Destaques

SINASA e o Governo negoceiam para evitar greve nos aeroportos

A ronda negocial de quarta – feira entre o Governo representado pelo Ministro das Obras Públicas e Infra-estruturas, Carlos Vila Nova e o Sindicato dos Trabalhadores dos Aeroportos e Segurança Aérea, provocou a suspensão da greve de 5 dias que deveria iniciar esta manhã.

Aureliano Castro, líder do SINASA, disse ao Téla Nón, que as negociações deverão prosseguir na segunda – feira. A suspensão da greve agendada para 19 de Janeiro, tem haver segundo o líder sindical, com o reconhecimento pelo Ministro Carlos Vil Nova, de que as reivindicações dos trabalhadores são justas.

Reivindicações que se baseiam na contestação dos trabalhadores contra a má gestão da ENASA. Os trabalhadores não reivindicam o aumento dos salários. Apenas e só, exigem que seja posto fim a alegada gestão ruinosa na ENASA. Aureliano Castro, precisou para o Téla Nón que na ronda negocial de quarta – feira, Carlos Vila Nova, constatou que efectivamente existem casos muito complicados na gestão financeira e administrativa da empresa de aeroportos e segurança aérea.

Outra razão considerada forte para a suspensão da greve, está relacionada com as justificações do ministro Carlos Vila Nova, segundo as quais exactamente nesta quinta – feira aterra no país uma delegação do Governo da República Popular da China, que dentre outros projectos, começará a trabalhar no sentido de modernizar o aeroporto internacional, com destaque para o alargamento da pista.

Se a greve fosse adiante, os chineses não conseguiriam aterrar no país.

No entanto, Aureliano Castro, avisou que tudo depende da decisão que os trabalhadores dos aeroportos vão tomar na tarde desta quinta – feira, na Assembleia, convocada pela direcção do sindicato para dar a conhecer o resultado das negociações com o Governo.

Segundo Aureliano Castro a última palavra pertence agora aos trabalhadores que estarão reunidos esta tarde em Assembleia Geral.

Abel Veiga

    3 comentários

3 comentários

  1. ANCA

    19 de Janeiro de 2017 as 15:13

    Muito bem

    Conversando é que se entende

    E se se houver quadros da função pública, diretores da função inadequados, para a função, que se efetue a sua exoneração/substituição, para que instituições possam ser fortes e capaz de cumprir as exigências para que foram, formatadas.

    Para o bem de São Tomé e Príncipe

    Se se queres ver o País(Território/População/Administração) bem

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  2. Admirado

    20 de Janeiro de 2017 as 4:01

    Hoje sinto orgulho por ser de STP pelo facto de ainda haver trabalhores assim. Tiro o chapeu e dou os meus parabens.
    So com pessoas assim esse pais se levanta.
    Somos pobres mas devemos ser dignos.
    Força e coragem irmaos. ☺

  3. Vaima Shamar

    20 de Janeiro de 2017 as 19:31

    Alargamento da pista?! Ele ouve-se cada disparate! Se o resto da informação tem o mesmo valor, vale pouco…

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo