Destaques

Incêndio – 3 crianças morreram carbonizadas

Tudo aconteceu por volta das 20 horas de sexta-feira na localidade de Praia Messias Alves-Santana. Uma residência de madeira localizada a poucos metros do hotel Club Santana, foi engolida por fogo de origem duvidosa. Na casa que não tinha energia eléctrica viviam uma mãe e 3 filhos. O pai está ausente do país, é emigrante em Angola.

fogoAs três crianças sendo dois rapazes gémeos com cerca de 3 anos de idade, e uma menina de 10 anos, morreram carbonizados. Gritos de aflição marcaram a última noite em Praia Messias Alves. Gritos de socorro, não tiveram sucesso. A corporação de bombeiros localizada na capital São Tomé, não ouviu os gritos a tempo de socorrer a casa e as 3 crianças.

A intervenção dos populares da cidade de Santana, capital do distrito de Cantagalo, também não evitou que o fogo consumisse todos os bens e vidas humanas.

É o segundo incêndio neste ano que devora vidas humanas, sobretudo crianças. A actual estação seca (Gravana),facilita a propagação do fogo.

No entanto recentemente em declarações a Rádio Nacional de São Tomé e Príncipe, o Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, José Bandeira, chamou a atenção das autoridades nacionais, para o flagelo de incêndios de origem duvidosa que se tem registado no país.

As advertências de José Bandeira, alertaram as autoridades, para a necessidade de investigação pormenorizada dos incêndios que têm ocorrido no país, porque podem ser também de origem criminosa.

Abel Veiga / Eurico Tavares(Santana)

    15 comentários

15 comentários

  1. Arnaldo (santola)

    26 de Julho de 2014 as 11:51

    As casas feitas em STP com material de madeira na época da seca são facilmente engolidas pela chamas, não só, a eletricidade mal conduzida, ou seja desvio ou roubo de eletricidade são outros factores de acidentes como estes, era melhor que fizesse um inquérito a população e resolver estes problemas e também passar o conhecimento de forma a prevenir outro ocorrido. Lamento pelo os dois adolescentes.

  2. Xuxanti

    26 de Julho de 2014 as 21:17

    Temos que procurar outra solução para construçao a substituição da casa de madeira por casa de alvenaria para evitar coisas desses generos.

    • Canga pó

      28 de Julho de 2014 as 18:58

      Por acaso as casas em alvenaria não ardem…..lol

  3. mandja

    26 de Julho de 2014 as 22:14

    ….é simplesmente atroz ,é um escândalo! Chama-se a este tipo de acidente, de CRIMINOSO, por negligencia, isto porque o povinho que morre(pouco importa em q condicoes, é banal. Agora pergunto,se se tratasse de filhos,familia de um “bem graduado” , sera que não se iria fazer do seu melhor para melhorar à situacao dégradant q provoca desgraças destas ? Deixo a questão aberta. Já aconteceu um acidente desta amplitude à um filho ou familiar de um ministro e /ou de um presidente em funcao (aliás, os filhos destes senhores em questão, nao só não vivem em condicoes perigosas no pais e por cima, a maioria vive fora e nos melhores quarteiros, bairros e cidades

  4. mandja

    27 de Julho de 2014 as 1:05

    Continuação : vivem nos melhores lugares , chiques , com faxineira , grandes carroes, casas privadas etc, ora que não São herdeiros, não têm renda, São de familias pobres q tornam-se ricos de um dia para o Outro quando estão no poder….servem-se alegremente, dos bens do estados para fins pessoais. Por exemplo, à filha do Pinto da Costa, à Aminata, vivia num bairro choquérrimo de Paris, o 7é arrondissement….quem pagava todo este luxo era o povo saotomense . Outro exemplo é do P.Trovoada que comprou casa em Cascais (todos os bens do país encontram-se nos bancos dos países ocidentais, para uso pessoal. Com que direito? Enquanto existir esta corrupção, este roubo/desvio o país não pode desenvolver-se. Votaram uma vez, e chegaram à conclusão quem é o P. Trovoada, não votem mais p’ra ele,e devia ser afastado de STP como “persona non crata”. Il s’agit d’une bonne decisão SAGE .

  5. Diassonama jeremias

    27 de Julho de 2014 as 6:43

    Lamento bastante perante este facto social duvidosa, mas tambem o governo deve se preocupar para o poio destas populacoes questao nesta situacao de casas de madeira, tambem os moradores envitem usar materil ardemte como vela candiero combustivel. E nao usar acorrente electrica duma forma ilegal.

  6. kkkkkk

    27 de Julho de 2014 as 21:07

    a questão que se prende com esses incêndios e mortes de inocentes não deveria ser pensada elaborando um textos ofensivos a quem quer que seja…..
    Penso que já é altura de colocarmos os governos e o presidente da republica na parede e exigirmos que em TODOS OS DISTRITOS SE TENHA UM DESTACAMENTE DO CORPO DOS BOMBEIROS. SÓ TEMOS SETE DISTRITOS PORTANTO É FÁCIL RESOLVERMOS ESTA QUESTÃO. Como é do habito podem alegar falta de meios. Que se lixe…. “Foram eleitos pelo povo ou não”, isso não importa, pois se estão na posição de dirigentes e conseguem encontrar financiamentos para os seus projetos fantasmas= BOLSO e viver bem a custa do povo, QUE ENCONTREM MEIOS PARA COMBATER OS INCENDIOS!.

  7. Arievarat

    28 de Julho de 2014 as 11:26

    Meus profundos sentimentos a família enlutada. Já vivi isso e sei como é difícil

  8. vio

    28 de Julho de 2014 as 13:21

    Origem duvidosa ou origem desconhecida? entao uma casa de madeira sem luz e obvio que se utelizou velas ou candieiro ou nao? e muito perigo provem destes dois objectos super imflamaveis.Com criancas d 3 e 10 anos e muito perigo quem sabe? ou deixam velas ao pe do curtinado ou brincam cm a vela ou acidentalmente aconteceu algo o q me doi e a vida humana k se perdeu coitada dessa mae q Deus a console. Governo trata de resolver a situacao eletrica deste estado taO mas tao pequinino, imagina se STP fosse grande estava-se pior CREDO bolas um pais dest
    e tao pequeno e nao dao conta do recado.Mae coragem.

  9. vio

    28 de Julho de 2014 as 13:27

    KKKKK concordo contigo o pior e que diz q os bombeiros n ouviram o pedido de Socorro? credo como e possivel entao n tem um numero q se pode ligar? mesmo k a mae n tenha tmolvel ou telephone de certeza que algum visinho ou alguem poderia ter ajudar neste caso . Raios parta esse governo so querem votos e so falam barrato com mentiras e promecas n momento certo nada se ve d parte deles porra isso da raiva.

  10. Martelo da Justiça

    28 de Julho de 2014 as 17:40

    De facto, estranha-me que as autoridades não façam nada perante tantos incêndios que tem havido nesses últimos tempos no Pais, com perca de vidas, sobretudo de crianças inocentes, porque me parece que grande parte desses incêndios tem contornos criminosos.

    Perante essa situação urge fazer seguintes preguntas:
    Será que essa casa tinha energia elétrica??
    Se não tinha, qual foi então a causa do incendio??
    Onde é que estavam os Pais dessas crianças??
    Os Pais não serão ou não responsabilizados caso se venha verificar que houve negligência??
    Sinceramente são questões que gostaria que fosses respondidas, porque é muito triste e dramático essa situação.

  11. Helder santo lima

    29 de Julho de 2014 as 6:52

    Realmente este caso e um caso de se lamentar, o PAIS ja tem 39 anos adulto suficiente para pelo menos ter uma Corparacao de Bombeiro em cada ponto estrategico do pais para prever estas situacoes. Fico muito triste e desapontado como filho esta terra porque este Pais ja recebeu muitas ajudas economicas de Taiwan e outras Nacoes, e agora temos um pouco mais com o apoio do fundos do ouro negro entrando no pais para projectos Sociais. Nenhuma Nacao cresce sem criar o basico necessario que a populacao precisa para viver.

  12. iaga

    29 de Julho de 2014 as 11:31

    minha gente, deixemos de brincadeira e sejamos sérios, na minha humilde opinião está mãe deveria estar detida sobre interrogatório ou na psiquiatria, pois, é inconcebível, impensável, inacreditável e por último é inadmissível,qual é a mãe, qual ela, que na hora de demonstrar a sua garra, zelo e proteção esmorece,… segundo a mesma através da imprensa nacional, ouviu o grito dos meninos, mas não tinha a força para abrir a porta, cadê a chave, e os vizinhos, os familiares seus, sabendo que se encontrava na casa da sua mãe a ver TV, ninguém acompanhou-a ao local,…. Durante a reportagem vi muitos jovens descaregando os donativos destinados a mesma, ….pergunto-me na altura onde se encontravam,…
    Meus caros políticos e dirigentes, para-além dos bens materiais, ceifaram aí vidas humanas, filhos da terra e quem sabe, futuro dirigentes ou coisa melhor, se o destino não lhes reservasse esta tragédia, e limitam simplesmente, e exibir donativos de tábuas e barrotes, p/ fazer celeiros. Pergunto – me onde está a vossa responsabilidade de estado,… a morte dessas pobres crianças não deixa de ser um acto de criminalidade, até se apurar a veracidade dos factos, onde está a justiça a investigação, a que averiguar as causas a imputar a responsabilidade a alguém. a vossa política de proteção as crianças não passam apenas de propaganda televisivas, uma vez que a TV, é testemunho das vossas atitudes mesquinhas e vergonhosas….quanta levindade,…
    pobres crianças,ou melhor pobre de nós, ontem foram elas, e amanhã,… ninguém esta isenta desta situação, e isso me preocupa……e preocupa me a ausência total do comprimento do papel do poder de estado… defesa, segurança,saúde, educação, progresso e bem estar social, a povo desta terra…….

  13. terra dos outros

    29 de Julho de 2014 as 12:15

    Governo Santomense tem que procurar de qualquer jeito de arranjar projectos para urbanizar o País e tentar acabar com as casas de madeiras em S.Tomé e Principe isto é demais, fui

  14. A. Dos Santos

    29 de Julho de 2014 as 13:48

    Senhor(a)terra dos outros, o governo Santomense não tem jeito nenhum de acabar com as casas de madeiras em STP, visto que,não é unico país no mundo com casa de madeira,até nos países mais rico há habitações em madeira.O que o governo tem que fazer é elaborar um projecto de ubanização,não fazer o que fez com os terrenos de São Gabriel e outros, mandar lá os tipogafos medir os talhões e já está,cada pessoa faz a casa como ele quer,não é assim que as coisas deveriam ser.O estado deveria em primeiro lugar criar as infra-estruturas:água,electrificação,esgotos e telefone.Uma vez criadas estas condições,aí assim passaria a faze da divisão do terreno em lotes para a construção de casas. Só assim o país estaria bem urbanizado.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo