Destaques

Código de conduta eleitoral deverá ser aprovado dentro de 10 dias

O anúncio foi feito pelo porta-voz da Comissão de Seguimento do Diálogo Nacional, o jurista e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Amaro Couto. A Comissão de Seguimento do Dialogo Nacional, presidido por Pinto da Costa, esteve reunida na quinta – feira no Palácio do Povo.

Segundo o porta-voz o Código de Conduta Eleitoral, está na fase de elaboração e dentro de 10 dias deverá ser discutido e aprovado.

A luz das recomendações saídas do evento, o porta-voz, anunciou que a equipa está a ultimar os trabalhos para publicar as recomendações.

A forma de implementação das recomendações é outro exercício para o qual, está-se a elaborar uma lista de competências nacionais com a missão de encontrar as formas de implementação das recomendações.

Abel Veiga

    12 comentários

12 comentários

  1. Justiniano Esteves

    16 de Maio de 2014 as 8:01

    Brincadeira …

  2. manuel soares

    16 de Maio de 2014 as 8:05

    meus caros este não é o símbolo do diálogo nacional?

  3. Cidadão Santomense

    16 de Maio de 2014 as 10:08

    O que tem a marcação das eleições a ver com as recomendações do diálogo nacional ou seja o código de conduta eleitoral?? Não tem lógica nenhuma!! A data das eleições devem ser anunciadas previamente, ou seja o quanto antes possível, para que se possa preparar o código de conduta eleitoral e demais expedientes, sendo da competência da comissão eleitoral conjuntamente com os partidos políticos! Não sei qual o motivo que tem levado a Presidência da república a chamar-se a si todas essas responsabilidades!!! Não se percebe o que se está a passar. Parece haver um propósito de criar no país um clima de ansiedade que pode até provocar certos comportamentos que não são de todo desejáveis para um país que vive a democracia e os eventos eleitorais há mais de 20 anos. Porque só agora cria-se tanto preconceito a volta das eleições? Porquê? Que vantagens tira o país com tudo isso que está a acontecer a volta da marcação da datas das eleições? STP, não é de A, B nem do C, mas sim de todos nós! Respeitem-nos por favor! Ninguém deve tirar ao povo de STP o direito de escolher quem ele quer que o governe, no momento em que a lei assim o determina! Ninguém, sobretudo aqueles que o povo elegeu e que jurou cumprir e fazer cumprir a constituição!

    • Anzol sem isca

      17 de Maio de 2014 as 10:37

      Caro compatriota,

      Estás nervoso porquê ou será excesso de obsessão?tenha calma, és anti tudo que não seja marcação do dia para eleição?

      Como é que se explica que na tua cabeça a marcação do dia da eleição é tudo e resolve tudo?

      Precipitação Nunca é aconselhável.

      Vamos dar tempo para que as coisas fiquem organizados o melhor possível.

      Tenha calma, o dia da eleição será marcada e a eleição será realizada inevitavelmente. Mas isso não basta, a eleição não é vara mágica para resolver o problema do desenvolvimento de STP.

      Seria bom que interiorizasse isso de uma vez por toda.

      O mais importante e imprescindível, mas muito difícil de conseguir, é a escolha de homens competentes e de consciência, com espírito de equipe e de trabalho com vista no desenvolvimento para governar STP.

      Com calma tudo se resolve e bem.

      Ã tempestade só destroi…

  4. arroz podre

    16 de Maio de 2014 as 10:17

    Esta democracia ou vai ou racha à moda da ditadura.
    As recomendações saída do dialogo nacional ainda não se encontram elaboradas? Credo?
    O que querem acrescentar? ou inventar?
    Os que estiveram presentes estão muito atentos para ver se alteram ou não.
    Cuidado com aldrabice.
    Os que estão na elaboração do código de conduta eleitoral não podem ser os mesmos o primeiro a violar.
    Nâo inventam mais nada e marca as eleições, o povo está a espera, porque ele quer mandar.

  5. Kanimambo

    16 de Maio de 2014 as 11:07

    DN ainda está aqui? E eu a pensar que isso já estava morto e enterrado? lolololol

  6. Fla von von

    16 de Maio de 2014 as 11:49

    Brincadeira … Viva a democracia.

  7. Mé pó Feladu

    16 de Maio de 2014 as 16:00

    já existe uma lei eleitoral nacional aprovado pela AN, não entendo uma vez que estão criadas todas as condições para as eleições não vejo razão porquê ficar a espera do seguimento do dialogo, será que existe dois estão? código de conduta eleitoral não passa de uma peça de teatro porque o melhor código do dialogo é como fez o PTS jose bandeira ter a coragem de falar as verdades, portanto no dialogo nacional ninguém pronunciou sobre as leis de mordomia que existe para alguns cidadãos e outros não tem nada, saem do poder levam carros novos, reforma salário por inteiro, combustível, telefone energia etc etc enquanto os que tem menos a reforma é calculada para morrer mais cedo, e todos os políticos e governantes com slogan vamos combater a pobreza neste modelo de gerir, a pobreza irá sempre aumentar cada vez que um cidadão de 3ª chegar a idade de reforma,ate a próxima oportunidade meus caros

  8. Honorio Lavres

    18 de Maio de 2014 as 18:00

    Meus Irmãos Vamos Rezar para o nosso Pais Mudar!!!!
    Somos todos filhos de Deus: Creio em um só Deus Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra de todas as coisas visíveis e invisíveis.Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigênito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos; Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; gerado, não criado, consubstancial ao Pai.Por ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação, desceu dos céus e se encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria, e se fez homem. Também por nós,foi crucificado padeceu e foi sepultado e depois do 3 dia conforme a escrituras, Meu povo vamos suportar ate um dia.

    Amem

  9. Mé pó Feladu

    19 de Maio de 2014 as 14:51

    queria eu dizer dois estados e não dois estão

  10. Zé Vinga

    19 de Maio de 2014 as 18:21

    Oh Senhor que se diz chamar Arroz Podre!
    O Senhor tem alguma notícia do Arroz Podre? Ou melhor tem notícias do arroz do (…..)!?
    Não acha que do arroz podre que chegou ao país, ainda há uma parte em falta?
    E porquê que não se fala disso?
    E o arroz que se mandou importar também de não sei lá onde comm umas desculpas esfarrapadas?

  11. malebobo

    28 de Maio de 2014 as 13:28

    tudo isso é uma autentica fantochada, viva republica das bananas, so mesmo em stp, cada pais tem dirigente que merece

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo