Política

ADI maior partido da oposição vai a congresso em março

30 de Março é a data marcada para o congresso do partido ADI. O maior partido político da oposição de São Tomé e Príncipe, entrou em crise após as eleições legislativas de 7 de Outubro, que ditaram o fim da sua maioria absoluta.

Patrice Trovoada Presidente do Partido, decidiu abandonar o barco, tendo anunciado a suspensão das suas funções como Presidente da ADI.

Levy Nazaré, enquanto secretário geral da ADI, também abandonou o cargo, depois de ter denunciado Patrice Trovoada como um chefe ditador, e que pretendia promover “caos sangrento” no país depois das eleições legislativas de 7 de outubro.

ADI que desde 2016 perdeu o seu vice-Presidente Evaristo Carvalho, que passou a exercer as funções de Presidente da República, ficou assim decapitado depois de 7 de Outubro.

O conselho nacional reunido no último sábado decidiu marcar para 30 de Março a realização do congresso.

O Presidente auto-suspenso Patrice Trovoada, que sempre residiu no estrangeiro, enviou uma mensagem vídeo ao conselho nacional. «Verei nessa altura se eu serei candidato a presidência do partido», afirmou Patrice Trovoada no vídeo.

ADI que nasceu na década de 90 do século XX, por inspiração do ex-Presidente Miguel Trovoada, pai de Patrice Trovoada, sempre teve na família Trovoada, o sustento moral, político e financeiro, para se manter como força política alternativa para governar São Tomé e Príncipe.

Segundo o porta voz, Abnildo Oliveira, até Março próximo os militantes do partido poderão apresentar as suas candidaturas para a presidência da maior força da oposição. Resta saber, se a ala renovadora da ADI, que integra militantes desavindos com o Chefe Patrice Trovoada, terá capacidade para  se impor na liderança do partido, que nasceu pelas mãos de Miguel Trovoada e foi sempre inspirado e sustentado politicamente pela família Trovoada.

Abel Veiga

    7 comentários

7 comentários

  1. Seabra

    29 de Janeiro de 2019 as 0:52

    O governo ditador da maioria absoluta, ainda não tratou do dossiê sobre o assassinato selvagem que teve lugar durante o regime TOTALITÁRIO do Patrice Trovoada -ADI, do economista sãotomense Jorge Pereira dos Santos.
    HÁ URGÊNCIA de sabermos quem complotô esse crime atroz? Quem foi o comanditário ? Porque razão é que nenhum membro do governo em questão, denunciou o cruel crime? Quem são os cúmplices ? Porque fazer desaparecer este homem bom patriota, calmo, generoso, sempre pronto à ajudar os que precisavam. Porque tinham ( os que organizaram a morte dele) tanto ôdio de uma pessoa humilde, simples, pacífico.Porquê ?
    Exigimos JUSTIÇA e JÁ…a paciência tem limite.
    Os familiares (irmãos , sobrinhos e filhas Syndavi e Josiane ) , os amigos, e os conhecidos querem saber LOGO o que se passou com o malogrado na madrugada de 2 (sábado ) para 3/6/2018?
    O que fazia a empregada vagabunda Marlene em casa dele todo o fim de semana? Qual foi o papel desta vadia criminosa neste crime crapuloso (onde houve desaparecimento de muitos dos bens do defunto.Que mulher tão macabra, que ousou ficar dentro de uma casa com uma victima de uma violência sem nome, cuja à cena ela assistiu sem socorrer o malogrado , esse mesmo que lhe permitia ter um trabalho, um salário de sustento todos os meses. Esta mulher tem e deve viver para que justiça se faça, seja do homem, seja da tradição misteriosa. …se preciso fôr, iremos a todas as terras reputadas para estas justiças traditionais através da magia (vudu,djambakuss, irã,makumba, kandomblé, marabutismo,djanfa, darmá. …). Jorge tinha amigos nos 4 cantos do mundo….uma destas justiças atingirá à Marlene e os seus associados do crime. …este assassinato não vai passar assim. Nunca esqueceremos, faremos pagar estes odiosos criminosos até a última geração , tal como é e continuará sendo a nossa doR e sofrimento.

  2. Grupo Me-Zedo

    29 de Janeiro de 2019 as 8:26

    Qual congresso qual quê?
    Alguma vez ADI faz congresso desde que Patrice se transformou no seu líder?
    O que ADI tem feito tem sido convenções sob orientação directa do Patrice cujos resultados terão que ser o que Patrice quer, porque é ele quem mija dinheiro no partido, tudo pode e tudo manda. Todo o resto nao passa de camelos carregando pesados fardos a caminho do oeste ou da direcção e do rumo que Patrice traçar.
    Portando não será congresso coisa nenhuma. Que perguntem ao Levy Nazaré que ja se fartou dessas brincadeiras anti-democraticas.
    Ah…e mais ainda, ja se esta a tornar publico que afinal nas eleições de 7 de outubro de 2018 o ADI nao teve 25 deputados coisa nenhuma. Tiveram qualquer coisa como 16 deputados. Que perguntem ao Levy e ao Abnilde.

  3. blablabla

    29 de Janeiro de 2019 as 8:30

    queremos saber a onde foi 30 milhões de dólares

  4. Madredeus.igreja

    29 de Janeiro de 2019 as 13:52

    Neste congresso, vão falar com Pinta Cabra, através de vídeo conferência?
    O que sabemos, o homem fugiu, têm medo de cá voltar, até outra altura com choro, mentiras, pedindo perdão para voltar, kkkkkkkkkk

    Neste congresso, vão falar sobre 30 milhões, vão falar sobre a morte do senhor, Jorge Santos. Vão falar sobre os deputados que atropelaram a constituição ou vão falar de Abnilde, ter que vir a praça pública, pedir perdão ao povo.

    Ou vão falar que chegou a hora de entregar o Pinta Cabra e os restos de colonbias a justiça.

    Ou será que vão falar ao povo de S. Tomé e Príncipe, que novo presidente do A D I, é o traidor do MLSTP?

    Aurélio Martins, kkkkkkkkkk
    Non moleeeeeeeeee

  5. NANA

    29 de Janeiro de 2019 as 14:35

    Com Levy de fora ADI não arranca, não terá solução por mais dinheiro que Patrice possa ter.

    Sem Levy podem esquecer o poder.

  6. Renato Cardoso

    30 de Janeiro de 2019 as 9:01

    Qual congresso este grupo travestido de partido vai realizar?
    O seu dono já realizou o congresso e os famintos que o bajularam e bajulam comem as migalhas se e quando ele quiser.

  7. Carlos Manuel

    1 de Fevereiro de 2019 as 16:19

    Meus Caros
    Os 30 milhões que sempre falam devem ter ido para a energia em todas as comunidades do Distrito de Caué, Energia em todas as comunidades de Lembá, Mé Zoxi, Cantagalo, etc, Estradas e energias no Príncipe, acabamento da estrada que liga cidade capital à Monte Café, estrada de Penha, estrada de Oque Del Rei – Boa Morte, estrada de Água porca, revolução da rede energética de média tensão construída em Fruta Fruta, Central de Santa Amaro II, estrada que liga Coreia a Obo Izaquente, Água do Rio de Ouro que abastece toda Lobata até Praia Cruz, Loxinga e Gamboa
    Ágra que bastece a cidade de Neves, água que abastece Ribeira afonso etc. etc. etc.. Quero que o atual Governo de Pinta Body também desapareça com os trinta milhões e faça a mesma coisa que o outro de pinta cabra fez. Assim a associação de pinta cabra e de pinta body vão por este país a conhecer o novo caminho de desenvolvimento

    Força S.Tomé e Príncie

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo