Economia

Economia estagnada e dívida externa(Angola) tem que ser paga

É uma das constatações do relatório produzido pela equipa do FMI que durante 15 dias avaliou o desempenho macro-económico de São Tomé e Príncipe, a luz do Acordo de Facilidade de Crédito Alargado.firmado com São Tomé e Príncipe no ano 2015.

A equipa do FMI que terminou a sua missão no passado dia 12 de Abril, constatou que o crescimento do PIB real no ano 2018, não deve ultrapassar os 4%. Uma previsão que contraria as projecções do Governo que apontou para 2018, um crescimento económico, ou seja, do PIB-Produto Interno Bruto na ordem de 5%.

A equipa do FMI apresentou os dados do ano 2017, que comprovam a estagnação da economia nacional. « Em 2017, o crescimento económico desacelerou ligeiramente situando-se em 3,9%», refere o comunicado do FMI.

A desaaceleração da economia são-tomense em 2017, é justificada pelo FMI, com o facto do impulso da despesa pública ter sido limitado pela menor entrada de recursos externos. Em relação ao ano 2016, o FMI registou que a inflação aumentou para 7,7%.

No ano 2017, o Governo declarou ter o compromisso de reduzir o deficit para 1,8% do PIB, conforme as recomendações do FMI. A eqquipa de avaliação que terminou a sua missão na semana passada, diz que «O governo reduziu o défice orçamental em 2017 mediante o alinhamento da despesa com receitas inferiores ao esperado».

Para atingir a meta acordada, o FMI explica que «estão já em curso esforços no sentido de reforçar as receitas, através da arrecadação dos atrasados fiscais e da introdução do IVA».

O FMI realçou que em 2017 as metas do programa de Facilidade de Crédito Alargado, foram parcialmente cumpridas. No entanto o Governo não conseguiu cumprir com o desempenho referente à reservas ingternacionais líquidas e que as reformas estruturais estão a avançar, mas com atrasos.

A equipa do FMI deu nota positiva ao aumento do intetresse das companhias petrolíferas na aquisição dos direitos de exploração de petróleo nas águas territoriais de São Tomé e Príncipe. « O que ajudará a reforçar as reservas e a assegurar um crescimento mais inclusivo através de operações locais e de componentes de projetos sociais», pontuou o FMI.

Reforma da Empresa de Água e Electricidade – EMAE, liquidação do Banco Equador, e a resolução da situação do Banco Privado, são situações que o FMI aconselha o Governo a sanear com brevidade.

O FMI recomendou o Governo, a agir no sentido de reduzir o peso da dívida pública. As dívidas acumuladas com alguns países da sub-região, nomeadamente Angola, devem ser pagas. « A missão instou as autoridades a dar continuidade aos esforços para regularizar os atrasados com Angola, Brasil e Guiné Equatorial e a dívida para com a Nigéria», detalha o comunicado do FMI.

Téla Nón

    8 comentários

8 comentários

  1. explicar sem complicar

    17 de Abril de 2018 as 19:05

    FIM a pedir ai governo para regularizar dívidas com Angola;
    Enquanto isto Patrice Trovoada e ROSEMA procurando entrar em conflito com Angola por causa da fábrica de cerveja do empresário angolano Mello Xavier que foi assaltada por Patrice Trovoada, Nino Monteiro e Afonso Varela.

    • explicar sem complicar

      17 de Abril de 2018 as 22:19

      Corrijo :
      FMI a pedir ao governo…

  2. Antonio Nilson

    18 de Abril de 2018 as 7:25

    O Banco Mundial e o Fundo Monetario Internacional nao da para Africa. Mas, temos de mater uma boa cooperacao com os paises Africanos, sobretudo Angola.

  3. Antonio Rocha

    18 de Abril de 2018 as 9:53

    Meus caros, o economia santomense jamais crescera com o Governo do ADI para atingir os 4%. Jamais. na pior das hipoteses a prestaçao de 2018 vai se situar na ordem dos 2%
    E quanto a divida com Angola, meus senhores, estamos ainda a ter enerfgia eletrica e os carros a funcionar porque os angolanos governantes são de facto nossos amigos. A divida da EMAE para com a Sonangol é muito grande. Não há como pagar. No entanto estranha-se como é que se um cliente não paga a EMAE lá esta ela a cortar energia aos coitados dos pobres sem rendimento nenhum. E ja imaginaram também se a Sonangol e o Governo Angolano também cortarem combustivel à EMAE?
    Patrice Trovoada e seu ADI que não estejam arrumados em querer comprometer esse processo da Rosema, senão ai sim, Zas-Trás…..

  4. NUNO MIGUEL MENEZES

    18 de Abril de 2018 as 19:44

    Nada esta perdido meu povo adormecido.
    Mais no entanto a lista das dividas acho eu que nao esta completa,mais no entanto da parte da visao do FMI os mesmos RECOMENDAM ; O FMI recomendou o Governo, a agir no sentido de reduzir o peso da dívida pública. As dívidas acumuladas com alguns países da sub-região, nomeadamente Angola, devem ser pagas. « A missão instou as autoridades a dar continuidade aos esforços para regularizar os atrasados com Angola, Brasil e Guiné Equatorial e a dívida para com a Nigéria», detalha o comunicado do FMI.

    Esta ‘e uma visao do PIB ( produto interno bruto) que assim o FMI apresenta apenas a pequena africa com o nome Sao Tome and Principe aonde os mesmos informam As dívidas acumuladas com alguns países da sub-região, nomeadamente Angola, devem ser pagas.Mais no entanto 1 hora de aviao FMI viajando de Sao Tome and Principe para outra Africa que se chama Angola, a informacao tambem sera a mesma,usando outros termos e meio de conversa e se calhar usando outras palavras como por exemplo Portugal o Pais europeu,aonde tanto Sao Tome and Principe e Angola e outros mais tambem devem a Portugal incluindo tambem os mesmos devem a FMI.

    Conclusao;neste sentido ficamos nos da mesma um Pais que nem a riqueza possui para liquidar as suas dividas internas e externa.

    Mais no entanto parece a mim que existe uma luz no tunel, essa mesma luz se chama petroleo,aonde tambem existe nos outros Paises e podemos classificar uma “GUERRA” e essa mesma guerra pode gerar comflitos tanto na venda e outras coisas mais.

    E a lista de Paises que assim existe esse bem precioso ‘e inorme incluindo united state de America,agora cabe nos o Pais o Governo saber governar com a honestidade a percentagem que assim Sao Tome and Principe tem direito,e com essa percentagem estipular o pagamento das suas dividas tanto interna e externas.

    Petróleo em São Tomé e Príncipe
    São Tomé e Príncipe foi o segundo país lusófono em África a explorar petróleo. Em 2001 constituiu-se uma zona de exploração conjunta com o país vizinho, a Nigéria.

    A exploração dos recursos petrolíferos gerou muitas expetativas em São Tomé. Porém, não chegou a riqueza que a maioria da população esperava.

    Para atingir a meta acordada, o FMI explica que «estão já em curso esforços no sentido de reforçar as receitas, através da arrecadação dos atrasados fiscais e da introdução do IVA».

    Tambem ‘e necessario estipular o IVA,o valor do IVA mais elevado ‘e na bebida alcoholica,tabaco, essa seria a primeira psicologia,aonde tambem existe na europa aonde encontra o FMI,e quem sabe com essa psicologia reduz o numero de tudo aquilo que podemos imaginar que tambem acontece em outras Africas,Europa,Asia e outros mais.

    Necessario tambem os responsaveis do Pais nao dormir,ter ideias aplicar a mesma ideias sensibilizar o povo o que ‘e IVA,e tambem infraestreturar Sao Tome and Principe para esse mesmo Povo ter trabalho para assim pagarem a Sua IVA que tambem vai estar num recibo de um ALMOCO COM WHISK OU UM BOM bagaço PORTUGUES.
    E TAMBEM NOS RECIBOS DA LUZ,AGUA,TELEFONE,TELEMOVEIS e outras coisas mais.

    Logico que essa ‘e nova etapa que o Povo vai ter que habituar igual a novo fuso horario de Sao Tome and Principe,tambem ‘e necessario pessoas formada nesta area economia e muito mais melhor com a ambicao para o desenvolvimento do seu Pais que ‘e Sao Tome and Principe e nao esquecendo tanto nas outras africas existe tambem pessoas intelegentes e a europa e a Asia tambem, o GAME ‘e a intelegencia,aplicar o que tem o que o Pais fornece a mae natureza e outras coisas mais(…) vender terreno para infraestreturar e construir fabricas escritorios,criacao de milhares de galinhas e enviar essas mesmas galinhas para a fabrica aonde existe pessoas a trabalhar a fazer turnos da noite e de dia, e depois apresentar o produto a galinha para a venda nos supermercados bem embaladas na HIGIENE como assim apresenta no Pais da Europa como por exemplo Portugal e outros mais(…)

    Necessario ‘e viajar e ver o que estou a falar e aplicar dentro de Sao Tome and Principe um Pais muito e muito mais pequeno da colonia Portuguesa aonde nao existe a minima infraestretura para seu Povo,tanto na Higiene e outras coisas mais aonde o Governo no poder ou mesmo aquele que possa vir estar no poder sensibilizar a Populacao,educar,e se nao cumprir as regras aplicar multa com IVA incluido e tambem levalos para o Tribunal.

    E o LEVE LEVE BOA SO,ADORMECEM MAIS… e quando acordam temos capitulos e capitulos cidade em ruinas sem condicoes e meio para os jovens e eu VELHO FUI…

    NUNO MENEZES
    LINCOLN,REINO UNIDO

  5. Florêncio Neto e Silva

    19 de Abril de 2018 as 6:58

    Este Governo do ADI não é bom de pagar Dividas

  6. Candido Oliveira

    20 de Abril de 2018 as 9:24

    Sobre este assunto da divida externa de STP, quer seja para com Angola, quer seja para com qualquer outro país ou organização internacional há muito que dizer, pois que depois do perdão da divida externa do país aquando do governo da coligação MDFM/PCD, jamais se poderia esperar, que o ADI que tem um primeiro ministro que se diz ser economista,que essa divida viesse a avolumar-te novamente tanto. Na verdade a divida externa de STP neste momento situa-se acima dos trezentos milhões de euros.
    E como não poderia crescer? vejamos então alguns factos relevantes:
    1- De 2014 até a presente data, a propdução interna, quer seja ao nivel da agricultura ou outro, não conheceu qualquer crescimento;
    2- O sector de prestação de serviços degradou-se;
    3- A taxa de desemprego aumentou vertiginosamente;
    4- Os impostos cobrados pelo estado ao “povo pequeno” esta a diluir-se em viagens do governo;
    5- O sector das pescas estagnou e há uma clara perseguição aos pescadores artesanais;
    6- Alguns projectos como a SATOCAU e Agripalme, não estão a dar qualquer resultado concreto e antes pelo contrario as duas empresas estão a despedir os seus trabalhadores;
    7- Em todas as empresas publicas como a ENAPORT, ENASA, INAC, EMAE, Instituto de habitação e outros, não há qualquer melhoria porque os seus gestores são incompetentes, desconhecendo uma real gestão que possa fazer progredir empresas;
    8- Os maus gestores estão con formados porque a comunicação social sendo conivente com o poder governativo e sendo uma apêndice do partido ADI não promove debates nem contribui para denuncia de actos anomalos;
    9- No sector do Turismo tem havido mais falácias e propaganda do que actos e factos concretos;
    10- As infraestruturas agricolas e outras que poderiam funcionar como chamariz ao turismo rural ou turismo de qualidade estão todas a desmoronar sem que alguem se preocupe em salva-las, baste ter como exemplo os recentes desmoronamentos da casa de Amparo II e a ex-administração da roça monte-café;
    10- As estradas do país estão todas esburacadas, sobretudo na capital do país e capitais distritais;
    11- Apesar de toda a publicidade de Patrice Trovoada e do ADI, há hoje em dia mais santomenses com falta de acesso á agua potável e energia eletrica relativamente ao passado, porque depois de tanta publicidade não há agua e não há energia.
    12- A associar-se a tudo isto há de facto a má imagem dos vários membros do governo, dentre eles o proprio primeiro ministro que vai entregar 10 galinhas a uma criadora de animais e utiliza 20 minutos da TVS para publicitar este acto. Incrivel! Só mesmo em STP e só mesmo os ditos jornalistas ao serviço de ADI.!
    Enfim, existe um sem fim de factos que na verdade levou este país ao estado tão depauperado em que se encontra. Nunca antes, desde a sua independencia este país esteve tão mal, estão a ser eliminado nas cotações internacionais em varios niveis.
    E assim vai o nosso STP. Esta é a radiografia real do país neste momento, o país que de facto precisa ser salvo.
    Espera-se que o trabalho desenvolvido pelos partidos da oposição que vai permitir a vinda de um expert ao país para analisar a base de dados da Comissão Eleitoral Nacional, possa vir a travar a nova tentativa do ADI em ganhar as eleições de forma fraudulenta.
    Sabe-se que essa noticia caiu muito mal aos dirigentes do ADI.
    Esperemos pelos resultados!

  7. Rostov

    20 de Abril de 2018 as 20:51

    Vou mesmo é no Kambassora ” Olivares Marim”( Áwizê) onde me deram Lote e Voltaram a receber por falta de condições para Trabalhar as capoeiras la mesmo no Pico. Plantar palmeiras porque o cacau roubam. galinha roubam, porcos roubam,banana roubam, etc., roubam ate la o pais estará estabilizado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo