Destaques

“STP não necessita de aconselhamento, lições ou interferência de políticos do ex-colonizador”

Na mensagem a Nação com vista as eleições legislativas, autárquicas e regional que decorrem hoje,  Presidente da República, destacou a consistência da democracia são-tomense, que é um exemplo de democracia em África e no mundo. Por isso Pinto da Costa, fez saber aos  políticos da ex-potência colonizadora, que São Tomé e Príncipe, não necessita dos seus aconselhamentos, nem tão pouco das suas lições e muito menos da sua interferência.

Leia na íntegra a mensagem do Chefe de Estado, que esta manhã exerceu o seu direito de voto na vila de Pantufo.

 

 

Comunicação ao país de Sua Excelência o Presidente da República, Dr. Manuel Pinto da Costa

11/10/2014

Realizam-se amanhã as eleições legislativas, autárquicas e regionais.

É um dia de grande importância para o país e é por isso que me dirijo a vós pedindo alguns minutos da vossa atenção.

Todos sabem que está em causa o futuro do país que é também o futuro de cada um de nós.

Mas o futuro do país é, em concreto, até onde queremos chegar, que país queremos ter e como vamos resolver os reais problemas que afectam as pessoas e o desenvolvimento de São Tomé e Príncipe.

Queremos um país no caminho seguro do progresso e em condições de vencer os desafios que se colocam em todos os domínios da vida nacional.

Após a minha eleição como Presidente, lutei acerrimamente para que os diferentes partidos políticos, representados pelos respectivos deputados, conseguissem trabalhar conjuntamente para o bem do nosso país.

Trabalhei igualmente para que a Assembleia Nacional não fosse uma Câmara de confrontos sistemáticos, os quais o povo não pode subscrever.

Defendi as melhores condições para que os Governos pudessem trabalhar.

Através do Diálogo Nacional, procurei estabelecer a adesão de todos os partidos à ideia de um consenso nacional sobre os objectivos de desenvolvimento económico e social de São Tomé e Príncipe.

A verdadeira democracia deve poder exprimir-se pela condução dos representantes eleitos num espírito de realização ao serviço de todos os Santomenses.

São Tomé e Príncipe tem dado uma imagem internacional de consistência democrática, o que constitui um exemplo de democracia em África e no mundo, que não necessita de aconselhamento, lições ou da interferência de políticos do ex-colonizador, com o qual, aliás, o país tem conseguido manter uma excelente relação de amizade e cooperação.

O povo Santomense tem a maturidade suficiente para fazer as suas escolhas em consciência.

Importa ter a noção de que amanhã é necessário que todos trabalhemos juntos e que não podemos permitir, na nossa pequena sociedade, que os laços familiares e de amizade sejam destruídos por excessos. Ao contrário, é necessário que tais laços saiam reforçados pelo respeito recíproco.

O papel previsto para o Presidente da República na actual Constituição da República é o de zelar pelo bom funcionamento das instituições, ou seja, de permitir ao governo exercer as suas funções num clima de calma e de serenidade.

Através da atitude responsável de todos os responsáveis dos diferentes partidos, poderemos captar os investidores e empresários de que necessitamos para o desenvolvimento do país.

Amanhã, ao exercerem o direito de voto nas urnas, as vossas escolhas deverão ser guiadas também pelas qualidades humanas dos candidatos apresentados por cada um dos  partidos.

Muitas vezes, a eleição é acompanhada de processos e de possíveis benefícios pessoais que se esvanecem no dia seguinte.

O país, o povo, precisam de uma representação que sendo diversificada seja responsável e consciente da sua elevada missão.

Neste dia de reflexão quero, por isso, lançar um apelo à participação de todos os cidadãos nestas eleições.

 

Não votar é deixar que os outros decidam por si. Por isso o meu apelo para que cada um vá votar em consciência e faça assim a sua escolha sobre o seu futuro.

É a escolha, livre e responsável, das propostas para o país, para os distritos e para a região autónoma do Príncipe e das pessoas que estão em melhores condições para as colocar em prática que constitui a principal riqueza da democracia.

No dia seguinte ao conhecimento do resultado destas eleições, cumprirei a Constituição no sentido de empossar o novo Governo com a maior rapidez possível, a fim de permitir a continuação dos esforços de desenvolvimento económico e social do país, de acordo com as vossas mais legítimas aspirações.

Estou seguro que, com o sentido de responsabilidade de todos, saberemos, mais uma vez, estar à altura que as circunstâncias exigem e que estas eleições vão contribuir para iniciar um processo necessário de fortalecimento do regime democrático santomense que a maioria dos cidadãos aspira.

Compatriotas

Gostaria de congratular-me ainda, a concluir, com a forma como decorreu a campanha eleitoral e que demonstrou, mais uma vez, a natureza pacífica do povo santomense.

Todos, sem excepção, puderam apresentar as suas propostas, quando, como e onde quiseram, num clima geral de liberdade, civismo e tranquilidade que gostaria de sublinhar nestas horas que antecedem as eleições onde votar é um direito e um dever cívico de todos nós.

 

    32 comentários

32 comentários

  1. marta

    12 de Outubro de 2014 as 10:06

    Pinto estamos consigo , demorou mais foi bom, ele pensa q nsomo colonia dele

    • Manuel Vicente Sousa

      12 de Outubro de 2014 as 12:30

      Essa atitude do pinto da costa em vir reagir na véspera das eleições ao manifesto já de si extemporâneo, é ilegal,intencional e antidemocrático. Só revela que o mesmo não está interessado numa verdadeira cultura da democracia.
      Foi um expediente de ultima hora, com o mero objectivo de confundir o eleitorado. Mas já é tarde, o povo vai sancioná-lo.

    • Atento ao Dossier

      13 de Outubro de 2014 as 11:28

      Cala a boca
      Perdestes e ponto final.

      • Manuel Vicente Sousa

        14 de Outubro de 2014 as 5:26

        Quem perdeu?

        • Atento ao Dossier

          14 de Outubro de 2014 as 18:27

          Perdão o “cala a boca” é para “marta”:

    • Barão de Água Izé

      13 de Outubro de 2014 as 16:59

      Vergonha é a pobreza e miséria em que vive o nosso povo.
      Tantos anos após a independência ainda não há energia e água para todos? E a Saúde? E o resto?
      Dr. Pinto da Costa faça um profundo exame de consciência e conclua quem são os culpados
      da indigência do nosso País.
      Nomeie qauem ganhou as eleições e não promova mais “Diálogos” Nacionais. Está na altura de ir descansar.

  2. caueh a pague ku mezochi saginon

    12 de Outubro de 2014 as 10:17

    É a resposta oficial e de uma instituição soberana, para com a falta de respeito total inadmissível e absurda de certos parasitas atrevidos que se julgam muita coisa, e que perpretaram esta falta de respeito total para com todos os SÃOTOMENSES e para com S.Tomé e Príncipe!

    Excelente!

  3. Lupuye

    12 de Outubro de 2014 as 10:39

    Pois e. O PT e que andou a arranjar isso tudo. Andou la em portugal a choramingar para eles e a pedir ajuda para ele nao ir responder a justica em STP. Eles andam a se imiscuir nos nossos problemas se esquecendo que somos independentes desde 1975. Que facam reparos nas suas politicas la em Portugal e que nos deixem em paz. Eles se esquecem que nao estao la muito bem na Europa.

    • Konder

      12 de Outubro de 2014 as 13:26

      Quais lá independente? Independente em quê? Vosso Orçamento é financiando mais de 25% pelos contribuintes portugueses. Escola mais, Saúde para Todos, isto só para dar dois exemplos de coisa que vocês os são-tomenses não conseguem fazer sem ajuda dos portugueses. E não me vêm falar do colonialismo, porque foi um período, foi uma fase e que todos nos envergonhamos deste período. Mas pelo menos fazem como os cabo-verdianos, também foram colonizados como STP, mas depois da independência, ai sim, houve independência, mudaram. Não ficaram como vocês os são-tomenses a pedir “BOLEIA” como Kalu Mendes canta. Sou de STP, porque nasce ali, mas não me revejo naqueles são-tomenses mal agradecidos. Só é “flá só”, todos sabem opinar, todos acham, mas nenhum faz nada.

      • marta

        12 de Outubro de 2014 as 17:18

        na tua cabeça .portugal não contriu nen com 5% para OGE nacional

      • Lupuye

        12 de Outubro de 2014 as 18:38

        Vc nasceu em STP? Tem a certeza disso? Se assim for nao pensa como santomense nem tem orgulho da “sua “terra. Mesmo que nao tenhamos tida uma evolucao como a de Cabo Verde, Portugal e os seus politicos nao tem licoes de democracia a dar a STP.

        • Lupuye

          12 de Outubro de 2014 as 18:59

          Tido em vez de “tida”

  4. tito

    12 de Outubro de 2014 as 10:43

    Precisamos sim de apoio na luta contra os bandidos. aqueles que não vivem sem estar no poder, os que com os seus discursos dizem ao povo para escolher candidato mais humano (quer dizer que PT não é humano. E o senhor é? Tem as mãos limpas? está isento). O Senhor é que vem dizer o povo o que o povo vai escolher? isso se chama “influenciar” na escolha do povo. o senhor deverá aceitar aquilo que o povo escolher, pois o senhor não é mais que ninguém, o senhor tb faz parte do povo. o senhor presidente mentiu quando disse que tudo fez para que a assembleia funcionasse bem. MENTIRA!! O senhor juntou com MLSTP/PSD, PCD E O MDFM/PL PARA DEIXAR CAIR O ADI .. e hoje vamos ver o que o povo vai decidir.

    • marta

      12 de Outubro de 2014 as 11:47

      tes rasao pk PT ñ é sao-tomene queria vender pais para portugal,porque q quando seu governo caio na assambleia ele não fico no pai, pk q ele não compareceu a PGRS para da esclarecimento de seu crime, aonde ele tava quando sao de poder. PT é culpado . vota MLTP/PSD. PINTO seja forte ñ aceita esto viva PINTO

  5. Mutende

    12 de Outubro de 2014 as 10:45

    O senhpr ja mandou que chega.Agora e a nossa vez de mandar-mos.Vamos mandar nas urnas hoje.

  6. Student

    12 de Outubro de 2014 as 10:52

    Eu não podia imaginar o Sr. Evaristo Carvalho como Presidente da Republica..-
    Deus e todo poderoso, nessa altura o PT ja tomava o país e dava aos outros so por dinheiro.
    Abri olho meu povo, isso sim é que é ser Presidente, ter uma voz a dar, uma voz de respeito de uniao. e nao ser suboordinado por outros como Evaristo e o seu chefe.
    Parabens Pinto…Parabens povo Santomense.

  7. bintoudjalo

    12 de Outubro de 2014 as 12:43

    Todos , sem excepção, que votam P.T. não são patriotas. É lamentável, que certas pessoas possam colaborar com este vadio corrupto de Trovoada, para permitir uma presença estrangeira, que dominou, explorou, desprezou, oprimiu…..outora, após um duro combate de resistência da parte de certos patriotas como o dr. Manuel Pinto da Costa, que um “minable” oporunista como o P.T. está querendo destruir, para destabilizar o país. P.T. está à tentar fazer tudo, para que STP e o seu povo, caiam às cambalhotas….Afinal o ódio e à vontade de vingança dos Trovoada é tamanha, que estão prontos à tudo! E com eles levam alguns imbecis…

  8. bicho nos ministério

    12 de Outubro de 2014 as 15:58

    que Ódio que esse Pinto tem, esse homem ainda vive na ditadura ?

    esquece o passado. agora é ora de reflectir o presente construir o futuro da nação. se tem magoa do que foi no futuro, isso já é passado viva presente e faça da união a paz em São Tomé e Príncipe
    Deus abençoe São Tomé.

  9. Anonimo

    12 de Outubro de 2014 as 16:35

    Não precisam de aconselhamento, apenas se vier acompanhado com $.

  10. Arnaldo (santola)

    12 de Outubro de 2014 as 16:52

    É só uma mensagem do nosso presidente.

  11. tudo e normal

    12 de Outubro de 2014 as 20:57

    OH PINTO ÉS o culpado dessa asneira toda…o pt devia ser casado desde qdo esteve em portugal…pque que o sr e os seus comparsas aceitarão a candidatura dele?
    Logo podemos pensar que tudo o que vocês fizerao foi meramente uma extorsão….voces so falam…temos que começar aprender que as pessoas devem ser punidas pelos crimes cometido. Em stp nao acontece nada…tudo é normal…por isso é que o pais está nesse buraco.abrem os olhos…

  12. paparazzi

    12 de Outubro de 2014 as 20:57

    E mesmo vergonha nem pra os portugueses nem para Quem os convidou.tentam fazer isso em Angola vao ver o Que vai acontecer com eles.

  13. Justino Matos

    13 de Outubro de 2014 as 2:08

    Hoje esse sr Bintoudjalo vai engolir tudo mas tudo que andou a dizer. O povo é quem mais ordena, seu analfabeto.

  14. Santomense

    13 de Outubro de 2014 as 4:12

    Mr President. (Manuel do Espirito Santo Pinto da Costa).
    Li parte do seu discurso e foi,suficiente para nao terminar/acabar de le-lo.
    Vos respeito como Homem, porem como politico, Nao!
    Voce-messe nao deveria, falar mal dos Portugueses que ainda ajudam Sao Tome e Principe em alguns projetos,como em Saude, Educacao, Construcao,Estradas/Rodovias, etc, etc, etc…Claro q.NAO gostaria de ve-los Envolvidos no processo politico de Sao Tome e Principe.
    Em 12 de Julho,1975 tinha 17 anos. Me lembro Sr. Malheiro(Santana)
    Sr.Amaral(Agua-Arroz),Fernando Alvim,
    Sr.Ferreira(Santana)Sr.Silva,a casa no caminho de Pantufo/Sao Marcal,outros mais.Vc se lembra deles? Talvez??? Por fvr nao CUSPA NO PRATO, ONDE COMESTE. Pra ti,teus irmaos, e outros tantos como Daniel Daio,Oscar Sousa(Oscarito),Celestino”San Ponha”, Maria Amorim, Alda Graca, Celestino Costa!!!
    “Viva Lereno”

  15. PITEU

    13 de Outubro de 2014 as 10:49

    Pinto agora, vai descansar em paz com a su PLATAFORMA.

    “Povo só manda nas urnas”

    O Povo mandou e bem nas urnas.

    Pela primeira vez em 23 anos, acreditamos que vamos ter estabilidade neste país.

    Pela 1ª vez em 23 anos, esperemos que um governo cumpra a sua legislatura.

  16. lima

    13 de Outubro de 2014 as 12:21

    Eu

  17. lima

    13 de Outubro de 2014 as 12:31

    Eu não tenho qualquer cor política mas isso não me impede como é óbvio de proferir algumas palavras num momento que considero importante para a sociedade Santomense.

    Foi pena realmente os Santomenses terem permitido que alguém tão marcado pelas quezílhas do passado, voltasse a ocupar um lugar tão importante como é o da presidência da república.

    Tenho sérios receios que esse erro se aplique também ao Patríce Trovoada.

    Tantos quadros novos, tanta gente com ideias renovadas e parece andámos aos círculos.

    Boa sorte para aqueles que têm em mãos os destinos de S. Tomé e Príncipe e o seu povo.

  18. Nitócris Silva

    13 de Outubro de 2014 as 14:00

    Bom dia meus senhores,
    Espero que desta vez o Sr. presidente de uma vez por toda, entenda a voz da razão ou seja, a voz do povo. O país está num caus e só o senhor não percebe que nada funciona, e que a decisão de destituir o primeiro ministro só piorou as coisas no país. Sendo que a policia e a justiça está cada vez mais cega surda e muda. Isso não de certeza o país que o senhor quer para os seus filhos e dos bastardos da concubinas. Com a sua idade devia ter vergonha e dar exemplo como chefe de estado, filho não é riqueza de pobre, mas sim motivo para pobre roubar porque tem que dar de comer a quem tem fome. Como Dizia a minha Querida amiga Maria Luísa da Silva, nós não nascemos para governar, mas sim para ser governados, 40 anos e o país nesta miséria. O senhor e todos os responsáveis pelo estado que a nação Santomense chegou deviam ser punidos severamente, a justiça do homem pode não funcionar, mas como cristão espero um dia vê-los a pagar pelo mal que fizeram a nossa pátria. O governo português só serve para pedir dinheiro emprestado que nunca chegam a pagar? Espero bem que não, e senhor como chefe de estado devia saber muito bem disso, e caso não saiba mude de conselheiro, porque este não está a fazer o trabalho de casa como deve ser. O que os deputados portugueses fizeram é muito normal na Europa, e em países aonde existe democracia sem nó na garganta. Já agora o Sr. PR tem televisão em casa? Por favor poupa me da sua burrice, perca mais tempo com as 3 amentes, e dedique se mais ao país, porque é para isso que o povo o elegeu.

  19. Fernando

    13 de Outubro de 2014 as 15:11

    Só precisa do dinheiro, de boletins de voto, das remessas de medicamentos, dos turistas, Etc, Etc, Etc!!!

  20. zé-manel

    13 de Outubro de 2014 as 16:42

    a baixo a ditadura vida nova obrigado Portugal embora estarem falidos teem acolhido muitos irmãos nossos

  21. luisó

    13 de Outubro de 2014 as 20:07

    Pergunta ao senhor PR;
    – onde ele vai fazer exames médicos anuais e tratar da saúde,
    – quanto deve STP a Portugal,
    – se está a espera do perdão da dívida ou vai pagar,
    – se vai mandar embora as dezenas de professores tugas em STP e que são pagos por Portugal,
    – se vai acabar com o projeto SAÚDE PARA TODOS que está em todos os distritos e que é pago por Portugal,
    – se vai acabar com todos os projetos de cooperação técnico-policial e militar que STP tem com Portugal,
    – se vai exigir que os dirigentes e não só de STP que se dizem muito santomenses entreguem de imediato os seus passaportes portugueses no MDOI,
    – acabar de imediato com os voos da TAP que só trazem gente suspeita a STP,
    – proibir os dirigentes e não só de STP de comprar no Intermar,
    – ………….

    Não precisa do ex-colonizador?
    Mas quem é que precisa de quem?
    Não será que precisamos todos uns dos outros?
    Sejamos sérios e bem educados senhor PR, mas acho que o senhor está descontínuado…

  22. rapaz de riboque

    14 de Outubro de 2014 as 17:48

    este nome de Pinto da Costa depois de uma certa idade ficam sem memoria ele é igual ao se omolugo presidente do Futebol Club do Poto

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo