Política

Caso dos 30 milhões de USD : Governo pediu esclarecimentos à justiça

A dívida em causa foi registada desde o ano 2015. O Ministro das Finanças e da Economia Azul, Osvaldo Vaz, explicou para a imprensa os contornos da dívida, cujo processo de contracção da mesma em nome do povo são-tomense, foi marcado por enorme ocultismo.

«Há um acordo que foi assinado com uma empresa chamada China International Fund Limeted com sede em Hong Kong. Este acordo falava de um empréstimo de 30 milhões de dólares. Foi assinado em 2015. No mêsmo ano, no mês de Julho caiu nos cofres do Estado 10 milhões de dólares que vieram de uma outra empresa sediada em Jacarta- Indonésia. 10 milhões de dólares tem um peso 2,5% do PIB, e está registada na nossa dívida pública como dívida que temos com a empresa que supostamente temos acordo», denunciou o ministro.

10 milhões de dólares, caíram nos cofres do Estado são-tomense, através de um acordo de uma página de papel A4.  «Não há nenhum documento da empresa com a qual temos acordo, que terá solicitado a outra empresa para efectuar este pagamento», acrescentou o ministro.

O Governo terá vasculhado o país inteiro e terá dado voltas ao mundo para encontrar uma explicação para o caso, mas não teve sucesso.  «Solicitamos a embaixada da China, e respondeu que não tem nada a ver com isso. Solicitamos ao parlamento, e respondeu-nos que não houve autorização da Assembleia Nacional para esse processo de crédito. Porque há um mandato no processo, pedimos ao Ministro da Presidência que nos cedesse a acta do Conselho de Ministros que fala do assunto, mas simplesmente não existe. Mas, a dívida está registada. Este processo deve ou não deve ir para a Justiça?», interrogou o Ministro das Finanças.

Osvaldo Vaz, explicou também que o Ministério das Finanças, enviou cartas tanto para a empresa China Intertional Fund Limited com a qual o seu antecessor Américo Ramos, assinou o acordo de empréstimo, como para a outra empresa que depositou os 10 milhões de dólares nos cofres do Estado, não nem uma nem outra responderam as solicitações feitas pelo Governo.

«Perante este facto mandamos o processo para a Procuradoria Geral da República e para o Tribunal de Contas. O FMI está a trabalhar connosco no sector da gestão das dívidas, e temos que ter tudo fundamentado», frisou Osvaldo Vaz.

Segundo o ministro a decisão que vier da justiça será executada pelo Ministério das Finanças. «Porque o período de graça termina no ano 2020. Vamos pagar a quem? Um assunto deste devemos deixar como está, ou procurar esclarecer?. Isso é perseguir alguém?», reforçou.

Osvaldo Vaz, garantiu para a imprensa que o objectivo do Governo «não é perseguir ninguém. É esclarecer o que precisa de esclarecimento, e é para o bem de todos», concluiu.

O Téla Nón coloca a disposição do leitor, o dossier sobre o empréstimo de 30 milhões de dólares, em que apenas 10 milhões entraram nos cofres do Estado.

1 – 20191218132940 Dossier dos 30 milhões de dólares

Também são colocados a disposição do leitor documentos dos sectores competentes do Ministério das Finanças, que manifestam desconhecimento total sobre o processo dos créditos financeiros contraídos a nível internacional, em nome do povo de São Tomé e Príncipe, e que até agora não foram desbloqueados a favor do Estado são-tomense.

1 – GESTÃO DA DÍVIDA

Abel Veiga

    8 comentários

8 comentários

  1. Smash

    21 de Dezembro de 2019 as 17:53

    Não percebo o porquê do governo recorrer constantemente aos mídias para clamar por justiça… Entreguem as provas ao ministério público porque é o órgão responsável. Façam o TPC e depois colaborem com o ministério público. A índole do governo é mesmo de perseguição política!!! Se houve corrupção que se prove nos tribunais. Não entrem neste mediatismo populista e sejam pragmáticos. Trabalhem para a população que é para isso que vocês foram eleitos.

  2. Carnicia de Alpin

    21 de Dezembro de 2019 as 20:48

    E o caso 180 milhões ques o Mambo Rijo e o Gabi pediram aos MANGOPES? Não se pede esclarecimentos nem se apresentam as fotografias dos participantes no momento das assinaturas? Que.pouca vergonha desses BOLCHEVIQUES. E caso do Navio de Pesca REI AMADOR? Não se manda o caso a PGR? Se a PGR precisar de declarantes contactem os marinheiros do defunto Navio cargueiro SOLMAR 5 que sempre cruzavam o o nosso REI AMADOR no alto mar enquanto os BOLCHEVIQUES diziam-nos que não sabiam do seu paradeiro
    Cafagestes! Querem limpar a imagem da vossa gatunisses com a gatunisse dos outros?
    Trovoada pai, Fradique e o Trovoada filho, for os únicos que nunca aceitaram voar no suvaco dos MANGOPES. Antes destes, os BOLCHEVIQUES para saírem de STP para quaisquer outros países ou as NACOES UNIDAS e vice-versa só tinham uma porta de entrada e de saída que era Luanda. O país nunca mudou de rumo. Agora graças aos Trovoadas e ao Fradique temos várias opções de escolha para saída e entrada a STP. Com os BOLCHEVIQUES, só perseguição foi assim com o Trovoada pai, arrombaram as portas dum território internacional para arrancarem de lá o Trovoada pai a chutos e pontapés. Com Fradique lhe esvaziaram todos os poderes com uma Constituição encomendada e com golpe de estado a mistura, Com Trovoada filho, trouxeram um arroz podre de Camarões e tiveram a falta de respeito de sacar os valores dos cofres do Estado para mostrarem o referido Cheque no Tela Non para mostrarem que são malcriados e desordeiros.
    A PGR deveria investigar porque razão a dívida do Estado Santomense para com a ENCO e de 87 milhões de USD ao matabicho, 150 milhões de USD ao almoço e ao jantar salta para USD: 180 milhões Segundo o jornal digital angoniticias.com. Do matabicho ao jantar a diferença da dívida subiu quase USD: 100 milhões de diderenca. Cem milhões de DODOS, dos pacatos contribuintes que somos todos nós.
    Nada comparável com os 17 milhões do Pinta Cabra. Querem comparar os USD: 180 milhões divididos em 60 milhões anuais com os 30 milhões cujo valor desbloqueados foram apenas 10 milhões. Não teem criatividade, não conhecem as grandes capitais financeiras nem lobies das altas financas, querem competir com o Pinta Cabra? Em matéria de finanças mundiais o Pinta Cabra põe os Bolcheviques no suvaco. Preguiçosos mentais. Estamos aqui para ver quando os resultados das viagens feitas pelo Pinta Cabram que estão a entrar no país agora , acabarem. Vão fechar as portas. Fogo! Graças às centenas viagens feitas pelo Pinta Cabra vendendo a imagem do país nas grandes paracass financeiras, até Holanda desbloqueou mais de dezena de milhões de dolares, Uniao Europeia desbloqueou acima de dezena de milhões de DODOS, todas as Organizações Financeiras que teem apoiado STP aumentaram substancialmente os cachês para STP. Desde quando que isto acontecia? Nunca. Ate a China voltou em peso e oficialmente. A Shell, a BP passaram a acreditar em STP. Tudo isso gracas as centenas de viagens do PINTA CABRA vendendo a imagem de STP além fronteiras. Os resultados estão a chegar e felizmente os BOLCHEVIQUES estão a respirar de alivio, lavando a sua imagem. VIVA o inteligentíssimo PINTA CABRA, Trovoada pai e o FRADIQUE que não baixou os braços. Boicotaram o seu Air Luxor para não voar para Luanda por não ser de Bandeira da STP. Ele deu a volta e criou a STP Airways com Aviões que.voavam para Europa mas mesmo sendo companhia de bandeira, voar para Luanda NIET. Afinal , what is the problem? Afinal qual e o problema? Companhia privada, NIET, companies de bandeira, NIET. PGR investigue por favor.
    Ladroes, preguicosos mentais, não sabem criar, só sabem perseguir. Em vez de exigirem as empresas que empataram os blocos petrolíferos a apresentarem trabalhos para que o país possa obter incoming ounseja.dinheiro de verdade mais.rapido possível, estão preocupados com 300 mil dólares, 10 milhões de dólares do Pinta Cabra. Enquanto isso, o país perdeu um barco de pesca apenas com intuito de sufocar a vida ao Trovoada Pai. Quanto custou o referido barco aos cofre do Estado Santomense? Os protagonistas da compra deste navio ainda estão vivos. Que venham ao público informar quanto o Estado Santomense desembolsou para compra.tanto do REI AMADOR como do 30 de STEMBRO.Esses Bolcheviques são matreiros. Assim o país nao avança. Estão a correr atrás dos 300 mil.dolares enquanto 100 milhões da dívida da ENCO está a passar ao lado? Esses Bolcheviques mandam abuso, YA!

  3. Andorinha

    22 de Dezembro de 2019 as 0:10

    Eu sinceramente acho que o governo vai alimentando e trazendo este caso aos media para para tapar e justificar as suas incompetência se ouve inregularidades deixa instituições competentes tratar do caso e apurar responsabilidades.
    Quiseram governar então governa deixa de trukes de receber e distribuir esmolas o Jorge bom Jesus começou com trukes de falar dialeto e devolver dinheiro de viagem agora esta a lançar pedra na chuva são trukes povo esta cansado da mentira e trukes deste governo va governa deixa de bla bla bla.

  4. Fuba cu bixo

    22 de Dezembro de 2019 as 0:34

    Shee outra vez Ministro não é só para isso que serve um Ministro das finanças se ouve corrupção deixa a vossa justiça resolver em Portugal o Mario Centeno esta a conta com o orçamento de estado a ferro e fogo e este Osvaldo transformou-se em um inspetor da Polícia vai trabalhar as instituições internacionais estão em vossa cima mostra trabalho.

  5. Pedro Costa

    22 de Dezembro de 2019 as 8:06

    Concordo plenamente com a atitude do governo. Tudo neste país tem de sr feito as claras, ou seja publicamente. Qualquer governo tem esta obrigação. Ser transparente em tudo que seja coisa pública. O povo tem de saber como ficou este mistério.
    E espero que continuem assim, mesmo quando qualquer coisa lhe for desfavorável. Digam a verdade de tudo por favor.

  6. Peterson da Silva

    22 de Dezembro de 2019 as 18:07

    E as casas e os apartamentos do estado que nunca foram amortizados? Quantos milhões totalizam? Mandem para a PGR todos casos de casas arrebatadas não amortizadas a fim dos seus inquilinos serem chamados a pedra. Mandem para a PGR o caso novo edifício da Assembleia Nacional. Pois o pedido foi feito pelos Parlamentares em nome de quem? Em nome da Assembleia Santomense, uma instituição pública. A verba desbloqueada entrou para o tesouro do estado para depois ser enquadrado no Plano da OGE e consequentemente do PIB? Afinal há dois Governos em STP? Um Governamental e outro Governo Parlamentar, com a autoridade de mandar executar obras do domínio público? Isto não e uma forma camuflada de desviar dinheiro público?
    Tela Non, publique as fotos do encontro entre os Parlamentares dos dois países a quando da oficialização do tal acordo. Queremos sabem quantos milhões de dólares estão envolvidos no tal pedido. Nunca vieram ao público dizer o valor. Gatunos, cafagestes, preguiçosos armados em VIJUS.

  7. tudo está dificil

    23 de Dezembro de 2019 as 12:21

    Neste caso concreto sabemos que o governo manipulou os tribunais dando instruções ao juizes e PJ para prenderem o ex ministro ….isto é uma vergonha de Estado. Se há provas a justiça deve funcionar sem pressões ou influencias.

  8. Metido a Besta

    23 de Dezembro de 2019 as 19:30

    Atravez de alguns comentarios da para perceber que existem muita gente a comunter o que , certamente, nao entendem nem dominam ou entao carecem de imparcialidade ou ainda vestem a capa dos partidos para comentar.
    Factos sao factos e contra factos nao existem argumento que contradiz.

    No ano de 2015 o fisco Portugues emtitiu a facturas em meu nome para pagar contribuicao a S Secial como empresario em nome individual.

    Nao estando eu activo a exercer qualquer actividade profissional em Portugal ou no estranheiro registado em Portugal logo estou esento de pagar qualquer taxa ao governo Portugues e perante a lei o fisco nao tem nenhuma base legal para emitir alguma factura em meu nome relativamente a contribuicao.

    Porque nem activo estou nas financas a exercer qualquer actividade e tendo sessado actidade como consta as financas da Moita , desde 1993,o concelho da minha residencia em Portugal.
    Quando somos confrontado com factura ou nota de cobranca , debeto , temos o dever de verificar se comprova ou nao.

    O governo de Sao Tome nao iria limitar se a pagar algo sem certificar a legalidade da divida e nao existe nao ilegal ou ilicito nem tao pouco ,perseguicao.

    So por ignorancia ou ma fe alguem esteja a invocar perseguicao e ate porque os Deputados da oposicao ja vinham exigindo esclarecimento e foram ignorados e depois houve a passagem de pastas onde tudo deveria ficar esclarcido com os documentos e registos e se nao fez nem prestou conta pois bem , a democracia tem regra.

    44 anos que andam a saquiar ate que chegou Jesus , e mais Bom Jesus , so bastava Jesus .

    O actual primeiro ministro nao esta para ficar apenas como J Bom Jesus em nome porque este primeiro ministro sabe que uma saco faziu nao se ponhe em pe.
    De igual mnode este primeiro ministro sabe e tem a consciencia de que com trabalho, honestidade e perssistencia sera o unico caminho a progresso e por rico que um pais seja so consegue o bem estar com trabalho , produtividade e boa governacao

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo