Política

CSMJ alertou 5 novos juízes a terem estofo para enfrentar a selva

O tribunal da primeira instância conta com 5 novos juízes de direito. Foram empossados na última semana pelo Conselho Superior da Magistratura Judicial.

Manuel Silva Gomes Cravid, Presidente do Supremo Tribunal de Justiça e Presidente do Conselho Superior da Magistratura Judicial, garantiu que a falta de juízes representa um dos graves problemas para o funcionamento pleno dos Tribunais. «Neste momento os tribunais quase não tem juízes. E o número de pendência vem aumentando drasticamente», afirmou.

Disse que os 5 novos juízes, vão contribuir para por fim a carência que os tribunais enfrentam, e assegurou que outros 5 concorrentes, que foram seleccionados na base de um concurso, deverão ser enquadrados posteriormente, ou seja, desde que haja disponibilidades financeiras, com base no orçamento geral do Estado.

Manuel Silva Gomes Cravid, fez questão de alertar os novos juízes de direito, para se prepararem para a entrada na selva. «Preparem-se para quando verem no facebook escrito, ….o juiz que tomou esta decisão é corrupto, é ladrão, é isto é aquilo…», frisou.

O Juiz Presidente, disse aos novos juízes, que a vida dos magistrados, já não é fácil em São Tomé e Príncipe. «Têm que ter o estofo suficiente para ouvir isso em vários lugares, e vocês saberem que na vossa personalidade não existe nada disso, mas têm que ouvir e conviver com isso todos os dias. Preparem-se porque é o que vai acontecer…», acrescentou.

Em representação do grupo de 5 novos juízes, o juiz de direito Edmar Teixeira, usou da palavra, para anunciar ao Conselho Superior da Magistratura Judicial, que o grupo está motivado e empenhado. «Sabemos da dificuldade que há em exercer a magistratura em São Tomé e Príncipe. Mas estamos motivados e empenhados para a afirmação do Estado de Direito Democrático», pontuou o jovem juiz.

Tribunais da primeira instância recebem reforços. Novos juízes, que segundo o Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, não devem obedecer a nenhum chefe. Manuel Silva Gomes Cravid, reconheceu que a última vez que teceu a mesma declaração, fazendo saber que os Juiz não têm Chefe, acabou por ter problemas graves. No entanto que, reiterou aos novos juízes, que o único chefe do magistrado judicial, é a lei, a constituição e a sua consciência. «O juiz não tem chefe», reforçou o Juíz Presidente.

O Procurador Geral da República, Kelve Carvalho, esteve presente na cerimónia, e com atenção ouviu as declarações do Presidente do Supremo Tribunal de Justiça e do Conselho Superior da Magistratura Judicial.

Abel Veiga

    13 comentários

13 comentários

  1. Carmona Santos

    6 de Junho de 2019 as 0:11

    É preciso ter uma grande lata. Palavras vans, vindas de um homem corrupto e sem qualquer moral para dizer o que diz.

    Se esse país fosse sério, o Sr. deveria estar na cadeia pelos roubos que pratica. Pk não entrega a casa de vale flor e deixa de seduzir crianças?

    • Força tribunal

      6 de Junho de 2019 as 17:47

      Finalmente a justiça está à funcionar.força Silva….acaba ja com corrupção…aí que pinta cabra vai gritar quidaleouuuu

  2. Parabéns

    6 de Junho de 2019 as 4:34

    Parabéns pessoal…força é bola sorte.

  3. Sofia

    6 de Junho de 2019 as 4:38

    Obviamente o Silva tem razão…prepararem para selva ….principalmente força grupos de pinta cabra.

  4. Grande Silva

    6 de Junho de 2019 as 5:04

    Não liga não senhor Dr Silva.faz o teu belo trabalho…manda o pinta cabra ir para Dubai,ir comer Folha no deserto.

  5. Windows 11

    6 de Junho de 2019 as 8:30

    Para quê novos Juízes se decisão judicial são tomadas e anuladas pelo Ministério da Justiça, e eles não se esqueça que a decisão judicial que tomarem so vai valer se for de agrado do governo é bom que novos Juízes saibam disto.

  6. Paulo Jorge dos Reis

    6 de Junho de 2019 as 9:17

    Mas acho que falta um candidato. Então quê do jurista Nelson Aguiar que também passou no concurso, aliás foi o melhor classificado? Não toma posse?

    CSMJ- favor de esclarecer-nos sobre o assunto.

  7. Pantufo

    6 de Junho de 2019 as 11:11

    Força e coragem meus caros. Unica coisa que vos peço é que dêem o vosso melhor e com imparcialidade. O resto se resolve…

  8. Vedé

    6 de Junho de 2019 as 12:30

    Espero que os recéns empossados juízes trabalhem de acordo a lei e a consciência e não deixem levar pela carência de necessidades financeiras nem materiais.Durante o acto de julgamento defendem o que merecem e não o injusto. Força.

  9. Descamizado

    6 de Junho de 2019 as 15:11

    Penso que todos nós devemos compreender e saber interpretar a expressão do Presidente de Supremo Tribunal de Justiça “Os outros 5 Novos concorrentes que foram seleccionados na base de um concurso, deverão ser enquadrados posteriormente,desde que haja disponibilidade financeira com base no Orçamento Geral do Estado.” Lodo à partida ninguém ficou de fora.Naturalmente o senhor Nelson Aguiar deve estar neste pacote. Vamos fazer comentário com lógica e com realismo. Sabemos que nunca se consegue todo Mundo Agradar,mesmo os nossos filhos. Agora, se houver disponibilidade financeira e não ser enquadrado é uma outra questão. Deixemos de politiquices nos nossos comentários para que os nossos decisores possam trabalhar em prol de desenvolvimento da República Democrática de S.Tomé e Príncipe em paz.Não se comenta das atitudes dos três juízes Conselheiros de Tribunal Constitucional, que em revelia ao seu Presidente reuniram-se em Plenário para devolver a Fábrica Rosema aos irmãos Monteiro depois de receberem em Lisboa nas mãos do senhor Patrice Trovoada para forçar o Tribunal de uma decisão já tomada. O Tribunal Constitucional é para fiscalizar a legalidade dos processos. Ao notar qualquer irregularidade,este Tribunal faz chegar ao Supremo Tribunal de Justiça que por sua vez faz chegar ao Tribunal de Lembá para a sua execução É apenas isto A decisão já está tomada. Não percebo como é que os irmãos Monteiro Caíram nesta rede dos advogados Adelino Pereira e da Celisa de Deus Lima, que neste momento adquiriram altos carros.Os irmãos Monteiro arrumam-se em esperto sobretudo o Nino Monteiro e caíram como patinho. Deram chutto na água.

  10. Manuel do Rosario

    7 de Junho de 2019 as 14:39

    Parabéns meus caros. É uma invejosa e milindrosa função mas cheia de aparatos. Exerçam com zelo e dedicação a função pela qual foram chamados. Boa sorte amigos.

  11. Vanplega

    7 de Junho de 2019 as 15:00

    Se os juízes, cumprissem as leis, sem veres os compadrinhos, fizessem justiça conforme a leis e sua consciência, nada disto seria dito ou escrito.

    Como fazem tudo a contrário as leis, levam com tudo isto.

    Estamos certos ou errados.

  12. Amar o o que é nosso

    10 de Junho de 2019 as 15:28

    O bairro saton está um caus. Está a afundar, justiça não faz nada

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo