Política

MLSTP varreu ADI nas eleições autárquicas

ADI que depois de 2014 dominava 5 das seis autarquias locais da ilha de São Tomé, só conseguiu manter uma, a de Mé-Zochi.

Os resultados das eleições autárquicas anunciados pelo Presidente da Comissão Eleitoral Nacional confirmam a queda da ADI e de Patrice Trovoada. A Autarquia de Água Grande que envolve a capital do país, região mais populosa do país, foi ganha pelo MLSTP. O maior partido da oposição conseguiu 7 mandatos e a ADI 4.

O poder local de Mé-Zochi, é o único que continua a ser administrado pela ADI. Os resultados provisórios indicam que a ADI conseguiu 6 mandatos para a autarquia de Mé-Zochi contra 5 mandatos do Movimento criado por Nelson Carvalho, ex-Presidente da autarquia e nas eleições de domingo, foi candidato ao poder local com o apoio político do partido MLSTP.

O distrito de Lobata continua a ser de empates. O MLSTP apurou 4 mandatos e a ADI 4 mandatos. A coligação PCD-MDFM-UDD conseguiu 1 mandato e representa o fiel da balança do desempate. Nas eleições de 2014, o vereador eleito pelo PCD, decidiu entregar a Presidência da Autarquia ao partido ADI. Resta saber se desta vez haverá entendimento entre o MLSTP e a coligação, para a conquista da presidência da autarquia.

O poder local de Cantagalo que pertencia a ADI, regressou para o MLSTP. Aleixo Pires médico residente em Água Izé, regressa a presidência da Câmara Distrital. Paulo Bacuda, já é passado em Cantagalo. No dia 7 de Outubro, o povo de Cantagalo entregou ao MLSTP 6 mandatos para a autarquia, contra 3 atribuídos a ADI.

Lembá distrito ao norte da ilha de São Tomé, também abandonou a ADI, e regressou para as mãos do MLSTP, com 5 mandatos apurados contra 3 da ADI e 1 da Coligação.

Autarquia de Caué no sul de São Tomé, que foi a única autarquia conquistada pelo MLSTP nas eleições de 2014, está metida num empate. MLSTP conseguiu 2 mandatos para a autarquia, a coligação também 2 mandatos e a ADI 3. As negociações entre os 3 partidos deverão definir quem será o Presidente da Autarquia de Caué.

Abel Veiga

    5 comentários

5 comentários

  1. Nilson

    8 de Outubro de 2018 as 20:58

    A vontade do povo e aquilo que o pais precisa para resolver as vezes nao coincidem. E’ preciso prestar muita atencao nisto. E, tambem, eu nao acredito em democracias coruptas. Africa nao avanca por varias razoes, a corupcao esta no top da lista.
    Eu peco ao povo para ter calma— Desbunda e convive sim, mas sem violencia.
    Nos nao precisamos de violencia para resolvermos as disputas eleitorais/politicas. Se a oposicao ganhar tudo sera divulgado. Se o partido no poder ganhar, Partido ADI, eles terao de continuar a governacao do pais, mas se perderem, entao eles terao que sair do poder e deixar a vontade do povo. O actual Presidente da Republica disse, “povo poe, povo tira.” Os votos do povo e’ que devem dar o mandato e a lideranca do pais, NAO aos “Cambalachos/trafulhas”. Nao precisamos de jogos sujos—-a honestidade, transparencia, uniao, trabalho e o respeito mutuo e’ que vao dar resultados positivos e prosperidade. Sao Tome e Principe nao e’ propriedade privada de ninguem. O pais pertence ao povo, todos os Santomenses. Mas, com a violencia nao da. Todavia, se o ADI perder as eleicoes e fazer batota ou roubar os resultados finais para o beneficio dos seus membros do Partido, entao eu nao estou nisto, o povo entao fara a sentenca que quizer, e nao pedirei ao povo para ficar calmo. Se o ADI perder, entao tem que sair do poder—nao havera negociacao nisso, mas se ADI ganhar de forma justa, o povo tem que aceitar o resultado das urnas.

    P.S. Abaixo aos politicos bandidos, ladroes, e disonestos no continente Africano. Precisamos de pessoas honestas, com alto nivel de responsabilidade para com o povo, governantes serios, e com integridade moral na lideranca em Africa

  2. Pobre

    9 de Outubro de 2018 as 8:50

    O ADI perdeu mal e porcamente no Lembá porquê?
    Aonde andam os verdadeiros lutadores do partido?
    Eles foram afastados pelo Patrice? foi má ideia. Os resultados demonstram.
    Nunca se deve afastar os bons e honestos.
    Um bem haja.

    • Maria Silva

      9 de Outubro de 2018 as 13:33

      O ADI nunca ganhou as eleições em Lembá ( nunca ) !
      Os de Lembá foram e são fiéis ao MLSTP com um particular para Senhor Pinto da Costa!
      E é mt importante que passemos estes testemunhos aos mais novos ( dizer sempre que os trovoadas são inimigos dos São Tomenses ) !
      Deus proteja nos…

      • Seabra

        9 de Outubro de 2018 as 20:39

        Maria Silva…grende e boa combatente. Todo o meu respeito, Miss!

  3. JOAO CARLOS

    9 de Outubro de 2018 as 15:29

    É varrer essa gente do ADI a todos os níveis. Só falta presidência da República em 2021. Força ao povo de São Tomé e Príncipe.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo