00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

Jornalista Ambrósio Quaresma ouvido esta manhã em Tribunal

O jornalista e director do Jornal O Parvo, Ambrósio Quaresma começa a ser julgado esta manhã pelo Tribunal da Primeira Instância, por alegado crime de difamação contra o Governador do Banco Central de São Tomé e Príncipe.

José Luís de Sousa, governador do Banco Central de São Tomé e Príncipe, decidiu avançar com um processo-crime contra o Jornalista Ambrósio Quaresma por causa de um artigo publicado no Jornal o Parvo, no dia 17 de Novembro de 2009, com o título:  “Confidências do Banco Central de São Tomé e Príncipe no Ministério Público”.

Em declarações ao Téla Nón, o Jornalista do Parvo, disse que ouviu tais confidências directamente do Governador do Banco Central, José Luís de Sousa, e as publicou sem citar o nome da fonte, como aliás segundo Ambrósio Quaresma, tinha sido acertado entre ele e governador José Luís de Sousa.

“As confidências do Banco Central de São Tomé e Príncipe ao Ministério Público”, estavam relacionadas com o escândalo de notas da moeda nacional a dobra, que tinham sido retiradas do mercado financeiro, mas que alegadamente um dos técnicos da instituição bancária recolocou-as no sistema.

O Governador do Banco Central, abriu para o Jornalista do Parvo, o teor das confidências que tinha feito ao Ministério Público no âmbito deste caso, e o Jornalista publicou tais confidências, com o assentimento do governador do Banco Central.

Ao que tudo indica é essa a razão de mais um processo judicial movido contra Ambrósio Quaresma. Pelas contas do Téla Nón é a quarta vez que Ambrósio Quaresma, sobe as escadas do Palácio da Justiça na qualidade de réu e sempre por causa dos factos relatados no seu Jornal, O Parvo.  Nas três primeiras situações em que esteve diante do juiz, o jornalista foi simplesmente absolvido das acusações.

Abel Veiga

  1. img
    Malapetema Responder

    Perante esta noticia, esta explicito que mais uma vez querem calar a imprensa, e um dos poucos jornalistas do país que ao longo dos anos tem dado o melhor de si para a comunicação social destas ilhas. Mais uma vez,o jornalista,Ambrósio Quaresma, soube a barra da justiça, será que querem desta maneira mandar calar este jornalista? Que pena, porque o nosso país mais do que nunca precisa de bons e corajosos para assim divulgar sempre aquilo que deve ser do conhecimento publico. Bem haja

  2. img
    Matabala Responder

    Lamento desconhecer o fundo das leis, mas acho que as penalizações aos queixosos nestes casos, deveriam ser muito fortes, para evitar que malandros façam os nossos magistrados andarem a perder tempo com assuntos banais e de mera chuchadeira com a Justiça são-tomense. O tempo que se perde a tratar estes assuntos talvez seriam tempos de dar avanços a caso como STP TRADING e outros…
    Os gajos fazem suas besteiras e colocam a Justiça são-tomense como seus guarda-chuvas…

    • img
      pumbu Responder

      Obrigado pelo seu comentario. Os “orgaos de justica” do nosso arquipelago deviam ser mais dinamicos e pontuais para os casos de corrupcao e furtos e malandrices dos nossos “governantes”. Muitos destes sao realmente MALANDROS!!!

  3. img
    Venâncio Responder

    Se Tens como provar tais confidencias força meu caro Jornalista.

    temos que ter um Jornalismo crítico e investígativo para que a população fique sabendo quem é quem neste país.

  4. img
    El comandante en jefe Responder

    Ele é um “GRANDE HOMEM” e que ama a sua PÁTRIA e estou convencido que uma vez mais será absolvido.

  5. img
    Fernando Responder

    Cuidado Abel Veiga. É bem possível que seja levado às barras dos Tribunais por dar a conhecer um facto ao grande público. Onde se quer chegar com estas maquinações. Que sejam ressarcidos os profissionais lesados.

  6. img
    Nora Responder

    Acredito em sí, porque falas sempre verdade, e mais, vigia bem o actual Governo, são todos corompidos.

  7. img
    BLAGA PENA Responder

    Ó Ambrosio ha muitos bestas andando por aí
    Viva o Parvo

  8. img
    Vice Responder

    DEIXEM O HOMEM EM PAZ.

    ainda ha pouco uma instituição internacional colocaram-nos a par de cabo-verde como sendo países com total liberdade de imprensa mas aqui é so perseguição. mas gosto que os jornalistas digam a verdade. se ele mentiu que pague.

  9. img
    Elnis Responder

    Mais uma vezgostaria de agradecer por esta oprtunidade de contribuir para o bem estar do Jornalismo em STP, bem não sei bem como começar, vemos que os grande homens sao sempre persiguido e o senhor Ambrosio Quaresma é um deste.
    Nos não podemos deixarque as coisas andam desta maneira, que eu saiba os jornalista tem que denuciar as manobras que defacto projudicam o nosso país.
    Quem trabalha com fé Deus ajuda neste caso é o senhor Ambrosio, por deixe o a trabalhar para o seu povo. O Parvo é unico jornal que fala averdade e sem medo. Por não pare por aqui “Hasta la vitoria siempre”

  10. img
    INCOMODADO COM ISTO Responder

    se de facto for verdade que a justiça seja feita.
    se é que ha justiça ‘neste canto do mundo

  11. img
    Ze Maria Responder

    É assim que os maus gestores do país agem.
    Fazem sujeiras, metem os pés pelas mãos e depois intimidam as pessoas que denunciam com processo crime.

    Senhor governador, desde quando publicar informações verdadeiras passou a ser considerado pelo Código Penal de difamação?
    O jornalista tem o dever profissional de publicar tudo que lhe chega ao conhecimento sem a obrigatoriedade de revelar a sua fonte de informação.

    Quer silenciar pessoas que falam a verdade intimidando-as com processo? Porque não processou aquele gatuno que fez miséria com as nossas moedas, foi condenado e mesmo assim foi nomeado Ministro de Estado?

    Os nossos gestores públicos, como têm a consciência de que o povo não conhece a lei, aproveitam dessa oportunidade para intimidar o povo com o processo. Foi essa a estratégia que o ex Ministro utilizou para ver-se de comentários sobre a origem do dinheiro que utilizou para comprar um barco [Iate]na Grécia. Estratégia que parece ter surtido efeito pq desde então nunca mais ninguém tocou no assunto, pelo menos publicamente.

    Vamos deixar de temer o processo por desconhecimento da lei. Está na hora de exigir da Assembléia Nacional a publicação de conteúdo das leis que são elaboradas e aprovadas nesse país. Alias, nós é que somos o destinário das leis, devemos ter conhecimento da sua existencia.

    Srs. Parlamentares, disponibilizem no site oficial desta casa as leis. Se cidadão não conhece a lei, não conhece seus direitos, como exigi-los perante os que fazem da administração pública um local de passeio?

    Sr. Ambrósio, fique tranquilo que o senhor não será condenado só porque o governador de banco central acha que quer.
    Ainda temos Juizes comprometidos com a Justiça nesse país.

    Aqueles “gajos” que administram o país não gostam de Jornalistas como o Ambrósio Quaresma, São Deus Lima e Abel Veiga. São considerados persona non grata, uma pedra no caminho para eles. Se pudessem, utilizariam de qualquer artifício para silenciar os mesmos.

    Para aqueles mandriões, jornalistas precisam e devem rasgar a ética profissional e jogar na leixeira como fazem a maioria dos jornalistas que temos no país que só ficam puxando o “saco” de grandes nomes da nossa praça em troca de uma viagem que os mesmos fazem para representarem o país em Conferencias, Colóquios etc.

    São Deus Lima, Abel Veiga.Fiquem vigilantes. Fiquem sempre com os olhos abertos. Ao dormir, fechem apenas um olho.

    Vocês são os únicos em que o povo ainda acreditam. Continuem informando com imparcialidade. Fazendo da ética profissional a trilha do vosso respeito, reconhecimento e sucesso.

    Não se misturem com aqueles Jornalistas que ao ocuparem um cargo[Diretor, Secretário, Ministro] na Administração Pública rasgam a ética profissional e passam a censurar informações. Passam a escolher informações que devem ser publicadas e as que não devem para não ofender os interesses de quem as nomeou [custar o cargo que ocupam e que esquecem a sua temporariedade].

    Sem citar nomes, basta vermos a nossa Rádio Nacional como funciona, a nossa TVS como funcionam. Claramente para agradar os sucessivos elencos governamentais.

    Força e Coragem meus nobres Jornalistas. Deus há de vos proteger pela seriedade.

  12. img
    António Veiga Costa Responder

    Parabéns Ambrósio pela vitória, pela luta em prol da transparência na informação e pela luta na manutenção da verdadeira democracia.
    Parabéns Excelentíssimo Senhor Juiz Alberto Monteiro, por exercer a “Justiça com a verdadeira Justiça”.

    Quanto ao Senhor Governador do Banco Central, ainda é resquício dos anos de pseudo-democracia dos governos MLSTP/PCD. Principalmente do PCD, com sua Maria de Cristo dos boicotes e demissões, e seu Delfim Neves do “eu mando prender”!
    Daqui a pouco ele aprende que os tempos são outros.

  13. img
    A razão Responder

    Obrigado por terem censurado o meu comentàrio!! Assim funciona a democracia em STP !!

  14. img
    A razão Responder

    O homem sò fez o que lhe competia, enquanto jornalista, ou seja denunciar os provàveis actos de corrupação praticados pelo BC!

Deixe um comentario

*