Destaques

EUA realçam valores da democracia em STP

Numa declaração tornada pública em alusão a independência de São Tomé e Príncipe, o Secretário de Estado dos Estado Unidos de América,  John Kerry, enaltece o compromisso de São Tomé e Príncipe para com os valores democráticos e liberdades fundamentais.
Os Estados Unidos de América, consideram São Tomé e Príncipe como defensor de questões relacionadas com o meio ambiente e a segurança. O Secretário de Estado em nome do Presidente Barack Obama, diz que a administração norte americana tem a sorte de ter um parceiro tão valioso no Golfo da Guiné,… São Tomé e Príncipe.

O Golfo da Guiné, região em que São Tomé e Príncipe se localiza no seu coração, é considerado pela administração norte americana como importante para a segurança dos oceanos assim como para o desenvolvimento energético.

Na mensagem subscrita por John Kerry, os Estados Unidos de América desejam ao povo de São Tomé e Príncipe prosperidade e progresso por ocasião da celebração do trigésimo nono aniversário da independência nacional. Os Estados Unidos manifestam também o desejo de fortalecer a a parceria com São Tomé e Príncipe nos próximos anos.

O leitor deve clicar no link seguinte, para ler na íntegra a mensagem do Governo dos Estados Unidos de América ao povo e ao Estado são-tomense.

Clique – http://iipdigital.usembassy.gov/st/portuguese/texttrans/2014/07/20140711303893.html#ixzz37XansDpz

Abel Veiga

    12 comentários

12 comentários

  1. CEITA

    15 de Julho de 2014 as 14:55

    meus senhores, com EUA deveríamos tirar partido, alias se somos estratégico, qual a razão de tanta dificuldade, o país não cresce e pobreza atingiu pico, estratégico na miséria não vale

  2. fai

    15 de Julho de 2014 as 15:55

    Os esforços do ADI, Patrice Trovoada, Oscar Medeiros, Carlos Menezes, Abilio Neto de manchar a democracia santomense e os governantes actuais de S.Tomé foram todos em vão. Estes senhores são maus e maldosos. Eles pagarão por isso mais tarde.

    • H. Borges

      16 de Julho de 2014 as 17:02

      Quem fala assim não é gago… Haver vamos o que anda a ser forjado…

  3. luisó

    15 de Julho de 2014 as 17:32

    John Kerry, enaltece o compromisso de São Tomé e Príncipe para com os valores democráticos e liberdades fundamentais.
    Deve ser brincadeira…
    como defensor de questões relacionadas com o meio ambiente e a segurança.
    Mais brincadeira…
    administração norte americana tem a sorte de ter um parceiro tão valioso no Golfo da Guiné,… São Tomé e Príncipe.
    Já estás a pensar no futuro? tira a mão do meu bolso…

  4. zeme almeida

    16 de Julho de 2014 as 7:40

    Os EUA nao dá nada a ninguém,sempre com os seus interesses e mais nada.Nao a pena estarmos ali pomposos porque este País nao nada a ninguém.Temos cá a voz de America o que andam cá a fazer nestes longos tempos a ver o povo Saotomense na miséria.Elogios temos de muitos Paises e bons paises.Estamos a ver os EUA como uma potencia mundial e estes elogios nao vai dar em nada.Nao trabalhem e contem com os EUA.Quem vive ali em STP é que sabe o que vem passando no País.O atual governo e o presidente da republica quer nos fazer transparecer que em STP vive-se em mar rosas.Granda tanga

  5. zeme almeida

    16 de Julho de 2014 as 7:42

    Erro:Nao vale a pena estarmos tao pomposos porque este país nao da nada a ninguém.

  6. Conselheiro

    16 de Julho de 2014 as 8:28

    É assim que enganam os mais fracos! Muita hipocrisia a mistura!

  7. Barão de Água Izé

    16 de Julho de 2014 as 9:10

    Poderia J. Kerry falar com toda a verdade?
    Claro que não, logo algum politico da nossa Terra diria que os USA estavam a imiscuir-se nos assuntos internos de STP. Há democracia plena num País onde o Estado é o maior proprietário e latifundiário agricola, uma das causas da nossa pobreza? Palavras de ocasião dilomática.

  8. Eusebio Neto

    16 de Julho de 2014 as 16:00

    Mais uma vez os inimigos, melhor, os falsos amigos dos santomenses Patrice Trovoada, Levy Nazaré, Abílio Neto, etc veem os seus intentos macabros desmoronarem-se a sua frente sem quaisquer hipóteses de os refazer. As declarações publicas do governo norte-americano deixam transparecer que na verdade quem merece ser levado as barras dos tribunais internacionais e não só, são eles para se defenderem das graves suspeitas que pesam sobre os seus ombros. Não obstante as intensas dificuldades e carências que o pais tem conhecido nesses 39 anos de independência, S Tome e Príncipe e um Estado Democrático onde Levy Nazaré, Abílio Neto, Patrice Trovoada dizem o que lhes apetece, insultam a todos e a tudo e nada lhes acontece. Que democracia querem mais? Que lhes seja oferecido o poder e liberdade para fazer e desfazer impunemente dos bens e nome da RDSTP? A Democracia do nosso pais esta viva e recomenda-se!

  9. mandja

    16 de Julho de 2014 as 18:24

    Exactamente como o Patrice Trovoada lhe enganou, imbecil L.N….eh oui, super CONNARD.

  10. manuel soares

    16 de Julho de 2014 as 21:31

    Meus caros muito bem, grande elogio da administração Obama, mas tenham calma e sejam prudentes, o Estado de São Tomé e Príncipe deve fazer como mulher de César, e esta de perseguir Patrice Trovoada e o ADI através ou melhor utilizando os órgãos de justiça, não nos fica nada bem e não é democrático, cada macaco no seu galho, política aos política e justiça ao Povo, quem na deve não teme!

  11. Nelson

    22 de Julho de 2014 as 13:10

    Ah…. por que tudo é tão triste…?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo