Política

Crise : STJ alerta o mundo – STP se transformou num Estado perigoso

O Supremo Tribunal de Justiça de São Tomé e Príncipe chama a atenção da comunidade internacional, para o momento em que vive São Tomé e Príncipe. «É para alertar a comunidade internacional que São Tomé e Príncipe neste momento é um Estado perigoso. Porque um Estado em que não se respeita o último baluarte da democracia que se decapita o Supremo Tribunal de Justiça, então é um Estado em que não há normas, não há leis e que todos podem fazer o que querem», garantiu o Presidente do Supremo Tribunal de Justiça.

A crise político-institucional que se abteu sobre o país vem evoluindo e atingiu o climax, por causa de uma fábrica que cervejas, que o Tribunal decidiu devolver ao empresário angolano Melo Xavier.

Os Ninjas-Polícia de Intervenção rápida do Ministério da Administração Interna tem estado em acção em torno do caso Rosema.

A expectativa aumenta em São Tomé, e muito mais nos próximos dias. Pois a recusa do Supremo Tribunal de Justiça em acatar a resolução parlamentar considerada inconstitucional, pode abrir caminho para uma intervenção dos Ninjas da administração interna na casa da Justiça-o Supremo Tribunal de Justiça, para impor a vontade da maioria parlamentar que sustenta o Governo.

Téla Nón

    9 comentários

9 comentários

  1. Carlos caetano

    5 de Maio de 2018 as 15:15

    Como teria, dito alguém muito recentemente, a em stp, o poder está na rua.
    Tudo se agrava quando os deputados em vez de serem defensores dos interesses do povo se transformaram em paus mandados de Patrice Trovoada preocupados apenas com o seu umbigo. São uns oportunistas que não conseguem ver mais nada senão as ordens do chefe. Alguns deputados, até miúdos como um tal de abnilde e levy que nem sequer saboreiaram ainda os prazeres da vida pensam que basta ser seguidista do patrice para se afirmar como homem. Nada disso, ser homem é ter dignidade e princípios. O Outro macacão como abnilde levy é o dito jornalista Maximino Carlos que é um perigoso mesmo no seio dos amigos.
    Outra coisa grave para a nossa democracia é quando temos uma polícia que desrespeita os tribunais para cumprir ordens do governo. Polícias sem conhecimento e sem norte.
    Mas, como amanhã, será, sempre outro dia. O Quê perguntem tantos homens deste país que tentaram tomar peito bala dalgum as coisas, mas como estão hoje.
    Santo Tomé é Deus vivo. Cuidado senhores oportunistas!

  2. JOAO CARLOS

    5 de Maio de 2018 as 16:50

    Neste momento difícil, a oposição não pode deixar os juízes abandonados… Não basta estarem a emitir comunicados, façam manifestações de rua paralisem o País, contactem Países amigos, temos Deputados de Países amigos- Portugal neste caso que se solidarizam com violações de direitos dos Cidadãos… Não fiquem parados a ver o País a afundar-se….

  3. Não tenha

    5 de Maio de 2018 as 16:54

    Obrigada senhores juízes. Vocês fizeram o vosso trabalho é defender o vosso presidente. Se assembleia tem deputados corruptos, que tentaram corromper o Silva, eles nunca fizeram uma resolução contra os seus próprios colegas. Se na assembleia tem presidente da assembleia que é grande corrupto, eles nunca fizeram nada. Agora querem vir mandar nos juízes. Brincadeira de mau gosto. Só se Silva, for fraco, alguém tem que mostrar patrice k ninguém tem medo dele. Fica pronto Silva, se for preciso morrer mais lutando, esta na hora de alguém morrer para salvar a democracia. O patrice acha que o povo de semana. Tomé é cobarde. Silva eles estão a pedir guerra civil, então eles terão. Cada órgão tem a sua competência. Ultrapassar as suas competências é crime contra estado de direito. Não tenham medo.

  4. Justo

    5 de Maio de 2018 as 17:32

    Toda gente quer ser juiz. Até analfabeto do primeiro ministro, já acha que tb pode ser juiz. Palhaçada

  5. Grande Silva o homem do povo

    5 de Maio de 2018 as 17:47


    Um juiz no tribunal
    O juiz (do latim iudex, “juiz”, “aquele que julga”, de ius, “direito”, “lei”, e dicere, “dizer”) é um cidadão investido de autoridade pública com o poder-dever para exercer a atividade jurisdicional, julgando, em regra, os conflitos de interesse que são submetidas à sua apreciação. Vale ressaltar que nem sempre há conflito de interesses (pretensão resistida) a ser apreciada, como é o caso de homologação de acordo, ação de oferecimento de alimentos, ação de divórcio consensual , sendo a autoridade máxima dentro do tribunal.

    O juiz é, em diversos países, membro do Poder Judiciário, de um modo geral, e, na qualidade de administrador da justiça do Estado, é responsável por declarar e ordenar o que for necessário para julgar procedente ou não a pretensão da parte, a quem entende fazer jus ao direito pleiteado.[1]

  6. BETO ARGAO

    6 de Maio de 2018 as 7:24

    Ainda bem que STP é pequeno ou seja as pessoas estao bem identificado quando cheigar esse dia é so Localiza is e Agir para Manter a Nossa Leberdade(Democracia) pq esses Senhor do ADI tipo ta pensar que tudo vai continuar assim””Nunca Nos os Santomense queremos Paz”Amor”Liberdade”Democracia e Desenvolvimento””Nos promrteram tudo nao consiguiram nos Dá Nada entao pelo Menos nos deixa na nossa pobreza mas em Paz””PT e os seus capangas ta nos arranjar poblemas com o Maior parceiro internacional que temos(Angola) poblema que eles ja mas consiguiriam Resolver”” sou a favor do empresario Nacional mas sem Roubo e Assaldo ao empresario Estrangeiro Rosema nao é do Nino e Nunca foi e todos Santomenses de bem sabe disso””

  7. Bem de S.Tome e Principe

    6 de Maio de 2018 as 12:43

    Para quem ainda tinha duvidas sobre o PT, ai esta a prova. Os que infelizmente nao t^em sao todos militanntes e deputados do ADI que seguem cegamente o chefe. Eles estao tipo; seguem por esta estrada, nem que esteja perigo pela frente vao como se fossem carneiros.

  8. Hélio Aragão

    7 de Maio de 2018 as 10:10

    O pior de tudo é não temos um presidente da republica capaz de por stop a coisa, acho melhor os militares toma conta desse paìs futuro disso ja esta adiado mesmo.

  9. ANCA

    7 de Maio de 2018 as 23:01

    Tudo aqui cheira a corrupção e interesse partidários

    Sejamos sérios

    É de bom tom pesquisar investigar caros cidadãos, todas as noticias sobre o caso Rosema antes de 2009, ou no decorrer de 2009, para sabermos do que se trata efetivamente.

    Onde a fumo a fogo, igual a corrupção MLSTP, PCD;MDFM, ADI, os senhores ditos Juízes dos tribunais de São Tomé e Príncipe

    Senão caros compatriotas vejamos

    Caso Rosema

    Segundo fonte jornal Telá Nón, numa noticia publicada no dia 12 de Abril

    “O governo esgrime no comunicado, vários outros argumentos em defesa da Cervejeira Rosema, e do processo de venda da mesma em 2009 a favor do empresário nacional Nino Monteiro. Venda realizada, na altura com base numa carta rogatória enviada ao Supremo Tribunal de São Tomé pelo Tribunal angolano, solicitando apenas a penhora da cervejeira Rosema na altura pertença da empresa Ridux de Melo Xavier, no âmbito de um litígio que decorria em Angola entre a empresa Ridux e outra entidade privada angolana designada JAR.”

    “O Governo anuncia em comunicado que o caso Rosema já transitou em julgado e que foi arquivado pelo Supremo Tribunal de Justiça. No entanto em Dezembro do ano 2017, o Juiz Presidente do Supremo Tribunal de Justiça de São Tomé e Príncipe, Manuel Silva Gomes Cravid, garantiu que o caso Rosema está aberto. « Deu entrada na secretaria do Tribunal um requerimento que pedia o recurso de revisão da sentença do caso Rosema. Foi enviado ao Ministério Público que fez a sua aprovação. O juiz a seu tempo irá dar os tratamentos seguintes. O Juiz ainda não tomou nenhuma decisão», declarou o Juiz Presidente do Supremo Tribunal de Justiça em Dezembro de 2017.”

    “O Juiz Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, fez tais declarações, no auge da polémica em torno da cervejeira Rosema que reacendeu em São Tomé e Príncipe nos finais de Dezembro de 2017.”

    “No seu comunicado o Governo destaca a polémica de Dezembro de 2017, e recorda que corre os seus trâmites nas instâncias judiciais do país, uma queixa crime contra 3 cidadãos alegadamente envolvidos numa alegada tentativa de corrupção de juízes do Supremo Tribunal de Justiça, com objectivo de devolver a cervejeira Rosema ao empresário angolano Melo Xavier.”

    Fonte Telá Nón

    Só mesmo em São Tome e Príncipe

    Depois de quantos anos?????? De 2009 a 2018.

    Por outro lado os mesmo juízes que decidiram na altura, decidem agora o contraditório,…muito dinheiro debaixo de mesa, cada um a encher o bolso, País mais uma vez prejudicado.

    Se houve uma tentativa de corrupção(suborno) do Presidente do supremo tribunal de justiça, porque não mandou investigar primeiro.

    A decisão hora tomada, quais os verdadeiros pressupostos???? podem enganar alguns mais os mais esclarecidos não…
    Um conselho caros cidadãos ao invés de andarmos aqui a comentar, investiguemos e analisemos primeiro.

    Quando deve é a divida do grupo Melo Xavier para com o Estado fisco SâoTomenses(ao qual todos pertencemos), na altura ano de 2009?

    Aqui não se trata de defender a ninguém mais sim salvaguardar o mais elevado interesse do País, sentido de Estado(Território/População/Administração).

    Até droga andava lá dentro do tribunal…

    Tenhamos juízo gente

    Caros cidadãos jamais se esqueçam está a aproximar as eleições, cada um a puxar a brasa a sua sardinha

    Porque no final a montanha pari ratos, eles comem e bebem juntos, o povo na miséria…

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo