Política

LIBERDADE : TC divulga esta sexta feira os resultados definitivos

LIBERDADE, é a palavra que tem sido mais utilizada pelos são-tomenses nos últimos dias. A participação massiva dos eleitores nas eleições de 7 de outubro, é definido pelo povo como sendo um acto de reconquista da LIBERDADE.

Nos últimos dias dezenas de cidadãos são-tomenses não arredarem os pés das portas do Tribunal Constitucional, exigindo a divulgação dos resultados definitivos das eleições,. Pois no dia 7 de Outubro a maioria do povo eleitor, decidiu pela reconquista da LIBERDADE.

Dizem repetidamente a palavra LIBERDADE, porque tinham deixado de ter liberdade de expressão. Liberdade porque sabiam que o sistema de bufaria foi instalado no país. Liberdade, porque desconfiavam que as suas comunicações telefónicas, eram escutadas. Liberdade, porque uma simples opinião dada numa conversa de bar, poderia causar o seu despedimento do emprego. Liberdade porque um comentário feito no Jornal Téla Nón, poderia causar o seu despedimento, mesmo sendo funcionário de uma empresa privada, como o Téla Nón testemunhou recentemente.

Liberdade, porque o controlo cada vez mais apertado que suportavam por parte do poder, gerou saturação. Liberdade, porque saturados agiram nas urnas. Saturados resistiram nas ruas contra a tentativa de validação dos votos nulos, a favor da manutenção do sistema persecutório.

Está marcado para o meio dia(12 horas) desta sexta feira, a divulgação dos resultados definitivos das eleições, pelo Tribunal Constitucional. O grito de LIBERDADE dado pela maioria dos eleitores de São Tomé e Príncipe nas urnas de 7 de Outubro, não deverá ser posto em causa pelo Primeiro Tribunal Constitucional Autónomo.

Abel Veiga

    5 comentários

5 comentários

  1. Nova República

    19 de Outubro de 2018 as 9:46

    O Dia 7 de Outubro de 2018, deve ficar escrito eternamente na história de São Tomé e Príncipe.
    Também apelaria aos responsáveis pela formação do novo governo, que fossem mais prudentes e responsáveis pela indigitação dos novos dirigentes(Ministros, Directores e não só. Definissem antes de tudo um perfil para futuros dirigentes ( idoneidade, competência profissional, imagem limpa, capacidade de liderar etc,) e só depois disso fazer selecção. Uma vez que foi uma luta conjunta, tudo em conjunto deve ser resolvido.

    • Seabra

      19 de Outubro de 2018 as 15:13

      Confirmo. Tenho dito e repitido.
      Embora sabemos que não é possível ser pior que o PT- ADI.

  2. MIGBAI

    19 de Outubro de 2018 as 11:43

    Será que estão à espera de um resultado justo?
    Já está tudo montado nestes 12 dias
    Acabou minha gente.
    Podemos começar a gritar!
    Viva o colonialismo negro!!!!!
    Queriam independência, pois aqui a têm.
    Já uma vez o disse que não é o povo que é palerma, palermas são todos os que acreditaram na independência de ilhas dependentes da comunidade internacional.
    Palermas são todos os que não conseguem ver que o futuro de STP passa por nos juntarmos/unirmos a um pais desenvolvido e de preferência europeu.
    Palermas são todos aqueles que pensam ser possível retorcer politicamente a ditadura colonialista negra que se foi impondo em STP nos últimos anos.
    Procuraram e agora acharam!

  3. Antonio Rocha

    19 de Outubro de 2018 as 13:11

    Concordo plenamente com o que referiu o Senhor Nova Republica no seu comentario acima descrito. Na verdade o futuro governo da república deverá ter um misto de competências técnicas e responsabilidades politicas. Os nomes que no passado já foram machados não devem fazer parte do elenco, mas aqueles que de uma forma ou de outra deixaram contributos valiosos deverão ser chamados, pois o futuro se constrói com expediências, ao contrario do ADI que levou para as direcções e ministérios uma cambada de miúdos inexperientes e que apenas contribuíram para arruinar ainda mais o país. Viva a democracia, viva a liberdade.

  4. Deus não dorme

    22 de Outubro de 2018 as 11:49

    Só gostaria de saber onde estão os 2000 votos do Abenilde.
    E o movimento de Caue que ainda ninguém os ouviu? E como é que Levi disse que ia coligar com eles.
    Para quem diz que povo não votou na jeringonça Stp, quem primeiro falou disso fo Levi logo depois do apagão da noute de 7 de Outubro

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo