Política

21 de Dezembro feriado nacional de tripla importância

Hoje celebra-se o descobrimento da ilha de São Tomé pelos navegadores portugueses em 1470. Foi também o dia em que em tomou posse o Governo de transição para independência nacional em 1974, e a nível religioso é considerado o dia do Santo que deu nome a ilha.

A Igreja católica são-tomense celebra hoje o dia do Santo Tomé, padroeiro da ilha que foi descoberta em 1470 pelos navegadores portugueses, João de Santarém e Pedro Escobar. Segundo a história foi na zona de Anan Bó, norte da ilha de São Tomé, nos arredores da Roça Diogo Vaz, que os navegadores portugueses desembarcaram em 1470. Um lugar de importância história actualmente abandonado.

Também Em 1974, após negociações com o Governo Português, o MLSTP representado pelo antigo Presidente Miguel Trovoada, assinou na capital da Argélia – Argel, o acordo que abriu as portas para a independência de São Tomé e Príncipe. O referido acordo, orientou a criação do Governo de Transição que tomou posse no dia 21 de Dezembro de 1974.

Leonel Mário d´Alva, na altura jovem economista e membro do MLSTP foi o primeiro-ministro e chefe do Governo de transição. Uma data com de importância política, histórica e cultural, que no entanto passa despercebida. O historiador Carlos Neves, considera que a data deveria ser valorizada, para promoção do espírito patriótico e não só.

Abel Veiga

    12 comentários

12 comentários

  1. luisó

    21 de Dezembro de 2011 as 17:22

    Data importante a ser sempre relembrada.
    Chamo à atenção da segunda foto, a de baixo, que mostra o como era lindo o meu STP…

    • santomense

      22 de Dezembro de 2011 as 13:13

      Na époco nao erram tao corrupto e interesseiro como hoje. Sempre ouvia oa mais velhos a bendizer da presidencia de Dr.Manuel Pinto agora tenho oportunidade de ver. Tem todo mue apoio.Força Camarada, tentemos recuperar nossa identidade

  2. Anjo do Céu

    22 de Dezembro de 2011 as 9:39

    Que este dia seja bençoado por todos os Santomenses.E que os nossos governantes desde Presidente da Camara de Lembá tenham humildade para não dizer VERGONHA de reconstruir o ANAMBÔ, dar uma visibilidade melhor tratando-lhe da mesma forma com a Praça da INDEPENDENCIA.Porque lá em ANAMBÔ representa um marco histórico do povo Santomense.Não é só usufruir deste dia Feriado Nacional sem relembrar a essencia histórica do dia sem nenhuma homenagem neste local.Recordar é viver

  3. yure pereire

    22 de Dezembro de 2011 as 10:28

    Venho por este meio manifestar a minha duvida acerca do governo de transição, se o Manuel pinto da Costa foi o primeiro presidente do país como qui ali esta a dizer que erá Miguel Trovoada

  4. yure pereire

    22 de Dezembro de 2011 as 10:33

    Venho por este meio manifestar a minha duvida acerca do governo de transição, ali diz qui foi o Miguel Trovoada na altura que erá o presidente, a historia sempre dizia que era Manuel Pinto da Costa, por favor os caros leitores faça o esclarecimento da historia para mim.

    • DM

      23 de Dezembro de 2011 as 6:41

      Meu amigo, preste atenção no texto. O texto não diz que o Miguel Trovoada era o presidente na época,mas sim que o Cidação Miguel Trovoada, que já foi presidente do país, representava o MLSTP na assinatura do acordo.

  5. Estrangeiro

    22 de Dezembro de 2011 as 12:52

    Os politicos na primeira foto: Jovens, cheios de ideias, sonhos, forca e vontade de lutar pela patria… E hoje?

  6. Joao Batepa

    22 de Dezembro de 2011 as 14:33

    Orgulho nacional.

  7. Barão de Água Izé

    22 de Dezembro de 2011 as 20:25

    E lembrar que São Tomé e Principe já foi o maior produtor mundial de cacau!!!
    E isso foi antes da independência. Depois o que aconteceu? A História é o que é e a História que conta é aquela que está escrita! Orgulho Nacional é tirar STP da pobreza! É dar dignidade aos Saotomenses, pois foi para isso que a Independência deve servir!

  8. Fijaltao

    25 de Dezembro de 2011 as 0:15

    Vocês viram como era o nosso país? Bonito e belo! Infraestruturas deixadas pelos Tugas que essa famegerada política dos 15 e dos 20 destruiram totalmente e quando algum estrangeiro quer comprar para reabilitar, vem aí o patriotismo do crocodilo!

  9. Espirito Santo

    26 de Dezembro de 2011 as 11:21

    A independecia foi a unica coisa boa, todo resto dou nota negativa. ,malditos politicos.

  10. rapaz de riboque

    26 de Dezembro de 2011 as 11:31

    independencia foi a unica coisa boa em quê? para o desnvolvimento da pobreza e misséria? para os curuptos roubarem o pouco que temos não vi nada de bom feito neste pais pelos politicos que governaram durante estes anos no tempo dos colonos recordo-me que tinhamos tudo hoje tudo distruido nem uma estrada em condições temos nem um taxi em condições nem um centro de saúde nem autocarro nem um restaurante um aeroporto sem minima de condições não temos um navio nosso, não temos um avião nosso não temos um porto com minimas de condições na era colonial a baia estava cheio de batelões hoje temos dois um barco para descarregar leva um mês o que sei dizer esses politicos não teem comptencia para nada ainda há quem fale bém somos mesmo burros tudo nos contenta

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo