Política

Angola reage ao “SOS” lançado pelo Governo “JBJ” para aliviar a crise de luz

Talvez seja o primeiro sinal da redinamização das relações bilaterais entre São Tomé e Príncipe e Angola.

O Governo angolano enviou para São Tomé uma equipa de peritos em energia térmica, para analisar a situação actual de crise de energia. A equipa técnica angolana que já visitou as centrais térmicas da ilha de São Tomé trabalha com os técnicos da empresa de electricidade, EMAE, no sentido de recuperar os grupos de geradores que estão avariados, e não só.

A  resposta de Angola ao pedido de socorro lançado pelo governo de Jorge Bom Jesus(JBJ), inclui também o envio de grupos de geradores a São Tomé, para atenuar a actual crise de energia, sobretudo no período das festas de natal e da passagem do ano.

«É uma missão cm dois objectivos, identificação dos principais problemas dos grupos existentes e a possibilidade de recupera-los, e complementarmente tentar trazer grupos de geradores para suprir a diferença de produção que temos hoje, e ver se até a quadra festiva possamos ter mais energia para as populações», explicou o Ministro dos Recursos Naturais, Osvaldo Abreu.

O Ministro que acompanhou a visita dos peritos angolanos às centrais térmicas destacou a importância da cooperação angolana, que permite ao governo, atender a actual principal reivindicação social e económica do país, energia eléctrica. «O povo reclama e pede solução aos problemas que temos particularmente a situação energética que é muito calamitosa. Hoje é a resposta a tudo isso. É uma primeira parceira com um parceiro estratégico que é o governo de Angola», pontuou, Osvaldo Abreu.

Abel Veiga

    5 comentários

5 comentários

  1. arroz podre

    12 de Dezembro de 2018 as 7:55

    É assim quando se assume uma função.
    Homem certo no lugar certo.
    Demonstração de competência.
    Um bem haja.

  2. João Bastos

    12 de Dezembro de 2018 as 9:57

    Mais além

  3. Eddy

    12 de Dezembro de 2018 as 13:33

    Estou a gostar cada ministerio vai a procura do seu patrocino .nao tem que esperar pelo primeiro ministro .o primeiro ministro ele esta para fiscalizar os seus ministerios e o JBJ tem que tèr a coragem de falar na cara daqueles ministro quando eles estao errados e quando estao sertos .estou a falar para o Senhor primeiro ministro para ele governar bem ele tem que ser rigido ex:Ministros robaram vai para cadeia -Derectores robaram vai para cadei – Policia robo cadeia-Militar robo vai para cadeia -se fizeres isso acreditas em me vaz trabalhar em paz sem ter medo que os outros destragam o teu trabalho.e o povo vai te agradecer com mas 4 anos de mantatos .se nao iniciares a chamas os responsaveis para a barra de tribuna vaz sofrer .porque pobre roba vai a cadeia e rico depotado ministro nao vai acabo o medo toma medida seria .obrigad

  4. Crisotemos Café

    12 de Dezembro de 2018 as 14:51

    João Bastos. Mais Além , ça Fêno. Angi Plaquini cu djabo ca ta nê.

  5. Metido a Besta

    12 de Dezembro de 2018 as 16:38

    Nao a obra Sr Primeiro Ministro, fazer o que deve ser feito e foi para isso que uma maioria optaram por Vossa Excelencia.

    Nesta altura nao ha lugar para genios porque problemas ja aconteceram e por isso cabe agora resolve-los portanto altura de aplicar a inteligencia na resolucao dos problema.

    Com o tempo sera genios a founcionar de forma a evitar com coisas dessas voltam acontecer .

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo