Política

Pitagórica desmente a história de sondagem que chumba ADI

Alguns minutos após a publicação pelo Téla Nón do documento que circula a alguns dias nas redes sociais, dando conta da sondagem encomendada pela ADI, e que prevê uma derrota do partido no poder nas eleições de 7 de Outubro, a empresa portuguesa Pitagórica contactou o Téla Nón para desmentir tudo.

COMUNICADO                               

 A Pitagórica – Investigação e Estudos de Mercado é uma empresa com sede em Portugal e escritórios em Cabo Verde bem como no Brasil. Temos também operação ativa com vários projetos realizados em países como São Tomé e Príncipe, Moçambique Angola, Timor Leste e Espanha.  Desenvolvemos a nossa atividade junto das maiores empresas destes países, bem como já trabalhamos com vários Governos, partidos e organizações internacionais. 

Fomos ontem alertados por meio de um email recebido pelas  17h do Exmo. Sr. Danilo Salvaterra sobre uma alegada sondagem realizada pela nossa empresa e que a mesma circularia em São Tomé e Príncipe. Ontem mesmo respondemos por escrito e no final do dia telefonicamente NEGANDO TOTALMENTE qualquer possibilidade da sondagem ter sido realizada pela nossa empresa. Hoje mesmo recebemos novo email desta feita  do Exmo. Sr. Rui Garcia que nos questionava sobre o mesmo tema. 

Dado que o ruido é significativo e não pretendemos ver o nome da nossa empresa envolvido numa falsificação grosseira do que seria um relatório da nossa empresa, decidimos contactar o Téla Nón para divulgar o nosso comunicado. Fomos alertados que também este meio de comunicação social, já teria publicado a suposta sondagem.  

Queremos por este motivo deixar claro: 

  1. A Pitagórica é uma empresa internacional, com um prestigio e reputação inquestionáveis e que podem ser validados por vários partidos, governos e as maiores empresas dos países onde operamos
  2. Realizamos no passado vários estudos em São Tome e Príncipe e os resultados provaram sempre a nossa eficácia
  3. Nunca um relatório da nossa empresa seria resumido a uma página de papel, com tabelas duvidosas
  4. Não fomos nesta eleição em São Tomé contactados muito menos contratados por nenhum governo, partido, candidatura ou órgão de comunicação social para a realização de sondagens.
  5. No caso de termos sido contratados, nunca seriam divulgados resultados nossos na praça publica da forma como estes estão a ser divulgados.
  6. Caso vejamos o nosso nome envolvido uma vez mais nesta polémica seremos obrigados a apresentar uma queixa formal por falsificação e utilização indevida da nossa marca 

Estamos ao dispor de quem queira para o cabal esclarecimento deste assunto. 

Sem outro assunto de momento, apresentamos os nossos melhores cumprimentos,

Alexandre Picoto

Pitagórica – Investigação e Estudos de Mercado SA
Rua Andrade Corvo 29, 5º Andar

1050-008 Lisboa

Portugal

Tel:         +351.21.002.77.00

Fax:        +351.21.002.77.01

Leia o comunicado em formato PDF – COMUNICADO SONDAGEM PITAGORICA (1)

    14 comentários

14 comentários

  1. Maria do povo

    11 de Setembro de 2018 as 19:18

    Ehehhehehe…devem ter recebido ordem do Patrice para desmentir a notícia.
    Ninguém ia falsificar uma sondagem e meter a morada, telefone e e-mail de uma empresa que existe e que podia ser contactada.
    Já está feito . Já sabemos de tudo. Podem desmentir e tentar tapar o sol com a peneira.

    • Cravid

      12 de Setembro de 2018 as 7:12

      Deixa de ser otária, Maria.

    • Zani

      12 de Setembro de 2018 as 12:26

      Deixa de ser inocente!
      Tudo é por ordem de PT?
      Não sejas patética!
      Sabemos que o país precisa de Ordem, Disciplina e Progresso mas isto não em cima de uma pessoa só! Para todos e por todos!
      Para concluir eu já sabia que essa notícia veiculada pelo tela non era “fake news”!

    • WXYZ

      12 de Setembro de 2018 as 14:06

      Ou es muito ingenua ou sabes demais querida.

  2. Madredeus.igreja

    11 de Setembro de 2018 as 20:07

    O homem que pensa ser forte, já mexeu os paus. Agora, é dito por não dito
    Já sabíamos disto é conhecemos forma de agir.
    Eu sou pegador, o padre é pecador

    Lembram disto, o que aconteceu depois!

  3. Ralph

    12 de Setembro de 2018 as 5:19

    resultados de eleições. Porém é também sensato ter cuidado na interpretação de tais sondagens. Como está referido na imagem do relatório da empresa, muitas sondagens têm margens de erro, neste caso de + ou – 3%. A realização de tal margem de erro significaria que o partido ADI pudesse ganhar mais do que os 18 mandatos previstos. Por outro lado, poderia significar que o partido pudesse acabar com até menos sucesso que os 18 assentos previstos pela sondagem. Porém, eu diria que parece improvável que o partido ADI vá ganhar assentos suficientes para assegurar uma maioria.

    Outro fator importante para considerar é que esta sondagem se aplica a um país em que há um sistema de votação voluntária. Isto pode ter implicações grandes na fiabilidade de sondagens porque muito depende do número de eleitores que acabarem por ir às urnas. Num sistema assim, as sondagens têm-se comprovado não ser confiáveis em prever o resultado final. Só se tem de olhar os resultados de eleições nos EUA (a Hilary Clinton foi prevista a vencer mas o Trump ganhou, contra todas as expectativas) e no Reino Unido (nenhuma sondagem previu que os eleitores fossem escolher sair da União Europeia, os meios de comunicação referindo que os eleitores não podiam ser tão estúpidos). Em ambos estes casos, as sondagens não previram o resultado porque muito mais pessoas acabaram por votar do que tinha sido previsto, tornando as sondagens uma maneira inutil de medir as intenções de voto.

    Em países com sistemas de votação compulsório (como a Austrália), no entanto, as sondagens têm-se mostrado de ser uma maneira de confiança de prever os resultados de eleições. Por isso, tenham cuidado em interpretar os números em sondagens como esta.

  4. Joao Carlos

    12 de Setembro de 2018 as 6:36

    Com ou sem sondagens, o importante é o povo decidir bem e varrer o ADI do poder….

    • WXYZ

      12 de Setembro de 2018 as 14:11

      Cada voto conta. Incluindo o seu. Por isso nao fique em casa!

    • Seabra

      12 de Setembro de 2018 as 14:26

      ABSOLUTAMENTE ! Muito bem dito”expulsar “definitivamente PT-ADI.
      Mais nada….

  5. Alligator

    12 de Setembro de 2018 as 7:24

    O melhor mesmo e esperarmos pelo dia 07/10/2018 e com certeza o povo sabera escolher, mesmo não parecendo, o dito “povo pequeno” e um bom juiz!
    E ai sim, o povo absolvera quem tiver que ser absolvido e condenara aquele que tiver que ser condenado, pois ate o transito em julgado todos são inocentes,apesar de ter as minhas duvidas que haja alguem inocente neste processo (referindo-me aos partidos politicos).kkkkkkkkkk.

  6. Paulo Braz

    12 de Setembro de 2018 as 7:39

    Ja,repararam que o ADI entrou em parafusos. Estao todos atrapalhados e agora estao com medo da propria,sombra. Estupisamente e ingenuamente ADI foi colocar pefido de impugnacao contra a candidatura da coligacao mdfm/pcd/udd. Isto e sinal claro de medo. Sinal claro que nao sao democratas, sinal claro que ADI vai perder as eleicoes, alias os kneys, os bacudas,os policarpos, os balas, os bocas balancas e muitos outros ja admitem isso publicamente. Nos sanranenses ja nao queremos ADI. Forra ADI

  7. lucas

    12 de Setembro de 2018 as 7:51

    Quem acha que este Comunicado foi encomendado por PT põe um Gosto.

  8. Adeliana Nascimento

    13 de Setembro de 2018 as 8:33

    Pitagoras não quer comprometer o seu cliente. É justo, senão pederão dinheiro na proxima vez.

  9. Indignado com o "DUBAI"

    14 de Setembro de 2018 as 8:48

    Então falsificam um documento, com meu nome, endereço, carimbo e assinatura, e a minha reacção é:
    ” Não fui eu que fiz, é falso. Se voltarem a falsificar e manchar meu nome vou processar”

    E ainda tem gente que acredita?

    Se o cliente optou por guardar o resultado, por alma de quê é que a empresa contratada para o fazer é que o vai divulgar ???

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo