Política

STP e Portugal assinaram um novo programa quadro de cooperação no domínio da defesa

O acordo foi assinado na sexta feira em São Tomé, pela ministra da defesa nacional de Portugal, Helena Carreiras e o seu homólogo são-tomense Jorge Amado.

Assinatura do novo programa quadro de cooperação no domínio da defesa, deu o ponta pé de saída na visita da ministra de Portugal.

Segundo o espírito do acordo até 2025 Portugal e São Tomé e Príncipe, reforçam acções de cooperação em vários domínios da defesa. A formação dos militares são-tomenses, é uma das prioridades.

Helena Carreiras, contabilizou mais de 200 formandos são-tomenses nos últimos 30 anos. «Queremos continuar a aprofundar a nossa cooperação neste domínio de formação e capacitação das pessoas», referiu.

Saúde é uma das novas áreas de cooperação, que vai permitir a capacitação dos militares são-tomenses em medicina militar. Durante a visita a ministra da defesa de Portugal foi conhecer as actividades em curso no centro de saúde militar, no quartel do morro.

«Temos um programa quadro que vem reforçar essas áreas de capacitação de qualificação de treino e de apoio em termos de infra-estruturas e equipamentos», reforçou.

Cooperação militar em matéria de missão de paz, foi indicado como essencial. Portugal quer participação de São Tomé e Príncipe e de outros países africanos de expressão portuguesa em processos de formação para realizar missões de manutenção da paz em nome das Nações Unidas.

Helena Carreiras que se reuniu com o Presidente da República Carlos Vila Nova e com o Primeiro Ministro Jorge Bom Jesus, disse aos jornalistas que a ONU «tem pedido Portugal para colaborar na maior participação dos países de língua portuguesa em missões de paz».

Chefe de Estado Maior brigadeiro Olinto Paquete, Vice-Chefe de Estado Maior Capitão de Mar e Guerra Armindo Silva, e o Inspector das Forças Armadas Coronel Sebastião Andreza

No âmbito da assinatura do novo programa quadro de cooperação no domínio da defesa, através do ministro da defesa nacional, Jorge Amado, as forças armadas de São Tomé e Príncipe, destacaram os sucessos alcançados na cooperação técnico militar com Portugal.

«Não posso deixar de destacar o esforço de Portugal em apoiar-nos em diversos domínios, na formação dos são-tomenses em Portugal, na cedência de alguns meios e equipamentos que têm permitido atenuar as nossas carências mais preocupantes», pontuou o ministro da defesa nacional.

 O novo programa de cooperação a nível da defesa foi assinado nas instalações do ministério da defesa em São Tomé.

Abel Veiga

FAÇA O SEU COMENTARIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top