Política

Investimento da China para modernização e ampliação do aeroporto de São Tomé pode atingir 100 milhões de dólares

O valor do projecto no âmbito do acordo de cooperação entre São Tomé e Príncipe e a República Popular da China para ampliação e modernização do aeroporto internacional está avaliado em 100 milhões de dólares.

O valor foi definido no quadro da cooperação bilateral, como um donativo, e foi anunciado esta quarta -feira, na cerimónia de assinatura do acordo de implementação do projecto de ampliação e modernização do aeroporto internacional.

Cerimónia de assinatura do acordo para implementação do projecto

Assinado nas instalações do ministério das infra-estruturas, o ministro da Presidência Wando Castro em substituição do titular da pasta das infra-estruturas, salientou as acções prévias definidas no acordo de implementação e que a parte são-tomense deve realizar nos próximos 6 meses.

«Nomeadamente a cedência de terrenos para instalação do estaleiro de obra, e também para a zona de expansão da pista. Temos que resolver a questão de acesso ao aeroporto, assim como a extensão da rede eléctrica e de água para a obra», sublinhou o ministro Wando castro.

Em nome da Agência de Cooperação Internacional do Ministério do Comércio da República Popular da China, Zhou Jun (na foto em baixo), descreveu as acções que a parte chinesa vai desenvolver no âmbito do acordo de implementação do projecto.

Zhou Jun – na foto

«A nossa parte vai discutir o desenho preliminar com a parte são-tomense. Depois de definir o desenho preliminar, a nossa parte vai elaborar o caderno de encargo e a lista dos trabalhos a serem executados», pontuou Zhou Jun.

Hao Qinmei, Conselheira Económica e Comercial da embaixada da China em São Tomé e Príncipe, assinou o acordo pela parte chinesa, e manifestou-se confiante na execução para breve da obra de construção.

«Este acordo significa que estamos mais próximos da conclusão do projecto. Acredito que com a colaboração das duas partes este dia chegará o mais rápido possível», precisou a Conselheira da embaixada da China.

Por sua vez, Wando Castro Ministro da Presidência do Conselho de Ministros e das Novas Tecnologias, disse que o alargamento e modernização do aeroporto internacional de São Tomé, é uma obra estruturante do Estado são-tomense. «Este projecto vai permitir-nos desencravar o país», sublinhou o ministro.

Ministro Wando Castro e a Conselheira da embaixada da China

A requalificação dos edifícios anexos ao aeroporto, é uma das acções da modernização do espaço aeroportuário. O projecto prevê também o aumento da capacidade de parqueamento de aeronaves, e um reforço das capacidades técnicas nacionais no domínio do controlo do trafego aéreo.

«Acredito que dentro de 6 meses estaremos a lançar a primeira pedra para o início das obras», concluiu o ministro da presidência e do conselho de ministros.

Wando Castro substituiu o ministro das infra-estruturas, Osvaldo Abreu, por sinal ausente do país. O Ministro reconheceu que o projecto do aeroporto internacional é de São Tomé e Príncipe. Haverá governo que participará na elaboração do projecto, outro governo no lançamento da pedra para construção, e pode ser que a obra concluída, seja inaugurada por um outro governo.

Projecto de alargamento da pista do aeroporto internacional

O importante é que cada um dê a sua colaboração para que São Tomé e Príncipe, tenha um aeroporto moderno e de categoria efectivamente internacional.

Abel Veiga

8 Comments

8 Comments

  1. VAI TU

    29 de Junho de 2022 at 18:24

    O PM está a pedir esforços econômicos dos parceiros de S.Tomé e Príncipe,para a Economia Azul.
    Já foi feito algum estudo do meio ambiente se o prolongamento da pista for para o mar? Será sobre Pilares ou é uma construção maciça, dando cabo da Praia Lagarto, e da ligação entre a Gamboa e o Ilhéu das Cabras?
    Este projecto já devia ter sido feito à trinta anos. Teve vários projetos viáveis e agora em vésperas de eleições sem apresentarem publicamente o projeto JA ESTÁ.
    A cavalo dado não se olha ao dente, mas o dádiva pode estar envenenada para os nossos filhos.

  2. Pedro Costa

    29 de Junho de 2022 at 20:26

    Espero que contemplem no projeto a transferencia total do bairro da praia gamboa que transmite uma imagem muito negativa para quem chega a S. Tome, barracas mal apresentadas… etc… nao se pode ter ao pe de um aeroporto internacional tantas barracas…. que se tenha a corragem e acabem com isso…

  3. cidadão atento

    30 de Junho de 2022 at 9:05

    Como vocês todos esticaram a cara em cima da mesa, como “fingue” em cima do “angu”, lembrem-se que o investimento chinês, não é brincadeira, se não se cumprir com o pagamento, os chineses tomam a infraestrutura, …. tem sido assim com os países africanos nos quais eles têm financiado vários projectos, porto de água profundas e não só…. cuidado com esses irmãos de olho rasgado…… fica o alerta

    • Joaquina

      30 de Junho de 2022 at 15:49

      meu irmão de olho grande, não preocupe desta situação, porque STP não tem nada materiais naturais para se vender à china!

      a obra de modernização do aeroporto não é um investimento, é donativo!

  4. Lucas

    30 de Junho de 2022 at 9:32

    Não é só na praia gamboa
    A barracada está no país todo
    Fui

  5. Carlos Alberto do Espirito Santo

    30 de Junho de 2022 at 12:45

    Kkkkkkkkk 4 Anos no poder.

    Ñ vimos hospital feito ou refeito, jà com dinheiro( 17 milhoes)

    Porto de àgua profunda de màlanza, nada feito.

    Fala-se do aeroporto ou tempo e nada feito.

    Vai para casa nascar banana vom o c…
    Bandidos de merda

  6. Célio Afonso

    1 de Julho de 2022 at 8:28

    Boa notícia.
    Esperemos para ver. O país bem precisa. A infraestrutura é importantíssima para o país, pelo que devemos dar benefícios de dúvidas ao governo.
    Esperemos que desta vez é para valer.
    Um bem haja.

  7. morte certa,

    1 de Julho de 2022 at 10:48

    êêêêêêêê….. nama Joaquina, mana disse donativo….êêêêêêê,.. ainda mais esta, saiba que hoje na conjuntura mundial, ninguêm dá nada de graça ao seu vizinho, ninguèm dá ponto sem nó, tudo é interesse, e, voçês nos ensinaram isso. S.Tomé não tem nada isso diz voçê….quanto menos não seja, ao menos pelo nosso pescado….

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top