Desporto

FSF apresenta os possíveis campos para regresso de futebol

Federação Santomense de Futebol, FSF, faz o ponto da situação do estado actual de futebol em São Tomé e Príncipe, em encontros separados com os dirigentes dos clubes e associações, com o propósito de apresentar as acções que organismo tem realizado com vista ao regresso da modalidade no arquipélago, ainda para este trimestre.

A sede da FSF tem sido nos últimos dias, palco de vários encontros de concertação entre a direção da instituição e dos clubes e associados, com vista a fazer o ponto da situação e analisar um possível regresso do futebol, avançou Aníbal Ferreira, vice-Presidente da Federação Santomense de Futebol. Garantiu que do lado da organização que representa, estão reunidas as condições para o regresso, embora de forma limitada em termos de campos.

«Já enviamos um programa ao executivo e pedimos um encontro conjunto entre o Ministério da Juventude e do Desporto, mais o Ministério da Saúde para analisarmos o programa e vermos a forma de darmos início ao campeonato, acontece porém que até então não temos nenhum feedback do Governo em relação a esta nossa nota», afirmou.

Anibal Ferreira acrescentou que da parte do governo só tem recebido informações relacionadas com a pandemia.

«E não a resposta ao nosso pedido de encontro para vermos a possibilidade do arranque do campeonato. Posto isso, achamos conveniente passar essa mensagem aos nossos associados de forma a eles ficarem à par daquilo que a Federação tem feito para dar início ao campeonato».

Ferreira salientou ainda que, estão cientes da importância de salvaguardar a saúde dos jogadores e de toda a população, mas acredita que, mediante as opções apresentadas em termos organizacionais e dos campos, dá para começar as provas.

«Sabemos que ainda estamos com problema de pandemia, mas no nosso programa tem várias opções que nós podemos analisar de forma a realização do nosso campeonato. Não temos campos vedados e em quantidade, mas para aqueles que temos (Estádio 12 de julho, Agua-Grande; Olímpico de Folha Fede, Mé-Zóchi; e Campo de Quartel, Agua –Grande) dá muito bem para realizarmos o nosso campeonato», concluiu.

Martins dos Santos

1 Comment

1 Comment

  1. Antonio almeida

    27 de Maio de 2021 at 18:37

    Esse presidente corrupto que rouba milhões á nossa federação e desperdiça outros tantos devia era estar na rua

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top