Política

Aprovado o Orçamento Rectificativo de 131 milhões de euros

A Assembleia Nacional aprovou o Orçamento Rectificativo, apresentado pelo Governo, com o objectivo de conter os impactos da Covid-19, sobre a economia nacional.

No valor de 131 milhões de euros, o orçamento rectificativo  depende em mais de 96% da ajuda financeira internacional.

A pandemia do coronavírus, praticamente anulou a economia santomense que já era bastante débil.

Segundo o Primeiro-ministro Jorge Bom Jesus, FMI, Banco Mundial, União Europeia e outros parceiros bilaterais, vão garantir a maior parte do financiamento ao Orçamento Rectificativo.

Com 28 votos a favor, garantidos pela maioria parlamentar, o orçamento foi aprovado, apesar do voto contra de 24 deputados do maior partido da oposição a ADI. Outros 3 deputados, nomeadamente 2 do Movimento Caué, e 1 da bancada parlamentar da ADI, abstiveram-se.

Na apresentação do Orçamento rectificativo aos deputados, o Primeiro-ministro Jorge Bom Jesus, disse que a taxa de inflação deve atingir os 8%, que a economia vai retrair cerca de 6%, mas que nada vai impedir o esforço nacional para combater a Covid-19, e estruturar o sector da saúde.

Jorge Bom Jesus, garantiu que vão ser feitos investimentos fortes em todo sistema nacional de saúde.

Abel Veiga

    Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo