraram com o seu suor? Os chamados empresários que viajam andam com mulheres a torto e a direta, foi a sua custa que adquiriu isso?

      Se alguém chegou ao país há 10 ou menos anos, va avaliar o que ele tem: questiona, tarablha para Estado? Quanto ganha. Há muitos que até trabalham ou trabalharam para o Estado e têm duas ou mais casas (gajos de ADI e não só). Talvés seja vergonha exibir fortunas, carros e grandes vivendas porque o Povo tem ódio de voçês. DESCARADOS!!!

    • BALU CUADO

      12 de Março de 2014 as 17:09

      Eh pá, o Pinto está com uma cara bluxado!! Ê c+a unguenté! Vai para reforma ou asilo!

  13. manuel soares

    12 de Março de 2014 as 11:04

    Sr Felisberto Bandeira, o sr tem todo direito de responder, comentar, contrariar, dar sua opinião sobre a opinião dos outros, estar de acordo ou contra, estamos na democracia, mas sempre de forma educada, elevada, com grandeza e urbanidade, deixe de palavras feias e obscenidade e vai pelo caminho da delicadeza meu compatriota, comentei mas não utilizei palavras feias, obrigado, bom dia

  14. Fela záua

    12 de Março de 2014 as 11:14

    O povo está a espera para escolher o seu governo que vocês deixaram cair. O povo é quem mais ordena, porque estamos no estado de direito democrático! A força do povo derruba montanhas! Quem fala mal para o seu próprio povo, cedo ou tarde será por este mesmo povo condenado. Lembremos a célebre frase : Quem me negar diante dos homens, eu negarei diante do pai”

  15. Saudoso Francisca

    12 de Março de 2014 as 12:05

    A pessoa que mais veneno lança neste país é o Presidente da República.Houve sim queda do governo saído das urnas por mando e instruções do Sr PR. O país está parado desde a queda do XIV governo e assim vai até a realização das novas eleições.

    • Seabra

      15 de Março de 2014 as 23:52

      Francisca à “saudosista”, Li o seu argumento…diz q o país está parado, desde a queda do xiv governo constitucional do P.Trovoada. Cite exemplos concretos que confirme o que vai dito por si! Exponha o q fez de Bom o seu ídolo P.T. para STP e para o seu povo …se houve a queda do xiv governo é porque o seu amigo do ADI fez muita ALDRABICE. De fato que em STP as pessoas têm à memória muito curta. Eis porque o país STP está parado, porque esquecem-se depressa. Vou-lhe re-lembrar apenas um dos numerosos cambalacho do P.Trovoada…voltemos em junho de 2012, quando o pm, na pessoa do P.Trovoada, foi à uma visita oficial(em nome de STP ) no Brsasil,pretendendo ter ido tratar de pedir ajuda para o desenvolvimento a favor de STP , junto do ministério do desenvolvimento e do comércio externo, que segundo, o mesmo P.Trovoada diz que o ministèrio em questão recusou de dar tal ajuda. Ora que o ministèrio em questão não existe, informações obtidas de fonte seguro brasileira. Não passou de um grande cambalacho do DESONESTO P. Trovoada, que mais uma vez utilizou o nome de STP para viajar à título pessoal e tratar de assunto privado, ele teve sim contacto com o sector privados brasileiro,nas cidades de São Paulo e Rio . À partir de todos estes acontecimentos, durante o xiv governo constitucional do P.Trovoada, que as saudosistas Francisca e Corja parem de tapar o SOL com peneira, BASTA! Espero, para o bem de STP e do sein Povo, que o Patrice Trovoada , nao regresse à STP, que fique lá onde está, atualmente! Vá de rectro Satanás ….

  16. SEABRA

    12 de Março de 2014 as 12:16

    Camaradas, li com muita atençao o artigo sobre o DIALOGO NACIONAL , os argumentos do Presidente Pinto da Costa, assim como os comentàrios que seguiram …vàrios!!!Afinal, trata-se de fazer critica sobre critica, mas ninguém faz , ABSOLUTAMANTE , nenhuma PROPOSTA inteligente e interessante,que possa realmente permitir STP de sair desta situaçao de MARASMO. Todos vêm com as suas ideias e opinioes sobre o disse o Presidente P. da Costa.Permito dizer aqui, que o P.da Costa, fez muito bem de propôr um diàlogo nacional com os vàrios partidos que existem no pais…mas se cada um quer tirar braza para a sua sardinha, sem refletir no que se pode fazer e propôr para que STP possa sair da Crise ( que dura hà quase meio século), no entanto mesmo tendo posicao e ideias diferentes…o Sr. P. da Costa, nada pode fazer, sozinha, para mudar a situaçao (a nao ser que recorra a magia, se é que funciona!).A mudança de STP, pertence à TODOS, incluse (ainda +)ao POVO .
    Constato é que certos HOMENZINHOS ditos politicos, nao querem que a situaçao de STP mude, porque impede-lhes de obter previlégios PESSOAIS: desviar os bens do estado para as suas contas bancàrias , suas viagens , acumulaçao de amantes e de PODER …ousemos cità-los: na cabeça da lista temos o n°1 Patrice TROVOADA( que nao tem nenhum sentimento , nem patriotismo para STP e o seu POVO, aprova é que està longe das preocupaçoes saotomenses desde que deixou de ser o 1° ministro), Miguel T. , F. de Menezes, V.Afonso (surpreendente, para um ex.elemento activo da JOTA e admirador incondecional na época, do Pinto da Costa), ETC…também o Gabriel da Costa , tinha desviado do MLST , mas parece que voltou ao “bercail”, com + maturidade e experiência, para tentar fazer um STP MELHOR . Espero que ele possa contribuir , para fazer avançar e indireitar um pouco a situaçao…VEREMOS!
    De jeito NENHUM , STP pode contar com os TROVOADA, pois que regressaram para STP com o objetivo de se VINGAR , do PODER e de se ENRIQUECEREM. A politica dasta familia é uma ESTRATEGIA DES-HONESTA, que se continuar , vai levar STP abaixo.Embora STP, tenha outros “malfeitores”, nao sendo os TROVOADA os ùnicos, mas sim os + PERIGOSOS, porque têm a esperteza do CAMBALACHO .

    VL Seabra

  17. Artigo lei 71 da constituição RDSTP

    12 de Março de 2014 as 12:54

    Num verdadeiro estado de Direito Democrático, o líder do partido maioritário que vence as eleições é, deve ser, nomeado 1º Ministro. É o que acontece por exemplo em Inglaterra.

  18. malebobo

    13 de Março de 2014 as 12:09

    afinal de contas o tempo é o melhor remedio verdade, o pr, agora com ironia a dizer que quis dialogar com adi

  19. rs10

    16 de Março de 2014 as 7:59

    A política em S. Tomé só vai funcionar qdo deixarmos de votar para deputados pescadores, agricultores e comerciantes sem formação afim de tomarem decisões sobre leis e economia, coisas que não entendem. É indispensável que o deputados sejam pessoas formadas e capazes de decidir com responsabilidade o destino desta terra. O parlamento não é uma feira.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo