Desporto

Costa Alegre de “pedra e cal” no COSTP

Já está em função a nova direcção do Comité Olímpico de São Tomé e Príncipe, COSTP, com a reeleição na última semana, do João Costa Alegre como o presidente da instituição, pondo um ponto final na crise que assolou a organização, nos últimos dois (2) anos.

A nova direcção liderada por João Costa Alegre, e que foi eleita por aclamação dos delegados olímpicos, na pretérita semana, na Assembleia Geral, não perde tempo, e já está no terreno, de modo a recuperar o mais rápido possível o tempo perdido, no período da perturbação.

O presidente reeleito sabe que o seu mandato não será um conto de fadas, por isso espera poder contar com o desempenho de todos os delegados olímpicos, em especial os que foram eleitos para fazerem parte da cópula directiva, que apresenta muitas caras novas, destacando a presença feminina da Dona Ayda Quaresma, como 2ª Vice-presidente, e a Isabel Silva, como o membro do principal órgão do COSTP.

Quem também congratulou com a resolução da crise na organização e alertou para a entrega e bom senso de todos, foi o ministro que tutela o desporto no arquipélago, Vinícius Pina, atentando que “ a ultrapassagem desta crise é uma vitória para o desporto nas ilhas” e que “temos que trabalhar para erguemos o desporto nacional”.

Com esta reeleição, João Costa Alegre irá prolongar por mais quatro anos, a sua liderança no Comité Olímpico de São Tomé e Príncipe.

Composição da nova direcção do COSTP:

Presidente: João Costa Alegre;

1º Vice-presidente: António Menezes;

2ª Vice-presidente: Ayda Quaresma;

3º Vice-presidente: Bartolomeu Costa;

Secretário-Geral: Lauriano Soares;

Tesoureiro: Eleutério Fernandes;

Membros: Eloy Boa Morte, Adelino Neto, Isabel Silva e João Lima Neto.

Henrie Martins

    2 comentários

2 comentários

  1. José Pereira

    24 de Janeiro de 2019 as 18:30

    Sempre ele! Até parece que não existe mais alguém capaz de liderar esta instituição!!!! Quo vadis Sao Tomé e Príncipe?

  2. ONDE MESMO?

    25 de Janeiro de 2019 as 11:45

    Isto nem merece ser comentado. Já sabemos no que vai dar. serão mais quatro anos de nada fazer a não ser viajar e viajar como fazia o seu mentor Pinta Cabra.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo