Destaques

Turismo cresce no Sul da ilha de São Tomé

Praia Guembu é um recanto de paz, onde o homem e a natureza convivem em perfeita harmonia. A praia está a ser transformada num espaço para desenvolvimento do turismo ecológico.  Um projecto que nasceu da parceria entre o cidadão Heitor Leitão natural da região sul da ilha de São Tomé e um investidor português.

O nome da Praia do sul de São Tomé, baptizou a sociedade privada, Guembu. Os sócios arregaçaram as mangas e lançou no meio dos coqueiros e da floresta do sul, as pedras para construção de uma espécie do jardim do Éden. O resultado começa a se despontar. Pelo menos 4 bangalows, já estão prontos para receber visitantes.

praia-guembuUm restaurante com vista panorâmica da região sul de São Tomé, junta-se ao espaço, que ainda vai receber mais infra-estruturas «Estávamos a prever uma primeira e segunda fases. Mas acho que vamos chegar a uma terceira fase. Já tem muita aderência, e nós estamos a gostar. Isso não foi feito só para gastar dinheiro e ganhar dinheiro. É também por prazer. Como filho da terra me sinto orgulhoso», referiu Heitor Leitão.

A sociedade Guembu já investiu mais de 100 mil euros, na produção de energia limpa, para alimentar a unidade hoteleira. Painéis solares foram instalados no local. «A energia é super limpa. É cara mas temos uma energia quase para a toda vida. Já temos 1 ano e meio com a energia a funcionar em pleno. As casas estão equipadas com ar condicionado, e outros electrodomésticos, e a energia funciona lindamente», explicou Heitor Leitão.

Coberta por vegetação exuberante, com espécies de plantas e animais endémicos, e praias em estado virgem, a região sul da ilha de São Tomé, é alvo de investimentos privados para o desenvolvimento de turismo ecológico e sustentado. A unidade hoteleira da Praia Guembu, é a terceira a nascer na região.

Praia Inhame, também se transformou num espaço turístico pelas mãos do são-tomense Nazaré Mendes, e na Praia Jalé uma ONG recuperou os bangalows, que atraem turistas. Diante das 3 praias hoteleiras, pode-se ver o ilhéu das rolas, que alberga um resort com maior capacidade em termos de quartos, e administrado pelo Grupo português Pestana.

ilheuOs operadores privados que investem na região acreditam que com o passar do tempo o turismo vai contribuir para a redução da pobreza no sul de São Tomé, considerada uma das regiões mais pobres do país. «Com certeza, muita gente já ganhou dinheiro com este projecto. Temos neste momento cerca de 7 pessoas a trabalhar aqui na Praia Guembu. O nosso objectivo é consumir tudo que é local. Vamos convidar as pessoas a plantar e nós consumimos a produção», frisou Heitor Leitão.

Desova das tartarugas que escolhem as praias desertas do sul para procriarem, é um dos atractivos para o turista, mas não só. É também nesta região da ilha de São Tomé, onde se observa o espectáculo proporcionado pelas baleias, na sua migração pelo oceano atlântico.

Abel Veiga

    7 comentários

7 comentários

  1. Ruu G. Afonso

    10 de Novembro de 2016 as 12:22

    Não é por acaso que as Ilhas do nome Santo foram apelidadas de
    “Ilhas “Maravilhosase”.

  2. João Barbosa

    10 de Novembro de 2016 as 15:36

    Parabéns a estes empreendedores
    Que tenham boa sorte e desejo-vos muito sucesso nas vossas atividades
    Bem Haja STP

  3. Antonio

    15 de Novembro de 2016 as 23:23

    Lamento que ao procurar na internet não consiga encontrar nada sobre este novo empreendimento.
    Afinal como se pode alugar uma casa lá nesse local??

  4. Filho de terra

    17 de Novembro de 2016 as 16:33

    Boa iniciativa. É preciso partilhar o contacto. Gostaria obter mais informações, tendo em conta que pretendo visitar o local.

  5. maria de lurdes dos santos morais de sousa Portugal (+351)

    3 de Janeiro de 2017 as 21:49

    Muito lindo,veio dar ainda mais valor a regiao…e qual a pagina na web site é que não encontro.

  6. albino teixeira

    20 de Janeiro de 2017 as 19:03

    Caros amigos
    quero conhecer este pequeno resort.
    acho que são estas iniciativas que dão um crescimento sustentável.
    força

  7. Silverio

    4 de Abril de 2017 as 11:03

    Em breve partilharemos mais informação sobre as novas fazes do projecto.
    As reservas podem ser feitas nas agências de turismo local ou em alternativa por email / telefone:

    geral@nguembu.com
    Silverio@cips.pt
    Tel: 00351966002975

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo