Economia

Pescadores da Praia Burra vão ter centro para processamento do pescado

Praia Burra é uma das mais importantes comunidades piscatórias da ilha do Príncipe. No início desta semana, o governo do Japão através do seu embaixador acreditado junto ao Estado são-tomense, assinou um contrato de financiamento com a Associação dos Pescadores da Praia Burra.

O Financiamento do Japão, no quadro do projecto de micro-créditos, vai construir o primeiro centro de conservação e de tratamento de peixe da comunidade da Praia Burra.

O projeto de financiamento japonês vai permitir também o apetrechamento do centro de processamento de pescado. Barcos de pesca, arcas frigoríficas secadores solares, e demais equipamentos para tratamento do pescado numa perspectiva semi-industrial, serão instalados no centro.

«Com o centro poderemos produzir pescado de qualidade para abastecimento do mercado do Príncipe e de São Tomé», declarou o Presidente da Associação dos Pescadores da Praia Burra.

O acordo foi assinado no edifício da direcção das pescas na cidade de São Tomé. O embaixador do Japão. Masaaki Sato destacou o investimento no sector das pescas como garantia do desenvolvimento durável. «A industria da pesca tem uma grande importância para STP como também para o Japão, que tem um mar rico em produtos haliêuticos que podem contribuir para o desenvolvimento durável do país», afirmou o embaixador do Japão.

Aida Almeida, directora das pescas, também usou da palavra para agradecer mais uma acção da cooperação japonesa, que contribui para a segurança alimentar, e o desenvolvimento económico do país.

As obras de construção do centro de processamento de pescado da Praia Burra, iniciam nas próximas semanas e o período de conclusão é de 3 meses. Uma infra-estrutura que está avaliada em 76 mil euros.

Para além da Praia Burra na ilha do Príncipe, a cooperação japonesa já construiu 23 centros de conservação e processamento do pescado nas diversas comunidades piscatórias do país.

Abel Veiga

    1 comentário

1 comentário

  1. Rodrigo Cassandra

    8 de Março de 2019 as 8:48

    Até que em fim vão construir uma no Príncipe que sera 27

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo