Sociedade

Associação Terra Verde apoia crianças carenciadas do interior

A ONG são-tomense baseada em França, pôs sorriso no rosto de 146 crianças da Roça Santa Luzia no interior de São Tomé. Crianças de famílias pobres que viram resolvidas as suas carências em materiais didácticos, roupas, calçados e brinquedos.

As crianças da escola primária da Roça Santa Luzia, têm agora mais materiais didácticos, que vão melhorar o sistema de ensino e aprendizagem. Os pais que lutam contra a pobreza extrema, estão mais aliviados.

Brinquedos, calçados e roupas também foram distribuídos às crianças, por uma equipa da Associação Terra Verde.

A ONG baseada em França, disse ao Téla Non que assinou uma convenção de parceria com a  cruz vermelha de São Tomé e Príncipe, o que abre portas para canalização de mais ajuda de instituições francesas a favor dos idosos e crianças são-tomenses.

O plano de acção para o período 2012-2013, aponta para a criação e financiamento de uma micro-empresa de costura. A empresa será assegurada por uma cooperativa composta por 10 mulheres. Um projecto que visa promover actividades geradoras de rendimento no seio das mulheres.

A ONG, projecta também criar um centro de desporto náutico e promoção cultural. Surf e ensino de música para as crianças, estão na agenda. Os pescadores mais desfavorecidos vão segundo a Associação Terra Verde, beneficiar ainda este ano, de materiais de pesca submarina.«Este projecto será realizado em parceria com a associação Moana escola de Surf (sul da frança)», explicou Elsa Garrido, Presidente da Associação Terra Verde.

Segundo Elsa Garrido através deste projecto a Associação pretende «por um lado, sensibilizar os mais pequenos sobre a importância da preservação do meio ambiente, e por outro, dar-lhes a possibilidade de aprender a tocar instrumentos musicais e estimular a criatividade musical e teatral», frisou.

Abel Veiga

.

    2 comentários

2 comentários

  1. Anca

    15 de Julho de 2012 as 23:58

    Muito bem

    Boa iniciativa, bem haja aos membros da ONG Associação Terra Verde.

    Mas dizer que;

    “Os pais que lutam contra a pobreza extrema, estão mais aliviados.”

    ???????

    Antes de mais um sincero, honesto, humilde, e grande abraço.

    Com todo respeito, Sr, Jornalísta, pesquise e investigue melhor, os conceitos de Pobreza Extrema/ Sitema de Ensino e Aprendizagem e compare com a realidade nacional, mediante os concietos desses termos.

    Porque, dizer que;

    “Os pais que lutam contra a pobreza extrema, estão mais aliviados”,

    é de facto, desconhecimento, da realidade, da fome, da miséria, da pobreza extrema, daqueles que vivem com menos de um dolar, menos de um euro, por mês.

    Dizer que, pelo facto de as crianças, terem recebido, materiais didácticos, roupas, calçados e brinquedos, isso os vai colmatar a pobreza extrema e mudar o sitema de ensino e de aprendizagem, é inverter a realidade, desinformar os nossos cidadãos para que a tomada da conciência, de modo a inversão da situação, através do exercício da cidadania, mudança do modo de ser, estar, pensar, perante factos da nossa, realidades, que nos condicionam, o crescimento, o pogresso e desnvolvimento sustentável, através da contribuição se faça sentir.

    Dizer que;

    “As crianças da escola primária da Roça Santa Luzia, têm agora mais materiais didácticos, que vão melhorar o sistema de ensino e aprendizagem”

    é de facto desconhecimento do termo sistema de ensino e de aprendizagem, bem como da realidade do sistema de ensino e de aprendizagem á nível nacional.

    Investigue melhor o termo “Sistema de ensino” e Sistema de Aprendizagem”.

    Melhore a prática o Jornalismo e contribua, para um esclarecimento, das mentes, dos cidadãos que compõem a comunidade e sociedade Santomense, para que juntos possamos inverter a realidade, mediante o vosso/nosso contributo.

    Bem haja

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençõe São Tomé e Príncipe

  2. j'aime STP

    16 de Julho de 2012 as 19:39

    Bravo pour cette réalisation !

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo