Política

Nações Unidas reagem e explicam tudo sobre as 20 toneladas de ajuda que chegam hoje a São Tomé

Num comunicado que enviou a redacção do Téla Nón a representação das Nações Unidas no país, assume a paternidade da ajuda humanitária para combate a Covid-19, que chega hoje a São Tomé e Príncipe num voo que parte de Lisboa-capital portuguesa.

No comunicado as Nações Unidas explicam que as 20 toneladas de ajuda humanitária são equipamentos e materiais adquiridos exclusivamente pela OMS. O destaque vai para o laboratório PCR, para exames de Covid-19, que foi adquirido pela OMS, e que será instalado em São Tomé e Príncipe.

As Nações Unidas, explicam também que no mesmo voo chega a São Tomé uma equipa do INEM(Instituto Nacional de Emergência Médica de Portugal),  que foi contratada pela OMS para prestar serviços em São Tomé e Príncipe. Os quadros do INEM, chegam a São Tomé na qualidade de consultores contratados pela OMS, para apoiar a luta contra a COVID-19 no país.

As Nações Unidas dizem no comunicado, que o voo que transporta a ajuda humanitária e os consultores contratados pela OMS, é pago pela União Europeia.

O leitor deve pulsar o comunicado das Nações Unidas para inteirar-se sobre todos os detalhes da operação de ajuda humanitária, que a organização internacional, diz ter sido suportada por si, em parceria com a União Europeia – Comunicado de Imprensa – Donativo OMS+UNICEF – COVID19

 

    14 comentários

14 comentários

  1. STP acima de tudo

    15 de Maio de 2020 as 9:10

    Uma questão de justiça e rigor. Mas o mais importante é que diversos parceiros envolvidos estão a ajudar: ONU, UNICEF, OMS, UE e Portugal. É bonito de se ver quando há sintonia nas ajudas. Povo de STP agradece.

  2. Elisa Lopes

    15 de Maio de 2020 as 9:35

    Obrigado OMS por tudo.

  3. Rodrigo Cassandra

    15 de Maio de 2020 as 9:36

    Ontem vi na RTP e depois na TVS o senhor Embaixador dizer que os equipamentos e materiais provinham de uma compra feita pelo Governo Central e vi também lá a Secretária de Estado de Negocios Estrangeiros de Portugal a falar de um esforço do Governo Português para ajudar São Tomé e Príncipe, ouvi tambem a dias um representante da Embaixada de Portugal em S.Tomé dizer que era sim ajuda de Portugal, perante este comunicado gostaria imenso de obter um esclarecimento de qquem de direito relativamente a estaa nota das Nações Unidas, fica assim provado que nem Portugal nem São Tomé e Príncipe não fizeram qualquer investimento

    • Joni de cá

      16 de Maio de 2020 as 13:17

      Pois Portugal pagou á OMS 500 mil dólares de taxas, depois é a OMS que deu tudo, quando a mesma depende dos países que a mantêm. Neste ponto não sei quanto Stp paga á OMS???

      Estes comentários são típicos dos Santomenses, nada têm, nada fazem e depois agradecem as ajudas Desta maneira.
      País independente há 45 anos, com 200 mil habitantes, recebeu milhões de euros e dólares nestes 45 anos, e nem a porcaria de um laboratório têm!!!!

      Aqui está o agradecimento dos Santomenses gordos!!!!

  4. José palhares de sousa

    15 de Maio de 2020 as 9:47

    1-Espero agora, uma vez que o Governo acordou tarde, ou melhor não quis fechar as fronteiras, sobretudo aérea, que faça um bom uso destes bens enviados pela OMS;

    2- Aos politicos, sobretudo os do ADI, que não façam brincadeiras com coisa séria, não andem aqui a enganarem o povo menos esclarecidos que não exite COVID 19 no país. Isto é imoral e Deus vai vos castigar por isso;
    3- Ao Governo, que encontre uma estrategia urgente e racional de por isto a funcionar, rastrear porta a porta a população( instituições;Empresas; bairros; mercados etc..
    4-Formar mais os bombeiros e os militares e policiais , e que já estão a fazer um bom trbalho

  5. Coronavirus

    15 de Maio de 2020 as 10:46

    Nações Unidas com o coronavirus existe agora a oportunidade de trabalho.

  6. Alligator

    15 de Maio de 2020 as 11:51

    Seja bem-vinda esta bendita ajuda e não interessa de onde venha.Não sei o porquê de cada um querer ter os “louros para si”

  7. Berlindo Abnildo

    15 de Maio de 2020 as 16:27

    Dois políticos santomenses a residirem em Portugal, um curto gordo sem pescoço e outro magro pem-pem, que andam a mandar bocas contra o País e seus dirigentes foram fazer testes de Covid-19 em Sintra – Portugal, e os resultados reveleram-se positivos.
    Andaram a mandar tantas bocas, sem nunca ajudar em coisas concretas e agora foram pegos pelos virus.
    Foram justamete esses dois que andaram a meter na cabeça do povo que o coronavirus não existe em S.Tomé e Principe.
    Agora vamos a ver se eles terão a coragem de vir publicamente dizer que foram apanhados pelo virus.
    Haja coerencia.!

    • Como será

      16 de Maio de 2020 as 21:06

      Isto é grave, vi uma reportagem na RTP na sexta feira, que na zona de Angolares,Ribeira Peixe e outros arredores populacao dizer que em Stome nao existe Covid 19, isto foi muito triste de se ouvir. Nao se pode brincar com a mente humana.

  8. Vanplega

    15 de Maio de 2020 as 17:12

    A OMS, deu-nos a explicacao sobre este materiais, talvez porque Portugal, estava escolhendo o bagaco e a OMS, nao queria ficar com a parte mal.

    Tudo bem
    Mais o que a OMS, nao faz e nos explicar sobre os 2,5 milhoes de dolar.

    O que foi feito com ela?

  9. Vexado

    15 de Maio de 2020 as 18:20

    Estranho a postura das Nações Unidas. Alguma coisa não está bem nesse comunicado de imprensa.
    A senhora representante da OMS quando desmaiou na reunião sobre o Estado do processo de compra de equipamentos, não foi notícia.

    Tbm para informar que os senhores que a OMS e PNUD recrutaram para assistir STP estão todos contaminados pelo COVID e foram evacuados.

    Perguntar: se os consultores estão doentes, vão devolver o dinheiro?

    Tendo STP parceria estreita e bilateral, porquê a OMS foi recrutar médicos do INEM quando podiam contratar médicos através da organização médicos sem fronteiras ou cruz vermelha.

    O recrutamento de médicos do INEM nesta altura, não me parece factível.

    Governo deve uma explicação e colocar os infiltrados do ADI naquela organização na linha.

  10. MEZEDO

    15 de Maio de 2020 as 19:17

    O mais importante é a ajuda o país precisa e devem agradecer a todos que esforçaram para que essa ajuda chegasse a este nosso belo país.

  11. B. Aguiar

    16 de Maio de 2020 as 15:02

    Esse povo reclama de tudo. quem ajudou, quando ajudou , porque ajudou, quem contratou, porque não contratou, quem ofereceu, quem não ofereceu!!! Que raios pa.

  12. Rosinda Makeulo

    16 de Maio de 2020 as 16:29

    País que proclamou pelo cú a independência, mais não era que um gás intestinal a ser libertado. Ninguém quer estas ilhas nem dadas, povo e políticos estão tão bem uns para os outros. Fiquem bem no meio da porcaria.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo