Política

Embaixador Jorge Amado indignado com a atitude do Governo

Aberta polémica diplomática. Em declarações ao Téla Nón o embaixador de São Tomé e Príncipe em Taiwan, Jorge Amado, se manifestou indignado com a decisão do governo de o excluir de todos os actos oficiais relacionados com a visita do Ministro dos Negócios Estrangeiros de Taiwan a São Tomé.

O embaixador disse ao Téla Nón que a partir de Taiwan informou o Ministro dos Negócios Estrangeiros Salvador dos Ramos, sobre a visita de Timothy Yang, o ministro dos negócios estrangeiros de Taiwam a São Tomé e Príncipe, e veio ao país para a semelhança do que acontece com os outros diplomatas acreditados em Taiwan, acompanhar a visita do ministro Yang e inteirar-se melhor sobre os dossiers.

Segundo Jorge Amado, quando chegou ao país, recebeu do ministério dos negócios estrangeiros toda a documentação relacionada com a visita, mas no entanto ficou espantado com o facto do Ministro de Salvador dos Ramos, não o ter recebido.

Só mais tarde adianta Jorge Amado, é que foi informado pelo chefe de protocolos do ministério dos negócios estrangeiros, de que tinha orientações superiores segundo as quais ele não poderia participar em nenhum acto oficial relacionado com a visita do ministro de Taiwan.

O embaixador Jorge Amado, suspeita que a orientação superior terá partido do primeiro-ministro Patrice Trovoada, que recentemente terá manifestado desagrado pelo facto de ele ter participado na campanha para as eleições legislativas, defendendo as cores do seu partido o MLSTP/PSD.

Jorge Amado explicou ao Téla Nón que não é embaixador de carreira, mas sim embaixador político, tendo acrescentado que outros diplomatas nomeados na mesma circunstância, também estiveram no país durante o período da campanha eleitoral.

Jorge Amado, sente que há vontade do governo em exonera-lo das funções de embaixador de São Tomé e Príncipe em Taiwan.  No entanto manifesta-se tranquilo apesar de reconhecer que o caso criado agora com a visita do Ministro dos Negócios Estrangeiros de Taiwan, o coloca numa posição de fraqueza em relação as autoridades taiwanesas.

Antes de vir a São Tomé para acompanhar a visita do chefe da diplomacia taiwanesa, o embaixador de São Tomé e Príncipe, diz que teve papel importante no acompanhamento da visita do Presidente da República Fradique de Menezes a Taiwan, e não encontrou da parte do Chefe de Estado são-tomense qualquer contestação em relação ao exercício das suas funções como embaixador em Taiwan.

Note-se que os embaixadores são nomeados e exonerados pelo Presidente da República, sob proposta do Governo.

Abel Veiga

    55 comentários

55 comentários

  1. Afonso Fernandes

    29 de Outubro de 2010 as 8:16

    Já esta no momento para exonera-lo do embaixador , este Homen ñ tem careira de embaixador, mais sim dos atrivimentos para com o pais.

  2. De Longe

    29 de Outubro de 2010 as 9:11

    A nossa democracia pode fazer-nos atrasar mais que uma ditadura.
    É preciso haver formação cívica para se suportar uma boa democracia.
    Imaginem vários partidos vocacionados para a defesa dos interesses pessoais e de grupos, todos a deitarem por terra as ideias e os actos aproveitáveis dos seus rivais de modo a que conquistem o poder sem ver os meios. Além de virem a ser governantes medíocres darão razão ao célebre provérbio bíblico: NENHUM REINO PERSISTIRÁ DIVIDIDO CONTRA SI PRÓPRIO.
    Defendendo interesses nacionais, o governo deve sem rodeios substituir o embaixador se houver falta de confiança nessa pessoa como técnico ou como Homem. Se os motivos forem meramente partidários, estaremos a perder um bom técnico por causa da divisão que a democracia gera quando os interesses não são pela nação.
    Não conheço o embaixador. Se for bom mantenham-no. De contrário substituam-no.
    Façam tudo por STP. Não arrastem uma situação que possa fragilizar a nossa imagem diante dos outros.
    PARA O POVO:
    Deixemos de atacar pessoas filiadas nos outros partidos. Vamos aceitar o BEM vindo de qualquer lado e repudiar o MAL que venha dos nossos. Os mais sacrificados com a divisão e com a defesa do MAL somos nós próprios: O POVO.

    Defenderei sempre a união entre os são-tomenses. Não quererei ser político. Se o fosse filiar-me-ia num 2º partido. O meu primeiro partido seria inteiro:
    S. TOMÉ E PRÍNCIPE

    • Fernanda Alegre

      31 de Outubro de 2010 as 19:31

      Gostei muito da sua opinião é útil e muito
      agradavél..acho k deviamos ter essa atitude e deixar de reclamar,falar sem dar descanso, de medo, criar vontade…bons momentos virão se tds lutarmos juntos.

    • Bragança

      6 de Novembro de 2010 as 10:42

      Caro(a)De longe
      Tenho de lhe dar os parabens por essas opiniões, que acho pertinente e necessária. O que se tem assistido desde que se implementou o multi-partidarismo são os partidos politicos a bloquearem as acções dos outros no poder, fragilizando-o perante a opinião publica de forma a assumirem tais funções. já é hora de unirmos todos em torno de um objactivo, que é o bem-estar da população. Mais uma vez alerto para o termo “mudança” que se ouve e se lê por aí.Essas mudanças parecem mais uns ajustes de contas, se assim for é uma gestão de má fé em relação ao interesse púbico. Basta pensarmos nos nossos provérbios como por exemplo: ” unha fita baçola ná ká bali quinté fá”, “unha món cá labá otlô, pá doço doço ficá limpo”.
      Um outro ponto que gostaria de destacar é o facto de no nosso país as pessoas serem muito agarradas ao poder. Só quero relembrar aos mais esquecidos que um homem não vive da politica mas sim pela politica.
      Isto para dizer que eu na posição do “actual” embaixador de São Tomé em Taywan colocaria o meu lugar a disposição fazendo valer a ética e deontologia.

  3. Matabala

    29 de Outubro de 2010 as 9:25

    Acho que o Sr. Jorge Amado nem deveria trazer este assunto ao público…mas foi bom, porque assim sentimos que Deus está do nosso lado e o Governo tem estado a por as coisas no seu devido lugar.
    E digo mais, o governo foi muito bom consigo em lhe deixar nesta posição estratégica até então, mas não vai durar.
    Olha Sr. Jorge Amado, esta é uma boa razão para que peça a sua demissão, não acha???
    “Kuá ku tê tokanguê, suba na ka sôbê labè fá”

  4. Matabala

    29 de Outubro de 2010 as 9:52

    Acho que o Sr. Jorge Amado nem deveria trazer este assunto ao público…mas foi bom, porque assim sentimos que Deus está do nosso lado e o Governo tem estado a por as coisas no seu devido lugar.
    E digo mais, o governo foi muito bom consigo em lhe deixar nesta posição estratégica até então, mas não vai durar.
    Olha Sr. Jorge Amado, esta é uma boa razão para que peça a sua demissão, não acha???
    “Kuá ku tê tokanguê, suba na ka sôbê labè fá”

  5. Sabemos sempre o que os outros não sabem

    29 de Outubro de 2010 as 10:01

    Caro Sr. Engº Jorge Amado, reconheço a nobreza da sua indignação face a postura adoptada pelo Governo, perante um parceiro estratégico para o desenvolvimento do país, como é o caso de Taiwan. Pois esta visita deveria sim ser acompanhada pelo nosso representante junto ao estado Taiwanês.

    Assim sendo meu caro Engº tem a oportunidade de mostrar que é diferente dos outros, que não está ali apenas por dinheiro, porque o Sr. é um profissional com formação superior e certamente estará até mais interessado em vir contribuir cá na terra do que estar lá onde ninguém lhe reconhece mais como nosso representante, aliás o senhor seria mais útil se ajudasse melhorar o estado sanitário do nosso Matadouro e mais.

    Seja honesto consigo desta vez venha e tenha a ombredade de se demitir dessas funções que nunca deveria ter exercido, pois o país precisa de diplomatas nas embaixadas porqu são eles que conhecem as regras da diplomacia e excusavam-se de cometer certas atrocidades em prejuízo do país, apenas porque estão defendendo a cor da camisola “POLÍTICA”.

    O Sr. nunca deveria ter enveredado pela política, não tem carisma para tal, muito menos modos de estar na sociedade civilizada que pretendemos.

    Caro Engº se não tem coragem convido-lhe a abandonar o cargo de imediato dando respeito a sua infima dignidade e a seus estimados familiares suponho.

    Bem haja, por um futuro melhor para STP a ser construído com gente que merece respeito e tem dignidade.

  6. Macarofe

    29 de Outubro de 2010 as 11:25

    Antes de ser exonerado, porque não pede demissão do cargo? Sabendo de antemão que não reune copetencias para o referido cargo. O Sr. Jorge Desarmado, simplesmente um médico vertenário, mal sucedido,esperto em atitudes políticas, e politiqueiro comprovado ( arrumado em grande bruce-lee, deveria começar a por em pratica o q aprendeu como vertenário. So assim a sua contribuição será benvinda e contribuitiva. O tempo de vacas gordas acabou. Demita-se rapidamnte porq ai vem a exoneração….

  7. Nora

    29 de Outubro de 2010 as 11:30

    Subscrevo as declarações do Embaixador Politico (Jorge Amado) sendo representante do País junto ao niponicos, certo que teria que estar perto de toda a visita, uma vez que deve-se tomar contacto com os dossier em questão da visita.
    Podemos ainda dizer que o Governo trava assim interesses do País, colocando questões partidárias acima do interesse nacional.
    O Populismo acabou com as campanhas.
    O Familiarismo, agravou-se mais com este governo, exonerando os entiados e noeando os filhos e sobrinhos.

    PATRICE BASTO DE BLABLABÁ, O SENHOR PEDIU QUE LHE DEIXA-SE TRABALHAR.
    ENTÃO TRABALHA PÁ. É TEMPO DE ACÇÃO.

    • Santomista

      12 de Outubro de 2011 as 9:36

      Nora,
      Os Taiwaneses nao sao Niponicos! Japonses sim.
      E por outro lado, o dito Embaixador veio a STP antes da visita para capanha politica sem o conhecimento do Governo.

  8. Rocky

    29 de Outubro de 2010 as 11:34

    Vem para casa jacaré!

    Só um cego não vê que este senhor não tem perfil para Emb.

  9. Antonio Perreira

    29 de Outubro de 2010 as 11:34

    Os entereces pais deve estar acima de tudo. e o Salvador dos Ramos deve ser mais ministro e menos capacho.

  10. Rocky

    29 de Outubro de 2010 as 11:35

    P.S. – Fizeram muito bem em excluir-te!

  11. Nora

    29 de Outubro de 2010 as 11:44

    Acho absurdo a decisão em escluir um embaixador acredito num País, quando o Ministro dos Negocios Estrangeiros desse País, se encontra no seu País.
    As posições politicas devem se ficar com termino das campanhas eleitorais.
    Se o PATRICE TROVOADA não tem coragem necessária em exonerar o Jorge Amado o Senhor é um fraco, não com atitudes de esclusão, como forma de irritar o mesmo.
    Alias o Senhor e o seu Governo em breve receberá um certificado de imcompetência.
    PATRICE TROVOADA CHEGA DE BLABLABÁ. QUEREMOS TRABALHO E NÃO LAMURIAS E LAMENTAÇÕES.

    • Kanimambu

      29 de Outubro de 2010 as 16:04

      Oh Nora vai vigiar Moura pah! Deixa de falar m***!

    • Kanimambu

      29 de Outubro de 2010 as 16:05

      Oh Nora vai vigiar Moura pah! Deixa de falar m****!

    • peter

      31 de Outubro de 2010 as 8:55

      fica quito tu, es da familia corrupta, ja comecou a vos dor na pela, va la limpar a cidade

  12. b

    29 de Outubro de 2010 as 11:56

    Aqui se faz aqui se paga.
    Vem cuidar de vacas que os taiwaneses estao a criar na instalacao do antigo aviario de Pinheira. Nao es veterenario? entao?
    Vem fazer aqueles chouricos de sangue de porco que fazias na tua residencia em Quilombo.
    Embaixa…. que?!!!!!! Pia?

  13. Zinane

    29 de Outubro de 2010 as 12:16

    Mano!

    A coisa tá séria! Quem se põe a jeito, leva com o zelo, com os mormativos e no limite com a Lei. Este governo não está para brincadeiras! Falhou, comeu!

    Tenho dito.

  14. antonio Preto

    29 de Outubro de 2010 as 12:20

    Salvador dos Ramos deve ser mais ministro e menos capacho. o interece do pais deve estar acima de tudo

  15. ET

    29 de Outubro de 2010 as 13:33

    Acho particularmente interessante que para alguns compatriotas meus não seja importante em primeiro lugar que o país fique mal visto com esse tipo de atitude mas sim que a pessoa visada tenha recebido o tratamento que mereça. Isso, alias só mostra algo que é comum na nossa sociedade e que tenho vindo a notar nos demais comentários que são feitos neste espaço. As pessoas não separam o cargo político da pessoa que o exerce e por isso as criticas são feitas para atingir a pessoa por detrás do cargo…Assumindo que as coisas tenham acontecido tal como noticiado..Concordam que homem tenha sido excluído, ou seja, o cargo de embaixador pode ser banalizado dependendo de quem o exerça? Mas a verdade é que quer queriam quer não ele é o embaixador e como tal representa o país. Se for para exonerar o homem que seja feito quanto antes e deixemos de fiascos que mancham a imagem do país. É isso que está em questão. Roupa suja lava-se em casa. Agora sim ele deve mesmo ser exonerado porque perdeu credibilidade perante os chineses. Um embaixador que vai o seu país e não é recebido pelo seu governo, ele deixa de ser credível e isso minha gente é senso comum. Se o homem tem ou não tem perfil a culpa é de quem o nomeou, mas entretanto ele está a exercer o cargo e como tal deve faze-lo como mandam as regras….Se batem palmas para essas atitudes ainda esperam que as pessoa mudem de comportamento. Mas também quem não tem cuidado com a forma como se expões está sujeito a tudo. Mas isso partindo, mais uma vez, do principio que as coisas aconteceram conforme é noticiado porque mais uma vez a notícia só conta com a versão de uma das partes…..Gostava de saber o que disse o MNE em relação isso, foi contactado?n foi? Não quiseram prestar declarações?? Mais uma vez digo, uma noticia não conta somente com a versão de uma das partes.

    • António Veiga Costa

      29 de Outubro de 2010 as 21:59

      ET, concordo com seu comentário em número, gênero e grau.

      Achei o ocorrido de uma falta de diplomacia sem tamanha. Demonstra que nosso Embaixador está bem distante da elegância diplomática. Parafraseando o amigo ET: “roupa suja se lava em casa” – e ainda completo: no quintal ou na área de serviço.

  16. BLAGA PENA

    29 de Outubro de 2010 as 13:40

    Isto e para ver que as coisas mudaram, o Sr esta sempre de viajem e sao encargos
    Todos os dias voce viaja Jorge!
    Esse dinheiro sai da onde?
    Atençao sr. primeiro ministro os malandros sao esses.

  17. Madalena

    29 de Outubro de 2010 as 14:27

    Atitude correcta.
    Mas o Dr Patrice mais o Ministro dos Negocios estrangeiros, tardam em substitui-lo. A não ser que sejam uma imposição a semelhança da Directora das Algandegas.
    Um homem cujo perfil é equiparado ao rei da selva, sendo candidato no partido dele, não resta outra solução.
    Obrigado embaixador,
    “Espaciba karaxó”

  18. Vice

    29 de Outubro de 2010 as 14:49

    SERIO

  19. Celsio Junqueira

    29 de Outubro de 2010 as 14:58

    Caros,

    Atitude do MNE é inqualificavel e com cobertura do PM PT pior ainda. Isso não se faz!
    Não se pode confundir assuntos de Estado com politiquices e querelas pessoais/politico-partidarias.

    Pergunto “Porque será que a visita de um Estadista Taiwanes serve de pretexto para sancionar politico-diplomatico-social o embaixador de STP em Taiwan?”

    Outro, o embaixador politico carece sempre de confiança politica, se o embaixador Jorge Amado não tem confiança politica deste Governo, o que ainda faz no cargo, porque não se demitiu? Está/estará agarrado ao lugar e ao vencimento?

    O que falta na classe politica Santomense é coragem, honra e dignidade. Sem isso fazem as piores figuras que já vi, mesmo em Circo ou no Teatro não se vê.

    Abraços,

  20. Digno de Respeito

    29 de Outubro de 2010 as 15:06

    Em nome do (seu) bom nome (se assim o considerou), é um bom motivo para colocar o cargo á disposição. Antes, veja-se como pessoa que queira(talvez) marcar pela diferença. Mas, como profissional, entendo que os detalhes profissionais como esses, nunca deveria sair de si para a esfera pública porque ter “lugar para cada coisa, é ter cada coisa no seu lugar”. Qual é o homem que não gosta da sua própria pessoa? Se amar a si, certamente amará o próximo (já alguma vez pensou nas qualidades e virtudes) Eis que o momento é de reflexão.
    E como não é só do pão que vive o homem, provávelmente oportunidades de carreira profissional não faltarão. E como quadro técnico, parece-me que um país agricola como STP, tem muito a dar de comer a nossa população, se quisermos realmente trabalhar honesta e dignamente……

  21. bengui-dóxi

    29 de Outubro de 2010 as 15:22

    Meus caros,
    Concordo em partes com as declarações do “De Longe” assim como do “sabemos sempre…”. Faço completamente minhas as palavras do ET. Mas que raio!!!!! Será que não vemos que tudo isto acaba sujando a imagem do país?? Se as autoridades actuais acham ( como eu acho) que o dito senhor não reune condições para as funções, ninguem as impede de demiti-lo IMEDIATAMENTE. Ja ha muito que todo STP sabia que o Eng. Jorge Amado iria ser substituido. Ha quem fale tb do Embaixador em Lisboa. Mas enquanto não o fizerem, devem ter a decencia de comportar de maneira civilizada pelo bom nome do país. Eu não partilho a ideia de que pelo facto do Ministro de um pais onde o Embaixador se acha acreditado visite o Pais do embaixador este tenha que se deslocar à terra para acompanhar a visita. Tal apenas é impreterivel quando se trata da visita do Chefe de Estado. Porém, se por algum motivo ou outro (até pode ser a reunião do Conselho Nacional do seu partido) oembaixador encontrar-se no aís e não estiver doente, ele deve ser convidado,nem que seja para “fazer inglês (neste caso, Taiwanês) ver”. Vice Maria!!!! Como é que o Embaixador não é recebido pelo MNE!!!!! Este Embaixador tem que mostrar que é homem e pedir a sua exoneração, pois ja não detem confiança das autoridades.
    No seu género típico “à la Jorge Amado” ele veio tornar público mais um caso de desorganização e de má gestão do país, o que nos envergonha a todos.
    Tendo o embaixador posto a boca no trombone, cabe ao MNEC reagir imediatamente.

  22. Polvo Paul

    29 de Outubro de 2010 as 16:24

    Apesar de não gostar do estilo do Srº Jorge Amado, devo dizer que pela 1ª vez entro em desacordo com atitude do nosso 1º Ministro Srº Patrice Trovoada, apesar de do tudo o que o nosso 1º Ministro demonstrou ao agir de tal forma é que está numa linha de retaliação politica que no meu entender é muito mau para ele enquanto 1º Ministro e muito mau para seu partido, acima de tudo o Srº Jorge é um cidadão do nosso país e deve merecer o respeito e ainda mais por ser Embaixador do nosso país no estrangeiro. Se houve quaisquer comportamentos deste senhor que viola o seu estatuto enquanto Embaixador cabe o 1º Ministro solicitar junto ao Presidente da Republica a demissão do mesmo e assunto acaba nisso mesmo.
    Agora não acho certo que perante uma recepção do governante estrangeiro que deveria merecer todo nosso respeito, possa existir um teatro deste nível até porque fica mal para STP e os ditos políticos do nosso país. O 1º Ministro ao agir assim fez lembrar o Senhor Rafael Branco e eu muito sinceramente quero esquecer do Rafael Branco mais rápido possível por causa desses comportamentos dentre outros.
    Meus caros compatriotas vamos deixar desse tipo de intolerância, temos que aceitar as opções de vida cada um de nós, não podemos ser todos do MLSTP ou do PCD ou do ADI e por ai fora.

    Para me o 1º Ministro devia adoptar outro estilo de fazer politica em STP, e não enveredar por esse caminho de rancor, ódio, inveja e perseguição!
    Ainda recordo da demissão do 1º Governo do senhor Patrice em que o senhor Bidão usou está frase “Suba Cu monha Damion, Lixande pô té ceto” justificando assim o derrube governo onde contou com apoio desses “ilustres” senhores, Delfim Neves, preguiçoso do Albertino Bragança e corja do MLSTP, sinceramente que não gostei de tal atitude porque ficou patente nessas palavras que eles estavam a vingar, pelo facto do senhor Miguel Trovoada pai de Patrice Trovoada ter derrubado o Governo do PCD.

    Viva STP!
    Viva Patrice Trovoada!
    Viva a tolerancia!

  23. Osama bin Laden

    29 de Outubro de 2010 as 16:36

    Mesmo gostando do Patrice Trovoada, considero que desta vez ele esteve muito mal. Ficou muito mal na fotografia, ele não deve entrar desta de “amor com amor se paga”.

    Assim não 1º Ministro, se homem não serve demita-o e ponto, mais isso não, muito feio essa atitude sua. Confesso que sou seu fã, dado algumas medidas que tem tomada em STP, mais desta vez volto a repetir, não gostei

    • António Veiga Costa

      29 de Outubro de 2010 as 22:07

      Osama,

      penso que não deve ter sido atitude do patrice Trovoada e sim do próprio MNE.

      Quanto á demissão de algum Embaixador, esse ato é prerrogativa do cargo de Presidente da República. O Primeiro-Ministro pode sim é manifestar o desagrado com esse ou aquele nomeado e manifestá-lo ao Presidente.

  24. Tagarela

    29 de Outubro de 2010 as 17:12

    Começou “caça às bruxas”?! Viva STP!!!

  25. J. Maria Cardoso

    29 de Outubro de 2010 as 17:16

    A Diplomacia são-tomense vê-se fragilizada e desnorteada com esse “ajuste de contas” dos nossos políticos k não se distam de meios para atingirem objectivos mesmo k cegos.
    É aconselhável k os diplomatas sejam profissionais de carreira. Digo e bem aconselhável, pk em lado nenhum cumpre-se linearmente essa valia em especial nos nossos jovens paises.
    Será k alguém k tenha exercido um cargo executivo ou outro com sabedoria, mestria e exemplo a seguir, não sendo um diplomata de carreira, o seu currículo no exercício não prestará uma boa diplomacia ao país?
    Na circunstância relatada e parcialmente comentada não deixam dúvidas k a incompetência vagueia os dois lados da contenda.
    O PR não nomeia um Embaixador,julgo eu, sem k a proposta venha do lado do Governo. Qual é a dificuldade do Governo propôr a exoneração do Embaixador em causa?
    Seria de salutar sabermos k o Embaixador Jorge Amado já foi exonerado do cargo e rejeita abandoná-lo ao invés deste triste teatro k não abona as nossas realações bilaterais ou outras com os diversos Estados.
    Todavia, na minha estúpida opinião, o Dr. Amado, amplamente julgado nesta tribuna, antes mesmo de dar satisfação à alheios despojando o k lhe restava da confiança do Governo (foi-lhe entregue os documentos e o recado), devia tirar as ilações necessárias dos seus tempos universitários e pura e simplesmente pôr o cargo a disposição do Ministro Salvador dos Ramos e os seus direitos legais estariam salvaguardados, claro, partindo de princípio da existência do Estado.
    Será k os nossos políticos e, não só, não sabem facilitar a vida aos seus superiores hierárquicos, seja em k circunstância?
    Senhor Dr.Jorge Amado, tão fragilizado como demonstrou, pessoa em k acredito, ainda tem muito a oferecer STP acha gozar de confiança para o cargo?

  26. E. Santos

    29 de Outubro de 2010 as 18:23

    Não comento.Como se costuma dizer, “deve haver mais coisas entro o ceu e a terra do que julga a nossa vã filosofia”.
    Prefiro dar tempo ao tempo para perceber melhor esta jogada.

    Mas, se fosse eu, terme-ia demitido no dia seguinte.

    Morte sim, vergonha não!!!

  27. O Próprio

    29 de Outubro de 2010 as 19:30

    Desde a instalação da democracia em S.Tomé que entramos numa especie de “GUERRA CIVIL FRIA” com inúmeras baixas civis…até quando, até quando? Talvez quando alterarmos a nossa constituição…!

  28. Nilson

    29 de Outubro de 2010 as 21:36

    Eu nao estou interessado em pronunciar sobre “Embaixador Jorge Amado indignado com a atitude do Governo.” Pouco sei sobre o mesmo… Gostaria sim e’ de apontar algo importantissimo para a sobrevivencia de Democracia.

    A primeira medida de mudanca deve proteger Liberdade de Imprensa e Liberdade de Expressao!
    Temos que suportar o journalista Ambrosio Quaresma, e todos os jornalistas honestos, serios, crediveis, e responsaveis. Ha muito abuso em Sao Tome e Principe.
    Os filhos da puta corruptos de Sao Tome estao a perseguir Sr. Quaresma.
    Basta ler o link:
    http://www.telanon.info/sociedade/2010/10/29/5552/jornalista-ambrosio-quaresma-ouvido-esta-manha-em-tribunal/

  29. N.C

    29 de Outubro de 2010 as 21:44

    Sr Jorje Amado os teus tempos sao outro.estamos na nova era,era da mudanca.esse e um aviso para ti e para a toda corja dos partidos que andavam a destruir s.tome

    • Antonio Perreira

      2 de Novembro de 2010 as 11:13

      Ó menino (N.C)por acaso está existindo alguma mudança? Pelo q eu vejo, não. Com tda franqueza o novo governo não irá fazer melhor, pq não tem competencia p tal.
      O Dr. Jorge Amado, já tinha dito q não é Embaixador de Carreira. E aí…….. qual a sua!!!!! Deixe de falar dos outros e cuida-te…..

  30. Conscientious

    29 de Outubro de 2010 as 21:57

    Passividade ja nao da! Si abuso nao for controlado ou eliminado em Sao Tome e Principe, nao podemos aceitar passivamente toda porcaria que vem da elite corrupta e tambem arogancia e abuso do poder por parte dos corruptos que pensam ser donos da terra. Fico em paz porque eles nao se metem comigo. Nao gosto deles. Se fizerem de mim o que estao fazendo contra jornalistas em STP, como Ambrosio Quaresma, e outros Santomense que estao sendo oprimidos por gatunos corruptos, mata-los-ei. Pelos memos a filha, o filho, a mulher, ou mesmo o corrupto proprio, se for apanhado na esquina, apanhara um tiro na cabeca ou no peito. Nao terei medo de ir parar na cadeia se, pelo menos, deixar cair um deles (corruptos, gatunos) no chao. So assim e’ que iremos acabar com abuso em STP. Matar os gatunos corruptos inimigos do povo um por um. Temos que ser agressivos e corajosos contra essa gente! Eles nao gostam do povo Santomense, mas estao a roubar, usar, e abusar de riqueza do povo. Temos que deixar claro aqueles ladroes atrevidos. Si um deles morrer, outros seguirao, ou abuso e roubos reduzira. Temos que comecar a matar os grandes de Sao Tome! Patrice ta fazer “zoplo tam.” No fim, sera “nada, nada” “povo pobre, povo faminto” “Sao Tome e Principe em ruinas e degradacao.”
    Temos que sair da defensiva, temos que entrar na ofensiva e atacar os gajos com forca e agressao! Os ladroes da elite e corruptos de STP estao a comer o dinheiro do povo e riem-se e abusam-se do povo! Passividade ja nao da! Passividade ja nao da! Passividade ja nao da!

  31. caboverdiano

    29 de Outubro de 2010 as 23:52

    la estao eles em guerra agora é com o embaixador amanha é com o primeiro ministro por isso nunca chegam a desenvolver possa que gente é essa meu deus que so vivem de polémicas uns com os outros é uma vergonha meu deus tudo serve de comentarios polemicos o problema é que é nas horas do serviço e com computadores do estado é que usam a net para se mostrarem durante o fim de semana estao todos quietinhos nao teem teklado para teklarem é uma misséria

    • El Chicarito

      6 de Novembro de 2010 as 1:33

      Dedica-te à pesca, porque não entendes nada que se passa por aqui! Até duvido se tens noção das barbaridades que escreves!

  32. Moreno

    30 de Outubro de 2010 as 9:51

    Em democracia devemos chamar as coisas pelos seus nomes e actuarmos decidirmos de forma limpa sem rodeios.Se o governo nao quer que este sr. siga como representante do pais em Taiwan que o demitam e ponto final.E certo que essa competencia so a tem o PR.Mas acho tambem que o sr. Jorge Amado deveria ser um pouco mais sensato e deveria demitir se ele proprio, porque ja lhe deram a entender que nao o querem como embaixador.O problema creio nao esta na cor partidaria.Muitas vezes nos so sabemos o que sai pela imprensa e as vezes existem coisas ocultas, que nao e do conhecimento publico e reagimos as vezes com criticas,insultos suposicoes e de nada servem.E possivel que a causa deste comportamento todo por parte do actual governo seja por coisas mais serias mas que nao sairam ao publico.Oxala que areglem o mais rapido possivel, porque ja parece jogo de gato e rato.

  33. Digno de Respeito

    31 de Outubro de 2010 as 5:10

    Caros santomenses,

    Quero que me ajudem no seguinte:

    1º – Desconhecendo, a hierarquia profissional para uma carreira deplomática, fica dúvida quanto aos requisitos necessários para se ser nomeado Embaixador/a ou indigitação para uma Missão deplomática. Entretanto, sabe-se que a nomeação/indigitação (segundo a Lei Mãe), é da responsabilidade do PR.

    2º – Olhando com os olhos de ver para a foto que ilustra a presente notícia, fico no maior estado de dúvida quanto a pessoa/figura de Jorge Amado em relação ao País que diz representar (STP ou TWA?). Se não vejamos:

    a) Onde para a imagem corporativa de São Tomé e Principe nesta foto?!! Nota-se a ausência do BRAZãO NACIONAL e da BANDEIRA NACIONAL. Será que á regra é mesmo essa?!! A foto foi tirada dentro ou fora do Gabinete do referido Embaixador?!!

    b) Se esta foto representa (na realidade) o Gabinete do Embaixador de STP, logo posso considerar como uma falha de Representatividade deplomática e muito mais de cortesia entre os dois Estados, porque:

    c) A única simbologia identitaria de STP nesta ilustração, é o quadro pedurado ao alto com a foto do do nosso PR. Perante tal observação, ajudem-me a identificar a defesa da imagem do nosso SÃO TOMÉ E PRINCIPE na foto da notícia.

    d) Pela minha santa ignorância em materia de Relações Internacionais, de Deplomacia e Protocolar, acho que pelo menos deveria constar sobre a mesa ou ao fundo da sala (na diagonal ou não) a bandeira de cada um dos Estados relacionais. Quanto a disposição das duas ou mais bandeiras, não me perguntem qual seria a posição (ordenação a esquerda ou a direita) de cada uma delas. Pois estamos a falar de uma anfetriã e uma visitante ou até mais (se fosse o caso).

    e) Perante a minha ingenua observação, onde está a ETIQUETA E A REGRA PROTOCOLAR???! Sem falar da estética. (Posso estar errrado. Se assim é, ajudem-me).

    O que nos vale a todos é que o nosso São Tomé e Príncipe é muito bem “amado” por tudo e por todos.

    Contudo, desculpem qualquer falha da minha triste visão, porque só “sei que nada sei”…que temos uma “grande bandeir’ amada”.

    • Filipe Samba

      1 de Novembro de 2010 as 15:59

      Ao
      Sr. Digno
      Os meus cumprimentos,
      Quanto a sua solicitação, queria ajudar-lhe, mais não sei para onde posso lhe enviar um livro; “Os principios e regras na diplomacia e a sua historia”.
      Em português.

  34. CT

    31 de Outubro de 2010 as 9:42

    Infelizmente o Governo já começa a ficar a quem das expectativas.Se o Homem ainda é Embaixador tem que ser visto como tal, O senhor MNE, não pode misturar a diplomacia, as relações diplomaticas do País com questões politicas!! foi infeliz a titude do Senhor MNE que saiu mal na foto…se fosse em Angola esse ministro seria dimitido das funções.

  35. A razão

    31 de Outubro de 2010 as 11:15

    O homem fez questão de sublinhar que ele é embaixador politico e não de carreira! Se fosse coerente com as suas declarações pediria a demissão, visto que o seu partido foi massacrado nas eleições e que o senhor Jorge Amado, a meu ver deixa muito a desejar como embaixador! O paìs precisa de gente séria, honesta e competente o que não é o seu caso! Para quem abandona a sua função diplomàtica em Taiwan para vir fazer campanha este senhor não tem credibilidade para falar o que quer que seja!

  36. silvio nazare

    31 de Outubro de 2010 as 15:50

    o srº esta bebendo o proprio veneno …
    e ai ta gostando Jorginho ?
    o cerco ta fechando pah

  37. cobaia

    31 de Outubro de 2010 as 17:46

    Srº Jorge Amado, demita e faça valer a sua profissão académica…

  38. Ke kwa

    31 de Outubro de 2010 as 18:27

    Isto só acontece em paises como STP.

  39. Bili Uê

    1 de Novembro de 2010 as 0:55

    Até quando teremos um país tão pequeno?

    Saudações.

  40. Antoninho

    1 de Novembro de 2010 as 7:39

    Acho que o nosso Primeiro Ministro chegou ao extremo. Alias era de esperar. Tal pai tal filho.
    Conheco o Salvador dos Ramos e creio que por si so nao teria feito uma asneira dessas. Isto significa brincar com os interesses do Pais.
    Que se dimita o homem se acham que deve ser dimitido e nao humilhar a Diplomacia do Pais pura e simplesmente.

  41. dino

    1 de Novembro de 2010 as 8:56

    bom dia norah o eng Jorge Amado também lidera os interesses de são Tomé no Japão? não sabia porque se referes aos Nipónicos deves com certeza saber que estas a te referir ao Japão.

  42. lvingada

    1 de Novembro de 2010 as 12:03

    Tens de decidir o que queres,caso não,não terás futuro.

  43. jaka doxi

    2 de Novembro de 2010 as 21:39

    Meus caros.
    Tudo o que está a acontecer na area diplomática é culpa dos corruptos de São Tomé e Príncipe.
    Jorge Amado sabe e muito bem que não tém competências para ser embaixador.Mas como sabe que naquele lugar consegue algum dinheiro aceitou o lugar apenas para não dar cabo da cabeça de Rafael Branco.Foi uma estratégia do mlstp-psd que ele se calhar não percebeu.
    Agora só tem que demitir-se do cargo e nada mais.
    Regressar a casa e cuidar das vacas e dos bois que abundam no mlstp-psd.
    Abraços.

  44. Artur Vera cruz

    8 de Novembro de 2010 as 19:08

    hora hora hora

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo