Destaques

Parlamentos de STP e de Timor reforçam parceria

Vicente Guterres, Presidente do Parlamento de Timor Leste, está em São Tomé para uma visita de 8 dias. Período em que visitará a ilha e São Tomé de norte ao sul, e conhecerá também a ilha do Príncipe. Reforço das relações de amizade e cooperação entre os dois países, anima a visita do Presidente do Parlamento de Timor Leste.

Vicente Guterres, realçou também o objectivo comum de projecção da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). «Mesmo sendo países pequenos como nós, penso que podemos ajudar a reforçar as instituições que nós criamos neste caso concreto a CPLP, reforçar a CPLP e juntos projetar a CPLP no mundo», declarou esta manhã no aeroporto internacional, quando foi recebido pelo seu homólogo são-tomense Alcino Pinto.

Esta sexta – feira o Presidente do Parlamento de Timor, visita a região norte da ilha de São Tomé, com destaque para algumas unidades industriais como a Cervejeira Rosema.   Em 8 dias de visita a São Tomé, Vicente Guterres, participará nua sessão plenária da Assembleia Nacional, onde discursará perante os deputados.

A parceria entre os dois parlamentos cresce e dá frutos. O Governo de Timor Leste, concedeu a São Tomé e Príncipe um donativo financeiro na ordem de 5 milhões de dólares. Parte do montante foi atribuído a Assembleia Nacional, para financiamento de projectos específicos da casa parlamentar.

Abel Veiga

    2 comentários

2 comentários

  1. iaga

    2 de Maio de 2014 as 14:59

    é pra isso que serve o dinheiro da assembleia. coitado dos funcionários a mingua e o presidente em viagens milionárias.

  2. Mila

    17 de Dezembro de 2015 as 6:05

    Riquepqd seriam aprhaleos muito adequados para missf5es de salvamento, vigile2ncia e soberania para qualquer paeds africano de fala lusf3fona, devendo ser cedidos a Cabo Verde, Se3o Tome9 ou Guine9 a pree7os simbf3licos. Contudo, infelizmente, a nossa situae7e3o ne3o e9 conforme a tal generosidade… Concordo, e o Brasil de vez em quando ate9 demonstra esta generosidade, mas a paedses errados, o Brasil je1 doou avif5es de transporte C-115 Bfafalo que foram substituidos para o Paraguai, e je1 doou alguns carros de combate muito antigos ao Paraguai e a Boledvia, e ouvi dizer que pretendo doar alguns helicf3pteros esquilo e0 Boledvia, quando os helicf3pteros novos chegarem, e parece que doou um pequeno avie3o e0 Guiana.Agora eu pergunto, mesmo sendo aprhaleos muito antigos, ne3o e9 um tiro do pe9 doar aprhaleos militares a vizinhos? Ne3o seria muito mais produtivo doar a algum PALOP ou ao Timor?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo