Política

PM Jorge Bom Jesus anunciou medidas urgentes

Jorge Bom Jesus,  é o novo Primeiro Ministro de São Tomé e Príncipe. Foi investido esta segunda – feira, pelo Presidente da República Evaristo Carvalho. Logo depois o Chefe de Estado deu posse aos membros do novo Governo, liderado por Jorge Bom Jesus.

Na sua primeira intervenção como Chefe do Governo são-tomense, Jorge Bom Jesus, anunciou um conjunto de medidas de urgência. « Conheço perfeitamente as enormes dificuldades que esperam este governo. Ao longo das próximas semanas vamos fazer um diagnóstico público, objectivo e honesto da situação real em todos os sectores, sem qualquer intuito de culpabilizar ninguém, mas com a finalidade de dar a conhecer a todos o país que herdamos, hoje dia 3 de Dezembro de 2018», afirmou.

Um inquérito que o Chefe do Governo, definiu como fundamental, para ajudar na finalização do programa de governação, e assim «responder em curto prazo a crise energética que ainda prevalece, os atrasos no pagamento dos salários, e das dívidas às empresas, a constante falta de medicamentos e consumíveis nos hospitais, as mudanças estruturais no sector da justiça, e a aposta na consolidação do Estado de Direito Democrático», acrescentou Jorge Bom Jesus.

Mas, Jorge Bom Jesus, ainda não conhece os dossiers do Estado, e não vai poder recebê-los das mãos do seu antecessor.  Considerou que as acções imediatas a serem desencadeadas pelo seu governo, ficarão condicionadas, a esta situação de não passagem de pasta, pelo seu antecessor. «Não posso deixar de lamentar e condenar o facto de uma vez mais não se ir cumprir, com o processo de passagem de pasta, pelo menos por parte do meu antecessor, o que naturalmente poderá condicionar as acções imediatas, do novo Governo», sublinhou.

Mesmo assim acredita que o tempo nublado que cobriu São Tomé e Príncipe vai se dissipar. «Reina a dúvida e a incerteza, os tempos estão nublados.Mas, as nuvens vão desaparecer e o sol brilhará com mais intensidade. Depois da chuva a vida sempre renasce, nenhuma Trovoada dura para sempre», assegurou o novo Primeiro Ministro.

Para conquista do céu limpo, sem nuvens,  prometeu combater a corrupção em parceria com a sociedade civil. «O combate à corrupção será a bandeira deste governo. É um imperativo nacional que os responsáveis pela gestão danosa e pelo desvio de dinheiros e bens públicos, comecem a ser criminalmente responsabilizados», frisou.

O desempenho dos 12 ministros e 2 secretários de Estado que compõem o décimo sétimo governo constitucional, serão avaliados de forma rigosa. « Assumo aqui publicamente o compromisso de avaliar em permanência e com o rigor necessário o desempenho dos membros do governo e das direcções intermédias da administração pública e tomar as medidas necessárias para corrigir o que for necessário. Esta é uma linha vermelha que deixo aqui publicamente traçada, e da qual não me desviarei durante o mandato», garantiu o Chefe do Governo.

O novo Governo é de coligação. O partido MLSTP partilha a governação com a coligação PCD-MDFM-UDD, numa maioria parlamentar de 28 deputados.

O leitor tem acesso em registo audio, ao discurso do novo Primeiro Ministro de São Tomé e Príncipe.

1 – Em dialecto Forro

2 – Em língua portuguesa

Abel Veiga

    26 comentários

26 comentários

  1. Cua non

    3 de Dezembro de 2018 as 20:58

    O Sr. PM prometeu mudar a hora. Vai ou não?

  2. Gestores de merda

    3 de Dezembro de 2018 as 21:20

    Quero felicitar a este governo, lhe desejo sucessos. Nós de Oque -Del -Rei estamos a ser muito prejudicado com o problema de energia. Não se entende como é que O quê Del Rei baixo quase sempre tem energia e cima não, nós exortamos ao novo governo para varrem a EMAE, urgentemente, tirar até os gestores de central, os chefes, porque não estão a fazer nada.Isso é muito abuso, estamos já a dias sem energia. Caso contrário nós os moradores de Oque -Del -Rei cima vamos revoltar , vamos a EMAE pedir a demissão até dos técnicos encarregados de distribuir essa miséria de energia. Merda pá. . . .

  3. MadreDeus.igreja

    3 de Dezembro de 2018 as 21:20

    Senhor 1 Ministro, com tudo respeito.
    Eu como, banana, azeite peixe, vinho palma.
    Fruta, azeite, malagueta, vinho palma
    Matabala, azeite, peixe, vinho palma.
    Arroz, peixe frito e vinho palma.

    Já reparou, que peixe é de vez enquanto é, vinho palma, todos dias?

    Porque sou eu quem tiro.
    Mais senhor 1 Ministro, como vou passar com o meu estômago, eu e meus agregado familiar, se isto é base da minha alimentação.

    Ovos, carne e leite, nem pensar, como vai ser minha vida e dos meus filhos?

    Tudo isto para dize-lo o seguinte:

    Vais ter que responsabiliza-los sim
    O que encontrares nos ministérios Públicos,vais ter que denuncia-los a justiça sim.
    Faça tudo que puder, mas, vais ter que entregar os que nos roubaram sim.

    Senão o fizer, vai ser um círculo vicioso e, nunca ter uma vida razoável.
    Nunca poderei comer um sandes mista
    Nunca poderei comer, uma carne de vaca.
    Nunca poderei comprar um bicicleta ao meus filhos.

    É muito triste, ver o que estou a ver.

    Não poderemos ter um governo bom, se ele não tiver justiça, como pano do seu programa.

    Não poderemos ter um governo bom, se não tiver um programa de habitacional. Porque o governantes não teriam controle sobre a pobreza, sobre os crimes, sobre o desemprego e sobre a saúde.

    Senhor Jorge Bom Jesus, leve todos eles a justiça. Peço-ti encarecidamente, por favor.

    Os que vierem, teriam medo de mexer na coisa pública.
    Disse, tu no mato de batepa

  4. ANCA

    3 de Dezembro de 2018 as 21:29

    Seja ele quais partidos, coligações ou personalidades venha a governar o País São Tomé e Príncipe, nos próximos anos todos devemos estar cientes;

    De que São Tomé e Príncipe depende de ajuda exterior, de que pouco ou nada produzimos para levar a cabo nossos compromissos de crescimento desenvolvimento, que dizemos querer sustentável, de relembrar o desenvolvimento sustentável é o compromisso que vem do incentivo interior nacional, que neste mundo ninguém dá nada a ninguém, sem esperar receber algo em troca, daí temos a configuração dos programas das agências financeiras internacional, FMI, Banco Mundial, os doadores e credores internacionais, com apertos necessários. Que a euforia das campanhas eleitoralistas, os populismos jamais nos ceguem.

    A encruzilhada é difícil e nos próximos tempos será ainda mais difícil, a julgar pela conjuntura econômica e financeira mundial, jamais percamos tempo, com intrigas, desentendimentos, saibamos conjugar interesses para o bem da nação, pois que a torneira, do financiamento exterior internacional, está a fechar esgotar, o planeta dispõe de cada vez menos recursos e há milhões a alimentar sem falar na ganancia, luta pelos recursos e pelo espaços territórios, mercados, logo a competição mundial.

    De relembrar que a casa onde falta pão, todos ralham e ninguém tem razão, é a pobreza fome miséria a reinar, saibamos criar inventar uma sociedade justa de homens que podem viver em comunhão harmonia e paz.

    Porque de tanto barulho faz a montanha parir ratos.

    Deve existir Ordem, Justiça, Organização, Trabalho, Compromisso e Responsabilidade.

    De que São Tome e Príncipe, são duas ilhas e alguns ilhéus, logo a implicância da insularidade deve ter tida em conta, em qualquer programa de desenvolvimento que se diz ou quer sustentável.

    Insularidade em relação ao exterior, ou seja grandes centros de poder econômicos, financeiros, grandes centros de decisões, informação, formação mundial

    Insularidade Interna, que tem ou pelo menos devia ter consequências nas políticas ou programas de energia, eletricidade, telecomunicações, vias de comunicação e transportes quer marítimos quer aéreos, quer terrestres, basta olhar atentamente para os custos destes bens e serviços, na sua falta de infraestrutura sem os quais, desenvolvimento torna-se uma miragem.

    De que São Tomé e Príncipe, é um pequeno País, ilhas pequenas, com poucos de recursos naturais exploráveis, com reduzido número de habitantes, os quais ao longo de anos têm vindo a aumentar a sua densidade no espaço e no tempo, acompanhado da sua condição isolamento, de pobreza, fome , miséria, falta de emprego, exercendo assim uma maior pressão sobre os recursos existentes, quer florestais, ambientais, a fauna, flora, agua, inertes, como consequências de falta de ordenamento do Território e Populacional, falta de ordenamento jurídico, causas de instituições fracas, não obstante o mar.

    Devemos ter em conta de que temos instituições fracas, quer no ensino,(basta ver os números, desde o primário, básico, secundário, técnico, e superior), na saúde, na Justiça, na gestão administração da População/Território, mar- lá onde existem pessoas, instituições quer no privado, quer no público elas devem ser qualificadas, certificadas, exigidas a dar o seu melhor, sob pena de serem responsabilizadas, pelos seus atos e contratos ou compromissos. Neste âmbito ter em conta que a família é o núcleo central pilar duma sociedade, em São Tomé e Príncipe, sabemos que a família encontra-se desestruturada, por falta de responsabilização dos seus membros para com os filhos para com o compromisso familiar, assim temos a poligamia, a prostituição, a gravidez precoce na adolescência, a violência domestica quer contra as mulheres, homens, crianças e velhos, de que é necessário um compromisso social, institucional para por cobro, pois aí também se encontra a razão do agravamento da pobreza e miséria.

    De que São Tome e Príncipe tem vantagens

    O facto de dispormos de uma localização estratégica, e de um clima interno de ausência de conflitos armados e relativa calma e paz, apesar de não dispormos de muitos recursos naturais, nem de uma população espessa, estarmos perto regionalmente dum mercado de 250 milhões de pessoas com necessidades a satisfazer, precisamos de trabalhar produzir, precisamos de atrair investimentos externos, precisamos de ser um território central, na área da saúde, da justiça, um bom centro de investigação, um bom centro gestão financeiro regional, internacional, um bom centro de prestação de serviços, um bom centro de turismo ambiental e de natureza, sem esquecer o cluster o mar, suas vantagens para economia e o PIB nacional.

    Vermos a evolução organização desportivas nas suas mais variadas vertentes como uma vantagens, comparativa hoje até econômica e financeira.

    De que a produção de gado sua transformação, conservação, devem ser uma realidade a suprir,quer de aves, quer caprino, quer bovina, etc…

    De que a produção de frutas, hortaliças, flores,chás, cafés, banana, cacau, côco, plantas medicinais, sua transformação, conservação, devem ser uma realidade do comercio interno externo.

    Poderia alongar mais e mais e mais…

    Perante tudo isto e mais é necessário investirmos nas pessoas, forma-las, qualifica-las, certifica-las, necessário investir na infraestruturas de suportes.

    Hoje existe uma ferramenta essencial, as tecnologias de informação e comunicação, é necessário impulsionar seu contacto, a sua pratica e saber pela população, pois assim se fazem acesso a informação a velocidade da luz, igualmente fazem-se negócios, criam-se empresas, torna-se célere e desenvolvido, pois traduz numa ferramenta essencial na conjuntura mundial hoje.

    Ainda relembrar que jamais tivemos ou temos empresas capaz de suportar, a demanda de desemprego, nem a sustentação da nossa economia em virtude de criação de riquezas e aumentos do PIB.

    De relembra o perigo da venda dos medicamentos da rua.

    O risco das doenças endêmicas, cólera e malária, paludismo, sem falar nas doenças sexualmente transmissíveis, doenças por consumo de agua impropria para a saúde,anemias, cancros, etc…

    O mau saneamento do meio.

    Falta de controlo das pragas, ratos, pulgas, insetos

    Falta de controlo de animais domésticos, cães, porcos, cabras, patos, galinhas, etc…animais soltos provocam disseminação de doenças

    Dentre outros

    a questão da perda de valores, ordem, disciplina, rigor, organização, trabalho.

    Acredita juntos somos capaz, juntos vamos mais longe

    Acredita tu é capaz

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tome e Príncipe

  5. Gentino Plama

    3 de Dezembro de 2018 as 21:57

    Não perca o tempo com o combate a corrupção; Pois, combater a corrupção é o sinónimo de combater o homem. Faça a diferença esses 4 anos de mandato como sendo o homem de igual sentimento a cada um santomense.

    • MadreDeus.igreja

      4 de Dezembro de 2018 as 11:16

      Você está metido na merda, também roubou. Vir aqui pedir para esquecer do combate à corrupção.

      Já diz tudo. Esse homem, também nos roubou.

      A corrupção é para ser combatida, dói a quem dói. Corrupção é uma doença, uma praga que infecta toda a sociedade.
      Não vamos combate-los com aspirina nem com antibióticos, nem passa-los mãos sobre a cabeça, dizendo
      Tá tudo bem.
      Vamos combate-los com cadeias e devolver tudo que foi roubado.
      Isto é fazer justiça,dos milhões de medicamentos que não há, milhões no investimentos que não há, de muitos desempregados, da miséria, dos hospitais, que deviam ser construído, dos que não sabem o que fazer da vida, das estradas que podiam ser renovados ou construídos

      Gentino Plama, Gentino Plama, é melhor devolver o que não é seu quanto antes.

      Punda ope cá dá cidade cua de pia ooooooooooo

    • apavorado

      5 de Dezembro de 2018 as 10:30

      Dizia no meu comentário mas infelizmente não apareceu de forma aos caros eleitores pudessem ler. A citação do atual 1 ministro em acabar com a corrução ” doa quem doer a corrupção será combatida tenazmente”, nós os santomenses todos, sem exceção, devemos encorajá-lo, visto que a corrupção é uma doença, uma praga que infecta toda a sociedade, efetivamente, dai que quando “JBJ ” , durante a campanha evocava essa honrosa expressão, comecei a meditar, possa ser que desta vez a coisa publica estará da melhora forma controlada. Vejamos, os nossos doadores, a comunidade europeia, FMI, BAD estas instituições e outras, apreciarão de perto se efetivamente o “1 Ministro JBJ ” e seu elenco, venham efetivamente combater essa praga maligna que contribuiu ao longo desses anos da independência à nos empobrecer . Mas para efeito, teremos que ter uma justiça perfeita com elementos capazes sem manchas no cumprimento das suas funções , uma justiça feita sem escolha para as classes , media e “zé povinho “, isso sim, seremos inevitavelmente apreciados pela comunidade internacional, aliás o atual 1 ministro , já viveu num país onde só existe a democracia quando há pleno combate contra corrução, falo da Rep. Francesa. Haver vamos que venha igualmente prevalecer no nosso solo pátrio de STP, essa luta . Mas já houve combate a corrupção em STP, para quem não sabe e tem boa memória, no tempo do Pinto da Costa , falhou comeu e é mesmo assim que os nossos dirigentes devem pautar, depois de lá tudo passou quase impune , mas enfim vamos ter esperança.

  6. Seabra

    3 de Dezembro de 2018 as 23:55

    Concordámos. É mesmo de praz de fazer o BILAN do que foi deixado pelo governo precedente PT-ADI, visto que ele não foi capaz de assumir o seu cargo até o fim e passar a sua pasta como exigem as regras da república num país democrático que é STP…mas devem fazer este papel , conforme à lei, os seus adeptes ADI que estão ainda no solo sãotomense.
    É de uma importância capital, que o novo governo tome todas as precauções de fazer um inquérito detalhado de todos os dossiês sobre o que foi feito à nível BUDGÉTAIRE em cada ministério, o montante deixado no cofre do Estado de STP pelo LARÁPIO PT-ADI. É IMPERATIVO !
    TUDO DEVE FICAR CLARO, FEITO COM TRANSPARÊNCIA e sobretudo por ESCRITO (relatórios com detalhes, fotos etc,tudinho em ordem , não hesitar em fazer trabalhar os bons e inteligentes militantes).

  7. SEABRA

    4 de Dezembro de 2018 as 7:53

    Restos dos ADEPTES – ADI, dêem a CARA , argumentem com os vossos verdadeiros nomes,assumam a vossa Oposiçao (como nosostros fizemos durante a vossa DITADURA), em vez de virem COVARDAMENTE encaixar um dedo negativo …ponham os vosso c…oes nos seus devidos lugares.
    Jà é tempo! Aprendam a ter CORAGEM.

  8. Patriota

    4 de Dezembro de 2018 as 8:16

    Deveria se criar regulamentos governamentais que responsabilizasse criminalmente os ministros cessantes.

    • Seabra

      4 de Dezembro de 2018 as 10:39

      Patriota , adiro à 1000°/ à sua ideia.
      O lugar dos criminosos é na prisao… é URGENTE
      de fazer passar os vagabundos da ALA PT-ADI, diante da
      justiça para darem conta do recado. IMPRESCENDIVEL!

      • Rapaz de reboque

        4 de Dezembro de 2018 as 13:50

        1000% muito bem senhor ministro

      • Rapaz de reboque

        4 de Dezembro de 2018 as 14:13

        Provado edta que a vida é curta e bela.
        E que se morreum pouco em cada dia
        Não queira sem querer dar cabo dela
        NAO SE ERRITE SORRIA

        Queira ser indulgente e confiante
        Seja a própria justiça quem o guie
        Equando vir erraro seu semelhante
        NÃO CRITIQUE AUXILIE

        Seja calmosereno,recto e bom
        Faça de amora base, o alcance.
        Tente dar voz não alterar o tom
        NÃO GRITE CONVERSE

        Ponha o caso em si sempre que possa
        Deixe falar quem fala, nem repare
        E ouvindo a consciência, amiga nossa.
        NÃO AUCUSE AMPARE

  9. Regularização dos salários a nivel nacional por categorias

    4 de Dezembro de 2018 as 9:22

    A nova maioria empossada no dia 3/12/2018, deverá fazer agora a uniformização dos salários a nivel nacional, depois da publicação dos salários efetuada pelo anterior governo,que acabou por ser uma mera públicação exibicionista, sem quaisquer resultados para os trabalhadores que ganham magros salários, para acabar com a injustiça salarial existente, sobretudo na função pública. Não é admissivél nem dignificante que uma encarregada de limpeza dos Institutos, tenham salários superiores aos directores, da maioria das Direções do estado.

  10. MIGBAI

    4 de Dezembro de 2018 as 9:35

    Já tínhamos ouvido isto com a ADI. Agora ouvimos de novo. Mais uma vez a merda é a mesma só mudaram as moscas.

    • Seabra

      4 de Dezembro de 2018 as 10:33

      …jà começa a mà fé, com os comentàrios mediocres e idotas dos parceiros PT-ADI.
      Primeiro, façam vir o ex primeiro ministro PT para render contas da sua desordem e LARAPISMO
      durante a sua DITADURA.
      Até pôr ORDEM na DESORDEM causada pelo governo TOTALITARIO PT- ADI, ainda vai levar tempo, sobretudo que
      o PROBLEMA em questao se encontra FUGITIVO, na Maloia.

  11. Manuel Alberto

    4 de Dezembro de 2018 as 10:08

    Graças a de Evaristo Carvalho não estamos numa guerra ou não estamos como a Guiné-Bissau. Evaristo Carvalho ao empossar este governo já fez história em África – o primeiro presidente africano a empossar um governo de minorias, quando o seu próprio partido ganhou as eleições!
    Parabéns Sr. Presidente! Os outros povos te reconhecerão!

    • MadreDeus.igreja

      4 de Dezembro de 2018 as 11:24

      Ele Evaristo Carvalho, quero fugir da merda que o PT, lhe colocou.

      • Artur Silva

        4 de Dezembro de 2018 as 14:41

        O teu país é uma merda? Onde está o teu patriotismo?

  12. Povo atento

    4 de Dezembro de 2018 as 13:29

    Uma das medidas urgentes é varrer as Finanças. Não se admite muita bandidagem e enriquecimento indevido neste sector. O chefe de esquema e malandragem já está fora, é o senhor Américo Ramos.Só que este senhor deixou lá raízes podres como o Ginesio, Anita, Aguiar, Belmiro, Titis,Vagner, Olinto ,as Altinas e é urgente arrancar essas raízes.O povo está atento
    . Nós vos elegemos para acabar com a corrupção, aliás o senhor Ministro já disse e então nós os grupos dos atentos do MLSTP estamos bem atentos. Se não fizerem podem crer que vamos retirar o nosso apoio.

  13. Nostelde neto

    4 de Dezembro de 2018 as 13:56

    Desejo muita boa sorte ao novo Govervo
    O Governo deve sim fazer uma análise da situação antes de tomar medidas. Mas há sectores que essas medidas devem ser tomadas prontamente. É o caso de ANP-STP, onde o Orlando Pontes e companhia limitadas são grandes corruptos. O Orlando e o Felisberto Branco são dois elementos que devem responder criminalmente pela corrupção e má gestão na ANP-STP. Agora porque viram a auditoria do Tribunal de Contas, devolveram os dinheiros roubados há 2 ou três anos a traz. Orlando Pontes é o grande analfabeto e pedofilo do ADI. Segundo as informações, às regalias só são para os de ADI, ele, Wadson, Álvaro e outros.
    Este indivíduo fez um concurso para si mesmo e para o amigo, meteu, sem concurso público um jurista do ADI na ANP.
    Utiliza valores para compra de equipamentos para a ANP mas não o faz, inventa patrocínio fantoche para roubar o dinheiro da ANP junto com o Wadsom e Felisberto para os amigos e amiguinhas do Liceu.
    Este indivíduo deve responder por tudo isto rapidamente.
    Um bem haja a STP

    • Edney Barreto

      6 de Dezembro de 2018 as 20:20

      Esse comentário é duvidoso…até a apresentação pública de qualquer documento que implica Eng. Pontes eu duvido. És contabilista da instituição, porquê só agora em Novembro pedes auditoria às contas????

  14. Metido a Besta

    4 de Dezembro de 2018 as 19:30

    O direito a seconda oportunidade deveria ser consagrado na Lei .

    Em Angola, ouvi muitos comentários a cerca de multipartidarismo .

    E entre os tais era que Angolanos sabiam que MPLA usava e abusava dos bens públicos mas nunca tocou nos bens da população, ou seja , o que trabalhou e amealhou o MPLA nao tocava .

    Ao contrário que passa em Portugal e em São Tome

    44 anos apos 25/04/1975 , não podemos nem devemos continuar a culpar as outras pessoas pela nossa falha e incompetência.

    O pior quando assistimos o Estados como de Portugal que usa o fisco para aterrorizar , violar os dados de uma forma fraudulenta e o atual S E Dos A Fiscais não reconhece esta falha.

    Nao sei como foi possível o povo de São Tome ter submetido todo abuso de ADI.

    Esta Nova oportunidade estao aberta a toda sociedade e vamos todos contribuir com a Vossa Excelência.

    Sou um aliado para a reconstrução Nacional.

    Não haverá um Adalberto Luiz que vai travar a minha participação na reconstrução
    .

    Sr Adalberto Luis vai ser recordado como acidente de percurso

  15. Amar o o que é nosso

    4 de Dezembro de 2018 as 19:33

    Declararem os bens que têm antes e depois de deixarem o governo. Declarem! Isso também quer dizer Transparência

  16. Lopes

    5 de Dezembro de 2018 as 17:07

    Agora, é mãos à obra. É o que se espera. Há sectores-chave que precisam de saneamento urgente: EMAE, ENAPORT, ENASA e o Banco Central. Os lambe botas, corruptos e pedófilos devem ser demitidos. O traidor e pedófilo do Governador do Banco Central que trocou o MLSTP/PSD pelo ADI e a sua corja devem ser rapidamente demitidos do Banco Central.

  17. Admirado

    5 de Dezembro de 2018 as 19:19

    kidaleooooooo senhores!!! Vcs também não passam de uns grandes bandidos. Aonde esta a declaração dos vossos bens? Declarar jaaa!!! Pensava que vocês eram diferentes do ADI, mas afinal vocês já estão a provar que são da mesma laia.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo