Greve pode paralisar o aeroporto internacional a partir de quinta –feira

SINASA – sindicato dos trabalhadores da empresa nacional de segurança aérea, enviou à redacção do Téla Nón uma cópia do pré-aviso de greve, que remeteu a direcção da Empresa Nacional de Aeroportos e Segurança Aérea(ENASA).

O pré-aviso de greve indica que todos os trabalhadores dos aeroportos de São Tomé e Príncipe, vão paralisar as suas actividades laborais a partir de 19 de Janeiro, esta quinta – feira.

A greve iminente que poderá por em causa as ligações aéreas entre São Tomé e Príncipe e o mundo, é justificada pelo sindicato da ENASA, por casos de alegada corrupção financeira que passaram a dominar a empresa, e outros desmandos.

Segundo o SINASA, as alegadas anomalias  financeiras que se registam na empresa, foram alvo de debate entre a representação dos trabalhadores, a direcção da empresa, e também com o Governo, na pessoa do Primeiro Ministro Patrice Trovoada, mas até a presente data não houve qualquer solução. «Após denúncias que tivemos a hombridade apresentar ao ministro de tutela contra as práticas de gestão danosa e maléfica protagonizada pela actual gestão da empresa que propiciaram a realização de duas reuniões sobre o caso, sendo uma delas presenciada pelo Primeiro Ministro e Chefe do Governo Patrice Trovoada, onde se debateu questões importantíssimas e probatórias dos actos perpetrados, que por sua vez, culminou com o mandato de inspecção, que já fora concluída…..», refere o SINASA, no pré-aviso de greve.

Por outro lado um caderno reivindicativo foi submetido à direcção da empresa e também não teve qualquer reacção do patronato. «Ao contrário verificamos que aproveitam na base das obras de melhoria das condições de trabalho, solicitadas pelo SINASA, para levarem somas de dinheiro da ENASA, através de uma empresa fantoche designada de “ATC”. Obras que ficaram por terminar, aguardando pela sua sorte», lê-se na carta de pré-aviso de greve com data de 10 de Janeiro.

O leitor deve consultar na íntegra o conteúdo do  pré-aviso de greve da ENASA - Enasa

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    rapaz de Riboque Responder

    e se o primeiro ministro decidir fazer uma das suas víajens fantasmas não vão trabalhar ? os trabalhadores que lutem pelos seus direitos, mas também que dediquem mais ao trabalho e deixem de ser corruptos e vandalizar algumas malas para roubarem como ja aconteceu em que eu sei bem.

  2. img
    Original Responder

    Analizando o suporte que motivou a revolta do trabalhadores,entendo que é preocupante quer ao nível nacional e internacional.As agências que operam no nosso País podem averiguar a situação e mandar suspender os voos para S.Tomé,tendo em conta a farsa quanto a movimentação dos carros bombeiros no aeroporto aquando da chegada e partida dos aviões.Isto é grave quando estas afirmações partem do Sindicato do sector.A situação foi colocado ao chefe do Governo e nada foi feito.Agora,veio tudo à superfície e como sabemos o jornal é lido por toda gente e conteudo está disponível a todos,um assunto que o chefe do Governo podia resolver à porta fechada com o sindicato,está ao público com todas as consequências que poderão advir.Aí o Sr. 1º Ministro vai ter o caracter de dizer que tem mãos políticas metidas neste assunto quando o mesmo tomou conhecimento desta situação há mais de 2 meses? Obrigado Tela Non.

  3. img
    fevanp Responder

    A ANP-STP também está nas mesmas situações. Gatunice geral

    • img
      Observador atento Responder

      Eh verdade ja nao se fala mais do petroleo em STP?

Deixe um comentario

*