Política

Príncipe reclama a sua parte na linha de crédito concedida por Angola

O Presidente do Governo Regional do Príncipe, deu voz a reclamação do dinheiro.Príncipe deve receber a sua parte por direito no quadro da exploração do petróleo como contra-partida pela linha de crédito, ou então não haverá pão para maluco nem pente para careca.

O caso é sério. No quadro da legislação petrolífera são-tomense, a ilha do Príncipe ganhou direito de receber cerca de 7% das receitas que o país arrecada em exploração de petróleo na zona económica exclusiva e nas zonas de sobreposição.

A lei em causa impôs esta vantagem para a ilha do Príncipe, porque a maioria dos blocos com potencialidades está localizada nas águas do Príncipe e na fronteira com os países vizinhos, Nigéria e a Guiné Equatorial. A Ilha do Príncipe está mais próxima desses países do que a ilha de São Tomé.

Segundo José Cassandra, Presidente do Governo Regional do Príncipe, a linha de crédito de 180 milhões de dólares, que São Tomé e Príncipe assinou com Angola, tem como justificação principal a exploração de um bloco de petróleo na fronteira marítima entre o arquipélago e a Guiné Equatorial. «Se o bloco petrolífero tem a ver com a linha de crédito de Angola, então o Príncipe tem que se bater, porque Príncipe é parte do país, e não iremos ficar a espera que nos mande as migalhas. Comigo ou somos parte ou não há nada», declarou o Presidente do Governo do Príncipe..

José Cassandra, justifica a posição do Governo Regional, com o facto de a ilha autónoma ser tradicionalmente marginalizada. « Não podemos continuar a ser marginalizados ou excluídos, quando a justificação dessa linha de crédito é a exploração de um bloco de petróleo que confina com as águas territoriais da ilha do Príncipe», reforçou.

O poder da ilha do Príncipe se levanta para exigir o que por direito pertence a Região Autónoma. «Não queremos ficar com tudo, apenas queremos que nos dêem aquilo que nos pertence, aquela parte que deve vir para nós. Compreendemos que somos um arquipélago onde a ilha maior tem muita mais gente e dificuldades, mas aquela parte que é nossa tem que cá ficar», concluiu.

Abel Veiga

    49 comentários

49 comentários

  1. APREDAM

    6 de Janeiro de 2014 as 10:22

    isso mesmo tó zé, fimca pé com os gajos

  2. Cabo Verde

    6 de Janeiro de 2014 as 10:38

    Muito bem senhor Presidente. Isto é que é falar. Exige justiça para a sua população. Tudo não pode ficar só em S.Tomé. Onde se viu uma coisa desta? É sempre a mesma coisa. Felizmente nós em Cabo Verde já ultrapassamos este problema. Porquê que S.Tomé pode ter ligações com Cabo submarino e o Príncipe não? É assim que se constrói um país solidário?

    • jonas

      7 de Janeiro de 2014 as 7:25

      Ja havia Finaciamento, quem desviou? foi o grupo da troika, E o senhor presidente faz parte desse grupo, Todos N´s sabemos que ele é do PCD, O quê que ele falou sobre o assunto? Ninguem.
      Se Fosse Governo O Governo do ADI, estariam a fazer Manifestação todos as sextas feiras e a queimarem a bandeira.

      • Flor

        7 de Janeiro de 2014 as 11:33

        Conversa para fazer boi dormir. Vocês do ADI quando estavam a ser corridos do governo simularam e enganaram o povo do Príncipe que havia financiamento para este projeto para contarem com o apoio politico do Tozé Cassandra. Uma quantidade de bandidos e ladrões. Não existia financiamento nenhum. Bem feito terem sido corridos da governação. Corruptos incorrigíveis. Fizeram uma data de falcatruas, assinaram contratos e disseram que não assinaram, fizeram trinta por uma linha. Vocês hão-de pagar por aquilo que fizeram ao povo de S.Tomé e Príncipe. Estou a vossa espera cá no Príncipe para virem pedir votos. Levam porrada mas é…

        • jonas

          7 de Janeiro de 2014 as 21:39

          flor, pior sego é aquele que nao quero ver, vamos deixar de partidos A,B,C. vamos ver as coisas como elas sao. Enquanto nós os enganados ficamos a discutir coisas futis, os politicos somam e seguem.

  3. pedro

    6 de Janeiro de 2014 as 12:05

    bravo!
    só assim é que será possivel concretizar o projeto com + de uma década do centro nacional de pescas previsto para a Ilha do Principe
    (y)

    • Luis

      6 de Janeiro de 2014 as 21:13

      Taiwan já disponibilizou uma linha de crédito até 2 milhões de dolares ( noticia tela non) , mas quê!!!! , a “burocracia” deve ser tanta que os financiadores devem ter desistido

  4. fla só

    6 de Janeiro de 2014 as 12:49

    fe demanda bô tembé té

  5. fome

    6 de Janeiro de 2014 as 13:04

    Abre olho. assim mesmo! viva Principe

  6. Ricardo

    6 de Janeiro de 2014 as 13:44

    Que palermice

  7. Floli Canido

    6 de Janeiro de 2014 as 15:31

    Isso é historia para boi dormir. Quem disse Tozé que Principe tem parte que lhe pertence. Quantos habitantes tem o Principe e quantos tem S.Tomé? Convenhamos né Tó Zé, para de fazer barrulho e espera a sua parte com calma. Vais conseguir aguma coisa pra teu bem e se sobrar daras o resto a população.Eles que se lixem.

    • Picão

      6 de Janeiro de 2014 as 18:37

      O senhor pode chorar, reclamar, barafustar, dar sua cabeça na parede e se quiser fazer tudo que lhe apetece. A população do Príncipe está com o senhor Presidente do Governo Regional do Príncipe, doa a quem doer. O país é cponstituído por duas ilhas. Ambas têm direitos sobre os recursos que existem no respetivo arquipélago. Acabou o tempo de brincadeiras e abusos. O Povo do Príncipe vai lutar até as últimas consequências por aquilo quer tem direito. Acabou a brincadeira que existia no tempo do senhor Damião Vaz de Almeida e outros lacaios do vosso querido partido. Metam isto nas vossas cabeças.
      O Prícipe tem peixe. É de lá que sai a maior parte do pescado que é negociado com com vários países, inclusivé da União Europeia. O que é que o Príncipe tem ganho com esta beincadeira? Desconsideração, abusos e falta de respeito. Isto vai acabar. Podem crer. Como é possível que todo o investimento público fique em S.Tomé? Agora até os recursos que existem nas nossas águas territoriais, pescado, recursos S.Tomé? Que brincadeira é esta? E se fosse ao contrário? Vocês aceitavam este abuso?

      • jonas

        7 de Janeiro de 2014 as 7:34

        Por favor pedem o dinheiro para voces ( Tozé, Pena, Chico Gula, Reffe e outros) nao poe povo de Príncipe nisso.
        Pergunto, Onde que foram os Bilhoes de pagamento de renda de Grupo HBD e outras empresas que operam no Príncipe?

        O Tozé sempre falar em fazer coisas para pessoa humana, ele anda a nao fazer nada para pessoa humana. Ele sim faz coisas para pessoas que andam a fazer queixinhas para ele os seus.

        Sabemos que devemos receber parte desse dinheiro sim, mas também temos que saber o que vao fazer com esse dinheiro, se nao servirá para ele ir para Angola todos os meses.
        Chega de Falacia Tozé!
        Assim como os seus.
        Viva Príncipe!

        • Estevão

          7 de Janeiro de 2014 as 10:03

          Eu falo sim senhor em nome da população do Príncipe, quer o senhor queira quer o senhor não queira. Eu sempre vivi na minha terra e posso comparar aquilo que fizeram cá desde o tempo do senhor Damião de Almeida e outros malandros que ausência de esperança. Deus paga este senhor Presidente Tpozé Cassandra que nos veio salvar desta escumalha do MLSTP, ADI, PCD e otras porcarias que nos andou a maltratar durante décadas.
          O senhor pode gritar, pode chorar, pode ira para o inferno se quiser, eu continuarei a dizer isto todos os dias. Este senhor presidente Tozé Cassandra fez mais pelo Príncipe nestes últimos anos que todos os políticos de S.Tomé e Príncipe juntos desde a independfência. O senhor deve ser um destes macacos do MLSTP, um deste frustrados do ADI ou do PCD que nos querem desgraçar. Maldito, desgraçado. O Príncipe não pode voltar para trás. Nem que o senhor vá para o inferno com todo o seu grupo. O problema é seu. Doa a quem doer. Ei direi isto onde estiver e em qualquer altura quer o senhor queira quer o senhor não queira. Eu sei o que sofri nos tempos dos senhores Damião de Almeida e sua corja. As boldsas de estudo era só para filhos de vocês e familiares. Malditos.

          • jonas

            7 de Janeiro de 2014 as 21:47

            parabens ja que contentas com migalhas, fica sabendo que Tozé é de PCD e se nao fosse o ADI o Tozé nao ganharia a 2da eleição, chega ele nao é perpetua, ja deu a sua prova de bem fazer para esse povo como o senhor diz, mas sem Apoio de ADI e PCD. UNIAO é um Lixo. Fica Quieto agora o Tozé só esta a saber da sua vida, assim como o senhor. e estao cegos de poder. ja chega. temos que mudar isso. ou entao o MLSTP vai tomar conta disso de novo. aqui sim que tudo vai melhorar. è melhor aconselhar o Senhor Tozé para reconselhar com muitos que ele enganou, sobre tudo o Grupo do ADI. Senao ele vai catar coquinho .

      • honesto

        8 de Janeiro de 2014 as 23:03

        Eu gosto muito de To zé Cassandra, mas na minha modéstia opinião, penso que ele deve prepara uma outra figura para concorrer as eleições, o Tozé esta desgastado, e se ele concorrer as eleições, isso não será muito bom pra ele, até porque acaba tornando um vicio, dois anos de mandato basta, se não fez nada em dois anos, não é em três que vai fazer, portanto indique uma outra figura se quiseres preservar o teu bom nome e o nome da tua família…
        Entendo que o pessoal do Príncipe não está preparado o suficiente para repudiar a sua candidatura, mas o tempo encarregará por tudo…O Senho até é uma boa pessoa, mas gosta muito de ouvir dos Lilius, dos rogers e companhia, mas isso um dia ei de acabar…

    • Amigo Principe

      7 de Janeiro de 2014 as 13:01

      Claro não vamos ser ingénuos todos nos sabemos dos interesses pessoais que o mano Tozé tem, estão ai as eleições e o povo tem de ter confusão para ele mostrar que luta pelos interesses de todos e dos dele também, senão que coisa vai ele fazer a Angola… Boa Vida

  8. sensa

    6 de Janeiro de 2014 as 17:34

    Falou bonito…
    “Compreendemos que somos um arquipélago onde a ilha maior tem muita mais gente e dificuldades, mas aquela parte que é nossa tem que cá ficar”

    Sensa diz
    Bem haja STP

    • Simão Tebús

      12 de Janeiro de 2014 as 11:18

      meu caro, aposto que, se o Príncipe fosse visto por sucessivos Governantes da capital como parte integrante do Território Nacional e recebesse a sua parte dos donativos, estaria mais desenvolvido que S.Tomé e essa população toda que está concentrada na capital, mais de metade dela estaria na cidade de Santo António! e digo mais tudo por culpa em parte dos políticos do Príncipe, que, esses anos todos preocuparam mais em manter seus cargos e proteger os seus do que discutir os problemas reais da Ilha.

  9. António Menezes

    6 de Janeiro de 2014 as 17:53

    Francamente como alguns pensam em gerir om Pais. O Tó Zé tem razão, façam as coisas com transparencia

    • jonas

      7 de Janeiro de 2014 as 7:37

      Por favor, O que nao existe na Gestao de Toze é a Transparencia.
      Transparencia é só de boca para fora.

    • jonas

      7 de Janeiro de 2014 as 7:39

      Assim é paparaze, se queres ver os Politicos Santomense, sobre tudo aqueles que dizem defensores da Pessoa Humana, é só falar de Dinheiroe Arroz. kkkkkkk

    • Amigo Principe

      7 de Janeiro de 2014 as 13:02

      Transparencia é coisa que nos não sabemos e muito menos o governo quer ter, porque se o Principe ficar melhor e não tiver irmãos com necessidades, como é que os políticos digo Tozé vai reinar

  10. Combocone

    6 de Janeiro de 2014 as 18:06

    Bravo faísca

  11. paparazzo

    6 de Janeiro de 2014 as 18:08

    Mal chegou o dinheiro já começou o princípio da confusão.voltei meus irmãos.Eu estou no Ilhéus das cabras eu quero ver este filme 180.000.000.00 milhões de dólares para financiar projectos em São Tomé e Príncipe.em momento algum ouvi dizer financiamento petrolífero.já começou o baile

  12. 3 Macucu

    7 de Janeiro de 2014 as 7:42

    Nao esquece que o PM é de là; quém sabe o que està rervado? calma soooooo

  13. Lobata

    7 de Janeiro de 2014 as 8:19

    Tó Ze quer dinheiro para ele e Helio comer, andar a viajar para cima para baixo. Pinto da Costa terá dito um dia que “STP está sobre um baril do pólvora”. Digo-vos sinceramente que Príncipe está sob muitos baris de corrupção. um dia que o governo central decidir abri essa manta escura de corrupção que reina no Príncipe irá cair mascara a muita gente. Tó Zé não é nenhum santinho como tenta fazer crer a opinião publica. Um dia o homem do alto encarregará de fazer a sua justiça

  14. marlene

    7 de Janeiro de 2014 as 8:45

    sou santomense (da ilha de s.tomé), nascida e criada cá, nunca passei 1 única noite no príncipe, mas concordo plenamente com o to zé, falemos sério, os sucessivos governos têm feito ouvidos de mercador relativamente as necessidades da nossa ilha irmã, se o tó zé e companhia não tivessem batido o pé lá estaria pior do que nunca, acho muito bem que ele faça frente ao governo central. um governo que não se preocupa nem mesmo com o estado da nossa capital (onde estão sediadas as instituições nacionais), que ignora os distritos e nem pensa na região autónoma. e não é só este elenco governamenteal, os que passaram não foram diferentes. O que se tem feito tanto na capital como fora dela é resultado do esforço dos precsentes de camâra e regional, e se não se mexerem será um marasmo total, este dinheiro virá, cada um embolsará e nada de útil se fará.
    descentralização é necessária

    • jonas

      7 de Janeiro de 2014 as 9:51

      Marilene, sabemos e concordo contigo que o poder local tem feito muito. mas o que te digo nao te iludes.
      Os gajos sao todos iguais, só pensam primeiro neles e cada um protege os seus.

      • C.F

        7 de Janeiro de 2014 as 10:09

        O Tozé Cassandra fez mais pelo Príncipe que todos os partidos politicos de S.Tomé e Príncipe juntos desde a independencia nacional. Mesmo não sendo do Príncipe tenho que reconhecer isto. Só quem não conhece ou conheceu a realidade do Príncipe pode dizer o contrário.
        Eu não vejo nos próximos anos quem poderia fazer igual ou melhor. Sinceramente que eu digo isto. E não sou amigo chegado do Tozé Cassandra nem sou do Príncipe. É uma questão de reconhecimento. Da mesma forma que criticamos temos que reconhecer as pessoas que trabalham e dão o seu máximo em prol do povo. Só que em S.Tomé ifelizmente há ainfa muita inveja. Enfim.

      • marlene

        7 de Janeiro de 2014 as 12:03

        todos os políticos roubam, mas o pior deles, é o que não põe nada e tira tudo, inclusive o que nem entrou. o que põe 3 e fica com 1 pelo menos deixa algo

  15. santola01

    7 de Janeiro de 2014 as 9:57

    Não faz sentido a não partilha dos bens. O país é SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE e as partilhas devem ser equitativas consoante as densidades geográficas e populacionais. Perante a lei, Príncipe tem direito a receber cerca de 7% das receitas que o país arrecada em exploração, porquê não cumprir a legislação?

    • Amigo Principe

      7 de Janeiro de 2014 as 13:08

      Com certeza que se S. Tpme e Principe receber alguma coisa, o Principe deve ter alguma contrapartida, mas o presidente dop Principe que deixe de ter a mania que manda em tudo r no Povo todo ele ainda não é presidente da republica e duvido que algum dia venha a ser, quiçá candidato a o quê presidente da HBD talvez …Já agora que esta se fazendo na casa do Tozé… alguém sabe d eonde vem o dinheiro

      • jonas

        7 de Janeiro de 2014 as 22:01

        Fica sabendo, que desde da saida de do ADI, Ele nao conseguiu fazer nada. algumas obras que estao a ser realizadas, sao de HBD e que proprio o Grupo de HBD ja estao passados com o Tozé e os seus, Só negocio escuros. perguntam quem tem a empresa de segurança que trabalha no principe ( Helio lavres secretario regional, Rodrigo cassandra assessor do Helio Lavres e o ultimo o lambe bota do Tozé Mimi.
        Pior ainda, o Bloco Operatorio que esta em contrução numa internidade no Príncipe, hoje o Tozé fez a adjucação direta ao seu Fiel lambe bota Pena, uma Obra num valor superior a 400.000 dolares, isso é transparencia?
        quem vai perder com isso é população do Príncipe, porque essa empresa nao tem capacidade para realizar essa Obra.
        Violaram a lei do Pais. uma obra dessa sem concurso Publico?

        Onde esta a oposição?
        Tudo muito Bonito, apenas é mais um sustento de todos os bandidos da UNIAO.

  16. Cassuma

    7 de Janeiro de 2014 as 12:02

    Na verdade todos com excepção do A.D.I lagrimam dos 60.000.000 USD proviniente de Angola onde está no tesouro presidencial. Agora que Cassandra acordou???????????

  17. azimut

    7 de Janeiro de 2014 as 13:13

    que ninguem tenha duvidas que o tozé cassandra já fez mais pelo principe do que os que já por lá passaram,pelo principe e por ele. È um homem viajado e que anda sempre a procurar os protocolos que trazem grandes dividendos para a nossa ilha.As viagens a angola terão outra explicação,provavelmente visitar uma namorada que tem casa na zona da expo em lisboa e que é angolana.Tozé abre o olho que ela não é só tua

    • Ernesto

      7 de Janeiro de 2014 as 14:21

      Dor do cotovelo. Cuidado que você pode morrer de um ataque cardíaco quando fala assim dos outros e souber o que a tua mulher tem feito com … Cuidado… Santomé Télaõõõõõõõõõ…

    • Amigo Principe

      14 de Janeiro de 2014 as 13:34

      Mano Miguel Angelo, voçe esta mesmo enganado home, ta se precopando ca mulher dos outros ou ca sua, ate parece que feriram voçe em algum sitio, e quem ta na politica, tem d éter cuidado com o que diz e voçe acabou de estar a dizer mal do nosso Irmão Cassandra, ele é home não pode dar um espirro fora da cerca que vem logo alguém se doer, espero que não tenha sido na sua cerca, tem mais respeto pelos irmãos somos homens

  18. toresdias

    8 de Janeiro de 2014 as 10:25

    Será que o emprestimo dos dolares de Angola à S.Tomé e Principe, não é emprestimo mas sim dinheiro proviniente de exploração de petroleo!?
    Hum hum hum hum hum. Seráááá?
    Eu quero saber

  19. Manuel

    8 de Janeiro de 2014 as 21:25

    De acordo, contudo trata-se de uma linha de credito, portanto, Principe pagara a sua quota de 7%.

  20. miguel angelo

    9 de Janeiro de 2014 as 9:17

    sr azimut, o seu comentário é simplesmente deselegante. A vida privada de cada um deve estar fora da politica e das politiquices que nos carateriza. A sua baixeza é tanta que a hipocrisia do seu comentário veio logo ao de cima. Elogios barato pra esconder a sua verdadeira intenção. Lamentável. Mas isto o sr Abel Veigas e os seus colaboradores não vê. Será que faltou algum incentivo?

  21. conobia cumé izé

    9 de Janeiro de 2014 as 14:20

    To zé cassandra;quem fala assim não gago.Abra ôlho !!! … Gente de Principe é diferente; dizia o falecido Aguinelo SALVATEERA: Força Presidente !!!… Deus o abençoa…População do Principe agradece… Fui

  22. Ngue plixipi

    10 de Janeiro de 2014 as 12:03

    Príncipe tem mar????
    Se Príncipe está localizado no mar de São Tomé , como é que petróleo pode estar no mar de Príncipe?

    ANEDOTA!!! PRA RIR

  23. Maria Livramento

    11 de Janeiro de 2014 as 23:09

    Caro Tozé.
    Não queremos populismo na sua mais elementar escala.
    Será que está a aparecer um desmesurado desbocado tipo Alberto João da Madeira.
    Dizemos cá na nossa terra”Cêlu cu buá na cá pégá fa,celá catxinga tam”
    Tenho esperança que este comentário seja publicado

  24. arlindo tavares josé da costa

    12 de Janeiro de 2014 as 14:26

    sem duvida nenhoma .e com muita razão. to-zé cassandra fica esperto . tas a lidar com bandidos quando se trata de dinheiro .ñ a amigo.cuidado ñ se deixa intimidar por esses malandros

  25. Má vijam

    13 de Janeiro de 2014 as 8:45

    Pois, quando se trata de dinheiro todos se levantam as bocas, mas temos perfeito conhecimento que as coisas vão de mal a pior. Não há injustiça só contra os da Região Autónoma de Príncipe também os de S.Tomé. Dou exemplo um grupo de Cidadão de S.Tomé pagaram já há mais de 5 anos titulo de posse terra para construção em zona de Almeirim – S.Marcos até hoje este Cidadão não está na posse de terra. Mais o dinheiro já está na conta do Estado Santomense há 5 anos. Acham assim justo? Mas vão pagar a Deus por injustiça contra povo. Onde é que está a Democracia?

  26. Britinho Ferreira

    13 de Janeiro de 2014 as 10:44

    Espero também que o Governo resolve o problema de terra de Almeirim- S.Marcos, que os beneficiários já esperam há mais de 6 anos nesta situação. Mas sempre dizem que o Sistema Judiciário é que não funciona. Diga-me afinal com esta situação o Governo está a funciona? Acho justo o comportamento do Governo. São 97 pessoas com material comprados que está espera do seu terreno.

  27. azimut

    14 de Janeiro de 2014 as 21:17

    Ernesto,estou a ver que sabes o que é dor de cotovelo,não fales da minha mulher que não conheçes,eu por acaso conheço a tua

  28. azimut

    14 de Janeiro de 2014 as 21:26

    Sr Miguel Angelo,agora é a sua vez,deselegante é o senhor que não sabe do que se está a falar e dá palpites,será que toquei nalgum ponto que lhe é querido,será que o Sr está com ciumes do Tozé andar fazer o que todo o bom Africano gosta de fazer,espero que não seja por falta de capacidade que me atacou,agora já apareceu o generico dos azuis,pode ser que assim o sr não fique com tanta raiva. Só para sua informação eu não sou daqueles que andam à uma vida inteira a viver de esmolas,favores e a xular o estado,eu só daqueles que leva dinheiro para stome e não dos que andam sempre a ver onde podem sacar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo