Política

“Vamos fazer história como fizemos em 2018”

A convicção de Jorge Bom Jesus de que no dia 25 de setembro, o MLSTP, vai continuar a governar o país, resulta do que diz ser, uma onda de sintonia e empatia, entre o eleitorado e o partido.

«Dia 25, estou confiante. A população está com o MLSTP e o governo. Juntos vamos fazer história como fizemos em 2018», declarou o Presidente do MLSTP, após passeata por várias localidades do distrito de Mé-Zochi.

A concentração com o eleitorado na cidade da Trindade(fotografia em cima), capital do distrito de Mé-Zochi, no sábado 17 de setembro, serviu para Jorge Bom Jesus fazer o balanço da primeira semana de campanha eleitoral.

Recordou que em 2018 fez história nas eleições legislativas. Surpreendeu o país e o mundo quando fez a representação parlamentar do MLSTP saltar de 16 para 23 assentos. «Desta vez não será surpresa, é uma certeza», sublinhou.

Confiante, o líder do MLSTP fez uma avaliação positiva da primeira semana de campanha eleitoral. «Sente-se a pulsação do terreno. A nossa mensagem está a passar, porque este povo é inteligente», acrescentou.

Segundo Jorge Bom Jesus, a população já percebeu que o seu governo está num momento crucial de fim da crise pandémica. «A população entende dar mais uma oportunidade de 4 anos a este governo. Neste momento os pilares do desenvolvimento sustentável estão a ser lançados», pontuou.

Concentração do MLSTP no domingo 18 de Setembro no bairro de São Marçal arredores da capital

Destacou um conjunto de projectos que definiu como estruturantes e que começam a ser implementados nos próximos 6 meses, nomeadamente as obras do aeroporto, da marginal 12 de Julho, do hospital de referência, do porto em águas profundas.

Sendo o distrito de Mé-Zochi, de vocação agrícola, Jorge Bom Jesus disse que decidiu criar nas instalações do CATAP em Batepá, uma delegação da Universidade Pública para formação de quadros nacionais na área da agronomia.

Jorge Bom Jesus sente que a camapnha eleitoral do MLSTP, gerou sintonia e empatia com o eleitorado. «Isso só foi possível porque nós estamos aqui. Na riqueza ou na pobreza nós e o povo estamos aqui», precisou.

Questionado pelos jornalistas sobre o regresso ao país do seu principal adversário Patrice Trovoada, Presidente da ADI, Jorge Bom Jesus, respondeu que «aqueles que não estiveram aqui, eu nem dei por eles, nem dei conta que estavam ausentes», concluiu.

Abel Veiga .

6 Comments

6 Comments

  1. Jacinto Novaes

    19 de Setembro de 2022 at 7:49

    “Questionado pelos jornalistas sobre o regresso ao país do seu principal adversário Patrice Trovoada, Presidente da ADI, Jorge Bom Jesus, respondeu que «aqueles que não estiveram aqui, eu nem dei por eles, nem dei conta que estavam ausentes», concluiu.”
    Será, senhor Jorge B. Jesus? O senhor não sabe do Patrice e nem deu conta que ele não esteve cá?!! Isso para se rir. Vocês de outros partidos é que dão “vida” e fazem do Patrice Trovoada o político que ele é hoje. E nós agradecemos essa vossa atitude. O Patrice não sai da vossa cabeça. Ele é o vosso maior “pesadelo” quando vocês se deitam.

    No dia 25 de Setembro, vota ADI.

    Bem haja, S. Tomé e Principe.

  2. Joao Carlos Silva

    19 de Setembro de 2022 at 10:21

    Tudo bem. Mas pedem a intervenção do Tribunal Constitucional para chamar a atenção ao movimento MCI/PS-PUN que faz uma campanha xenofoba e viram uns contra outros de forma baixa.

    Isto não é politica, mas sim politiquisse. Estes tipos deste movimento, acham que estão em condições de governar este país? Nem falar eles sabem. Como querem governar STP.
    Façam o favor de não aproveitar das limitações do povo pequenom para os enganar.

    Pessoas que mal conhencem as suas mãos esquerda, querem governar STP. Povo abram os olhos

  3. Basta

    19 de Setembro de 2022 at 12:34

    História? Que história fizeram? Ahah agora recordei: queima de carro, vandalismo, queima do votos do ADI em Neves… Melhor Jorge Bom Jesus,reservar já seu horário para ir dar aulas…

  4. Margarida lopes

    19 de Setembro de 2022 at 13:10

    Todos na rua para protestar contra o Patrice Trovoada e os seus capangas!!!
    Este indivíduo não pode continuar impune…Queremos que haja justiça pelos delitos e crimes que PT cometeu. Basta!!!

  5. Fuba cu bixo

    19 de Setembro de 2022 at 15:11

    Nos não queremos Primeiro Ministro que governa para mudar vida dos camaradas e
    deixa o povo a sua sorte não queremos Primeiro Ministro que contentores de medicamentos desaparecem e ele assobia para lado e não faz nenhum.
    Não queremos Primeiro Ministro que assiste corrupção na Enapor na ponte de água grande e não faz nada e vai nos dizendo que sua luta é combater corrupção Jorge bom Jesus não serve os interesses do povo piqueno.

  6. VAI TU

    20 de Setembro de 2022 at 18:10

    Mas em 2018 PERDERAM as Eleições, se repetirem o resultado, e não tiverem parceiros para fazer a maioria absoluta ficam a chucha no dedo.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top