Sociedade

Fogo aos diplomas para contestar assalto à Justiça pelo poder de Patrice

Na tarde de segunda – feira cerca de 30 pessoas, juristas, advogados e magistrados judiciais, deram fogo aos seus diplomas. Numa cerimónia carregada de simbolismo. Deram fogo aos seus diplomas(cópias), porque pela primeira vez na democracia são-tomense, registam o assalto ao poder judicial pelo poder político.

O Téla Nón tomou nota nos últimos tempos de que analfabetos em matéria de Direito, passaram a criar leis em nome do povo na República Democrática de São Tomé e Príncipe. Por isso, e talvez sem se aperceberem violam o espírito da lei mãe. Tudo fica mais complicado quando interpretam o texto constitucional e as demais leis.  Parece que confundem tudo, e atropelam as normas sagradas da República e do Estado de Direito.

Alguns alegados actos de analfabetismo em matéria de Direito e no Estado de Direito acabaram por ser lei, pela cega promulgação ao mais alto nível. O país São Tomé e Príncipe mudou de forma volátil. Mas, nem todo o país mudou para apoiar cegamente o analfabetismo como lei e ordem na República.

Quadros são-tomenses formados em Direito e com provas dadas, juntaram-se à Ordem dos Advogados, para protestar contra o império do analfabetismo em Direito que levou o poder político a tomar conta da justiça e dominar na plenitude o poder judicial.  «Não há uma efectiva separação de poderes e como juristas, consideramos que deveríamos efectivamente queimar os nossos diplomas porque eles já não servem, tendo em conta esse tipo de situação que vivemos no país», declarou a bastonária da Ordem dos Advogados, Célia Pósser.

A Ordem dos Advogados garante que «há uma ingerência do poder nos Tribunais e estamos a dar um sinal nacional e internacional, para dizer que as coisas não estão bem. Se nós continuarmos calados e nada fazer em termos de atitude, de agir, vai ser uma situação muito perigosa para a democracia em São Tomé e Príncipe».

Célia Posser reforçou que « nós como Ordem de Advogados, como sociedade civil embora de utilidade pública achamos que efectivamente deveríamos chamar a atenção para o perigo que corre a democracia, neste momento em São Tomé e Príncipe»”, sublinhou.

Os juristas, advogados e magistrados que se reuniram a volta da fogueira, pela voz da bastonária da Ordem dos Advogados, acusaram o governo de «estar a politizar demasiado a justiça». Facto que provoca o recuo do investimento privado no país.

«Nós enquanto Ordem de Advogados não concordamos que a reforma da justiça passa por violação da nossa lei mãe que é a Constituição», reforçou a bastonária Célia Posser.

Manuel Silva Gomes Cravid, por sinal o último Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, que representou o órgão de soberania de poder judicial efectivamente independente da vontade do poder político são-tomense, esteve Presente na cerimónia. Também o ex-Juiz Conselheiro Frederico da Glória. Estes e outros dois colegas seus que compunham o Supremo Tribunal de Justiça, foram exonerados das suas funções em Maio último, e mandados compulsivamente para a reforma, por 31 deputados que apoiam o poder político. Causa principal da decisão dos políticos que sustentam o poder, foi o acórdão emitido pelo Supremo Tribunal de Justiça no final de Abril, sobre um processo envolvendo interesses privados. A cervejeira Rosema que o Supremo Tribunal de Justiça mandou devolver ao angolano Melo Xavier.

Pósser da Costa, advogado do grupo privado angolano Ridux, proprietário da Cervejeira Rosema segundo o Acórdão do Supremo Tribunal de Justiça, também queimou seu diploma.

Em declaração a imprensa, Filinto Costa Alegre advogado e um dos arquitectos da reforma de justiça que alegadamente fugiu ao controlo do triunvirato a que faz parte, juntou-se a fogueira, e se pronunciou. «considero protesto necessário em relação a forma como se tem desmandado a justiça», referiu. Disse mais, que a reforma que ele e outros dois colegas seus, propuseram «não tem nada a ver com o que está a ser feito no país». Filinto Costa Alegre, acusou o poder de «subverter a ordem constitucional».

«Nesse momento é o poder que manda nos tribunais e nenhum juiz em consciência tomará qualquer medida que possa pensar que vá contra o poder instituído porque ele teme que o parlamento volta a reunir e decrete seu afastamento», denunciou Filinto costa Alegre.

André Aureliano Aragão, ex-Bastonário da Ordem dos Advogados, marcou presença na cerimónia. Migues Bonfim e outros jovens advogados estiveram a volta da fogueira, para dizerem que não são analfabetos em matéria de Direito. Mais ainda, para através do vento da gravana(estação seca) que está a chegar ao país, as cinzas dos seus diplomas, possam espalhar-se pela ilha de São Tomé, num protesto contra o analfabetismo jurídico que ameaça a democracia, para implantar ” O REGIME” em São Tomé e Príncipe.

Téla Nón

    23 comentários

23 comentários

  1. António cunha dos santos

    12 de Junho de 2018 as 9:24

    Muito bem. Espero que ninguém fure o protexto e se candidate a este acto imoral, que é a abertura do concurso para novos juizes do sistema, isto é ADI.
    Quem o fizer saberá que terá o pescoço a prémio, ou seja terá a sorte igual aos que lhes precederam.

    FICA COMBINADO

  2. ONDE MESMO?

    12 de Junho de 2018 as 10:48

    O meu apoio a esta tomada de posição por parte da Ordem dos Advogados e apoiada pelos Juízes e Magistrados Judiciais tem todo o meu apoio. Só é pena não estarem lá todos como a Dra. Celisa Deus Lima, os Srs. Doutores do Tribunal Inconstitucional, o Sr. Dr. Levi Nazaré, mas estes fazem parte ou devem fazer parte do grupo como diz o Tela Non “analfabetos em matéria de Direito, que passaram a criar leis em nome do povo na República Democrática de São Tomé e Príncipe”. Agora só falta os partidos políticos da oposição poder galvanizar as massas para uma real manifestação gigantesca em protesto aos desmandos do alucinado ou lunático Patrice Trovoada.

  3. Zani

    12 de Junho de 2018 as 12:32

    Que lindo e emocionante!

    Tomara que nessa queimação foi junto o compadrio, politiquice, incompetência, deixar ver, leve-leve, preguiça, nepotismo, letargia, ou seja todos esses demónios que têm atrapalhado o desenvolvimento de São Tomé e Príncipe.

    • Olhos espirituais abertos pelo poder divino

      12 de Junho de 2018 as 17:51

      Só com a intervenção divina nesse país… me admira como o egoísmo, o orgulho e vontade de dar troco reina nos corações de pessoas que afirmam ser santomenses, é muito triste… Tão cegos em querer subir na posição social da vida (escravizando o irmão) que nem estão a olhar se a base e os prumos para se apoiarem está sólida, num país tão mão estendida e quase 100% dependente dos outros países. São Tomé está perdendo credibilidade internacional (para não dizer que já perdeu), pois nenhum investidor, negociante, e país com juízo de verdade, vendo um estado como se encontra essa nação (pessoas no poder não desenvolvendo o país e vivendo suas vidas) poderá vir investir ou querer alguma coisa de verdade com essa terra. Pior é que até os cristãos que conhecem o poder o evangélio ou que deveriam conhecer, estão apoiando o satanista que está no poder… logo, só a misericórdia de Deus para com uma minoria muito pequena e fiel a Ele que ainda está de olhos abertos, vendo realmente o diabo com fogo no rabo fazendo das suas através dos seus filhos no trono desse País. Oh Deus e Pai Todo Poderoso, preserva os que são realmente teus filhos do que está por vir… Porque coisas piores vão surgir, pois a volta de Cristo Jesus é próxima e o diabo está enganando a muitos até aos teus escolhidos. Seja feita a tua vontade Senhor; sobre um povo tão cego e idólatra como esse de SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE.

      • FLAVIO COSTA

        16 de Junho de 2018 as 13:31

        Deus faz a sua justica no momento exacto. Em 2002 a Alice Carvalho mandou fechar a minha Firma Comercial Ancora Lda deliberadamente por nao a ter ajudado em prejuduicar alguem.
        Fui obrigado por nmotivos de forca maior emigrar para recomecar a vida a partir dos 50 anos. Nao tive quem queixar porque ela era poder. Como Deus e maior a justica Divina vai sendo concretizada.Portanto nao atrapalhemos com o que vai acontecendo porque os indefesos so tem mesmo que esperar para Deus decidir tudo. Os corruptos e malfeitores tal como ALICE CARVALHO vao chorando e deitando lagrimas de crocodilo.

  4. Antonia Mendes

    12 de Junho de 2018 as 12:55

    EEEEEEEEEEEEEE!!!!!!! Dizem que Levy Nazaré e Ilisio Teixeira, são candidatos a novos juizes do Supremo do ADI

  5. Paulo da Constituição

    12 de Junho de 2018 as 13:00

    Muito bem e muito bem meus senhores. Parece que finalmente esta-se a mostrar para o mundo exterior todo um conjunto de aberrações que se vão observando neste país.
    Se internamente isto parece não ter anta importância, no plano externo/Internacional esta acção dos advogados, juizes, magistrados têm muito a dizer .
    Na minha humilde opinião a classe dos jornalistas também deveriam fazer o mesmo, porque nunca se viu tanta mordaça na imprensa santomense como nos ultimos anos. Nem mesmo no chamdo periodo de partido unico se vedava tanto a imprensa ao simples cidadão, legitimo filho da república.
    Na verdade, esse país precisa ser salvo e é preciso muita coragem minha gente.
    Se lá na grota sentirem a falta dos que partiram para o exterior a busca de alternativas de vida, creio que estaremos prontos para salvar o nosso querido S.Tomé e Principe da governação mais louca, mais desmesurada e mais descomandada que alguma vez este país conheceu.

  6. Arroz substância

    12 de Junho de 2018 as 13:31

    Triste figura o que vejo é meia dúzia de indivíduos pertencente à partido da oposição pai e filho/a na ausência de propostas para apresentar no parlamento vem fazendo estas figuras triste o aparelho da justiça não são essa meia dúzia de pessoas da oposição.
    Pessoal mecanismos na democracia que pode afastar um governo do poder vejamos em Portugal no processo que resultou em geringonça veja em Espanha onde os partidos da oposição fizeram uma moção de censura que originou na queda do governo, e também as eleições que já estão próximas portanto ao invés de estar a fazer estas cenas queimando o vosso diploma que depois podem ir pedir uma segunda fazem um oposição construtiva para o país por Patrice está nem aí para vocês ainda agora lançou a construção de escola em monte café e é isso que povo quer saber.

    • lambebota

      14 de Junho de 2018 as 0:03

      Coitado! Pior cego é aquele que não quer ver, como o senhor. Grande parte daqueles que partilham a sua ideia, são os que possuem o maior inimigo do conhecimento, que é ter a ilusão do saber. O que sobrepõe ainda aos ignorantes. Pois os que ainda defendem a política deste TIRANO, FASCISTA só pode ser por duas razões principais:
      Ou estão na leva dos proveitos políticos, da corrupção, da desorganização desenfreada em detrimento da pobreza e do agravamento dos problemas socioeconómicos e políticos do país, ou o véu da ignorância impede-lhes de ver o que está a sua volta. Hoje em dia com a difusão dos conhecimentos qualquer cidadão com a mais pouca lucidez será capaz de se inteirar sobre a progressiva degradação do país através dos dados reais, sem ser aqueles fictícios e populistas dados pelo nosso desgovernante.
      Por tudo isso, o próprio ditador já pressente que está perdendo apoiantes. Razão pela qual tenta viciar todo processo eleitoral criando um Tribunal apenas com os juízes que encobrem as suas ilegalidades e inconstitucionalidades para ganhar de forma fraudulenta as eleições como tem sido a sua prática.

  7. Tenebroso

    12 de Junho de 2018 as 13:56

    Boa iniciativa. Não podem deixar este ditador fazer aquilo que lhe apetece no nosso país. Isto é um insulto a todos nós. Apertem com o homem. O país não é dele nem da família dele. Onde já se viu uma coisa dessa. Bandido!!!!

  8. manuel

    12 de Junho de 2018 as 14:13

    Cuidado com S. Tomé poderoso
    Aquilo que custou-vos com tanto sacrifício e cometer esse desprezo convosco próprio ?
    A troco de Quê?
    De brincadeira de muitos colegas vossos têm cometido?
    Cada um paga pelo seu pecado ou por brincadeira que cometem?

    • doi la

      18 de Junho de 2018 as 13:17

      querido Manuel.
      Foi uma copia que queimar. Foi um ato simbolico. Leia antes de escrever.

  9. Sao tome

    12 de Junho de 2018 as 16:06

    São esses delinquentes que andaram a estragar o país, deviam e se suicidar e melhor que faziam desgraçados, queimar certificado não é suficiente bandidos

    • seabra

      18 de Junho de 2018 as 9:17

      ….1000% de acordo com esta VERDADE. No seio detes juristas jà vi um cambalacheiro e preguiçoso inatao: Olegàrio Tiny. Onde està a credebilidade,quando no vosso meio està uma pessoa suspeita???!!!

    • seabra

      18 de Junho de 2018 as 13:24

      Você disse a VERDADE que doi aos parentes e amigos dos ditos que nao sao crediveis. Pagam um copo de cacharrama, para que alguém venha “botar”Nao no comentàrio justo e denunciador.
      Vamos continuar a trabalhar e a denunciar.

  10. Reflexão

    12 de Junho de 2018 as 16:56

    Este navio que se encontra ao meio do oceano atlântico nunca foi bem capitaneado. Entretanto o vento que contra ele soprava, ainda era susceptível a sobrevivência. Actualmente há uma fissura que só os operadores não estão a conseguir superar. E em cada momento está-se alastrando e o barco afundando. Salva-vidas foram arremessadas pelo comandante de um sorriso mascavado, perverso e confundível. Mas é possível ainda os passageiros salvarem-se deste catástrofe. Glória Deus.

  11. Caramelo

    12 de Junho de 2018 as 22:36

    Tantos Diplomas e diplomados, mas STP nunca arrancou? Queimem la esses diplomas que nao fazem falta ao vosso pais. Com tantos diplomas e diplomados mas STP nao conseguiu atrair grandes investidores ate hoje? Se ate hoje STP nao conseguiu atrair investidores de peso, entao podemos dizer que nao sera a queima de Diplomas que os grandes investidores afugentar-se-ao de STP. Sem medo de erar, pela idade dos presentes na fotos, podemos concluir que muitos destes diplomados fizeram parte do Poder Judicial de STP durante decadas e nem por isso STP deu passos visiveis rumo ao desenvolvimento. Nem com a propalada democracia, STP arrancou. Ha paises que se desenvolveram espetacularmente com ditadura, com sionismo e mesmo com apartheid. Portanto a democracia nao e uma condicao sine-qua-non para o desenvolvimento. O mais importante para o desenvolvimente de um pais e o factor humano, cerebros brilhantes que priorizam a verdade, o saber e acima de tudo o saber fazer.
    Este acto de queimada representa tao somente, uma politiquice. Todos esses diplomados vivem bem, tem bons salaries. Ha individuos que vivem em apartamentos do estado ha anos sem terem pago um centavo. Ha caso individuos que usurparam svasta extensoes de terrenos retirado-os a forca aos antigos proprietaries. Tais terrenos estao transformados em matagais. Os donos daqueles terrenos eram verdadeiros investidores e foram impedidos de criar postos de trabalho enfim, criar riqueza para STP. Hoje, estes diplomados hipocritamente gritam aos quarto ventos que o Governo esta a afugentar os investidores. Diplomados que protegem investidores que nao cumprem os comprimissos fiscais para com o Estado durante 3 anos consecutivos (2007, 2008 e 2009) devem ser todos irradiados das suas funcoes. STP precise sim de investidores de boa fe, investidores serios e cumpridores das suas obrigacoes, mas investidores incumpridores e “RAFEIROS”, nao. TRES anos consecutivos (2007, 2008, 2009) sem pagar impostos e ainda por cima defendidos por diplomados? O Estado sobrevive de impostos e os impresarios usam imcumprimentos fiscais para afundar o mesmo. Estando o Poder Judicial a ser tao mal administrado e ao service de investidores incumpridores para com o Estado, devem outros poderes (Executivo, Legislativo e Presidencial) em sintonia, por ordem na casa Judicial.
    Em STP, ha quarto poderes em todos devem trabalhar em sintonia. Sabemos que tres dos quarto poderes estao em sintonia. Tendo em conta que o quarto (Judicial) decidiu desertar-se, que assim seja. Os 3 poderes unidos vencerao o unico poder em contramao. Sem duvidas. A cada diploma queimado, um cooperante em substiuicao.
    DITADURA DEMOCRATICA PRECISA-SE.

    • Zani

      12 de Junho de 2018 as 23:43

      Muito bem Caramelo!
      Gostei das suas ideias!
      Dá-lhes caramelo!
      Kkkkkkkkk
      Isso ai irmão. Estás coberto de razão no que falas!

    • defesa

      14 de Junho de 2018 as 0:30

      Disse e disse bem. tantos anos e o país não alcançou desenvolvimento? Já identificou as causas? o actual 1º ministro é um político novo? É o único governo pós 1991 que se manteve 4 anos seguidos na governação. Momento ideal para cumprir que seja pequena parte das suas promessas políticas. fazendo o balanço real da evolução da situação do país. A nossa cidade capital já é um verdadeiro Dubai. Os jovens já têm internet gratuita para se manterem informados, sobretudo com as notícias da TVS e da rádio, passando só mensagens deturpadas.
      O país consegue investidor sério com governante sério. E não este malabarista e mentiroso caído num descrédito total e sem reconhecimento internacional.

  12. Fraça

    13 de Junho de 2018 as 4:54

    Boa sorte inciativa a queima dos diplomas ou cópias mostram que o país bateu no fundo, a Justiça está morta. Os advogados somente estão a dar sinal que a democracia está em risco.

  13. Flavio Costa

    16 de Junho de 2018 as 21:12

    Alice Carvalho fez conta com Demônio e agora é o momento de fazer acertos com Deus
    Bem haha

  14. seabra

    18 de Junho de 2018 as 9:12

    STP pais com muitos juristas…muitos deviam, na verdade queimar os diplômas deles.
    Como por exemplo o Afonso Varela, o Daio, o Gabriel da Costa, O levy, o Agostinho, o Olegàrio (10 anos levou para obter o diplôma dele, ele é o pior de todos eles,PREGUICOSO e NULO até dizer basta)…sao
    todos corruptos. O Gabriel terminou o mestrado dele na universidade de Saint Denis (93)COMUNISTA, porque reprovou na universidade de Clermont Ferrand e cortaram-Lhe a bolsa, que graças ao Pinto da Costa lhe foi de novo atribuida para terminar 2 anos na escola da magistratura.
    Temos os dossiês de todos eles…podem enganar os outros, menos a nos que sabemos tudinho sobre cada um desses individuos.Este ùltimo, Gabriel da Costa, fez com que a noiva dele assinasse em nome dele para ele continuar a receber as alocaçoes que recebia em França, durante mais de 5 anos, que veio depois recuperar na conta dele (em segredo sem prevenir a noiva, e o Varela é testemunha), para ir-se casar em STP com uma outra. Eis quem é o Gabriel da Costa.
    Quem informou à noiva da França sobre o casamento do Gabriel da Costa em STP (pelo telefone ao dar as condolências à noiva que acabava de perder o pai em Portugal), foi a Lavinia Trovoada (Maria Alves) e a Beka Lima( elas podem confirmar o que vai dito). Antes de vocês nomearem os vossos homens politicos, os futuros dirigentes do pais, devem 1° procurar saber, quem ele é.
    Peço ao Abel Veiga, que publique este texto, porque o que vai dito é de uma importância capital, sobre o pouco que se exprime neste artigo. Mas é a VERDADE!

  15. Zani

    18 de Junho de 2018 as 14:20

    quando se fala de competência, significa no fundo, verificar o perfil ideal dos comportamentos, conhecimentos, processos envolvidos para o sucesso de uma função – é isso que juízes que foram mandados para casa pela maioria dos deputados da Assembleia Nacional (AN) não têm ou não possuem.

    O que a maioria dos deputados fez, foi verificar, comparar e decidir. Isto é, verificar as competências dos juízes (agora exonerados) e comparar com a função do tribunal no contexto atual do nosso país. E, percebe-se para os que querem ver, que os perfis dos juízes ora exonerados estão completamente desajustados com a função que desempenham, por isso temos tido o desempenho que conhecemos dos referidos juízes – medíocres, familiaridade deliberadamente por desregramento e corrupção nos tribunais.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo