Cultura

PNUD lança desafio para transformar São Tomé numa cidade colorida 

Katarzyna Wawiernia (na foto em baixo ), representante do PNUD em São Tomé e Príncipe, desafiou a Câmara Distrital de Água Grande a promover um projecto de artes públicas. Um projecto que a chefe do PNUD no país,  disse estar determinada em apoiar.

Um projecto que contribuiria para a emancipação e valorização dos artistas são-tomenses, e ao mesmo tempo daria a capital São Tomé, um novo rosto, por sinal mais colorido e alegre.

« Podemos desafiar empresas privadas, instituições , parceiros de desenvolvimento para promover artistas de São Tomé e Príncipe, e criar mais peças aqui na cidade para termos São Tomé cheio de cores, cheio de alegria..», afirmou Katarzyna Wawiernia.

A representante do PNUD foi mais contundente «Vamos apoiar o Presidente da Autarquia de Água Grande nesta iniciativa».

Kwame Sousa o artista plástico que criou a escultura multicolor na rotunda das Nações Unidas, também defende o projecto de repintura da cidade de São Tomé.

«Temos que criar mais espaços bonitos e trabalhar com os artistas para ver se melhoramos um pouco a nossa cidade, porque ela precisa ser pintada pelos artistas», sublinhou Kwame Sousa.

São Tomé, cidade com mais de 5 séculos de história, pólo de convergência de culturas no golfo da Guiné aguarda que os artistas renovem o seu brilho, o seu encanto, com novas obras de arte.

Abel Veiga

6 Comments

6 Comments

  1. Rui ramos

    19 de Janeiro de 2022 at 22:21

    Apoio a ideia. Mas se não recolhemos lixo, não plantarmos árvores, não repararmos estradas, não colocarmos passeios, não repararmos as casas velhas que estão a cair na capital, não tirarmos doidos nas ruas, não retirarmos cães, cabras e porcos da rua, não deixemos de fazer necessidades nas ruas e nas praias, não tivermos gentes civilizadas, não deixemos de roubar areia nas praias, não deixemos de construir barracas, quitandas, anexo e extensões de casas sem projecto ou qualidade desrespeitando o ordenamento do território , nem com os melhores artistas esta cidade vai mudar.
    O Zé Maria sabe disso tudo e faz de conta que não vê nada. E nem é preciso projectos milionários para mudarmos isso.

    • Lucas

      20 de Janeiro de 2022 at 7:32

      Civilizar um povo de forma pacífica demoram 500 anos se fôr à porrada é mais rapido

  2. Oscar manuel

    19 de Janeiro de 2022 at 22:25

    Esse zé maria é um zeroooooo a esquerda.
    Ainda bem que há eleições este ano.
    RUA com todos vocês.
    Essa cidade em 4 anos está toda desfigurada. Até parece que houve guerra aqui.
    Credo dirigentes.

  3. Luiz Gamboa

    19 de Janeiro de 2022 at 23:22

    Apoie o projecto de instalação de semáforo no país a base de energias renováveis para diminuir atropelamento de alunos na cidade e libertar os policias que controlam o trânsito para as suas missões de garantia de ordem pública.

  4. Pedro Costa 2

    20 de Janeiro de 2022 at 15:13

    A ideia é boa, mas primeiro fazia sentido mudarem a cor dos táxis. Senão seria uma aberração.

  5. Pascoal+Carvalho

    20 de Janeiro de 2022 at 18:56

    essa ideia é boa e, vale oque vale.
    entretanto, creio haver outras mais e maiores necessidades e, prioridades que emergem.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top