Desporto

O JOGO DA NOSSA SELEÇÃO

É com enorme satisfação que assistimos ao brilhar da nossa seleção de futebol no Continente Africano. Esse esforço é o de varias gerações de desportistas que deram e dão o seu contributo para levar o desporto nacional além fronteiras .

Como atleta que já fui, conheço o árduo caminho que é preciso fazer para chegar onde felizmente a nossa seleção de futebol chegou.

É preciso ir mais longe e investir no desporto São-Tomense, não só no futebol como desporto mais praticado que é, mas também nas outras modalidades. Convém relembrar, sem desprimor para outras modalidades, que o atletismo é a modalidade que mais tem contribuído para a internacionalização do nome de São Tomé e Príncipe.

Nos velhos tempos em que eu praticava desporto, o ministro de então, que tutelava a respectiva área, disse na altura que o desporto não era uma prioridade. Devo dizer que estas frases foram desmotivadoras para aqueles jovens que, como eu, tentavam com todas as condicionantes levar o nome do nosso país além fronteiras. Felizmente, o discurso de hoje é o de encorajar os jovens a irem mais longe, mesmo num país com a dimensão do nosso.

Apesar de sermos um país pequeno, temos a capacidade de ter atletas de grande nível, de fazer frente a qualquer seleção a nível mundial. Por isso agradecemos todos os esforços daqueles que com sacrífico e humildade levam o nome de São Tomé e Príncipe além fronteiras.

O nosso povo sempre esteve ao lado de toda e qualquer seleção que representasse São Tomé e Príncipe em todos os eventos desportivos. Lembro a participação da nossa seleção de futebol salão em Portugal, mesmo a perder os são-tomenses apoiaram com toda a veemência a sua seleção, porque todos temos consciência dos esforços dos nossos atletas e das poucas condições com que eles  tem, para mais se compararmos as condições, os ordenados milionários que os seus opositores em campo tantas vezes tem.    Por isso agradecemos sempre o empenho dos nossos atletas.
Espero e desejo que a nossa seleção de futebol possa ganhar o jogo que falta e assim podermos estar no CAN 2013.

Os atletas de um país para além da sadia prática do desporto, levam o nome da sua nação mais longe, fazem-na conhecida para além fronteiras, contribuindo para o desenvolvimento do turismo, das produtos das exportações, entre outras coisas.

Desejo boa sorte à nossa seleção de futebol, e mesmo que as coisas não corram bem neste último jogo de apuramento, ainda assim, chegámos longe. Qualquer que seja o resultado aplaudiremos a equipa de todos nós.

A nossa presença já é uma incontestável vitória. Não tenho dúvidas que todos, mas todos, desde os que residem no arquipélago, aos que vivem nos mais diferentes países, estarão a torcer pela equipa de todos nós, porque afinal  uma seleção também é como que a bandeira do seu país.

Odair Baía

    6 comentários

6 comentários

  1. rapaz de riboque

    16 de Março de 2012 as 10:01

    este ODAIR BAIA deve comer e beber bém esta muito gordinho cuidado com o colesterol, não comas tudo lembra do teu povo que tem passado muto mal com muitas dificuldades vir para cá escrever não custa com bariga cheia um abraço.

    • corajoso

      27 de Março de 2012 as 11:23

      Este comentario só pode ser de alguém magro das ideias e do espirito. Força Odair Baía, muitos querem cala-lo por não terem a capacidade de raciocinio ou como digo, são magros das ideias.

      Força selecção

  2. rapaz de riboque

    20 de Março de 2012 as 10:53

    ninguém te liga não escrevas mais tolices

  3. santomense

    25 de Março de 2012 as 20:19

    Odair,
    Por fvr, nao fale do q.vc nao saiba.Na boca fechada,mosca/mosquito/barata nao entra.
    Vc fala em termos muito complexos, para dar uma pequena/estupida/ambigua opiniao sobre o desporto Nacional.Portugal,nao esta muito bem economicamente.Vai comecar a perder os “Kilogramas xtras”, antes de voltar. …Ate la fique… CALADO

  4. Santola

    26 de Março de 2012 as 12:22

    Olá dr. Odair
    È com enorme prazer que o felicito pela sua intervenção. Estávamos mesmo a precisar desta força.
    A sua opinião deve ser vista como um acto de encorajamento por todos aqueles que sempre quiseram e deram o seu melhor no desporto nacional e não por uns e outros que simplesmente nada fazem e querem tudo ter.
    Continua assim dr……..

  5. Natalino Conceição

    28 de Outubro de 2012 as 21:11

    Meus caros amigos
    Nunca si consegui agradar a todos, por isso como Santomense no alem fronteira temos tbém alguma opinião a dar acerca do nosso Pais, como antigo atleta ou qualquer outro.Neste caso o Dr. Odair baia como filho deste pequeno país tem direito de dar alguma opinião sobre o desporto em STP,alias Ele foi um atleta que representou varias vezes S,Tomé no estrangeiro.
    Natalino conceição

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo