Política

PR Evaristo promulgou a lei que permite o Governo executar medidas orçamentais extraordinárias

Na tarde de terça feira o Presidente da República Evaristo Carvalho, notificou o Presidente da Assembleia Nacional, sobre a promulgação da lei aprovada por unanimidade dos deputados, e que dá suporte legislativo ao Governo para executar as medidas orçamentais extraordinárias. Medidas que visam combater os efeitos do novo coronavirus sobre os sectores sociais e económicos do país.

A decisão do Presidente da República em promulgar a lei em causa, torna inválida e sem fundamento, o documento publicado apenas nas redes sociais na segunda – feira, que dava conta de um alegado veto do Presidente da República, a referida lei.

O documento publicado nas redes sociais deu corpo a notícias, incluindo no Téla Nón, que anunciavam o alegado veto presidencial ao diploma que tinha sido aprovado pela Assembleia Nacional.

A promulgação pelo Chefe de Estado da lei que permite ao governo implementar medidas orçamentais extraordinárias, era aguardada com ansiedade sobretudo pelos operadores económicos do país, que à semelhança de outros parceiros nacionais e internacionais, nomeadamente o FMI e do Banco Mundial, apoiaram o Governo na fase de elaboração da propostas de lei.

Abel Veiga

    6 comentários

6 comentários

  1. antonio de castro

    21 de Abril de 2020 as 23:05

    Assim cai por terra e fica enterrado o grandão parecer de Afonso Varela, Elisio Texeira, Americo Ramos e Augerio Amado Vaz ao PR Evaristo Carvalho.
    Deus não dorme e pagarão caro pelas vossas más intenções só para vingar o governo e prejudicar os santomenses e de forma particular os tsxistas, motoqueiros, desempregados, maes carenciadas, os funcionários fos hoteis mandados pata casa, empresarios etc etc.

  2. D C

    22 de Abril de 2020 as 6:26

    Se “o documento publicado nas redes sociais deu corpo a notícias, incluindo no Téla Nón…”, é sinal que o Téla Nón deve certificar-se da veracidade daquilo que publica, e não embarcar “na onda” das redes sociais.

  3. José Bastos Fonseca

    22 de Abril de 2020 as 10:37

    Mas que ATRAPALHADA é esta?

    De onde é que surgiu o documento anteriormente publicado e que dava conta do veto do presidente?
    Não era verdadeiro?
    Onde é que está o erro?

    MAS O QUE É ISTO?
    VALHA-NOS DEUS DESTA MISÉRIA INTELECTUAL QUE SE APODEROU DO PAÍS!

  4. Eu .mesmo

    22 de Abril de 2020 as 17:38

    O moribundo em acção.

  5. Matrusso

    22 de Abril de 2020 as 17:42

    O pior é que o documento anteriormente publicado está carimbado e assinado pelo PR.
    Será que o parecer do PR foi falsificado?
    Ou existe 2 versões?
    Assim fica complicado, qual das versões está certa? Versão 1 ou versão 2?

  6. Eu .mesmo

    22 de Abril de 2020 as 17:48

    Xee essa dita tele aula ficou sem efeito?
    Então é só mangação, né? Piaaaa

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo