Economia

STP e a UE assinaram programa indicativo de 35 milhões de euros

O Programa Indicativo Nacional, que liga São Tomé e Príncipe e a União Europeia, foi assinado em Adis Abeba-Etiópia, à margem da cimeira da União Africana. O programa assinado pela Ministra dos Negócios Estrangeiros Elsa Pinto e Nevem Mimica Comissário da UE para a Cooperação Internacional e Desenvolvimento, envolve 35 milhões de euros, para serem investidos em São Tomé e Príncipe durante 2 anos, ou seja, de 2019 a 2020.

O programa financeiro assinado na presença do Primeiro Ministro Jorge Bom Jesus, e dos membros da delegação da União Europeia, pretende promover o desenvolvimento de São Tomé e Príncipe em várias áreas. «A assinatura deste Programa, demonstra a confiança da União Europeia, com o actual Governo e o comprometimento com a democracia e estabilidade Política do nosso País», referiu o Primeiro Ministro Jorge Bom Jesus, no encontro com a delegação da União Europeia.

Construção e reabilitação de estradas e pistas rurais, garantia da segurança alimentar através de apoio a projectos agrícolas, financiamento das principais fileiras de exportação (cacau, café e pimenta), e o sector da energia fazem parte das acções que a União Europeia tem executado em São Tomé e Príncipe.

Nos últimos anos, a União Europeia, decidiu apoiar o Estado são-tomense, através da injecção de 5 milhões de euros no Orçamento Geral do Estado. Verba que dentre outros objectivos deve atender as necessidades do país em matéria de saneamento do meio, e adopção de água potável as populações.

Para o período 2019 – 2020, o programa indicativo, assinado em Adis Abeba, impõe 35 milhões de euros, a favor de São Tomé e Príncipe.

Abel Veiga

    16 comentários

16 comentários

  1. Antonio Bondoso

    11 de Fevereiro de 2019 as 13:03

    Muito bem senhor Jorge Bom Jesus. O povo felicita e agradece. Felicito.lhe tambem pela transparencia doa actos praticados. Felicito.lhe a si e aos ministros da defesa, das comunicação social, da saude, dos negocios estrangeiros, das obras publicas e das finanças que ainda ontem esclareceu o povo sobre muitas questoes atraves do novo programa da radio nacional. Peço assim encarecidamente aos demais membros do governo para darem provas das responsabilidades que assumiram. Viva o nosso stp, viva a nova maioria.

    • Guimber-Lai Baía (Peter)

      13 de Fevereiro de 2019 as 19:15

      Valores que devemos ter em mente para relembrar os dirigentes atuais que devem evitar desculpas como: “não há verbas para investir na (agricultura, estradas e saniamentos)”. Valores que não resolvem todos os problemas referidos mas, que, aplicados, podemos ver o desempenho dos que tem vontade de desenvolver o país. Até porquê, entidade doadora está atenta para ver os resultados das doações feitas para São Tomé e príncipe que, a nível internacional é visto como um país de política estável, embora na última eleição houvesse uma instabilidade mas , que devemos ver como apenas uma atividade císmica de baixa magnitude. No entanto, a evitar que aconteça nas próximas eleições salvaguardando a nossa boa imagem.
      Guimber-Lai Baía (Peter)

  2. Grupo Me-Zedo

    11 de Fevereiro de 2019 as 15:10

    Ao ver estas noticias reais não sei como reagem os amigos do ADI e muito principalmente no seu lider que andou vendendo sonhos. Isto não é sonho, istomé n realidade. O Joprge Bomm Jesus nao precisou de usar e abusar da TVS e nem da Radio nacional e nem mesmo encomendar jornalistas para divulgar estas noticias tao importantes. Por isso associo.me as vozes que estão a parabenizar Jorge Bom Jesus bem assim como o seu elenco.
    Também me associo ao senhor António Bondoso para exigir de ministros como Ivete Lima da Justiça, a tal senhora do Príncipe do turismo e cultura dentre outros para darem provas da sua capacidade, do seu conhecimento e do mérito de estarem neste governo que não é nem do MLSTP, nem da coligação PCD/MDFM/UDD senão um governo que resulta de uma forte emanação popular. Digo mais, se as eleições neste país voltar a acontecer nos próximos m dias, esta nova maioria conseguira obter mais de 45 deputados. O país esta a respirar o ar da liberdade, da liberdade de expressão vivendo e com a devida humildade e felicidade. Pobres sim, mas livres e felizes.

    • WXYZ

      11 de Fevereiro de 2019 as 18:47

      “STP e a UE assinaram programa indicativo de 35 milhões de euros” Se meu irmao conseguisse interpretar essa frase entao o meu irmao nao estaria por ali a atirar foguete antes do tempo. Abra os olhos.

      • Zebra2

        13 de Fevereiro de 2019 as 17:41

        Oh Osvaldo abriste bem os olhos com apoio de Pinta Cabra. Deverias sentir-te orgulhoso em teres agora liberdade. Se calhar também estás com bolsos cheios de migalhas que Pinta Cabra te deu para fazeres o papel que fazes agora.Deixa-te de ser Gabonês e sinta-te Santomense.

  3. Metido a Besta

    11 de Fevereiro de 2019 as 15:26

    Este governo merece todo apoio que o povo deve prestar-lhe e quem tentar obstaculizar acao do governo vai ter que haver com o povo.

    O tempo de deixar andar e a pacividade chegou ao fim. A tolerancia com os saqueadores, corruptos, e desvios nao podem continuar sem responsabilidade.

    Governo, legislador e poder judicial estao avisado.

    Actuam porque para tal foram empossado ou entao o povo entrara em acao que a paciencia tem limite.

    Zimbabuwe e Africa de Sul nao toleraram os atropelo dos seus respectivos presidente e Santomenses nao tem que continuar a suportar os atropelos de Sr Evaristo de carvalho.

    Nao mais tolerancia para com este presidente dos elites ou escolhidos.

  4. Barão de Água Izé

    11 de Fevereiro de 2019 as 21:56

    Todos os financiamentos e programas de apoio, contratos, protocolos, resultados, etc., devem estar abertos para consulta pública. Entram milhões e milhões de dólares, e pouco ou nada se vê de resultados que beneficiem o povo Saotomense. A Ministra vai trazer investidores estrangeiros?

  5. Madredeus.igreja

    11 de Fevereiro de 2019 as 23:17

    Façam bom uso da coisa pública.

    Seja criativos, os desempregados, agradece, os hospitais, estradas, saneamento base, etc, etc,

  6. Ospibinho

    12 de Fevereiro de 2019 as 3:25

    Muito bem Senhor Bom Jesus.
    Os camaradas gostam de comer dinheiro. Nunca chega para eles. Palavra da Elsa Pinto. Nao sei se ainda recordam isso.Ela alertou-nos.

  7. Paulo Jorge dos Reis

    12 de Fevereiro de 2019 as 8:43

    A onde está Patrice? Que nos disse que sem ele quem mais poderá governar STP? Seu atrevido.

  8. Amar o o que é nosso

    12 de Fevereiro de 2019 as 11:36

    Quase sem esperança Em São Tomé e Príncipe. Muita coisa por mudar e muito trabalho por fazer. Se não temos bons gestores, bons economistas, grandes pensadores e povo de mente aberta. Pelo menos façamos devagarinho com nossas limitações. Mas por favor não usar o que é comum para benificio próprio, nem um cêntimo. Trabalhem, mas trabalhem sério! Não é só pousar bonitinhos para foto.

  9. adalberto silva

    12 de Fevereiro de 2019 as 11:49

    Parabéns Jorge Bom Jesus.

  10. Óia ni liba.

    12 de Fevereiro de 2019 as 14:07

    Muito bom de se ler, agora só desejo e espero ver um coerente uso dessa mesma quantia financiada pela parte do novo governo, acredito que eu e todos os santomenses não não queremos mais decepções.

  11. ANCA

    12 de Fevereiro de 2019 as 16:43

    O que vejo para o país é somente dividas, com assinaturas destes protocolos e programas de financiamento.

    Não como as pessoas possam estar a dizer muito bem Jorge Bom Jesus, muito bom Patrice Trovoada.

    Duma vez por todas abramos olhos, vejamos com olhos de ver, saibamos ler e investigar, ir ao fundo das questões.

    Ninguém dá nada a ninguém neste mundo, sem esperar receber algo em troca.

    Somos pobres, se não trabalharmos, se não nos organizamos, se não produzirmos, continuaremos na pobreza e subdesenvolvimento.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tome e Príncipe

    • ANCA

      12 de Fevereiro de 2019 as 16:52

      Não entendo como as pessoas possam estar a dizer muito bem Jorge Bom Jesus, muito bom Patrice Trovoada.

      Esclareçam uma coisa por favor? O Patrice Trovoada ou o Jorge Bom Jesus, puseram a economia a ganhar, trinta e cinco milhões de euros alguma vez?

      Somos pobres, se não trabalharmos, se não nos organizamos, se não produzirmos, continuaremos na pobreza e subdesenvolvimento.

      Pratiquemos o bem

      Pois o bem

      Fica-nos bem

      Deus abençoe São Tome e Príncipe

  12. Vaima Shamar

    13 de Fevereiro de 2019 as 10:44

    Sem quaisquer conotações políticas, só tenho a alertar que para quem sabe como funcionam as instituições internacionais, onde programas desta natureza levam meses e às vezes até anos a ser elaborados, é óbvio que a tentativa de apropriação deste financiamento pelo governo actual é uma patranha. É preocupante que, a julgar pelos comentários, tantos leitores, em pricípio mais esclarecidos que o geral da população, caiam no engodo. Sem pessoas informadas e clarividentes a democracia só o é na forma, não na essência. É a situaçao em que se encontra STP…

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo