Política

“Sou doravante Presidente de todos os santomenses”

No primeiro dia do seu mandato como Presidente da República Democrática de São Tomé e Príncipe, 2 de outubro de 2021, Carlos Vila Nova, disse à nação que ele é o número 1 e de todos.

«Sou doravante Presidente de todos os santomenses, já não importa o sentido de voto de cada um….», precisou.

Agora é a vez de pontes serem estabelecidas na sociedade, para destruir os muros da  divisão. « O que importa agora é que se estabeleçam pontes, e que se destruam os muros que nos separam, e enfim que a nação se una. Unidos seremos sempre mais fortes e evitaremos os desperdícios da divisão», pontuou o Presidente da República.

Enquanto Chefe de Estado, Carlos Vila Nova manifestou total disponibilidade em promover e estabelecer as pontes que permitem o entendimento e a união na sociedade santomense. Pontes alicerçadas no diálogo permanente e inclusivo.

«Construção de um diálogo permanente e inclusivo, onde possa ser dito e discutido descomplexadamente tudo o que interessa à nação, as suas gentes, e as causas que defendemos… Naturalmente um diálogo construtivo e aberto a todas as forças vivas do país, forças políticas, forças económicas, e forças sociais, incluindo os nossos parceiros de desenvolvimento. Mas, têm igualmente que tomar assento neste diálogo, a juventude santomense. As raparigas e os rapazes deste país, porque o tempo é deles», explicou.

A Mudança tem que entrar desta vez. O novo Presidente diz que garante. « A eleição e a investidura de um novo Presidente da República, figura cimeira do Estado, tem necessariamente de representar uma mudança, um novo arranque, e um novo impulso para o conjunto da sociedade santomense», reforçou Carlos Vila Nova.

Mudança também de atitudes e de comportamentos. Cada santomense é chamado a assumir o desafio de mudança. «Temos igualmente que regressar aos valores do trabalho, do sacrifício, da honra, da urbanidade, do civismo, do mérito e da cultura da excelência», sublinhou o Presidente da República.

Covid-19, que nos últimos 30 dias já matou mais de 10 santomenses, e infectou mais de 630 pessoas que estão sob vigilância médica, é outro grande desafio para o país, segundo o Presidente da República.

«O país conheceu recentemente um incremento da doença que nos coloca sob alerta para os riscos que corremos. Particularmente, no momento em que a atenção e os cuidados da comunidade internacional focam-se noutros interesses, e a ajuda internacional se torna escassa, obrigando-nos a imaginar soluções inovadoras, não só para conter a doença, mais ainda, para fortalecer a nossa capacidade de resposta ….ao surgimento de novas pandemias», afirmou Carlos Vila Nova.

O novo Presidente da República diz que a saúde e a educação têm que ser prioridades para qualquer país que deseja progredir. São Tomé e Príncipe, não pode ficar de fora.

«Investimentos nestes sectores têm obrigatoriamente que  conhecer um significativo aumento, e novas formas de produzir saúde, educação e aprendizagem têm que ser encontradas», alertou.

Prometeu seguir de perto as acções do governo. « Prestarei a devida atenção as políticas públicas do governo, do ordenamento do território, e da distribuição dos ónus sociais pelos diferentes sectores da sociedade a cada um dos seus membros. O princípio de igualdade de todos inscrito na constituição política a isso obriga…», referiu.

O cenário do país é preocupante. O novo Presidente da República, disse que a pobreza está a agravar, e «atinge franjas cada vez maiores da nossa população». Ao mesmo tempo segundo Carlos Vila Nova o sistema de justiça tem que conhecer melhorias, e a protecção do ambiente é outro imperativo nacional. «Muito mal tratado…há que arrepiar caminho», concluiu, o Chefe de Estado.

A nível da diplomacia, o novo Presidente da República promete mudança drástica de atitude e do modo como se concebe e se implementa a cooperação internacional. São Tomé e Príncipe terá que abrir-se ao mundo e obviamente criar novos amigos, defendeu o Presidente da República.

Investido como o quinto Presidente de São Tomé e Príncipe no regime democrático, Carlos Vila Nova, declarou diante da Assembleia Nacional, que a integridade nacional e a segurança do país, estão actualmente sob ameaças.

As múltiplas ameaças que pairam sobre a região do Golfo da Guiné, nomeadamente a pirataria marítima colocam São Tomé e Príncipe, no centro do perigo. Enquanto Comandante Supremo das Forças Armadas, Carlos Vila Nova, pretende ter as tropas em prontidão para garantir a integridade territorial nacional.

«As ameaças são reais, e o país precisa de uma força armada operativa, eficaz e em permanente prontidão, moderna, e devidamente apetrechada. A sofisticação e a complexidade das ameaças dos dias de hoje impõem respostas que se encontram fora do nosso alcance, o que faz da cooperação internacional e multilateral, um instrumento imprescindível para o nosso Estado», frisou.

Antes de dizer à nação,  “EU GARANTO”, Carlos Vila Nova apelou a mobilização sem precedentes dos santomenses no país e na diáspora, e de todos os estrangeiros que residem e trabalham no país, para participarem na construção de uma nova imagem de São Tomé e Príncipe «baseada no trabalho árduo, no mérito, no respeito pelo próximo, na harmonia e na paz».

Na presença dos Presidentes de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, da Guiné Bissau Umaru Sissoko Embaló, dos vice Presidentes de Angola Bornito de Sousa e da Nigéria Yemi Osinbajo, e demais delegações de governos e instituições internacionais, o novo presidente prometeu em união construir «o país dos nossos sonhos, na paz».

Abel Veiga

    14 comentários

14 comentários

  1. Todos a mesma Coisa

    3 de Outubro de 2021 as 16:07

    Será Presidente de quem a família Trovoada quiser. Pau mando do menino Patrice Trovoada

  2. Gregorio+Furtado+Amado

    3 de Outubro de 2021 as 20:29

    Talvez agora jorge lopes bom jesus acredita que Vila Nova venceu as eleções porque 48horas depois ele ainda não tinha escutado os resustados. Um dirigente tão destraido como ele pode ocupar o lugar que ele está ocupando? Só em s. Tomé e principe. Posser é mais democrata e esteve mais sossegado na cerimonia de posse. Jorge estava muito talantado a torcer pescosso um lado pra outro como fazem os seguranças e parecia quem está com medo. Quem não deve não teme.

  3. papagaio

    4 de Outubro de 2021 as 9:26

    …… haver vamos, sinceramente espero de coração, lá bem no fundo do coração
    que tudo isso, não passe de palavreado, frouxo atiradas ao vento.mas que ganhe corpo e crie as raízes e dê frutos sobretudo.
    Mas primeiramente quero felicitar-Lhe e desejar saúde acima de tudo, coragem, força e determinação, a tarefa não é facil, mas antes de tudo é preciso ter a boa fé e a vontade de querer fazer,
    Um bem haja ao sr. presidente

  4. Sem assunto

    4 de Outubro de 2021 as 9:36

    Bom que assim venha há ser na prática Presidente de Todos os Santomenses.
    O país é muitíssimo pequeno para acumular tantas querelas, divisões e guerras fratricidas.
    É tempo de progredir!

  5. JUVENCIO+AMADO+OLIVEIRA

    4 de Outubro de 2021 as 9:42

    Finalmente aconteceu o inevitável, apesar de todas as decorrências que envolveram estas
    eleições desde 18 de Julho 2021.

    Devemos reconhecer que as eleições em STP têm tido sempre reclamações e afirmações de fraude, quando os resultados não favorecem um determinado grupo.

    Estas eleições presidenciais de 2021 confirmaram que é preciso grande esforço dos dois principais PARTIDOS POLÍTICOS de STP, o ADI e o MLSTP, os quais são potenciais vencedores das eleições legislativas no país, para que haja muita, mas muita TRANSPARÊNCIA.

    Não parece ser razoável que num país de apenas um pouco mais de 100.000 (cem mil) eleitores, a Comissão Eleitoral leva cerca de 24horas para divulgar o resultado provisório.

    Mas é muito necessário que as eleições sejam transparentes para que não haja reclamações e os resultados sejam aceites por todos.

    Os políticos santomenses preferem a NÃO TRANSPARÊNCIA, pois isso para eles é NORMAL, já que só assim conseguem as modificações eleitorais por eles desejadas.

    Vejamos que estamos no século XXI, a Tecnologia de Informação está bastante avançada, existe a INTERNET, pelo que numas eleições, principalmente estas nossas com um número de eleitores tão reduzido, em que os resultados podem ser comunicados NA HORA, não se compreende como a Comissão Eleitoral leva tanto tempo para anunciar os resultados.

    Há países com um número de eleitores milhares de veses mais do que em STP e os resultados eleitorais são divulgados na hora. Porque não em STP???

    E mesmo depois da Comissão Eleitoral anunciar o resultado, com atraso, esses resultados divulgados ainda levaram ERROS DE PALMATORIA.

    E até agora a responsabilidade por esses erros parece não ter sido apurada. Se é que se prevê qualquer apuração. Mas é necessário apurar a responsabilidade, pois é com a DEMOCRACIA que se quer brincar, e quiçá, prejudicar.

  6. Chicote dochi

    4 de Outubro de 2021 as 11:12

    Muito bem gostei do resultado dessas eleições.
    Finalmente temos um presidente da República.
    E agora Jorge Jesus que juntamente com os seus capangas do tribunal mandou prender Américo ramos e proibir o atual presidente de viajar?
    Essas corjas maldosas devem ir para casa em breve plantar bananeiras.
    São esses sanguessugas que têm destruído o País.

  7. Pedro António Costa

    4 de Outubro de 2021 as 11:19

    Espero que Vila Nova não encha a Presidência com estes malandrecos coruptos do ADI e com acusações de corrupção e traficos de influência, muitos deles andaram a nas campanhas de Vila Nova

  8. António Matias

    4 de Outubro de 2021 as 17:16

    Só tenho receio de uma coisa!
    Muitos fanáticos de Patrice Trovoada votaram em Patrice\Vila Nova Porque Patrice prometeu que iria estar na tomada de posse de Vila Nova. O certo é que 48h antes Patrice vem “em directo”no Facebook como sempre dizer que já não estará presente… Portanto apenas incentivou\enganou os seus fanáticos que com saudades tinham que votar em Vila Nova que afinal por bem dizer votaram é no Patrice Trovoada contando de que no futuro ele terá Vila Nova com um “PAU MANDADO”, o que não irá acontecer de certeza com o Vila Nova que eu bem conheço.
    A história se repete pela 3ªvez e o desfecho será o mesmo. É só questão de tempo. Tentou com Fradique Menezes-nada… Tentou com Evaristo Carvalho, a mesma coisa-nada. Com Vila Nova creio que será a mesma coisa. Ele está é tentando usar Vila Nova para seus planos futuros.
    Hoje em dia está de costas viradas com o ex-presidente Evaristo Carvalho pelo facto do Evaristo chegar à uma conclusão, sentir e tomar consciência de que era presidente de todos os Santomenses sejam lá de que partidos. Fossem. O que aconteceu? Deixa o poder como o melhor presidente santomenses após a independência passado pelo palácio. E deixou saudades nos santomenses sejam lá de que partido são.
    UM CHEIRINHO da intervenção do Presidente Vila Nova na tomada de posse :… JÁ NÃO ME IMPORTA A INTENÇÃO DE VOTO…
    Ele quis deixar claro de que agora é Presidente da República e de todos os Santomenses, mesmo de quem não votou nele.

  9. Vanplega

    4 de Outubro de 2021 as 18:44

    Sim de todos
    Agora vamos ver a M… que vai fazer. Ñ esquecendo o que passou na EMAE e voçê estava là

  10. Palhaçada

    5 de Outubro de 2021 as 4:06

    Homem é Presidente do ADI vão la vê as nomeações, sinceramente Vila Nova Diretor de Protocolo do Presidente do meu país Arlindo Bala? Vocês não enganam mais tudo farinha do mesmo tacho. Uma vergonha nacional. Sinceramente. Patrice Trovoada mandou Sr cumpriu. Por favor Evaristo volta. Dentro de dias vais nomear Patrice Trovoada conselheiro para área do petróleo.

    Estou a vossa espera na legislativas

    Palácio do povo virou Palácio do ADI, lindo exemplo

  11. Generosa

    5 de Outubro de 2021 as 14:23

    Credo senhor Vila Nova. Nomear Bala Chefe de protocolo,,? Que tristeza.Wue capacidade tem este senhor para ser chefe de protocolo? Espero a reação do Tribunal de Contas Senhor não sabe que a nomeação de Bala é para controlar os seus passos na presidência? Tudo que passa aí Bala informa Patrice Trovoada. Eu não aceitaria ser um presidente com rabo na rua. A nomeação de Bala já é prova que senhor está ao serviço do Pstrice Trovoada.

  12. Gil

    5 de Outubro de 2021 as 16:34

    Sr. Gareth, desvinculou-se da função pública, jamais deveria ocupar um cargo público sem passar por um concurso.. enfimm

    Muitos cargos desnecessárias.

    Ofensivo sr. Arlindo Bala, director de protocolo é o cúmulo!.

  13. Corona Ta Pipocar

    5 de Outubro de 2021 as 23:15

    Sendo Presidente de todos os santomenses a primeira medida deveria ser vetar a nomeação de um ex organizador de eventos para o cargo de ministro das finanças. Se não têm melhor acabem com este governo. Mesmo interinamente, um ano é tempo suficiente para se abrir uma cratera nas contas públicas do pais que depois vai sobrar para todos.
    Para ele não que já vai ter a sua reforma garantida, por isso prova o que diz ser e haja e já

  14. Original

    6 de Outubro de 2021 as 8:15

    Pensei que estavamos proibidos de falhar mas com certas pessoas deste figurinho, o Sr. tem peido comprometido.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo