Política

Fradique ataca Patrice no nascimento do novo partido político

O novo partido político, que nasceu após a realização do congresso no último sábado, chama-se União MDFM/UDD. Carlos Agostinho das Neves(na foto em baixo no centro ), ex-embaixador de São Tomé e Príncipe nos Estados Unidos de América, foi eleito Presidente da União de duas forças políticas, que doravante forma um e único corpo político.

MDFM, criado pelo ex-presidente Fradique de Menezes, nasceu com apoio de dissidentes do partido ADI, com destaque para Carlos Neves, que foi o primeiro secretário geral da ADI. Depois de deixar o MDFM, por alegadas divergências políticas com Fradique de Menezes, o criador do MDFM, Cralos Neves e o grupo de dissidentes da ADI criaram a UDD.

No fundo MDFM e UDD, são da mesma orientação política. A união foi anunciada há vários meses, e no último sábado, os dois partidos fundiram-se numa única bandeira, e num único símbolo.

No congresso constitutivo da União, Fradique de Menezes, ex-Presidente da República, foi nomeado Presidente Honorário. «Eu espero que nessas eleições, o povo escolha e acredite naqueles que, de facto, nos tragam um programa com cabeça, tronco e membro», afirmou o Presidente Honorário.

Fradique de Menezes teceu comentários em torno do actual momento político e governativo. «O senhor que está a governar hoje, o quê que ele dizia em 2014? Que dinheiro é capim. Ele até poderá ter, não sei de onde vem, não conheço as suas empresas, mas ele poderá ter, mas para o país?», perguntou Fradique de Menezes.

Por isso alertou o povo a fazer a melhor escolha nas eleições legislativas e locais de 7 de Outubro próximo. «Pensei que o chefe do governo ia arranjar dinheiro para o país, com a sua gincana, o seu dinamismo, que afinal é isso que falta. Amanha vai haver mais candidatos para prometer paraísos ao povo são-tomense», frisou Fradique de Menzes.

Carlos Neves o Presidente do novo partido unido, justificou a criação da União das duas forças políticas. «A ideia do nascimento da união UDD-MDFM na teve uma geração espontânea, ela foi movida pelo sentimento das bases das duas formações partidárias, cuja matriz originaria é proveniente de um trono de valores», sublinhou o Presidente da União.

Segundo Carlos Neves, o MDFM e a UDD, comungam os mesmo ideais e «defendem os mesmos valores, que se alicerçam na defesa da dignidade humana, nas liberdades e na defesa intransigente da democracia e desenvolvimento de São Tomé e Príncipe», pontuou.

A valorização do homem e os valores da democracia, nomeadamente a liberdade de escolha e de manifestação, são segundo Carlos Neves a principal força do movimento que lidera. «Interpretando esse forte sentimento dos nossos militantes e amigos, compreendendo que juntos teríamos mais força na defesa dos nossos ideais e na concretização dos nossos objetivos, as duas direções foram dando início a um diálogo que foi a cada dia que passava mais encorajador», reforçou.

A união nasceu também para travar os laivos ditatoriais que começam a por em perigo a jovem democracia são-tomense destacou Carlos Neves.

Nas eleições legislativas de 2014 a UDD conquistou 1 assento no parlamento são-tomense. MDFM que foi poder em São Tomé e Príncipe, numa coligação com o PCD, deixou de ter representação no parlamento. Agora se fundiu com a UDD e como uma família política unida, pretende reduzir suplantar a ADI nas eleições de 7 de Outubro.

Veja a Moção de estratégia da União MDFM UDD e demais documentos aprovados no Congresso do último sábado :

1 –

Abel Veiga

    19 comentários

19 comentários

  1. Madredeus.igreja

    13 de Agosto de 2018 as 21:39

    O Fradique Menezes, deveria ter falado mais sobre PT. Foi no seu reinado que o homem subiu e chegou a 1 Ministro.
    Este Fradique, também têm muita culpa no cartório. Devia ter alterado e conduzido melhor o país no reinado, mais nada. Só fez merda atrás de merda

    Vocês se conhecem-se, comeram no mesmo prato.tudo bandido

    • Sensa

      15 de Agosto de 2018 as 7:18

      Akilo foi expontâneo nakela hora… como foi no acreditar no DUBAI… mas agora é hora de tirar as ilações!!! Bem haja nosso País, São Tomé e Príncipe. Há sempre algo k acreditar… e já se tem olhos pra ver

    • Seabra

      16 de Agosto de 2018 as 3:12

      Absolutamente ! O Senhor Fradique de Menezes , nada tem a dizer sobre o perfil PT, porque são o reverso da mesma medalha. O pai mafioso, Miguel Trovoada, passou a possessão ao F.de Menezes tendo sido combinado, entre eles, que depois do seu mandato presidencial, ele daria o seu lugar ao rebento Trovoada. Depois, por uma questão de incompatibilidade de caracter e de ambição desmedida do PT
      tudo acabou saindo errado entre os dois cúmplices…” quando se zangam as comadres se descobrem a careca “.
      Que exemplo de credebilidade podem nos trazer todos aqueles que já comeram na mesma ratoeira ? Só mudaram de farda mas o conteúdo é o mesmo. É ôbvio que mesmo assim, podemos admitir que é menos MAL para STP estes dois partidos juntos do que ter PT-ADI.

  2. ONDE MESMO?

    14 de Agosto de 2018 as 7:37

    Para poder comentar a notícia gostaria de ler a Moção de Estratégia que foi anunciada e não publicada.

  3. Cândido

    14 de Agosto de 2018 as 13:36

    Não existem homens perfeitos e convém que se diga isso. Mas aqui está um homem que merece o nosso respeito e por conseguinte a nossa confiança.

    O que existe de bom no ADI foi o senhor Carlos Neves que ajudou a criar.
    É um profundo conhecer do país e da política externa e diplomática.

    Vejo-o como um bom candidato à Primeiro Ministro.

  4. Leandro

    14 de Agosto de 2018 as 13:48

    Paixões à parte, acho que o país devia agradecer o PT pelo esforço e energia que dedicou ao país.
    Obviamente que nem tudo correu bem e não faltam exemplos de insucesso. Basta para isso olhar para a nossa cidade.

    Mas também coisas boas foram feitas como a questão da água e energia.

    Agora, julgo que o país – eleitores deviam dar oportunidade a outro grupo de pessoas, com novas ideias e dinâmicas. Acho que é o que vai acontecer nas próximas eleições. O país precisa disso.

  5. ESTEFÂNIA

    14 de Agosto de 2018 as 14:00

    deixo uma pergunta e espero que os sãotomense não percam a fé porque não importa programas bonitas e escritas no papel mas na implementação não, isto não vale pra nada precisamos de novo sangue e novos corações e ideais construtores e não gatunos e individualismo incompetentes.
    Quem foram Fradic de Minezes na história política de São Tomé? e o que mudou de bom para o povo?

    • Triste de mais com o estado do País

      15 de Agosto de 2018 as 7:58

      Tal como o Miguel Trovoada, só soube fazer cair governos.

      Não fizeram nada, nem deixaram fazer, e agora vêm uns com o único argumento falacioso de “40 anos não fizeram”.

      Um era primeiro Ministro no inicio dos primeiros 15 anos, por ganancia só bloqueou pq queria ser o Presidente, coisa que veio conseguir assim que se abriu por vontade própria e de forma pacífica ao multipartidarismo.

      Daí para frente todos sabemos o resultado, 25 anos, com um pequeno interregno de 5 anos do regresso do MPC sem poderes nenhuns e ainda assim acusado de força de bloqueio.

      A culpa é quem ? De quem nem dois anos conseguia Governar claro.

      Enquanto isso, nos últimos 4 anos, alguém muito popular, que se dizia capaz de mobilizar mundos e fundos (literalmente), e construir um Dubai, com a maioria das camaras, maioria absoluta, “Precidente”, tribunais, procurador, Policia, Militares, todas a direcções, sub direcções, chefias, funcionários, motoristas, empregadas de limpeza, (Quem não é ou não mostra é retidado compulsivamente do sistema), e mesmo assim qual é o balaço que se faz ?

      Ah, é culpa da crise Internacional, já não há por cá ninguém para culpar. Ou das Palaiês e taxistas que bebem muito em vez de trabalhar para pagar impostos.
      Com isso os taxistas conseguiram lançamento de pedra para construir Sede, e promessa de taxis novos logo a seguir as eleições, que bom. Pena é q enquanto isso não medicamentos no Hospital, e adoecer por cá é quase sentença de morte. Mas percebe-se, há outras prioridades mais urgentes.

      No entanto com o avizinhar da campanha, querem fazer crer que quem vai ser julgado é a oposição, e não o Governo.

      Reflectir meu povo, reflectir . . .

      Que poder precisam mais para fazer algo de facto por este Grande povo que dizem pequeno ?

  6. Carlos Alburquerque

    15 de Agosto de 2018 as 11:19

    Como disse alguem, não existem homens perfeitos e em abono na verdade Fradique cometeu alguns erros sim, mas não era chefe do Governo, mas ainda assim deixou marcas e com ele havia sinais claros de crescimento. Não havia bufaria e os filhos da terra sentiam uma dinamica democrática clara. O país durante o seu mandato conseguiu credibilidade externa tanto mais que foi com ele como Presidente que o Clube de Paris perdoou a divida externa de STP. Foi com ela que o turismo conheceu sinais claros de crescimento. Mas ainda assim ele era só Presidente da República, muito ajudou os vários governos na governação. Sejamos justos.

  7. Joao Carlos

    15 de Agosto de 2018 as 11:25

    O ADI e o seu chefe não foram capazes, é altura para o povo dar oportunidade a outros são-tomenses, afinal somos mais de 200.000 no País e na diáspora…..

    • Madredeus.igreja

      16 de Agosto de 2018 as 0:30

      O povo tem que escolher,dando oportunidades aos outros. Totalmente de acordo, mais o ADI e seu chefe, junto com os seus comparsas, não podem sair, sem antes ser entregue a justiça. Cm fica os casos que nós conhecemos, vai ficar sem justificação, morrer em água de bacalhau?
      Sim, estou a falar dos 30 milhões,do dinheiro da zona franca dos catamarã e dos muitos outros .
      Assim continuamos num círculo vicioso que não tem fim a vista. Entra uns roubam e vão se embora e, vêm outros. Não pode ser, tenho de julgar nestes. Teram que ser entregue a justiça e, saberan que o sistema mudou

  8. Castro

    15 de Agosto de 2018 as 13:54

    Governar não é fácil e certamente o governo apoiado pelo ADI também sentiu essas dificuldades. Não devemos maldizer tudo o que o atual governo faz ou fez.

    O que é que o atual governo fez de tão mal capaz de suscitar tanto ódio por parte das pessoas? Só ouço boatos, ataques pessoais ao líder do partido, mas afinal do ponto de vista da governação, onde é que falhou? Por favor, não me respondam com ataques pessoais ao líder.

    • Nini

      16 de Agosto de 2018 as 10:03

      Eu concordo contigo, Sr. Castro. Temos que ser objectivos e imparcias. A minha experiencia de vida constatou que ninguem e’ perfeito/a.
      Absolutamente, “Não devemos maldizer tudo o que o atual governo faz ou fez” (Castro).
      Obrigado por enriquecer o dialogo sobre STP.

  9. Nini

    16 de Agosto de 2018 as 9:56

    Eu nao conheco muito bem o Sr. Carlos Neves, mas por pouco que soube sobre ele, parece-me que ele e’ um individuo com dignidade, ambicao, inteligencia, e integridade para fazer diferenca positiva em Sao Tome e Principe. E’ preciso dar chances a aqueles que podem demonstrar uma conduta positiva e o amor ao nosso pais e nosso povo.
    Disclaimer: Eu nao estou interessado em participar em politcas, mas estou sim interessado que no futuro, ver as vidas e condicoes da nossa gente melhorar.

    • WXYZ

      16 de Agosto de 2018 as 13:34

      Ja conheces o programa dele? Sera que com o programa dele de governacao vc vai ficar suficientemente covencido a ponto de votar pra ele? Achas que ele podera conseguir uma boa sustentabilidade parlamentar? SEI NAO, meu caro.

  10. Arlecio Prazeres

    16 de Agosto de 2018 as 10:06

    Viva a União MDFM-UDD. Viva Carlos Neves, Viva a verdadeira alternativa para S.Tomé e Principe.
    O povo agradece pelos esforços conducentes a essa União Politica porque na verdade o povo santomense precisa ser salvo. Obrigado a todos os homens e mulheres envolvidos nesse processo. A alternativa chegou a agora foi apresentada ao Povo, cabe ao povo escolher de facto o seu destino. Uma porta se abriu e o nosso futuro poderá ser o melhor.
    Viva o Fradique Menezes que não tem meias medidas para falar a verdade. Ele também cometeu erros sim, mas reconheceu e pediu a todos para se porem de acordo para que o futuro da Nação seja o melhor para todos. isso é ser humano, isso é não vender sonhos.

    • WXYZ

      16 de Agosto de 2018 as 13:42

      Se ee pa ganha dps vi fazee coligacao com outros partidos pa conseguii governa, melhor eu fica d mim com ADI memo. Ja ficou provado que STP nao funciona com coligacao de varios partidos.

      • Púmbú

        17 de Agosto de 2018 as 0:17

        Bá tócá látá. Fingidu di blácu cadeĺá máli-ĺabadu.

  11. Zani

    23 de Agosto de 2018 as 17:59

    Gente parem de difamar uns aos outros!
    Parem de ofensas, parem de denegrir imagem dos outros!
    Lanço aqui neste espaço um desfio aos senhores! Lancem vossas candidaturas ao cargo de primeiro ministro ou de presidentes das câmaras pra vermos se fazem melhor que os da situação! Agora façam um favor a vós mesmos parem de ofensas e difamações!

    Aqui temos gente cuja frase a seguir retrata bem:

    “É o sujo falando do mal lavado!”

    Resultado disto poderá ser 40 anos dando voltas no deserto sem prosperarmos!

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo