Política

Governo promete justiça na distribuição dos novos apartamentos

Os novos apartamentos que estão a embelezar os distritos de Cantagalo e Lobata, foram construídos pela engenharia civil da República Popular da China.

Representam a resposta da China ao acordo de cooperação bilateral assinado com São Tomé e Príncipe, e que prevê a construção de 200 apartamentos, distribuídos por todas as regiões do país.

O distrito de Cantagalo onde já foram construídos 36 apartamentos, mais concretamente na localidade de Mestre António distrito de Cantagalo, e o distrito de Lobata que já tem 24 apartamentos construídos, foram os primeiros a beneficiar do acordo de cooperação bilateral, São Tomé e Príncipe-China, no domínio das habitações sociais

Aleixo Pires, presidente da câmara distrital de Cantagalo, chamou a atenção do Governo, no sentido de não violar o compromisso assumido, antes mesmo da construção dos apartamentos em Cantagalo.

«Espero que seja cumprido na íntegra o plano de distribuição dessas casas. Isto é, que as casas sejam atribuídas a quem não tem a primeira habitação, para evitar que sejam usurpadas pelos políticos que já têm casa..», declarou o Presidente da Câmara Distrital de Cantagalo.

Aleixo Pires fez tal advertência, no momento em que o Primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus, acompanhado pela embaixadora da China, Xu yingzhen visitaram os blocos de apartamentos de Cantagalo.

Por sua vez o ministro das Infra-estruturas Osvaldo Vaz, garantiu que «os requisitos serão previamente publicitados antes de começarmos o processo de adjudicação desses apartamentos para que todo cidadão tenha acesso igual as informações e que possam concorrer igualitariamente».

A embaixadora da China, manifestou esperança de que a população santomense possa ter acesso aos novos apartamentos.

Após a inauguração dos apartamentos construídos em Lobata e Cantagalo, num total de 60, a engenharia civil da República Popular da China, vai prosseguir com a construção de blocos de apartamentos nos outros distritos de São Tomé, e também a região autónoma do Príncipe. Processo contínuo até atingir os 200 apartamentos.

Abel Veiga

    8 comentários

8 comentários

  1. Justiça caué

    13 de Maio de 2021 as 22:07

    Justica? Como aconteceu com crédito apci? Que está a sair pra os camaradas? No principe saiu pra antónio barros. Assim não vamos lá

    • Maldosos

      14 de Maio de 2021 as 18:06

      Mentiroso, Solito da cunha Lisboa é camarada? ja recebeu o seu credito. Carlos Cassandra é camarada? ja recebeu o seu credito. palhaços

  2. Vanplega

    14 de Maio de 2021 as 7:56

    Prometer justiça na distribuiçāo de casa sociais è uma farsa.

    Todos nòs Santomenses, sabemos como esses nossos politicos sāo mentirosos, igoistas, querem tudo para eles e os seus. Vāo tomar a casa e pòr em nome de outrem.

    Sāo ladrões e olho cheio. Porque jà tenhem mais que duas casa, mais quem mais e mais, para seus conterraneos nāo terem nada.

    Qual dos politicos que fizeram duas ou três casas, que entregaram AP Estado, aquelas que o proprio estado os cederam à quando em missāo de serviço?

    Quem devolveu ao ESTADO o seu bem? NENHUM

  3. Toni

    14 de Maio de 2021 as 12:26

    Mais uma promessa… ainda por cima feita por políticos… logicamente para não cumprir… o que se pode dizer mais sobre esta notícia?????

    Não esquecer, que muitos na diáspora vivem em casas sociais dos países, ré são mesmo atribuídas às camadas baixas da população.
    Mas isto acontece em estados de direito, não em repúblicas das bananas, assim só os macacos têm sorte!

  4. Van Baster

    15 de Maio de 2021 as 11:50

    Eu não estou vendo pessoas de classe mais baixa a conseguir um apartamento destes o que me parece ter uma boa qualidade.Haver vamos.

  5. Ito rosario

    15 de Maio de 2021 as 12:01

    Senhor Jorge acha que o povo acredita nas suas promessas? Lembra quando assumiu o poder quantas promessas fizeste e que não cumprisse? Volta a ouvir as entrevistas que deste quando assumisse o poder.
    Hoje temos prova disso tudo. Ninguém consegue estar satisfeito em sua casa e no trabalho por causa da falta de electricidade.
    O país está pior. Até os cegos vêm que muita corrupção neste país. Muita roubalheira. Por isso é que não interessa energias renováveis.
    Ainda assim continuas a enganar o povo com poemas baratos.

  6. Andorinha

    15 de Maio de 2021 as 13:48

    Este governo de Jorge bom Jesus promete mas não cumpre estamos a rir muito com as mentiras de Jorge bom Jesus mas estamos a rir para não chorar porque país esta muito mal nunca estivemos tão mal como agora.
    Rua com este governo de Jorge bom Jesus já.

  7. Artur Fortes

    17 de Maio de 2021 as 0:07

    Muito Boa noite,

    Gostaria de saber como obter informação de quantos apartamentos tem cada Prédio e qual a tipologia(t0,t1,t2 ou t3).?

    A minha curiosidade é só para saber para comparar com o valor que Ministro de Obras Públicas disse sobre o custo do mesmo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo