Sociedade

Busca e detenção na última noite

Agentes da Polícia de Investigação Criminal, apoiados por forças de defesa e segurança devidamente uniformizados, irromperam na noite de segunda – feira nas instalações da Universidade Lusíadas de São Tomé, para executar a ordem de busca e detenção emitida pelo Ministério Público, contra Justino Veiga.

A detenção ocorreu depois das 20 :30 de segunda – feira e durante a actividade laboral. Pois o homem que o Ministério Público mandou buscar e deter na última noite, é professor de direito na Universidade Lusíadas de São Tomé.

A operação para buscar e deter, o homem que talvez se transformou no mais perigoso corrupto do país, não provocou o espectáculo programado pelos seus mandantes.

Talvez porque os agentes da polícia que estavam na operação conhecem o crime, os criminosos alguns impunes de São Tomé e Príncipe, e sobretudo os que fogem da justiça como Diabo foge da Cruz de Cristo, decidiram esperar que Justino Veiga terminasse de dar as aulas para depois o interpelar e deter.

Em respeito à dignidade do ex-ministro da justiça, ex-Juiz Conselheiro do Tribunal Constitucional, ex-assessor do Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, e professor de Direito, os agentes aguardaram até a conclusão das aulas na universidade, e procuraram de forma mais discreta possível conduzir o cidadão  para as instalações da Polícia de Investigação Criminal.

A detenção exigida pelo Ministério Público ficou assim concluída. No mesmo momento da detenção nas instalações da PIC, o Ministro da Defesa e da Administração Interna Arlindo Ramos, no seu jeep Preto, passou a galope pela rua que liga as instalações da PIC e a Igreja da Conceição ao mercado municipal. Confirmação de facto.

Antes do anoitecer, por volta das 14 horas a Ministra da Justiça Ilza Amado Vaz tinha-se reunido com o Procurador Geral da República Frederique Samba.

Justino Veiga foi denunciado na passada sexta feira pelo Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, Silva Gomes Cravid, por crime de tentativa de corrupção.

No entanto o Téla Nón apurou que na noite de segunda – feira quando o Ministério Público decidiu  deter o cidadão, o mesmo terá sido confrontado com a acusação de prática de crime de branqueamento de capital.

O cidadão detido na noite de segunda – feira enquanto dava aulas na Universidade Lusíadas de São Tomé, deve ser presente esta terça – feira ao Ministério Público.

Abel Veiga

    12 comentários

12 comentários

  1. Original

    5 de Dezembro de 2017 as 9:21

    Ao puxar a ponta de corda descobrimos o novelo.Desconfio muito do conforto do sr.Nino começou o baile e há-de aparecer muitos dançarinos.

  2. Conobia

    5 de Dezembro de 2017 as 9:29

    Meus caros amigos, o verdadeiro dono da cervejeira Rosema é o primeiro ministro de stp.

    Ele perdoou impostos à Rosema e em compensação gere ao seu gosto os milhões gerados pela fábrica através dos irmãos Monteiros.

    Patrice Trovoada é o maior bandido da nossa historia. Veja-se o envolvimento dos membros do Governo no processo. Nunca o fariam sem a orientação do chefe que é neste caso Patrice Trovoada.

    Quanto ao senhor Procurador Geral da República, fico perplexo assistindo como as pessoas perdem dignidade por causa de tostões. Não é por acaso que este senhor ganhou um carro novo enquanto não há alimento para as crianças dos jardins de infância.

    Porque é que o caso Peter, que acusou Patrice da autoria moral do golpe de estado não avançou? Caso dos 30 milhões roubados pelo PT não avançou?Isto só para dar alguns exemplos.

    São Tomé poderoso não dorme!!!

  3. explicar sem complicar

    5 de Dezembro de 2017 as 9:55

    Se continuar assim a população vai tomar o Ministerio Publico de assalto com catana nas mãos.

    Porquê SAMBA não mexe uma palha com diversos casos de crime e corrupção em que Patrice Trovoada alegadamente está envolvido?

    O Raposo, Patrice Trovoada, Varela estao todos envolvidos ns Cervejeira Rosema
    Recordam quem mandou arrebentar a corrente e cadeado na Rosema? Foi Patrice Trovoada.
    Patrice Trovoada quer criar crise no país para nao serem realizadas eleições porque sabe que vai perder e vai ter que prestar contas com a justiça ou FUGIR do país.
    SAMBA é que aguarde.

  4. Sócrates

    5 de Dezembro de 2017 as 9:59

    Meus caro,
    Povo de São Tomé e Principe
    Esta quadrilha funciona assim, patrice trovoada manda prender, ministra Ilza amado Vaz encontra com procurador samba para executar a ordem , de noite para dia instruem processo , sem fundamento nem base legal, inventam um crime complexo para complicar o vida do cidadão e o
    Juiz Patrick e o Procirador Kelvio e outro legalizam a detenção. Assim aconteceu com sra mombaka a portuguesa e irá acontecer com delfim neves. E eles têm tido sucesso. Atenção a justiça Santomense. Não existe respeito a direitos alheios do cidadão. Justino o Adi está a tratar do teu processo. Não escapas a essa quadrilha de justiça paralela.

  5. joao Carlos

    5 de Dezembro de 2017 as 10:29

    Na verdade se o cidadão Justino Veiga e os demais prevaricaram devem ser punidos exemplarmente. Entretanto, estranha-se que instituições do Estado como a PGR e o Ministério da Justiça tenham de forma muito célere se ocupado deste caso quando sabemos da existência de vários outros processos de pessoas ligadas ao atual poder inclusive do senhor Primeiro Ministro. Quanto ao Ministro Arlindo Ramos, pouco se pode esperar duma pessoa como este senhor que nada mais sabe fazer na vida ao não ser bajular os Trovoadas…. Enfim, tenho muita pena do estado em que nos encontramos….

  6. Qintério

    5 de Dezembro de 2017 as 10:48

    Para quê este espetáculo todo com intervenção de dois ministros num caso de natureza judicial. Não sei onde vamos parar com estas coisas. Dente por dente e olho por olho acabaremos todos cegos e desdentados.

  7. kwatela

    5 de Dezembro de 2017 as 12:57

    meus concidadaos, o lugar para os corruptos é a cadeia.
    sem duvidas nem misericordia.
    a minha pergunta é : aonde está o cidadao cujo edital foi exposto na praca publica santomense?
    a justica nao deve ser celere para uns e cega para outros.
    sr procurador prenda se faz favor o sr primeiro ministro porque pesa sobre si um mandato judicial que nunca foi cumprido. ja agora nunca esqueca de si sr procurador

  8. Artur

    5 de Dezembro de 2017 as 13:16

    Isto tudo não passa de uma estratégia para enlamear os possíveis candidatos a 1º Ministro nas próximas eleições (Delfim Neves e Osvaldo Vaz).
    “O roto a falar do rasgado”, todos mais sujos que pau de galinha a pousar de moralista.
    Todos sabemos quem é o verdadeiro dono da Fabrica, e não, não é o legitimo que seria o Melo Xavier.
    O Circo está montado, daqui para frente será só disso.

  9. Aledunha

    5 de Dezembro de 2017 as 16:36

    Elisio D´Alva Teixeira que foi ministro da justiça matou um coitado com um tiro e até hoje anda a comer e beber dele, com um bom tacho e nunca foi incomodado por entidades judiciais. Patrice Trovoada tinha placas de dólares numa burra em casa e nunca foi incomodado. Américo pediu empréstimo de 30 milhões de dólares que nuca entrou no país e nunca foi incomodado. O Justino está a pagar por todos eles. Enfim. Aqui se faz e aqui se paga. Que raio de ministério público é este? É só para atuar quando é uma parte e não atua noutra parte?

  10. EX

    5 de Dezembro de 2017 as 17:19

    Esperamos ansiosos que não finjam que o caso esta encerado, porque o Justino esta a ser Cubai dessa gangue, se forem analisar com seriedade o dossier Rosema, então devem emitir mandato de Prisão para Augerio Amado Vaz, que por sua vez é irmão da Ministra da Justiça, por decisões tomadas a quando era Juiz de Lemba.
    Há muitas coisas por detrás disso tudo, como é possível o Juiz Silva Gomes fazer uma Queixa crime, e ser ministra da Justiça a tomar as rédeas da situação, ela foi conferir que o irmão não seja adicionado ao processo, pk caso Rosema esta como esta devido Augerio Amado vaz.

  11. Martelo da Justiça

    5 de Dezembro de 2017 as 20:16

    Tem-se constatado muita passividade e muita cumplicidade neste Pais. Eu não tenho duvidas que a corrupção está a bloquear o desenvolvimento de STP. Quando a corrupção atinge os Tribunais é porque estamos no fim da picada. Talvez agora que o “cherne” foi atingido as coisas irão aquecer. É apenas a ponta do novelo. Se houver a coragem para desenrolar a bola do fio, muita coisa virá a tona. Sabe-se lá porque que esse assunto avançou se há N casos pendentes na Procuradoria Geral da República e que não anda? Bem…vamos esperar para ver!

  12. Visão

    5 de Dezembro de 2017 as 23:34

    Bem,meus senhores, todos os são-tomenses,há uma coisa que não estou a reconhecer, dizem quem em são tomé e príncipe há homens valentes , a minha pergunta é: a onde estão estes homens valentes? São tomé e príncipe tornou se um pais das bananas onde um homem só está a dominar tudo e todos, e mais engraçados é que todos sabem e ninguém faz nada, quando alguém tenta fazer é ignorado,Temos o exemplo do cidadão Camble Boa Morte. O país está mergulhado na escuridão, não há entendimento , não há dialogo, não há interesses colectivos, não há união, não há partido de oposição,não há lei , não há respeito o pais está hoje da maneira que está porque o maior partido da oposição não existe , são todos orgulhosos não querem saber do poso só querem está no poder , um partido que tinha tudo para ser uma referencia têm hoje todos os seus elemento cada um mais sujo que o outro.É possível está a acontecer tudo isso no país e partido de oposição não faz nada? É possível que nesta altura o maior partido de oposição ainda não conseguiu bons relacionamentos internos entre os seus membros? Meus senhores, o país está entregue a sua própria sorte. Nem MLSTP, nem PCD,nem MDFM têm pessoas com perfil para prometer algo melhor ao povo de são tomé mais. Então meus senhores deixa país para jovens novas caras vocês não valem nada, deveriam ter vergonha na cara. Se a lei não funciona hoje em são tomé é porque as pessoas que deviam exigir as mesmas estão todas com perfil sujo, ganham vergonha meus senhores.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo