Sociedade

São Tomé e Príncipe entra no Museu Virtual dos Países da CPLP através da Autarquia de Água Grande

São Tomé e Príncipe entra como membro da Plataforma – Museu Virtual dos Países da comunidade lusófona, através de um protocolo assinado pelo Presidente da Autarquia de Água Grande Ekneide Santos com a Associação Internacional de Cooperação para o Desenvolvimento-Sphaera Mundi.

O protocolo de cooperação assinado na última semana no salão da UCCLA na capital são-tomense, abriu portas para entrada de São Tomé e Príncipe, através da Câmara de Água Grande como membro da Plataforma /Museu Virtual dos Países da CPLP.

Com vista ao reforço da cooperação entre a autarquia de Água Grande e a Sphaera Mundi, as duas instituições decidiram trabalhar de mãos dadas para promover a educação patrimonial,  dinamizar o empreendedorismo cultural/patrimonial e desenvolver um turismo de conhecimento, num projecto de e-edução e e-cultura, assim como a integração da Câmara Distrital de Água Grande na Rede das Cidades Mundo (rede que conta com a participação da Cidade Velha, da Ilha do Maio (Cabo Verde) e da Ilha de Moçambique.

Luisa Janeirinho, Presidente da Sphaera Mundis, descreveu a assinatura do protocolo de cooperação, como o poder da união baseado em interesses comuns para fazer algo de maior impacto para as sociedades envolvidas. «Todos temos a ganhar, quando estamos sozinhos somos mais vulneráveis, e não temos muita força», afirmou.

Por sua vez EKneide Santos, Presidente da Camara de Agua Grande, disse que a nova parceria entre as duas instituições, coloca São Tomé no mapa do mundo. «O mais importante é estarmos no mapa do mundo». O Presidente da Autarquia que alberga a capital do país, sublinhou no seu discurso, a importância do país estar ligado a redes estratégicas.

Uma exposição no salão da UCCLA denominada “Raiz de anel – Ledgi di Neli”, na qual participaram várias ONGs marcou o encerramento da primeira fase do Programa de Reforço de Actores Locais. Um  projecto que teve o objectivo de de promover a acção cívica e a capacitação do poder local enquanto agentes focais do desenvolvimento sustentável local, cofinanciado pela União Europeia e com o apoio do Instituto da Cooperação e da Língua Portuguesa.

Abel Veiga / Fonte CDAG

    2 comentários

2 comentários

  1. Liotério Carvalho

    14 de Janeiro de 2014 as 12:33

    Parabéns a Câmara de Agua Grande.
    Quanto a:
    Ledgi di Neli/
    LEGI NÉNI este parece ser o mais certo.

  2. djatta

    16 de Janeiro de 2014 as 12:54

    STP…é jà em si um pays VIRTUAL, a sua populaçao é uma enorme FICCAO .
    Dizem que STP é a provincia de Angola!!!
    Os homens politicos sao personagens criadas e postos em movimento como as marionetas. Os Varela, Patrice Trovoada, Os numerosos Da Costa : Gabriel, Pinto, Posser e companhia!!!!
    Palhaços e Palhaças!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo