Destaques

Manifestação contra governação de Patrice prevista para Fevereiro

A SITUAÇÃO ACTUAL DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

LodofileO grande colapso nacional resulta do pecado cometido pelos títulares dos cargos do poder Político, que ao invés de cumprir com as suas funções de controlo e protecção dos interesses colectivos próprios do Estado-sociedade, precipitam  na ganância, enriquecimento fácil e sem justa causa.

Consequências:

  • O empobrecimento dos comerciantes nacionais em detrimento dos comerciantes estrangeiros, particularmente os libaneses e nigerianos que enriquecem de forma assustadora;
  • Apercebe-se  a debilidade da Finança Pública do Estado e paradeiro incerto do seu património, com consequente empobrecimento geralizado da população;
  • OEmpréstimo Internacionalcada vez mais recorrente, com consequências gravosas para o cofre do Estado;
  • Solicitação sistemática de apoio Internacional, dos dirigentes,transforma o país em Estado pedinte mancluto (Clincatá), e desta forma educam os cidadãos adultos, jovens e crianças para a prática de pedintes;
  • Improdutividade e fraca capacidade contribuitiva, mas alvo de constantes acréscimos fiscais (imposto);
  • Incapacidade de pagamento, pontual, dos salários aos trabalhadores;
  • Corrupção generalizada;
  • Criminalidade individual e organizada, expontâneo e pré-meditada, em ascensão (crescimento);
  • Desemprego compulsivo e provocado;
  • Fome, doenças, stresse, desespero,  falência das poucas unidades produtivas existentesno País, Opressão, perseguições, maus tratos, violência e humilhação pública propiciada pelos dirigentes de Estado, … etc .

E para agravar mais a situação, o poder Executivo (Governamental) interfere nas esferas dos outros poderes de soberania, impedindo-os de exercer devidamente as suas funções, facto que paraliza por completo o Estado e o seu normal funcionamento.

Os Juízes já não gozam da independência, nem tão pouco lhes são assegurados as garantias-protecção do Estado como forma destes ditarem o direito e realizara justiça. Por essa razão,têm medo de decidir contra certas pessoas e instituições públicas e privadas; e quando o fazem, estas decisões ficam por cumprir.

Doutra sorte, os Juízes, talvés por questões ligadas a vergonha e reafirmação, tomam decisões com mãos pesadas contra aqueles que não lhes possam causar medo ou qualquer prejuízo.

O mesmo se passa com os Magistrados do Ministerio Público, Polícia Nacional e a Polícia de Investigação Criminal.

As Forças Armadas que juraram bandeira, com a sua própria vida, para tudo fazer na defesa da Independência Nacional, a Integridade Territorial do Estado e do Regime Democrático, estão capituladas, vigiadas e controladas.

Certas patentes desta unidade (principalmente os oficiais do exército nacional), não sentem os problemas económicos, financeirose sociaisde toda a sociedade são-tomense, deixando à deriva todos os restantes cidadãos nacionais e os seus subalternos.

Assim, deixam de cumprir as suas missões e juramentos, esquecendo que hoje têm esses benefícios só pelo facto de São Tomé e Príncipe ser um Estado soberano. Porque se um dia viermos a perder esta qualidade (Estado Soberano), voltarão a ser escravos e viverão na miséria assim como o restante dos cidadãos têm vivido.

A Presidência da República perdeu crédito, prestígio e o mando que deveria qualificar-lhe, enquanto instituição de controlo e representação da política externa do Estado são-tomense.

Tornamos um Estado que corta relações diplomáticas com outro Estado só por não disponibilizarem dinheiro aos nossos dirigentes.

São Tomé e Príncipe já não sabe quem é o seu presidente da República e nem a figura que lhe deve representar Internacionalmente (se é o Primeiro Ministro ou o Presidente da República).

Os deputados transformaram – se, na sua maioria, em apoiantes de galéria (deixa como está, para ver como fica).

A Comunicação Social Pública deixou de existir pura e simplesmente, cortando tudo, dando tratamento jornalístico a tudo, escondendo tudo de todos, ficando apenas com a missão de servir de veículo de transmissões de mentiras concertadas, humilhações públicas aos cidadãos, impostura governamental eetc… Facto que trasnforma-a numa entidade privada (que tem dono) e impostora.

A Rádio Nacional não foge a regra.

Os Partidos Políticos da Oposição estão na expetactiva e satisfeitos com os erros e a queda eminente do Partido político ADI, a espera que chegue as eleições para regressarem ao poder, sem preocupar-se com o sofrimento dos seus próprios militantes, quanto mais de toda a sociedade são-tomense.

A Ordem dos Advogados de São Tomé e Príncipe, enquanto instituição que deveria exercer o papel de colaborador da Justiça e defensor das liberdades e garantias individuais, tem demonstrado certo conformismo com a desgraça social dos cidadãos são-tomenses –tipo: “nós não temos nada a ver com isso.”

Conclusão:

Diante disto, não resta-nos outra alternativa a não ser tomar os nossos destinos pelas nossas próprias mãos, recorrendo aos meios de luta e defesa dos nossos direitos, já que ninguem predispõe-se em fazê-lo por nós.

É nesta optica que, resolvemos avançar para uma manifestação pública e pacífica, no proximo mês de Fevereiro de 2017, com concentração na Praça da Independência.

A Manifestação é um direito constitucional dos cidadãos, previsto como forma de garantia aos mesmos à salvaguarda dos direitos fundamentais – CONFIRME ARTIGO 34º DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA – LEI Nº 1/2003.

Pelo que, os cidadãos devem participar sem medo algum.

Não espere que os outros façam por si, venha e manifeste o seu descontentamento com a situação actual do nosso País e o nível péssimo de vida que vives.

“Unidos por um São Tomé e Príncipe melhor.” 

São Tomé, 20 de Janeiro de 2017

Lubofe Carvalho

    18 comentários

18 comentários

  1. Madiba

    23 de Janeiro de 2017 as 9:23

    Okei!

    Tudo bem! Mas quem é o senhor? Que franja da população representa? Está ao serviço de quem? Que nome se dá a sua organização para falar em nome do povo. Ou o senhor é daqueles que anda a procura de um tacho. Apressa-se que neste momento há muita vaga. Não viu o decreto presidencial e o de concelho de ministros?
    Aproveite! Frente que é caminho.
    E muito boa sorte!

    • visionário

      25 de Janeiro de 2017 as 9:14

      vc é mesmo palerma, não vê por vc e pelos teus bolsos, não esta a ver que o que foi exposto é a verdade, como vc poderia ser tão cego? um conselho de burro pra inteligente como vc: o forte defende a si próprio mas o mais forte defende os mais fracos.

      • Madiba

        28 de Janeiro de 2017 as 13:57

        O senhor pelo visto é muito democrata. Tão democrata que não aceita opinião dos outros. Ou pensa que espaço foi feito só para si. Infelizmente não vejo nenhum registo de propriedade em seu nome! O senhor fique sabendo que a inteligência de um termina onde começa a inteligência dos outros!E já agora um trabalho de casa. Pensa bem se não é mais palerma do que todos comentaristas neste palco! Bom fim-de-semana. E vê se dê maior educação aos seus filhos. Porque dos seus pais, o senhor não conseguiu aproveitar nada. Mas mesmo nada.

  2. Precisamos de pessoas serias

    23 de Janeiro de 2017 as 12:46

    Quanto aos COMERCIANTES NACIONAL. A empresa ENASA da Cabaz de final do ano de 1.000.000 em género alimentícios. Todos os funcionários recebem no SUPER – MERCADO INTERMAR.
    São Tome tem norte é LEMBÁ, mas ainda não vi um grande comerciante do norte na nossa praça. Mais os Portugal tem. Um pais que já deveria cortar laços de amizades em vez de CHINA TAIWAN. Porque só sabem nos oferecer coisas velhas e apropriar do nosso país.

    • Naõ precisamos de racistas

      24 de Janeiro de 2017 as 2:57

      nem de burros, porque Angola já mandou para nós

      • rapaz de Riboque

        24 de Janeiro de 2017 as 13:36

        racista meu caro somos nós mesmos uns com os outros no teu caso

    • rapaz de Riboque

      24 de Janeiro de 2017 as 8:59

      escreveste só tolices rapaz, aprende a escrever antes de vires para cá criticar.
      1º vejo que es um gajo interesseiro a empresa que ofereceu o cabaz tudo bem, falas em cortar relações com Portugal por só darem coisas velhas tu ja viste como es pobre e mal agradecido cada um oferece aquilo que tem e pode oferecer no teu caso nem novo nem velho tens para oferecer, já vistes quantos irmãos nossos residem e fazem as suas vidas em Portugal? oh rapaz por favor cria juizo

  3. seabra

    23 de Janeiro de 2017 as 15:09

    Pouco importa quem é a autor do texto, a meu ver.O que importa aqui, é a verdade e a denuncia publicas que ele fez aqui no site “responsàvel e contribuinte para o progresso nacional”, da sociedade sao-tomense, que bem precisa.Eis o que é importante.
    Sem dùvida que esta questao politica de enriquecer os estrangeiros, em detrimento dos nacionais, cujo o pm Patrice Trovoada é responsàvel,tem que se pôr um TERMO DEFINITIVO, tirando o pm da sua cadeira de “Soba”, e confiar a direçao de STP a individuos responsàveis, capazes de fazer ARRANCAR o pais e manter uma estabilidade, permitindo que cada cidadao encontre a sua dignidade de Homem e de Mulher, tendo trabalho, do que se alimentar,um teto junto da familia(filhos etc) e ser simplesmente feliz, na sua TERRA STP.
    O primeiro estrangeiro que deve ser expulso de STP, é o proprio pm Patrice Trovoada, sua familia e os seus “Cipaios”…é obvio, todo aquele estrangeiro que abusa da hospitalidade dos saotomenses.Aqueles que querem ficar e contribuir para o desenvolvimento do pais, sao BEM-VINDOS.
    Jà se perdeu imenso tempo com cambalacheiros e corruptos como o Patrice Trovoada. STP tem o direito e a populaçao tem o DEVER de lutar com determinaçao e coragem, todos unidos, para expulsar os PARASITAS que estao no PODER a dirigir STP para o Abismo! BASTA, é demais povo!
    Os estrangeiros que se encontram em STP, sao aqueles negociam com o pm pelas “portas de cavalo”, dando-lhe uma soma avultada (posta na conta dele no estrangeiro), para entrarem no pais e tirarem o lucro, digo, recuperando a quantia da soma “atribuida”ao pm…sao as NEGOCIATAS(como tenho por hàbito de dizer, visto serem feitas com aldrabice).O comerciante estrangeiro é autorizado a destabelizar os outros pobres comenrciantes nacionais, com a “bençao”do PT e Cipaios.
    Quanto aos magistrados , creio que sao os primeiros corruptos (a maioria, salvo excepçao). Quem fez a campanha a favor dos Trovoadas para que eles regressassem à STP? Foram dois juristas (Gabriel da Costa e Pascual Daio…). Quem é o braço direito do pm? Nao é um jurista, cujo nome é Afonso Varela? Quantos juristas fazem parte da equipa do pm(contem o numero deles).Acabam sendo sempre camaradas uns dos outros, ou porque estudaram nas mesmas universidades ou porque estao casados com irmas, irmaos de um outro jurista etc.
    Limpar os tribunais e os serviços juridicos, é de RIGOR, para poder avançar em STP…é de uma importância CAPITAL.Tomem o exemplo do Brasil…viram o que se passa na Gâmbia?
    O PODER PODE SER RECUPERADO UNICAMENTE PELO POVO E PARA O POVO…ninguém farà tal no lugar da populaçao explorada, porque todos aqueles que dirigem(pelo menos atualmente), têm todo o interesse em guardar as sua “cadeirinhas”quentinhas e as sua contas bancàrias recheadissimas!
    Força gente.Aquele ou aquela que nao tem coragem , que nao venha atrapalhar o entusiasmo e a boa vontade dos/das que querem dar um fim definitivo à seta situaçao (que jà dura).
    Estamos juntos. Tudo deve mudar e é o POVO quem deve dirigir e escolher o seu destino…mais Ninguém.

  4. Filho de lá terra

    23 de Janeiro de 2017 as 16:14

    É triste ver outra pessoa a escrever e outro que nada tem haver com o texto que se submete ou melhor este texto não é da autoria de quem a foto apresenta ser.

  5. Avante STP

    23 de Janeiro de 2017 as 16:20

    Sr. Madiba, abrir uma linha de debate com sigo e perca de tempo. De certeza que o Sr. tem tirado proveito economico e financeiro desta situacao actual do Pais e dos Saotomenses, se e que o Sr. e Saotomense.
    Manifestacao sim; conta comigo e vou mobilizar mais pessoa que estao descontentes com a situacao do pais, ja que mais ninguem quer fazer pelos saotomenses.

    • Madiba

      28 de Janeiro de 2017 as 14:03

      Repare bem caro concidadão!
      Eu, não estou contra a sua manifestação. E de certeza que vai concordar comigo. Eu, um cidadão idóneo jamais iria atrás de qualquer um e para onde quer que seja, sem o conhecer! Espero que me entendas!

  6. Original

    24 de Janeiro de 2017 as 8:49

    Por favor não começem a deturpar as coisas porque qualquer um Santomense tem razões à sobra para apoiar esta manifestação inclusive muitos dos ADI´s que foram enganados.Deixa o jovem em paz e quem não quiser que não vá,mas não atrapalhe os outrs.
    Temos zuízes que só são materialistas em termos de contribuição,zerro.Estão mais preocupados com carros novos como ferramenta de trabalho e que maioria de vezes está guardado porque estão comprometidos e qualquer dia há que fazer estrada até gabinetes destes Srs.para meterem lá os carros para ver se passam a ter maior desempenho tendo em conta que carros novos são considerados ferramentas de trabalho.Povo não está a falar mas está a acompanhar tudo e até quando?Uma luz que não serve para iluminar,é melhor estar apagado.Temos uma sociedade de VABU apenas.

  7. Honorato Moniz

    24 de Janeiro de 2017 as 9:24

    Concordo e subscrevo plenamente com todos os pontos desta manifestação. Estarei em S.Tomé para participar e juntar a minha voz nesta manifestação. Temos que dizer basta à esta danosa governação de Patrice Trovoada. Este 1º ministro não tem carácter. É um corrupto, delapidador e criminoso!
    As câmaras distritais não têm se quer um veículo para recolha de lixos que sufocam a população, este descarado 1º ministro compra 17 prados top gama para pagar os juízes pela fraude eleitoral que fez colocar no palácio do povo um “presidente” pau mandado e analfabeto!

  8. Z.b

    24 de Janeiro de 2017 as 9:44

    Acho que ja nao era sem tempo rssa manifestacao…os libaneses controlam todo o comércio do país isso nao è possível ate se dao ao luxo de agridir santomenses alegando que eles sob controle todos os agentes da P.I.C.
    Fogo isso é um descalabro….

  9. Blagubwa

    25 de Janeiro de 2017 as 11:34

    Aonde param os nossos lideres políticos que ainda não se pronunciaram a favor desse cidadão que propõe essa greve? Será que estão conformados com a situação com que o país de encontra. Vamos gente, se um teve a coragem de dar o pontapé de saída, penso que é o momento certo para todos nós manifestarmo-nos.

  10. Arroz Substancia

    25 de Janeiro de 2017 as 13:28

    Pelo menos deveriam engomar camisa e cosertar o homem roupa no corpo esta a parecer quando prenderam os homem da frente que tentaram dar o golpe de estado.
    Proxima vez tentem melhor que isto nao me conveceu nada.

  11. jorpalha

    26 de Janeiro de 2017 as 1:22

    Arroz Substancia, enquanto faltar te o peixe frito, tu nunca ficaras convencido de nada, pois teras que lamber botas aos actuais dirigentes para sobreviver. E pessoa como voce nao serve para nada, nem mesmo para participar numa manifestacao. So espero que nao incomodem e persigam o jovem e os manifestantes com prisoes e detencoes ilegais. Ja agora que falastes da tentativa de Golpe de Estado dos homens da frente, tu conheces a historia? Porque que razao eles agora se encontram associados com o Patrice Trovoada ADI?
    Pode explicar nos?

  12. Arroz Substancia

    27 de Janeiro de 2017 as 13:58

    Jorpalha pelo seu nome vejo que tem cabeca cheio de palha e quero dizer que nao gosto de fritos.
    Sei bem a historia de golpe de estato comandado por Afonso mas e exatamente isto que voces estao tentando fazer utilizando os midias e redes social.
    E outra coisa nao tenho parentes na politicas nem amigos vivo do meu trabalho somente como santomense nao aceito tretas depois de 40 anos de independencia.

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo